Carnaval

Espaço para debates sobre assuntos que não sejam relacionados a Chespirito, como cinema, política, atualidades, música, cotidiano, games, tecnologias, etc.
Avatar do usuário
E.R
Membro
Membro
Mensagens: 103638
Registrado em: 01 Fev 2009, 19:39
Programa CH: Chaves
Time de Futebol: Flamengo
Localização: Rio de Janeiro
Curtiu: 4886 vezes
Curtiram: 1878 vezes

Carnaval

Mensagem por E.R » 26 Dez 2023, 20:24

NOTÍCIAS
https://noticiasdatv.uol.com.br/noticia ... ulo-113436

:globo:

A Globo resolveu economizar na transmissão do Carnaval 2024 : em vez de uma equipe comandar a folia em São Paulo e outra no Rio de Janeiro, Alex Escobar, Karine Alves e Milton Cunha farão as duas coberturas.
Imagem
Imagem

Avatar do usuário
E.R
Membro
Membro
Mensagens: 103638
Registrado em: 01 Fev 2009, 19:39
Programa CH: Chaves
Time de Futebol: Flamengo
Localização: Rio de Janeiro
Curtiu: 4886 vezes
Curtiram: 1878 vezes

Carnaval

Mensagem por E.R » 04 Jan 2024, 06:31

NOTÍCIAS
https://g1.globo.com/rj/rio-de-janeiro/ ... eiro.ghtml

Imagem

O intérprete Melquisedeque Marins Marques, mais conhecido como "Quinho do Salgueiro", morreu ontem aos 66 anos.

Quinho foi uma das maiores vozes do carnaval do Rio de Janeiro e deu vida a grandes sambas-enredo do Salgueiro.

Em 1993, Quinho comandou o coro de 60 mil vozes da plateia da Sapucaí com o samba-enredo “Peguei um ita no Norte”, do Salgueiro, conhecido pelo verso "Explode coração, na maior felicidade".

Em 2009, interpretou "Tambor", com o qual levou a escola de samba a seu nono e último título.
Imagem
Imagem

Avatar do usuário
E.R
Membro
Membro
Mensagens: 103638
Registrado em: 01 Fev 2009, 19:39
Programa CH: Chaves
Time de Futebol: Flamengo
Localização: Rio de Janeiro
Curtiu: 4886 vezes
Curtiram: 1878 vezes

Carnaval

Mensagem por E.R » 06 Jan 2024, 00:11

NOTÍCIAS
Imagem
Imagem

Avatar do usuário
E.R
Membro
Membro
Mensagens: 103638
Registrado em: 01 Fev 2009, 19:39
Programa CH: Chaves
Time de Futebol: Flamengo
Localização: Rio de Janeiro
Curtiu: 4886 vezes
Curtiram: 1878 vezes

Carnaval

Mensagem por E.R » 07 Jan 2024, 22:32

NOTÍCIAS
Imagem
Imagem

Avatar do usuário
E.R
Membro
Membro
Mensagens: 103638
Registrado em: 01 Fev 2009, 19:39
Programa CH: Chaves
Time de Futebol: Flamengo
Localização: Rio de Janeiro
Curtiu: 4886 vezes
Curtiram: 1878 vezes

Carnaval

Mensagem por E.R » 27 Jan 2024, 00:40

NOTÍCIAS
Imagem
Imagem

Avatar do usuário
E.R
Membro
Membro
Mensagens: 103638
Registrado em: 01 Fev 2009, 19:39
Programa CH: Chaves
Time de Futebol: Flamengo
Localização: Rio de Janeiro
Curtiu: 4886 vezes
Curtiram: 1878 vezes

Carnaval

Mensagem por E.R » 04 Fev 2024, 13:58

NOTÍCIAS
Imagem
Imagem

Avatar do usuário
CHarritO
Membro
Membro
Mensagens: 66181
Registrado em: 02 Fev 2009, 12:40
Programa CH: Chaves
Time de Futebol: Palmeiras
Localização: Indaial/SC
Curtiu: 65 vezes
Curtiram: 516 vezes

Carnaval

Mensagem por CHarritO » 04 Fev 2024, 14:12

Alex Escobar narrando até carnaval. :sono:
Meus títulos e conquistas no FCH:
Moderador Global do FCH (2012 à 2014 / 2016 à 2020)
Moderador do Meu Negócio é Futebol (2010 à 2012 / 2015 à 2016)
Eleito o 1º vencedor do Usuário do Mês - Março 2010
Campeão do Bolão da Copa do FCH (2010)
Campeão do 13º Concurso de Piadas (2011)
Bicampeão do Bolão do FCH - Brasileirão (2011 e 2012)
Campeão do Bolão do FCH - Liga dos Campeões (2011/2012)
Campeão de A Casa dos Chavesmaníacos 10 (2012)
Campeão do Foot Beting (2014)
Hexacampeão da Chapoliga (2014, 2015, 2016, 2017, 2019 e 2020)
Campeão de O Sobrevivente - Liga dos Campeões (2016/2017)
Campeão de O Sobrevivente - Copa América (2019)
Campeão do Bolão da Copa América (2019)

Avatar do usuário
E.R
Membro
Membro
Mensagens: 103638
Registrado em: 01 Fev 2009, 19:39
Programa CH: Chaves
Time de Futebol: Flamengo
Localização: Rio de Janeiro
Curtiu: 4886 vezes
Curtiram: 1878 vezes

Carnaval

Mensagem por E.R » 04 Fev 2024, 18:26

Não acho o trabalho do Alex Escobar no Carnaval ruim, não.
Imagem
Imagem

Avatar do usuário
CHarritO
Membro
Membro
Mensagens: 66181
Registrado em: 02 Fev 2009, 12:40
Programa CH: Chaves
Time de Futebol: Palmeiras
Localização: Indaial/SC
Curtiu: 65 vezes
Curtiram: 516 vezes

Carnaval

Mensagem por CHarritO » 10 Fev 2024, 11:00

Desfile das Escolas de Samba de SP - 1º dia
Camisa Verde e Branco

Imagem

A Camisa Verde e Branco abriu o primeiro dia dos desfiles de São Paulo em seu retorno ao Grupo Especial após 12 anos. Vice-campeã do Grupo de Acesso em 2023, a escola cantou um enredo sobre Oxóssi, seu orixá padroeiro, uma promessa caso voltasse à divisão principal do Carnaval paulistano. Assista ao vídeo acima.

Sem problemas no Anhembi, a Camisa exaltou diferentes imperadores da cultura negra ao longo da história — encerrando com a vida do ex-jogador de futebol Adriano (conhecido como Imperador na carreira), coroado na última alegoria.

Barroca da Zona Sul

Imagem

A Barroca Zona Sul levou para a avenida um enredo que celebra os 50 anos da escola.

A agremiação, que tem a Estação Primeira de Mangueira como madrinha, carregou as cores verde e rosa ao longo da avenida, e também homenageou Geraldo Sampaio Neto, o Borjão, presidente de honra da escola, que morreu há pouco mais de um mês.

A comissão de frente foi um dos destaques e veio em um palco giratório mostrando três cenários, fazendo referência a diferentes fases da escola, desde sua criação.

Dragões da Real

Imagem

A Dragões da Real tentou seu primeiro título no Grupo Especial com uma homenagem aos reis e rainhas da África, depois de um 5º lugar em 2023. Para tentar a vitória inédita, a escola que nasceu de uma torcida organizada do São Paulo apostou em alegorias elaboradas e muita cor.

Logo de cara, a Dragões narrou uma lenda do continente com 33 integrantes que se revezavam na avenida, já que o regulamento permite só 15 pessoas por vez na comissão de frente. Já no abre-alas, dois rinocerontes "puxavam" o carro, que ainda contava com esculturas em movimento.

Independente Tricolor

Imagem

Quarta escola a desfilar, a Independente Tricolor entrou na avenida falando da força da mulher preta em um desfile que homenageou as guerreiras Agojie, que defenderam o Reino de Daomé e formaram o único exército feminino da história.

Representando os guerreiros de Daomé, a bateria com 220 ritmistas chamou a atenção fazendo a tradicional paradinha com maestria, além de colocar a força do tambor e os batuques do atabaque, tradicional instrumento de percussão africano.

Acadêmicos do Tatuapé

Imagem

Quarta colocada em 2023, a Acadêmicos do Tatuapé cantou seu enredo sobre a história, a culinária, a natureza e o carnaval da cidade baiana de Mata de São João. Com as primeiras alas dedicadas ao barro, os membros da comissão de frente representavam estátuas típicas saídas da mão de um artesão.

A bateria apresentou seu tradicional "apagão", no qual os ritmistas silenciam seus instrumentos e os integrantes da agremiação cantam o samba-enredo. A Tatuapé ainda contou com a princesa de bateria Talita Guastelli, que desfilou de sapatilhas e atravessou a avenida na ponta dos pés.

Mancha Verde

Imagem

A Mancha Verde, nascida da torcida organizada do Palmeiras, tentou ganhar o Grupo Especial pela terceira vez após ficar com o vice em 2023. Em 2024, a escola cantou sobre a agricultura e o homem do campo e pediu por uma divisão mais justa dos alimentos para acabar com a fome.

Baianas à frente do abre-alas combinavam com a alegoria com grandes fantasias amarelas de abelhas. No carro, estátuas gigantes do inseto e do orixá Ocô montado em uma delas. À frente da bateria, que realizou mais um apagão no dia, Viviane Araújo desfilou com fantasia de cantora de moda de viola.

Rosas de Ouro

Imagem

Última escola a entrar na avenida no primeiro dia de desfiles, a Rosas de Ouro fez uma homenagem aos 70 anos do Parque Ibirapuera. Beirando o rebaixamento em 2023, a escola tenta retomar seu posto de campeã falando, mais uma vez, de São Paulo, tema com o qual ela levou quatro de seus sete títulos.

A comissão de frente trouxe uma homenagem à família da cantora Rita Lee. Já as atividades esportivas dos frequentadores do parque foram representadas no carro "Saúde mais pura, corpo e mente sãos", que chamou a atenção ao trazer 61 bicicletas empilhadas e sendo pedaladas por 61 ciclistas.
Meus títulos e conquistas no FCH:
Moderador Global do FCH (2012 à 2014 / 2016 à 2020)
Moderador do Meu Negócio é Futebol (2010 à 2012 / 2015 à 2016)
Eleito o 1º vencedor do Usuário do Mês - Março 2010
Campeão do Bolão da Copa do FCH (2010)
Campeão do 13º Concurso de Piadas (2011)
Bicampeão do Bolão do FCH - Brasileirão (2011 e 2012)
Campeão do Bolão do FCH - Liga dos Campeões (2011/2012)
Campeão de A Casa dos Chavesmaníacos 10 (2012)
Campeão do Foot Beting (2014)
Hexacampeão da Chapoliga (2014, 2015, 2016, 2017, 2019 e 2020)
Campeão de O Sobrevivente - Liga dos Campeões (2016/2017)
Campeão de O Sobrevivente - Copa América (2019)
Campeão do Bolão da Copa América (2019)

Avatar do usuário
CHarritO
Membro
Membro
Mensagens: 66181
Registrado em: 02 Fev 2009, 12:40
Programa CH: Chaves
Time de Futebol: Palmeiras
Localização: Indaial/SC
Curtiu: 65 vezes
Curtiram: 516 vezes

Carnaval

Mensagem por CHarritO » 11 Fev 2024, 15:01

Desfiles das Escolas de Samba de SP - 2º dia
Vai-Vai

Imagem

Maior campeã do carnaval paulistano, a Vai-Vai retornou ao Grupo Especial com um enredo sobre o hip hop de São Paulo. Campeã do Acesso em 2023, a escola contou com a presença de Mano Brown e KL Jay, dos Racionais MC's, na esperança de se manter na principal divisão.

No abre-alas, a agremiação mostrou as contradições da cidade, que é cosmopolita e moderna mas que tem uma elite conservadora. O terceiro carro chegou a dar um susto com um começo de incêndio, contido pelos próprios membros. Já a última alegoria buscou ressignificar símbolos da capital, como o lema do brasão e até a estátua de Borba Gato que foi incendiada.

Tom Maior

Imagem

A Tom Maior entrou na disputa por um título inédito do Grupo Especial cantando uma versão indígena do mito grego de Orfeu e Eurídice. Já na comissão de frente, a escola desfilou belas fantasias que se alternavam entre o dia e a noite.

O abre-alas impressionou pelo tamanho e pelas cores, com estátuas robóticas de um grande jacaré e outros animais e membros "remando" em canoas. Depois de outra alegoria com cobras gigantes e um escorpião enorme, o último carro contou um final feliz do encontro do amor do casal — ao tragédia do original.

Mocidade Alegre

Imagem

Atual campeã do carnaval de São Paulo, a Mocidade Alegre levou o enredo "Brasiléia Desvairada", mostrando a viagem do escritor Mário de Andrade pelos rincões do Brasil. O ator Pascoal da Conceição apareceu com a comissão de frente interpretando o escritor.

A bateria comandada pelo Mestre Sombra trouxe toques do frevo e do maracatu para dar o tom de toda a viagem pelos ritmos do país. Além disso, a ala das baianas chamou a atenção com um figurino inspirado por pedras sabão, homenageando a obra de Aleijadinho.

Gaviões da Fiel

Imagem

A Gaviões da Fiel, escola da torcida organizada do Corinthians, buscou inspiração no verso "vou te levar para o infinito", de um enredo campeão em 1995, para tentar volta à vitória no Grupo Especial — algo que não acontece desde 2003.

Antes do desfile, um susto. Ana Paula Minerato, uma dos destaques da escola, passou mal e foi levada para ambulância. Ela voltou a tempo para participar da apresentação, um dos mais estrelados do ano, que teve ainda Alessandra Negrini ao lado dos passistas e Sabrina Sato como rainha da bateria.

Na comissão de frente, arlequins e colombinas futuristas dançaram com fantasias espelhadas em uma nave espacial.

Águia de Ouro

Imagem

Oitavo lugar no carnaval de 2023, a Águia de Ouro fez uma homenagem ao centenário da rádio nacional. A agremiação destacou a carreira do radialista Eli Corrêa, na avenida e no samba-enredo, incluindo seu bordão "oi, gente". O radialista veio como destaque no último carro.

Ao longo do desfile, a escola falou sobre toda a importância do rádio e seu impacto na sociedade, destacando tanto o lado informativo quanto o cultural, além de relembrar grandes estrelas e programas icônicos do veículo de comunicação.

Império de Casa Verde

Imagem

Terceira colocada em 2023, a Império de Casa Verde levou ao Anhembi uma grande homenagem à cantora Fafá de Belém e à Amazônia. A bateria, com roupas em referência ao boto-cor-de-rosa, puxou um samba marcado por inúmeras paradinhas — e algumas paradonas.

Depois de um abre-alas com a presença de Mariana Belém, filha da cantora, a segunda alegoria toda vermelha lembrou seu grande sucesso. A própria Fafá, grande estrela do desfile, esteve presente no último carro, com maquiagem indígena e longos cabelos brancos.

Acadêmicos do Tucuruvi

Imagem

Última escola a entrar na avenida, a Acadêmicos do Tucuruvi desfilou já com o dia iluminado e falou sobre o Ifá, uma filosofia de origem africana, que também é conhecida pelas previsões do jogo de búzios.

A Bateria do Zaca trouxe à frente alguns ritmistas levando atabaques. O som do instrumento ficava mais evidente nas paradinhas feitas pelos integrantes, representado as batidas de ritmos africanos. Dividida em três cores (preta, branca e vermelha), a ala das baianas foi um dos destaques do desfile.
Meus títulos e conquistas no FCH:
Moderador Global do FCH (2012 à 2014 / 2016 à 2020)
Moderador do Meu Negócio é Futebol (2010 à 2012 / 2015 à 2016)
Eleito o 1º vencedor do Usuário do Mês - Março 2010
Campeão do Bolão da Copa do FCH (2010)
Campeão do 13º Concurso de Piadas (2011)
Bicampeão do Bolão do FCH - Brasileirão (2011 e 2012)
Campeão do Bolão do FCH - Liga dos Campeões (2011/2012)
Campeão de A Casa dos Chavesmaníacos 10 (2012)
Campeão do Foot Beting (2014)
Hexacampeão da Chapoliga (2014, 2015, 2016, 2017, 2019 e 2020)
Campeão de O Sobrevivente - Liga dos Campeões (2016/2017)
Campeão de O Sobrevivente - Copa América (2019)
Campeão do Bolão da Copa América (2019)

Avatar do usuário
E.R
Membro
Membro
Mensagens: 103638
Registrado em: 01 Fev 2009, 19:39
Programa CH: Chaves
Time de Futebol: Flamengo
Localização: Rio de Janeiro
Curtiu: 4886 vezes
Curtiram: 1878 vezes

Carnaval

Mensagem por E.R » 11 Fev 2024, 21:57

Tomara que a Vai-Vai não seja rebaixada, fez um bom desfile pelo que vi.

-

Primeiro dia de desfiles do Grupo Especial do Rio de Janeiro 2024 (da melhor a pior, na minha opinião) :

1. Imperatriz Leopoldinense
2. Grande Rio
3. Beija-Flor
4. Salgueiro
5. Unidos da Tijuca
6. Porto da Pedra

-

Hoje tem mais 6 desfiles.
Imagem
Imagem

Avatar do usuário
CHarritO
Membro
Membro
Mensagens: 66181
Registrado em: 02 Fev 2009, 12:40
Programa CH: Chaves
Time de Futebol: Palmeiras
Localização: Indaial/SC
Curtiu: 65 vezes
Curtiram: 516 vezes

Carnaval

Mensagem por CHarritO » 12 Fev 2024, 10:48

Desfile das Escolas de Samba do RJ - 1º dia
Porto da Pedra

Imagem

A Porto da Pedra retornou ao Grupo Especial do Rio, 11 anos depois, ao vencer a Série Ouro em 2023. Em 2024, a volta cantou o enredo "Lunário Perpétuo: A profética do saber popular", que explorava as influências do livro "Lunário" na cultura nordestina.

Na comissão de frente abriu o desfile com uma alegoria com holografias e uma dançarina "levitando" a 12 metros de altura presa pelos cabelos. Parte de uma estátua do primeiro chassi do abre-alas quebrou no meio da avenida.

A escola também teve problemas com a evolução entre os quinto e sexto carros, o que deixou um buraco entre alas. Na dispersão, uma mulher chegou a ser atingida por um dos carros. Apesar de tudo, a Porto da Pedra conseguiu encerrar sua participação sem estourar o tempo.

Beija-Flor

Imagem

Quarta colocada no carnaval de 2023, a Beija-Flor trouxe um samba homenageando Maceió e Rás Gonguila, o "herdeiro" do trono imperial de um país da África, além de fundador do maior bloco de carnaval de Maceió na época.

Pelo 48º ano, o cantor Neguinho da Beija-flor veio interpretando o samba da agremiação, que fez uma viagem pelo carnaval de Alagoas.

A comissão de frente da escola chamou a atenção ao trazer dez integrantes formando um pião humano. Outro momento que empolgou o público foi o que trouxe as luzes do sambódromo piscando em sintonia com as batidas da bateria da escola durante o refrão do samba.

Salgueiro

Imagem

O Salgueiro buscou seu 10º título na elite carioca com uma homenagem ao povo yanomami, inspirada pelo livro "A queda do céu - Palavras de um xamã yanomami", de Davi Kopenawa e Bruce Albert. Em 2023, a escola ficou na sétima colocação.

Antes mesmo de entrar na Sapucaí, o Salgueiro emocionou o público ao lembrar de Quinho, seu intérprete por quase três décadas, que morreu em janeiro. Emerson Dias, seu substituto, começou o esquenta com o tradicional grito de guerra de seu antigo parceiro: "Pimba, pimba. Ai que lindo, que lindo".

No desfile, cores e fantasias que narravam a união do povo indígena com a natureza. No chassi da frente do abre-alas, um grande jabuti "puxava" o carro. Essa relação também foi contrastada com os esforços yanomamis para impedir o extermínio de seus povos. No quinto carro, um indígena gigante era retratado nadando contra a corrente da destruição.

Grande Rio

Imagem

A Grande Rio levou para a avenida um enredo baseado no mito tupinambá do livro "Meu destino é ser onça", no qual passeia por histórias das nações indígenas brasileiras. Símbolo dessas narrativas míticas, a onça representa as disputas pela identidade.

Rainha de bateria da escola, Paolla Oliveira representou o animal para mostrar que toda mulher brasileira é uma guerreira poderosa. A cabeça da fantasia da atriz se destacava ao se movimentar, virar uma máscara luxuosa e transformá-la no bicho com olhos luminosos.

Um dos carros da escola, que tinha o cantor Xamã como destaque, apresentou problemas e precisou ser empurrado. A escola ainda colocou o público como parte integrante do desfile e distribuiu 55 mil pulseiras de LED que se iluminam durante os apagões, recurso muito explorado no desfile.

Unidos da Tijuca

Imagem

A Unidos da Tijuca cantou o enredo sobre Portugal no enredo "O conto de fados" e buscou inspiração em obras como "Os lusíadas", de Luís de Camões, e as gregas "Ilíada" e "Odisseia", de Homero. Em seu desfile, a nona colocada de 2023 viajou pela história e lendas do país.

Na comissão de frente, com a ajuda de um cenário móvel, a escola contou a lenda da fundação de Lisboa, que envolve as figuras mitológicas gregas de Ulisses e da mulher metade cobra Offiusa.

A escola ainda homenageou outro grande mestre da literatura portuguesa no quarto carro, com uma grande estátua de José Saramago.

Imperatriz Leopoldinense

Imagem

Atual campeã do carnaval do Rio de Janeiro, a Imperatriz Leopoldinense levou para a avenida um enredo homenageando a obra do poeta paraibano Leandro Gomes de Barros e mostrando a força da cultura cigana e seus mistérios.

Alguns dos destaques da escola foram a comissão de frente, com uma coreografia dentro de uma fogueira, além de elementos cenográficos aéreos. Entre eles, um enorme balão, que representava a lua e carregava uma bailarina a cerca de 10 metros do chão.

A bateria contou com algumas batidas de samba de roda e fez alguns paradinhas durante o refrão, deixando os integrantes da escola e o público entoarem o samba.
Meus títulos e conquistas no FCH:
Moderador Global do FCH (2012 à 2014 / 2016 à 2020)
Moderador do Meu Negócio é Futebol (2010 à 2012 / 2015 à 2016)
Eleito o 1º vencedor do Usuário do Mês - Março 2010
Campeão do Bolão da Copa do FCH (2010)
Campeão do 13º Concurso de Piadas (2011)
Bicampeão do Bolão do FCH - Brasileirão (2011 e 2012)
Campeão do Bolão do FCH - Liga dos Campeões (2011/2012)
Campeão de A Casa dos Chavesmaníacos 10 (2012)
Campeão do Foot Beting (2014)
Hexacampeão da Chapoliga (2014, 2015, 2016, 2017, 2019 e 2020)
Campeão de O Sobrevivente - Liga dos Campeões (2016/2017)
Campeão de O Sobrevivente - Copa América (2019)
Campeão do Bolão da Copa América (2019)

Avatar do usuário
E.R
Membro
Membro
Mensagens: 103638
Registrado em: 01 Fev 2009, 19:39
Programa CH: Chaves
Time de Futebol: Flamengo
Localização: Rio de Janeiro
Curtiu: 4886 vezes
Curtiram: 1878 vezes

Carnaval

Mensagem por E.R » 12 Fev 2024, 16:42

NOTÍCIAS
https://oglobo.globo.com/blogs/lauro-ja ... -vem.ghtml

A escola de samba Grande Rio vai homenagear o Pará no enredo do carnaval de 2025.
-
NOTÍCIAS
-
NOTÍCIAS
Imagem

Alcione no desfile da Mangueira - a cantora foi homenageada pela escola de samba carioca.
Imagem
Imagem

Avatar do usuário
E.R
Membro
Membro
Mensagens: 103638
Registrado em: 01 Fev 2009, 19:39
Programa CH: Chaves
Time de Futebol: Flamengo
Localização: Rio de Janeiro
Curtiu: 4886 vezes
Curtiram: 1878 vezes

Carnaval

Mensagem por E.R » 13 Fev 2024, 05:18

NOTÍCIAS
Sobre os desfiles do Grupo Especial do Rio de Janeiro, da melhor a pior (na minha opinião) :

1. Viradouro
2. Imperatriz Leopoldinense
3. Vila Isabel
4. Portela
5. Grande Rio
6. Mangueira
7. Beija-Flor
8. Salgueiro
9. Mocidade
10. Paraíso do Tuiuti
11. Unidos da Tijuca
12. Porto da Pedra
-

As 6 escolas de samba que coloquei nas primeiras colocações devem brigar pelo título.

-
NOTÍCIAS
. Portela ganha o Estandarte de Ouro do jornal O Globo - https://oglobo.globo.com/rio/carnaval/n ... 2024.ghtml
Imagem
Imagem

Avatar do usuário
CHarritO
Membro
Membro
Mensagens: 66181
Registrado em: 02 Fev 2009, 12:40
Programa CH: Chaves
Time de Futebol: Palmeiras
Localização: Indaial/SC
Curtiu: 65 vezes
Curtiram: 516 vezes

Carnaval

Mensagem por CHarritO » 13 Fev 2024, 11:19

Desfile das Escolas de Samba do RJ - 2º dia
Mocidade

Imagem

Depois de bater na trave do rebaixamento e ficar no 11º lugar em 2023, a Mocidade de Padre Miguel apostou no enredo "Pede caju que dou... pé de caju que dá!". Como o próprio nome deixou claro, o desfile focou no pseudofruto brasileiro, e o costurou com diferentes pontos culturais do país.

A comissão de frente fez uma brincadeira com a banana abrindo caminho para o caju — e se destacou ao "teletransportar" uma dançarina da avenida para o meio das arquibancadas. A escola também contou com uma ala formada totalmente por homens gays, que faziam uma coreografia com leques.

A bateria empolgou com longos paradões, que permitiam que público e membros da escola se concentrassem no samba.

Um problema para tirar o abre-alas da área de dispersão gerou um atraso geral na escola, que teve de se apressar para finalizar seu desfile. No fim, completou a apresentação no último minuto do tempo limite.

Portela

Imagem

A Portela falou sobre a importância do afeto e da ancestralidade feminina em uma história inspirada no romance “Um defeito de cor”, que se baseia na carta de Kehinde (Luiza Mahin), mãe do líder abolicionista e poeta Luiz Gama. Ana Maria Gonçalves, autora da obra, veio como destaque de um dos carros.

Décima colocada no carnaval de 2023, a escola teve um início de desfile tenso. O carro abre-alas apresentou problemas e entrou na avenida com algumas de suas esculturas quebradas. Outro carro que apresentou problemas durante o desfile foi o que representava o cortejo à rainha do Brasil (4ª alegoria) entrando na avenida com algumas partes danificadas.

A Portela encerrou seu desfile com muita emoção, levando 16 mães que perderam seus filhos pra violência em seu último carro. Entre elas estava Marinete Silva, mãe da vereadora Marielle Franco, assassinada em março de 2018.

Vila Isabel

Imagem

A Vila Isabel, que ficou com o terceiro lugar em 2023, reeditou o enredo "Gbalá - Viagem ao templo da criação". Mais de trinta anos depois, a escola fez uma releitura da obra, trazendo a mensagem sobre o mal que o ser humano pode fazer à terra, e ainda destacou que salvação está nas crianças.

Os pequenos foram destaque desde o início do desfile com uma comissão de frente trazendo seis crianças junto aos bailarinos e representando a esperança na restauração da harmonia do planeta.

Simbolizando a "luz da esperança", o primeiro casal de mestre-sala e porta-bandeira vestia roupas cobertas de lâmpadas e projetores lasers, mas sofreu com problemas técnicos ao longo do desfile, como uma calça que não acendeu.

A alegoria que trazia plantas naturais e representava a Mãe Natureza também fez um efeito bastante curioso em meio a um desfile cheio de cores e efeitos luminosos, incluindo os corações pulsantes nas cabeças dos ritmistas da bateria. Autor do samba e presidente de honra da escola, Martinho da Vila apareceu no último carro da escola, representando o grande sacerdote.

Mangueira

Imagem

A Mangueira apostou em uma homenagem a Alcione, que completa 50 anos de carreira, no enredo "A negra voz do amanhã" para tentar seu 21º título na elite carioca. A própria cantora puxou parte do samba no esquenta da escola ao lado dos puxadores.

Depois de uma comissão de frente que contou parte da história da artista e com passistas desafiadores da gravidade, o desfile levou diversas estrelas à Sapucaí. Logo na alegoria pede passagem, Maria Bethânia foi a primeira delas.

O quarto carro ainda levou diversos amigos da homenageada, como Taís Araújo, Regina Casé e atrizes que interpretaram Alcione no musical do teatro. A última alegoria foi estrelada pela cantora com uma coroa na cabeça.

A bateria foi mais uma a empolgar o público com inúmeras paradinhas, ritmadas por palmas. O samba manteve a empolgação da escola, que enfrentou alguns problemas com carros na entrada na avenida. Depois, teve outros incidentes na dispersão.

Paraíso do Tuiuti

Imagem

Oitava colocada no carnaval de 2023, a Paraíso do Tuiuti levou para a avenida a história do "almirante negro" João Cândido Felisberto, líder da Revolta da Chibata.

O homenageado foi representado, em um dos carros, pelo entregador carioca Max Angelo dos Santos, que foi chicoteado por uma moradora de São Conrado, na Zona Sul do Rio, em abril de 2023.

Já a última alegoria da escola relembrou outros casos recentes de racismo no país, escrevendo em suas velas frases sobre os incidentes. "Jovem negro de 17 anos chicoteado por furtar chocolate" e "jovem negro sofre racismo em mercado na zona norte" foram alguns deles.

Mayara Lima reinou à frente da bateria, que vestia vermelho, representado o sangue dos marinheiros. Apesar de um carro travar na dispersão, não atrapalhou na saída da escola, que assim como todas as agremiações da noite, finalizou o desfile dentro do previsto.

Viradouro

Imagem

Atual vice-campeã do carnaval do Rio, a Viradouro levou um enredo baseado nas crenças voduns de povos africanos e na força das mulheres que formavam a poderosa irmandade de guerreiras.

A comissão de frente chamou a atenção com uma enorme serpente, que surgia entre o balé e deslizava pelo chão da Sapucaí. O terceiro carro da agremiação, representando a proteção mística e lealdade, foi todo feito com ferro-velho do barracão.

A bateria do Mestre Ciça, que representou a Revolta dos Malês, incluiu o toque em atabaques em suas batidas. Erika Januza desfilou à frente dos ritmistas pelo terceiro ano consecutivo.

A escola iniciou seu desfile ainda na madrugada, usando alegorias que brilhavam no escuro. A outra metade da apresentação foi realizada já com o dia amanhecendo. A Viradouro encerrou as apresentações do Grupo Especial do Rio de Janeiro.
Meus títulos e conquistas no FCH:
Moderador Global do FCH (2012 à 2014 / 2016 à 2020)
Moderador do Meu Negócio é Futebol (2010 à 2012 / 2015 à 2016)
Eleito o 1º vencedor do Usuário do Mês - Março 2010
Campeão do Bolão da Copa do FCH (2010)
Campeão do 13º Concurso de Piadas (2011)
Bicampeão do Bolão do FCH - Brasileirão (2011 e 2012)
Campeão do Bolão do FCH - Liga dos Campeões (2011/2012)
Campeão de A Casa dos Chavesmaníacos 10 (2012)
Campeão do Foot Beting (2014)
Hexacampeão da Chapoliga (2014, 2015, 2016, 2017, 2019 e 2020)
Campeão de O Sobrevivente - Liga dos Campeões (2016/2017)
Campeão de O Sobrevivente - Copa América (2019)
Campeão do Bolão da Copa América (2019)

Responder