Fórum Portal Vídeos Guia de Episódios Sobre



Todos os horários são GMT - 3 horas [ DST ]


Portal Chespirito Chico Rei



Criar novo tópico Responder  [ 550 mensagens ]  Ir para página Anterior  1 ... 33, 34, 35, 36, 37
  Exibir página para impressão

Re: HORÁRIO ELEITORAL
Autor Mensagem
MensagemEnviado: 27 Out 2016, 22:44 
Offline
Avatar do usuário
Membro

Registrado em: 04 Dez 2011, 23:00
Mensagens: 23863
Curtiu: 1937 vezes
Foi curtido: 1248 vezes
Programa CH: Chaves
Time de Futebol: Palmeiras
Fantasias: Não utilizo
Exato, mas no Rio de Janeiro mesmo alegando isso a propaganda ficou em vinte minutos. Li que só iriam permitir a redução do tempo caso o tempo restante fosse preenchido com slide do TSE, daí os candidatos voltaram atrás. A questão é que em outras cidades a propaganda tem dez minutos e os outros dez são completados com um bloco do "Globo Esporte".


Voltar ao topo
 Perfil  
 

Re: HORÁRIO ELEITORAL
MensagemEnviado: 27 Out 2016, 23:49 
Offline
Avatar do usuário
Membro

Registrado em: 04 Dez 2011, 23:00
Mensagens: 23863
Curtiu: 1937 vezes
Foi curtido: 1248 vezes
Programa CH: Chaves
Time de Futebol: Palmeiras
Fantasias: Não utilizo
Aécio bota a cara na TV para tentar equilibrar o jogo com Alckmin
Por Andrei Meireles - outubro 27, 2016, 16:20

Imagem
Governador Geraldo Alckmin e senador Aécio Neves, foto Orlando Brito

Os especialistas dizem que misturar resultados de eleições municipais com corrida presidencial é forçar a barra. São universos distantes, com suas peculiaridades. Na política, nem sempre é assim.

Uma cena em Brasília na terça-feira (25) ilustra bem. João Dória circulou pelo Palácio do Planalto e Congresso Nacional como uma estrela de primeira grandeza, com direito a cortejo ao cruzar o Salão Verde da Câmara dos Deputados.

Dória é o principal trunfo do governador Geraldo Alckmin em sua disputa particular com o senador Aécio Neves pela candidatura tucana ao Palácio do Planalto.

O único compromisso cancelado na visita de Dória a Brasília foi seu encontro com Aécio. Aécio estava em Minas Gerais correndo atrás do prejuízo. As pesquisas indicam uma disputa apertada, com alguma vantagem de Alexandre Kalil (PHS) sobre João Leite (PSDB).

Depois da inédita vitória de Alckmin em São Paulo, Aécio sabe que, com uma derrota em Belo Horizonte, pode perder a vantagem que manteve até agora entre os tucanos país afora.

Aécio quer voltar semana que vem a Brasília com um trunfo a tiracolo. Até aqui, ele só aparecia na campanha adversária. O programa de Kalil explorou a aliança em BH entre Aécio e Fernando Pimentel, um petista que tem até um escândalo para chamar de seu.

Pois bem. Aécio apareceu na propaganda eleitoral na televisão como a maior aposta de uma nova virada em Belo Horizonte. Bateu de frente com o mote de Kalil que, a exemplo de João Dória, se vende como um contraponto aos políticos tradicionais.

Aécio defendeu o que chamou de “boa política”. Citou Tancredo Neves e Ulysses Guimarães. Defendeu seu legado em Minas. Domingo vai saber se deu certo.
OS DIVERGENTES


Voltar ao topo
 Perfil  
 

Re: HORÁRIO ELEITORAL
MensagemEnviado: 28 Out 2016, 01:11 
Offline
Avatar do usuário
Membro

Registrado em: 04 Dez 2011, 23:00
Mensagens: 23863
Curtiu: 1937 vezes
Foi curtido: 1248 vezes
Programa CH: Chaves
Time de Futebol: Palmeiras
Fantasias: Não utilizo




Voltar ao topo
 Perfil  
 

Re: HORÁRIO ELEITORAL
MensagemEnviado: 28 Out 2016, 12:59 
Offline
Avatar do usuário
Membro

Registrado em: 30 Jul 2012, 12:48
Mensagens: 3995
Localização: Caieiras, SP
Curtiu: 194 vezes
Foi curtido: 183 vezes
Programa CH: Chaves
Time de Futebol: São Paulo
Fantasias: Não utilizo
Eu "me inquivoquei-me". Hoje ainda tem horário político. :P

_________________
Há 5 anos no Fórum Chaves! :vitoria:


Voltar ao topo
 Perfil  
 

Re: HORÁRIO ELEITORAL
MensagemEnviado: 29 Out 2016, 00:40 
Offline
Avatar do usuário
Membro

Registrado em: 04 Dez 2011, 23:00
Mensagens: 23863
Curtiu: 1937 vezes
Foi curtido: 1248 vezes
Programa CH: Chaves
Time de Futebol: Palmeiras
Fantasias: Não utilizo
Em algumas cidades foi veiculado só na parte da tarde?


Voltar ao topo
 Perfil  
 

Re: HORÁRIO ELEITORAL
MensagemEnviado: 29 Out 2016, 23:04 
Offline
Avatar do usuário
Membro

Registrado em: 04 Dez 2011, 23:00
Mensagens: 23863
Curtiu: 1937 vezes
Foi curtido: 1248 vezes
Programa CH: Chaves
Time de Futebol: Palmeiras
Fantasias: Não utilizo
Uai, teve propaganda hoje?

Justiça eleitoral de Minas Gerais cancela direito de resposta de Kalil
Carlos Eduardo Cherem
Colaboração para o UOL, em Belo Horizonte
29/10/2016 19h29

O juiz de plantão no TRE-MG (Tribunal Regional Eleitoral de Minas Gerais) Antônio Mesquita Fonte Boa cassou no início da noite deste sábado (29) a liminar que permitia ao candidato a prefeito de Belo Horizonte Alexandre Kalil (PHS) a utilizar um minuto do horário de TV e rádio, entre 20h30 e 20h50 deste sábado, como direito de resposta a ataques que teria recebido do adversário.

Em sua decisão, o juiz disse que "entende que a troca de críticas na campanha de segundo turno em Belo Horizonte não ultrapassou os limites ao ponto de merecer resposta". "A mensagem não ultrapassou os limites do jogo eleitoral", afirmou o juiz em sua decisão.

Os dois candidatos não se manifestaram sobre a decisão até o início da noite. A reportagem do UOL ligou para as assessorias dos candidatos, mas não obteve resposta.

Mais cedo, o TRE-MG (Tribunal Regional Eleitoral de Minas Gerais) havia permitido o direito de resposta a Kalil. Na decisão do juiz Bruno Terra Dias, da Comissão de Propaganda Eleitoral da Capital, a propaganda do adversário João Leite (PSDB) foi considerada ofensiva por ter veiculado mensagem fazendo referência a "mais uma covardia do Kalil". A frase foi considerada de "caráter injurioso" pelo juiz.

Na sexta-feira (28), Kalil perdeu 23 inserções de 30 segundos cada uma na TV Globo, 1/3 do tempo que o candidato tinha na emissora, após pedido de João Leite, que pleiteou direito de resposta. A propaganda de Kalil havia afirmado na véspera que a campanha do tucano, por meio do PSB, estaria comprando ex-empregados das empresas de Kalil para fazerem declarações contra o candidato.

A campanha do segundo turno em Belo Horizonte foi marcada por ofensas, trocas de acusações tanto no horário eleitoral quanto nos debates.
UOL


Voltar ao topo
 Perfil  
 

Re: HORÁRIO ELEITORAL
MensagemEnviado: 29 Out 2016, 23:43 
Offline
Membro

Registrado em: 19 Fev 2013, 18:42
Mensagens: 608
Curtiu: 217 vezes
Foi curtido: 53 vezes
Programa CH: Chapolin
Fantasias: Não utilizo
Não. O direito de resposta seria solto, mas deveria ser no mesmo horário da propaganda política habitual.


Voltar ao topo
 Perfil  
 

Re: HORÁRIO ELEITORAL
MensagemEnviado: 30 Out 2016, 00:04 
Offline
Avatar do usuário
Membro

Registrado em: 04 Dez 2011, 23:00
Mensagens: 23863
Curtiu: 1937 vezes
Foi curtido: 1248 vezes
Programa CH: Chaves
Time de Futebol: Palmeiras
Fantasias: Não utilizo
Entendi. Obrigado.


Voltar ao topo
 Perfil  
 

Re: HORÁRIO ELEITORAL
MensagemEnviado: 10 Jun 2017, 00:10 
Offline
Avatar do usuário
Membro

Registrado em: 04 Dez 2011, 23:00
Mensagens: 23863
Curtiu: 1937 vezes
Foi curtido: 1248 vezes
Programa CH: Chaves
Time de Futebol: Palmeiras
Fantasias: Não utilizo
Projetos de lei acabam com o horário eleitoral gratuito
Da Redação | 08/06/2017, 18h46 - ATUALIZADO EM 08/06/2017, 19h14

Imagem
Caroline Pacheco/Famecos/PUCRS

O horário eleitoral gratuito no rádio e na televisão pode ter fim, segundo o Projeto de Lei do Senado (PLS) 108/2017 do senador Paulo Bauer (PSDB-SC). O projeto extingue os programas políticos exibidos em todos os canais da TV aberta em períodos de eleição. A matéria encontra-se em análise na Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ) e aguarda a designação de relator.

O PLS altera duas leis, a Lei das Eleições (nº 9.504/1997) e a Lei dos Partidos Políticos (n° 9.096/1995). Nas determinações do projeto, contudo, é mantida a previsão de realização de debates entre os candidatos promovidos pelas emissoras de rádio e televisão. Além disso, o uso de imagem e voz de candidatos e militantes de partido político é permitido para uso via internet e outros meios audiovisuais de propaganda que não o rádio e a televisão.

Para o senador Bauer, atualmente “boa parte do debate político-partidário é travado por intermédio das redes sociais”. Nesse sentido, ele cita que a legislação já prevê uma regulamentação “razoável” da propaganda eleitoral via internet.

O líder do PSDB no Senado também justifica o projeto evidenciando os altos custos da propaganda partidária para o governo. O horário eleitoral gratuito não implica despesas para os partidos políticos, mas as emissoras de rádio e TV não deixam de receber do governo o equivalente financeiro pelo tempo de divulgação.

Segundo Paulo Bauer, nos últimos 12 anos o governo gastou cerca de R$ 3,57 bilhões com o horário eleitoral. Para o senador, “é preciso estimular os partidos e candidatos a voltarem às ruas para um contato maior com a população”.

“Marketagem”

Na justificativa do projeto, Bauer critica ainda a prática de “marketagem”, ações que maquiam e controlam a imagem política e social de um candidato. O tema também é abordado em projeto (PLS 142/2015) do senador Cristovam Buarque (PPS-DF), que aguarda designação de relator na CCJ.

Para Cristovam “o excesso de marketing eleitoral utilizado na propaganda eleitoral no rádio e na televisão tem contribuído para distorções e manipulações do processo eleitoral”.

O projeto de Cristovam também acaba com as propagandas eleitorais e partidárias na TV e no rádio e com a publicidade paga pelos partidos. Na justificativa da matéria, o sendor argumenta que os custos em publicidade nas campanhas eleitorais “tem contribuído para as relações promíscuas entre os políticos e a atividade empresarial” e por isso são necessárias mudanças na legislação.

Importância

Há quem defenda no Senado, no entanto, proposta diferente em relação à propaganda política. Para o senador Ronaldo Caiado (DEM-GO) a propaganda eleitoral gratuita é “um ativo da maior importância” para influenciar à filiação partidária. Segundo Caiado, a propaganda partidária e eleitoral é um instrumento que permite aos partidos obterem mandatos e assim realizar seus objetivos institucionais.

Nesse sentido, o senador propôs o PLS 167/2016, que redistribui o tempo de propaganda partidária e eleitoral no rádio e na televisão caso um parlamentar perca seu mandato por decisão definitiva da Justiça Eleitoral. A proposta se baseia no fato da legislação dividir o horário para divulgação eleitoral no rádio e na televisão entre os partidos e coligações, e não entre os candidatos. O projeto também aguarda a definição de relator na CCJ.
AGÊNCIA SENADO


Voltar ao topo
 Perfil  
 

Re: HORÁRIO ELEITORAL
MensagemEnviado: 21 Set 2017, 16:05 
Offline
Avatar do usuário
Membro

Registrado em: 04 Dez 2011, 23:00
Mensagens: 23863
Curtiu: 1937 vezes
Foi curtido: 1248 vezes
Programa CH: Chaves
Time de Futebol: Palmeiras
Fantasias: Não utilizo
Possível tragédia a caminho: viewtopic.php?p=898410#p898410


Voltar ao topo
 Perfil  
 

Exibir mensagens anteriores:  Ordenar por  
Criar novo tópico Responder  [ 550 mensagens ]  Ir para página Anterior  1 ... 33, 34, 35, 36, 37

Todos os horários são GMT - 3 horas [ DST ]


Quem está online

Usuários navegando neste fórum: CHarritO, E.R, Google [Bot], Jacinto e 1 visitante


Enviar mensagens: Proibido
Responder mensagens: Proibido
Editar mensagens: Proibido
Excluir mensagens: Proibido

Procurar por:
Ir para: