Fórum Portal Vídeos Guia de Episódios Sobre



Todos os horários são GMT - 3 horas


Portal Chespirito



Criar novo tópico Responder  [ 177 mensagens ]  Ir para página Anterior  1 ... 8, 9, 10, 11, 12  Próximo
  Exibir página para impressão

Re: Datas Comemorativas
Autor Mensagem
MensagemEnviado: 20 Abr 2016, 23:43 
Offline
Avatar do usuário
Membro

Registrado em: 04 Dez 2011, 22:00
Mensagens: 27456
Curtiu: 2450 vezes
Foi curtido: 1545 vezes
Programa CH: Chaves
Time de Futebol: Palmeiras
Fabão, só na visualização do seu celular está assim. O post está formatado completamente certo, dentro da tag News2, com o título destacado e em negrito e o "Da redação" fora e à baixo da caixa do título, e sem negrito.

Pra quem quiser entender melhor o posicionamento do Ota:



Voltar ao topo
 Perfil  
 

Re: Datas Comemorativas
MensagemEnviado: 29 Abr 2016, 22:19 
Offline
Avatar do usuário
Membro

Registrado em: 04 Dez 2011, 22:00
Mensagens: 27456
Curtiu: 2450 vezes
Foi curtido: 1545 vezes
Programa CH: Chaves
Time de Futebol: Palmeiras
Dia do Trabalhador vai ser homenageado pelo Senado
Da Redação | 29/04/2016, 17h40

O Senado fará sessão especial, na segunda-feira (2), às 11h, para homenagear o Dia Mundial do Trabalhador, originalmente comemorado no dia 1º de maio. O pedido foi feito pelo senador Paulo Paim (PT-RS) e apoiado por outros parlamentares.

Foram convidados para a sessão o ministro do Trabalho e Previdência Social, Miguel Rossetto; a ministra das Mulheres, da Igualdade Racial e dos Direitos Humanos, Nilma Lino Gomes; a representante da Secretaria de Políticas para as Mulheres, Regina Adami; e a secretária de Mulheres Trabalhadoras Rurais e Coordenadora da Marcha das Margaridas, Alessandra Costa Lunas.

Também fazem parte da lista de convidados o procurador geral do Trabalho (MPT), Ronaldo Curado Fleury; o presidente da Associação Nacional dos Procuradores do Trabalho (ANPT), Carlos Eduardo de Azevedo Lima; o presidente do Tribunal Superior do Trabalho (TST), Ives Gandra da Silva Martins Filho; e o presidente da Confederação Brasileira de Aposentados, Pensionistas e Idosos (COBAP), Warley Martins Gonçalles, entre outros.

O Dia Mundial do Trabalhador é comemorado no dia 1º de maio por que nesse dia, em 1886, houve uma grande greve nas fábricas de Chicago, que, na época, já era um grande centro urbano e industrial dos Estados Unidos. Os manifestantes reivindicavam melhores condições de trabalho, pois na época a carga horária de trabalho chegava a 15 ou 18 horas diárias.
AGÊNCIA SENADO


Voltar ao topo
 Perfil  
 

Re: Datas Comemorativas
MensagemEnviado: 28 Nov 2016, 20:12 
Offline
Avatar do usuário
Membro

Registrado em: 01 Fev 2009, 19:39
Mensagens: 71972
Localização: Rio de Janeiro (RJ)
Curtiu: 4382 vezes
Foi curtido: 1073 vezes
Programa CH: Chaves
Time de Futebol: Flamengo
http://blogs.oglobo.globo.com/ancelmo/post/volta-da-arvore-de-natal-da-lagoa-em-2017.html

A árvore de Natal da Lagoa estará de volta em 2017.

O patrocinador mudou : era a Bradesco Seguros; agora, será a Caixa Econômica Federal.

_________________
Imagem
Imagem


Voltar ao topo
 Perfil  
 

Re: Datas Comemorativas
MensagemEnviado: 28 Nov 2016, 20:17 
Offline
Avatar do usuário
Membro

Registrado em: 14 Ago 2013, 16:53
Mensagens: 1266
Localização: São Paulo - SP
Curtiu: 8 vezes
Foi curtido: 66 vezes
Programa CH: Chaves
Eu não sei nem o que esperar do meu Natal neste 2016, espero que seja tão bom quanto 2012,2013,2014 e 2015. :)

_________________
Danton, fã número 1 dos Desenhos Clássicos


Pica-pau
Imagem

Tom & Jerry
Imagem

Looney Tunes
Imagem


Voltar ao topo
 Perfil  
 

Re: Datas Comemorativas
MensagemEnviado: 28 Nov 2016, 23:16 
Offline
Avatar do usuário
Membro

Registrado em: 01 Fev 2009, 19:39
Mensagens: 71972
Localização: Rio de Janeiro (RJ)
Curtiu: 4382 vezes
Foi curtido: 1073 vezes
Programa CH: Chaves
Time de Futebol: Flamengo
O GLOBO

Sem interessados em patrocinar o réveillon de Copacabana, a prefeitura do Rio de Janeiro decidiu economizar.

Os fogos de artifício estão garantidos, mas só haverá um palco para shows em Copacabana.

Faltam patrocinadores para dividir o custo da festa com a prefeitura da cidade do Rio de Janeiro.

A Riotur decidiu prorrogar até o dia 8 de dezembro o prazo para que investidores privados apresentem propostas.

Diante do cenário de incertezas, o município já decidiu economizar.

Haverá apenas um palco para shows — por enquanto, a única atração confirmada em Copacabana é uma apresentação conjunta de Elba Ramalho, Alceu Valença e Geraldo Azevedo. O mestre de cerimônias será Léo Jaime.

Para tentar atrair interessados, a prefeitura decidiu reduzir a quantidade de exigências.
— Eliminamos um dos palcos. E decidimos assumir a despesa (cerca de R$ 2 milhões) para montá-lo. Nos últimos anos, os gastos com essas estruturas vinham sendo arcados pela iniciativa privada. Na nova versão do edital, a gente tenta manter com patrocinadores o custo com os fogos de artifício — disse o secretário municipal de Turismo, Antônio Pedro Figueira de Mello.

O réveillon de Copacabana custa entre R$ 17 milhões e R$ 20 milhões, segundo empresas que já participaram da organização da festa.

Patrocinadores costumavam bancar cerca de 70% das despesas, pagando os fogos e a montagem de pelo menos dois palcos, além de telões e equipamentos de sonorização.

O restante dos custos era coberto pela prefeitura : o município contrata atrações musicais, aluga balsas e cuida de todo o apoio logístico, incluindo a instalação de postos médicos.
— Este é um ano de crise econômica, está difícil para todo mundo. Teremos um réveillon com um formato um pouco menor em relação aos anteriores, mas o espetáculo principal, que é a queima de fogos, continuará sendo grandioso — afirmou Antonio Pedro Figueira de Mello.

O cenário de incertezas preocupa participantes da organização de outras edições da festa. A empresária Vivian Pires, que forneceu os fogos de artifício usados nos últimos anos, contou que ainda não foi procurada para tratar do réveillon.
— Não sei de nada, ninguém me procurou até agora. De qualquer forma, tenho material em estoque para fazer o réveillon — disse Vivian Pires, acrescentando que, em cada festa da virada em Copacabana, são detonadas 24 toneladas de fogos em shows pirotécnicos que duram 16 minutos.

O presidente da Associação Brasileira da Indústria de Hotéis (ABIH), Alfredo Lopes, admitiu que o setor está preocupado com o cenário atual. Frisando que o réveillon é fundamental para a economia carioca, ele informou que, na última virada de ano, turistas gastaram US$ 686 milhões na cidade.

Alfredo Lopes disse não ter dúvidas de que a prefeitura arcará integralmente com a festa caso não apareçam patrocinadores, mas fez uma queixa : afirmou que a falta de informações dificulta o trabalho de operadores de turismo para atrair mais visitantes ao Rio de Janeiro.

O presidente da ABIH acha que a prefeitura não só precisa garantir uma boa festa de virada de ano em Copacabana como deve ajudar o setor hoteleiro a organizar o réveillon na Praia da Barra da Tijuca.
— Reconheço que a captação de patrocinadores está difícil por conta da crise, mas já cobrei da prefeitura uma definição sobre a festa. Nesta altura do campeonato, todo mundo já sabe como será o réveillon em outras grandes cidades do mundo. Temos de seguir um cronograma — reclamou Alfredo Lopes.

De acordo com o presidente da ABIH, 70% dos quartos de Copacabana e 50% da região da Barra da Tijuca estão reservados para a festa. A meta, mesmo com a crise econômica, é chegar a pelo menos 80% no bairro da Zona Sul e a 60% na orla da Zona Oeste.

Por enquanto, o município mantém os planos de promover shows musicais em outros pontos da cidade para celebrar a chegada de 2017. Em outubro, o município contratou uma empresa para montar palcos na Penha, na Ilha do Governador, em Pedra de Guaratiba, em Sepetiba, em Paquetá, na Praia de Ramos e no Parque Madureira, ao custo de R$ 2,3 milhões.

_________________
Imagem
Imagem


Voltar ao topo
 Perfil  
 

Re: Datas Comemorativas
MensagemEnviado: 29 Nov 2016, 11:57 
Offline
Avatar do usuário
Membro

Registrado em: 21 Out 2014, 18:50
Mensagens: 6039
Localização: São Paulo - SP
Curtiu: 360 vezes
Foi curtido: 630 vezes
Programa CH: Chapolin
Logo na minha de vez ir... :lingua:

_________________
Imagem


Voltar ao topo
 Perfil  
 

Re: Datas Comemorativas
MensagemEnviado: 18 Dez 2016, 23:03 
Offline
Avatar do usuário
Membro

Registrado em: 01 Fev 2009, 19:39
Mensagens: 71972
Localização: Rio de Janeiro (RJ)
Curtiu: 4382 vezes
Foi curtido: 1073 vezes
Programa CH: Chaves
Time de Futebol: Flamengo
http://g1.globo.com/economia/noticia/crise-afeta-festas-de-fim-de-ano-pelo-pais.ghtml

A crise financeira nos estados cancelou festejos de fim de ano em várias cidades no Brasil.

Aquelas que decidiram manter as comemorações terão eventos bem mais econômicos.

Levantamento feito pelo G1 mosta que em ao menos 13 estados há cidades que não terão fogos nem festa de Ano Novo na virada para 2017.

Em muitas cidades, as luzes de Natal não foram acesas para cortar gastos.

As prefeituras argumentam que precisam priorizar despesas como o pagamento de servidores e a conclusão de obras.

ACRE
O governo estadual decidiu concentrar os festejos no réveillon tradicional do bairro Base, em Rio Branco e não fará nenhuma outra festa na cidade, como ocorreu em anos anteriores.

BAHIA
A queda da arrecadação em Vitória da Conquista fez a prefeitura cancelar neste ano o Natal da Cidade, festa com programação musical e apresentações culturais que acontecia desde 1997 – ano passado foram cinco dias de festa.

Barreiras não terá decoração de Natal nem apresentações culturais.

Em Feira de Santana, foi reduzido o investimento no Natal Encantado. Neste ano, a festa custará cerca de R$ 700 mil – ano passado foi R$ 1 milhão.

ESPÍRITO SANTO
As quatro prefeituras da Grande Vitória decidiram não gastar com decoração de Natal, e a iluminação das ruas ficou a cargo apenas das lojas.

MATO GROSSO DO SUL
Em 51 cidades as festas de fim de ano foram canceladas por causa da crise. A maioria dos prefeitos alega que precisa priorizar o pagamento do 13º salário dos funcionários. Apenas 14 municípios confirmaram que farão algum evento, mas disseram que será com o máximo de economia.

MINAS GERAIS
O réveillon em Diamantina foi cancelado para que a prefeitura pudesse terminar o ano sem dívidas. Como não houve patrocínio, a cidade também ficou sem decoração de Natal.

Em Ouro Preto, a prefeitura não vai oferecer estrutura para as comemorações nos distritos.

Em Mariana, o gasto com decoração natalina foi 70% menor.

No Sul de Minas Geras, as prefeituras também fizeram cortes nas comemorações de fim de ano.

PARÁ
Em Belém, foi cancelado o tradicional réveillon da Estação das Docas.

Para conter gastos, a programação de fim de ano em Santarém será reduzida.

PIAUÍ
Teresina e mais seis cidades tiveram que economizar na decoração de Natal por causa da crise. As prefeituras alegam que a prioridade do fim de ano é o pagamento dos servidores. Na capital, não haverá festa na Virada.

RIO DE JANEIRO
Imerso na crise, o Rio de Janeiro tem várias cidades que cancelaram os festejos ou reduziram os gastos com o fim de ano.

Na cidade do Rio de Janeiro, o réveillon mais famoso do país, o de Copacabana, terá apenas um palco para shows – ano passado foram dois. Os fogos estão garantidos, mas durarão menos tempo.

São Gonçalo não terá o “Luzes de Natal”, que colocava iluminação especial nos bairros.

Na Baixa Fluminense não haverá celebração de fim de ano.

Na Região dos Lagos, a festa em Rio das Ostras foi cancelada.

Angra do Reis, Barra do Piraí e Resende são algumas das cidades que também não terão festa de fim de ano pela falta de dinheiro.

RIO GRANDE DO SUL
Por falta de recursos, a prefeitura de Porto Alegre teve que cancelar a festa de réveillon na cidade, que acontecia há pelo menos 25 anos. A economia será de R$ 500 mil.

RONDÔNIA
Porto Velho ficou sem decoração de Natal para economizar. No ano passado, a prefeitura havia gastado R$ 2,5 milhões em adereços natalinos para a cidade.

Em Vilhena, a 700 km da capital, a decoração foi feita por artesãos da cidade, com apoio da Associação Comercial.

SANTA CATARINA
Em Florianópolis, a festa da virada será custeada por dez empresários da cidade.

SÃO PAULO
A prefeitura de São Paulo só conseguiu um patrocinador para a decoração de Natal, e a programação da Virada na Avenida Paulista ainda não havia sido fechada na primeira semana de dezembro – mas a prefeitura já informou que será mais econômica.

Em Campinas, a saída encontrada foi terceirizar a programação natalina, realizada por parceiros. Também não haverá festa de Ano Novo.

Em São Carlos, foram reaproveitados itens da decoração do ano passado.

São José dos Campos cortou a decoração de Natal e a festa de Ano Novo.

SERGIPE
A prefeitura de Aracaju cancelou a festa de réveillon nas orlas da Atalaia.

_________________
Imagem
Imagem


Voltar ao topo
 Perfil  
 

Re: Datas Comemorativas
MensagemEnviado: 19 Dez 2016, 03:05 
Offline
Avatar do usuário
Membro

Registrado em: 01 Fev 2009, 19:39
Mensagens: 71972
Localização: Rio de Janeiro (RJ)
Curtiu: 4382 vezes
Foi curtido: 1073 vezes
Programa CH: Chaves
Time de Futebol: Flamengo
Extra

Imagem

Imagem

_________________
Imagem
Imagem


Voltar ao topo
 Perfil  
 

Re: Datas Comemorativas
MensagemEnviado: 19 Dez 2016, 15:45 
Offline
Avatar do usuário
Membro

Registrado em: 13 Nov 2012, 23:45
Mensagens: 5423
Localização: Casa da tia Luisa
Curtiu: 68 vezes
Foi curtido: 474 vezes
Programa CH: Chespirito
Time de Futebol: Jogo do Contente F.C.
E.R escreveu:
RONDÔNIA
Porto Velho ficou sem decoração de Natal para economizar. No ano passado, a prefeitura havia gastado R$ 2,5 milhões em adereços natalinos para a cidade.

Em Vilhena, a 700 km da capital, a decoração foi feita por artesãos da cidade, com apoio da Associação Comercial.


Esses 2,5 milhões é uma história muito mal contada, todas as decorações do ano passado foram reutilizadas dos anos anteriores e não precisaram de nenhuma restauração

_________________
Imagem

VAMOS JOGAR O JOGO DO CONTENTE! :)


http://conteudo.imguol.com.br/c/entretenimento/2015/03/30/paulina-bracho-a-gemea-boa-de-a-usurpadora-1427746604702_320x200.jpg


Voltar ao topo
 Perfil  
 

Re: Datas Comemorativas
MensagemEnviado: 20 Dez 2016, 02:02 
Offline
Avatar do usuário
Membro

Registrado em: 28 Jun 2013, 18:49
Mensagens: 5672
Localização: Centro de Atenção Integrada à Saúde Mental - Irmandade da Santa Casa de Misericórdia de São Paulo
Curtiu: 19 vezes
Foi curtido: 487 vezes
Programa CH: Chespirito
Time de Futebol: Ed Gein FC
Vinho de 50 pratas máximo? Compra logo uma Sukita de Uva.

_________________
Imagem


Voltar ao topo
 Perfil  
 

Re: Datas Comemorativas
MensagemEnviado: 20 Dez 2016, 04:34 
Offline
Avatar do usuário
Membro

Registrado em: 01 Fev 2009, 19:39
Mensagens: 71972
Localização: Rio de Janeiro (RJ)
Curtiu: 4382 vezes
Foi curtido: 1073 vezes
Programa CH: Chaves
Time de Futebol: Flamengo
O GLOBO

O réveillon de Copacabana acabou chamuscado pela crise econômica.

A tradicional queima de fogos da praia mais famosa do país terá este ano 12 minutos, quatro a menos que a do ano passado.

O anúncio foi feito ontem pelo secretário especial de Turismo da prefeitura do Rio de Janeiro, Antônio Pedro Figueira de Mello, ao telejornal “Bom Dia Rio", da TV Globo.

— A maior surpresa, sem dúvida nenhuma, são os fogos que acontecem no céu. Por causa da crise, a gente teve que diminuir. Eram 16 minutos, agora serão 12 minutos de fogos este ano. Acho que não perde a grandeza. É muito tempo de fogos que as pessoas veem ali. O que poderia ser feito era o diminuir a quantidade ou diminuir a grandeza dos fogos. A gente optou por mexer na minutagem, porque sempre é muito tempo de fogos. Acho que o Rio é um dos lugares com mais minutos de fogos no mundo. Então, a gente manteve a grandeza do espetáculo — disse o secretário.

Antônio Pedro ressaltou que a prefeitura terá de arcar com parte dos custos da festa de fim de ano, também devido à crise :
— A gente está gastando cerca de R$ 5 milhões. Isso vai para a balsa, para alguns artistas dos palcos principais. A gente gasta dinheiro também com o palco. A gente não gastaria com palco, tivemos que gastar (este ano). Então, são alguns investimentos que nos anos passados foram custeados diretamente pelos patrocinadores e este ano, com as dificuldades das empresas, a gente teve que arcar um pouco com a festa — salientou.

Segundo o secretário, há oito anos os patrocinadores arcavam com a maior parte da despesa.
— Este ano, com a crise, a gente teve dificuldade. Agora, na reta final, conseguimos patrocínio de parte da festa, mas teve uma outra parte que a prefeitura teve que arcar com o custo. Obviamente, isso já estava reservado, já estava na programação, porque ela (a festa do réveillon) não pode deixar de existir — frisou.

Ele enfatizou que a expectativa de retorno financeiro para a cidade justifica a despesa :
— Mas isso volta muito. A gente tem a expectativa de cerca de 800 mil turistas que vêm para a cidade no período do réveillon. Fora aqueles que a gente não consegue contabilizar porque vão para a casa de amigos, pessoas que vêm para as proximidades. E isso gera uma receita para a cidade de cerca de US$ 680 milhões.

Antônio Pedro também recomendou às pessoas que não deixem a praia logo após a queima de fogos, para evitar congestionamentos.

Ele sugere que as pessoas aproveitem os shows que acontecerão com artistas consagrados como Elba Ramalho, Alceu Valença, Geraldo Azevedo e Léo Jaime.

A estimativa da Riotur é que o réveillon de Copacabana atraia cerca de 2 milhões de pessoas.

Segundo levantamento da Associação Brasileira da Indústria de Hotéis (ABIH), a ocupação hoteleira em Copacabana e Leme está em 75,4%.

Ipanema e Leblon registram 68%, mas os números ainda devem crescer com as procuras de última hora, segundo a entidade.

Na Barra, a ocupação dos hotéis cinco estrelas já supera 80% — a média do bairro está em torno de 60% e também tende a subir às vésperas da virada.

Em Copacabana, o espetáculo da queima de fogos ficará a cargo da Pirotecnia Igual Brasil.

As explosões serão sincronizadas com a trilha sonora. Os fogos, de origem espanhola, serão detonados em onze balsas fundeadas no mar de Copacabana. O detonamento será simultâneo, feito de uma base de comando na Avenida Atlântica, por processo computadorizado.

A festa de réveillon em Copacabana está sendo promovida pela prefeitura do Rio, por meio da Riotur, com patrocínio da Caixa e da Antarctica.

_________________
Imagem
Imagem


Voltar ao topo
 Perfil  
 

Re: Datas Comemorativas
MensagemEnviado: 24 Dez 2016, 21:14 
Offline
Avatar do usuário
Membro

Registrado em: 01 Fev 2009, 19:39
Mensagens: 71972
Localização: Rio de Janeiro (RJ)
Curtiu: 4382 vezes
Foi curtido: 1073 vezes
Programa CH: Chaves
Time de Futebol: Flamengo

_________________
Imagem
Imagem


Voltar ao topo
 Perfil  
 

Re: Datas Comemorativas
MensagemEnviado: 25 Dez 2016, 10:08 
Offline
Avatar do usuário
Membro

Registrado em: 01 Fev 2009, 19:39
Mensagens: 71972
Localização: Rio de Janeiro (RJ)
Curtiu: 4382 vezes
Foi curtido: 1073 vezes
Programa CH: Chaves
Time de Futebol: Flamengo
O GLOBO

Na maior crise econômica desde os anos 1930 e com os salários do funcionalismo estadual atrasados, os consumidores cariocas foram às compras de Natal na última hora com cautela e comprando menos presentes.

Com o desemprego e a inadimplência em alta, a preferência foi por lembrancinhas e pelo pagamento à vista para não começar o ano com dívidas natalinas.

Algumas lojas, por sua vez, já iniciaram as promoções para tentar turbinar as vendas.

Levantamento da Fecomércio RJ/Ipsos apontou que 77% dos consumidores pagariam à vista pelos presentes de Natal, enquanto 16% parcelariam as compras.

Assim como no ano passado, a data é de lembrancinhas para 43% dos entrevistados, já que o brasileiro pensou duas vezes antes de mexer na carteira na mais importante data do varejo.
— A gente escolheu a dedo para quem vai dar presente este ano, só mãe e pai mesmo, além das crianças. Os amigos ficaram de fora. Só comprei à vista para não me endividar. Nada de abrir crediário — afirmou a dona de casa Fabiane Moscoso, de 32 anos, ao lado do marido, Anderson Luis de Albuquerque, de 39 anos, e dos filhos João Pedro, 10, e Vitória, 3 anos.

Eles estiveram ontem pela manhã na Saara, no Centro do Rio, para comprar as últimas lembranças. A semana que antecede o Natal recebe 25% do público esperado para as compras da data festiva.

A aposentada Nieta Santos também foi ao Centro do Rio para comprar os últimos quatro presentes. A lista completa deste ano foi de 15 itens, bem menor que os 40 do ano passado :
— Já comprei celular para dar de presente de Natal no ano passado, mas agora é mais um agrado.

Diego Marcondes, gerente nacional de Marketing da Ancar Ivanhoe, afirma que o resultado nos shoppings do grupo no Brasil deve registrar crescimento médio de 6%. No ano passado, a alta foi mais modesta, de 4%.
— O segundo semestre foi difícil. Com a Black Friday, novembro foi muito bom, e essas vendas não vão atrapalhar o resultado de dezembro — explica o executivo.

Na última semana de compras, com os consumidores já com todo o 13º salário no bolso, o Shopping Metropolitano Barra registrou um aumento de 11% no público e de 8% nas vendas em comparação com 2015. No dia 23, o crescimento foi de 5% frente à mesma data do ano passado.

Na avaliação de Carlos Thadeu de Freitas, economista-chefe da Confederação Nacional do Comércio (CNC), a recessão obrigou a antecipação das liquidações, diante dos estoques elevados do varejo, especialmente de bens duráveis, mais dependentes do crédito.
— A crise fez com que até as liquidações, que só costumam ocorrer em janeiro, começassem antes, até em novembro. O varejo emendou as liquidações da Black Friday — diz o economista.

Com isso, o gasto por presente caiu de uma média de R$ 175 por item em 2015 para R$ 166, segundo Marcondes, da Ancar. A Fecomércio RJ/ Ipsos estima um tíquete médio de R$ 232,25.
— O valor total, no entanto, cresceu de R$ 600 para R$ 650 por cliente — diz o executivo, com base nos números de quem participa da promoção de Natal dos shoppings da Ancar.

O economista-chefe da CNC diz que, apesar das encomendas menores feitas no Natal, o varejo ainda está “razoavelmente estocado”, já que o desempenho das vendas foi fraco em todas as datas comemorativas do ano, como Dia das Mães, dos Pais e dos Namorados. E é isso que motiva a realização de promoções em pleno Natal.

O último dia, no entanto, tende a ser de vendas maiores, apesar da maior cautela do consumidor este ano, por causa do efeito emocional, lembra Carlos Thadeu:
— O dia 24 é um termômetro emocional. Antes do Natal, as pessoas costumam ser mais racionais, calcular o que cabe ou não no orçamento. No último dia, aumenta a influência da emoção.

_________________
Imagem
Imagem


Voltar ao topo
 Perfil  
 

Re: Datas Comemorativas
MensagemEnviado: 25 Dez 2016, 16:20 
Offline
Avatar do usuário
Membro

Registrado em: 05 Mar 2012, 19:39
Mensagens: 9565
Localização: TARDIS
Curtiu: 251 vezes
Foi curtido: 640 vezes
Programa CH: Chaves
Time de Futebol: Santos
Sobre esse Natal, foi até muito bom. Acabei tendo que comprar alguns presentes atrasados, mas surpreendentemente as lojas que eu fui estavam com bons produtos e movimentos estável. Fui na missa, me diverti com a minha família. Só que eu, pelo menos não achei essa coca toda igual nos últimos anos. Sem dúvidas, esse foi um dos mais fracos. Nada de novo ou espetacular.

_________________
Hyuri Augusto:
Membro do Fórum Chaves desde o dia 05 de Março de 2012 (6 anos)
Moderador Global do Fórum Chaves
(Novembro de 2016 - Novembro de 2017)

Organizador da edição de 2016/Início de 2017 do jogo "De que Episódio é essa foto?"
3ª Entrevistador do projeto "Entrevista da Semana"
Idealizador da 2ª Versão do Concurso de Piadas
Usuário do Mês de Fevereiro e Maio de 2016
Atualmente idealiza o "O Céu é o Limite - Fórum Chaves


Voltar ao topo
 Perfil  
 

Re: Datas Comemorativas
MensagemEnviado: 25 Dez 2016, 17:04 
Offline
Avatar do usuário
Membro

Registrado em: 01 Fev 2009, 19:39
Mensagens: 71972
Localização: Rio de Janeiro (RJ)
Curtiu: 4382 vezes
Foi curtido: 1073 vezes
Programa CH: Chaves
Time de Futebol: Flamengo
http://agenciabrasil.ebc.com.br/geral/noticia/2016-12/cartoes-para-reveillon-em-copacabana-ainda-podem-ser-encontrados-no-metrorio

Os turistas e moradores do Rio que quiserem ir para o réveillon em Copacabana vão poder usar o metrô e comprar, antecipadamente, os cartões especiais para o transporte.
A partir de hoje (25), os cartões poderão ser adquiridos somente nas estações Pavuna, Carioca, Central, Glória, Uruguai e Jardim Oceânico, das 10h às 21h.

Quem preferir o cartão de ida e volta vai pagar R$ 8,20.

Já os cartões somente de ida ou somente de volta tem o mesmo valor da tarifa comum deste tipo de transporte (R$ 4,10).

O MetrôRio informou que o limite de compra por usuário é de até dez bilhetes.

Os passageiros têm opção de fazer a escolha de horários de embarque em cinco faixas que começam às 19h e seguem até as 24h. O bilhete corresponde ao período que o usuário pretende utilizar.

O MetrôRio informou que ainda há cartões para todas as faixas de horário.

No serviço de trens, a concessionária SuperVia montou uma operação especial que funcionará na madrugada do réveillon.

A empresa destacou 24 mil lugares adicionais na madrugada do dia 1º de janeiro para atender a volta dos passageiros das comemorações do ano novo.

Para evitar filas, a SuperVia sugere que os passageiros comprem bilhetes de ida e volta.

O esquema especial inclui dez viagens extras em trens com ar-condicionado em direção à Baixada Fluminense, zona norte e zona oeste do Rio de Janeiro. O ponto de partida é a estação Central do Brasil. As composições para o ramal Japeri, que atende a zona norte e a Baixada Fluminense, sairão às 2h20, às 3h, às 4h e às 5h. Para quem vai usar o ramal Santa Cruz, para a zona oeste, as viagens serão às 2h40, às 3h30, às 4h30 e às 5h30. Para o ramal Saracuruna, outra linha que atende a zona norte e Baixada Fluminense, as viagens previstas serão às 3h30 e às 5h. A SuperVia informou que todos os trens farão serviço parador e as viagens dos ramais Japeri e Santa Cruz também atenderão as estações do ramal Deodoro, na zona norte.

A integração com o Metrô e com os ônibus BRT poderá ser feita nas estações Central do Brasil e Madureira. As duas estarão abertas para embarque, a partir das 1h50 (Central) e das 2h20 (Madureira). Nas outras estações de trens haverá apenas desembarque durante a madrugada. Se o passageiro tiver dúvidas pode pedir esclarecimentos às equipes de atendimento identificadas com a expressão “Posso Ajudar?”.

Para hoje (25) e 1º de janeiro, os trens seguirão a grade regular de domingos. Quem preferir programar os trajetos pode procurar a seção “Planeje Sua Viagem”, no aplicativo da empresa ou no site da Supervia.

_________________
Imagem
Imagem


Voltar ao topo
 Perfil  
 

Exibir mensagens anteriores:  Ordenar por  
Criar novo tópico Responder  [ 177 mensagens ]  Ir para página Anterior  1 ... 8, 9, 10, 11, 12  Próximo

Todos os horários são GMT - 3 horas


Quem está online

Usuários navegando neste fórum: Nenhum usuário registrado e 2 visitantes


Enviar mensagens: Proibido
Responder mensagens: Proibido
Editar mensagens: Proibido
Excluir mensagens: Proibido

Procurar por:
Ir para: