Trocar para a skin padrão
Espaço para debates sobre assuntos que não sejam relacionados a Chespirito, como cinema, política, atualidades, música, cotidiano, games, tecnologias, etc.
Responder

Re: Marvel Comics

06 Jun 2019, 09:27

Re: Marvel Comics

06 Jun 2019, 11:35

Dark Phoenix foi mais uma vergonha pra conta da Fox. Que coisa.

Re: Marvel Comics

06 Jun 2019, 19:46

To pensando pela 500 vez se vou ver no cinema esse filme. Desde o primeiro trailer eu sinto que esse filme é uma merda.

Re: Marvel Comics

10 Jun 2019, 15:45

Re: Marvel Comics

11 Jun 2019, 16:22

Re: Marvel Comics

15 Jun 2019, 04:53

https://www.omelete.com.br/filmes/disney-deve-criar-parque-tematico-da-marvel-afirma-jornal

A Disney pretende criar um parque temático baseado nos personagens da Marvel.

De acordo com o Los Angeles Times , após o lançamento de Star Wars : Galaxy’s Edge a ideia é abrir um espaço dedicado aos quadrinhos e filmes dos heróis da Casa de Ideias.

A cidade de Anaheim aprovou diversas permissões para construção de projetos como uma área de meet-and-greet, onde fãs poderão conhecer os heróis; uma área de venda; e uma microcervejaria.

A construção da nova seção dos heróis acontecerá atrás de uma parede temporária onde estará escrito “Stark Industries”. Anteriormente, o local era o espaço dedicado ao longa Vida de Inseto.

A expectativa é que mais detalhes sejam revelados durante a D23, que será realizada entre os dias 23 e 25 de agosto.

Re: Marvel Comics

17 Jun 2019, 10:42



Re: Marvel Comics

22 Jun 2019, 01:07

Re: Marvel Comics

27 Jun 2019, 18:45

https://www.omelete.com.br/filmes/criticas/homem-aranha-longe-de-casa

Depois dos anos, em nome do bom relacionamento, a pessoa aprende a não projetar suas expectativas nos outros. Sempre imaginei ver Mysterio no cinema como um personagem ilusionista de Missão : Impossível, enganando tanto heróis quanto espectadores com as reviravoltas de sua realidade forjada.

Evidentemente não dá para esperar, porém, que Jon Watts se manifeste como o novo Brian De Palma, embora o próprio De Palma tivesse se firmado como um grande reciclador de suas referências.

Em Homem-Aranha : Longe de Casa, Jon Watts foca no que Mysterio (Jake Gyllenhaal) e suas ilusões têm de mais gráfico, não necessariamente no seu potencial mais narrativo. Os leitores das HQs vão reconhecer, num par de cenas do herói encurralado, aqueles quadros claustrofóbicos em fundo todo preto em que o Aranha (Tom Holland) fica preso nas vertigens de Mysterio, sufocado por imagens que trazem à tona traumas do inconsciente. É o fan service esperado, e que sabe aproveitar bem o caráter cartunesco de situações e de caracterização de personagens. No mais, a boa tradução visual da estética dos quadrinhos é um legado inegável de Sam Raimi que em nenhum momento, mesmo nos filmes estrelados por Andrew Garfield, foi escanteado dentro da franquia.

Esse legado atinge em Longe de Casa um equilíbrio interessante entre humor, cartoon e empatia. Dos filmes do MCU, talvez seja um dos que melhor se organiza em torno de um elenco de tipos semicaricatos, em situações que se prestam à gag mais facilmente do que num Doutor Estranho ou um Thor. Na falta de uma dramaturgia mais elaborada ou menos didática e imediatista, personagens ganham propriedade e vida pelo que têm de cartunescos. A atuação de Jake Gyllenhaal como Mysterio, por exemplo, explora, sem estereotipar demais, o lado mais ridículo do personagem para tirar disso sua força (o que, comicamente, revela muito sobre todos os outros papéis que Gyllenhaal faz em chave de overacting nos seus filmes "sérios").

Ao mesmo tempo, na escalação, a tipificação de personagens se concilia com a preocupação com a representatividade. Sempre que a turma de Peter Parker entra num ambiente, como um saguão de hotel, notam-se os negros, a garota com o lenço cobrindo os cabelos, o contraste visual de Ned e Betty, o perfil de imigrante novo-rico de Flash Thompson. A escola Midtown do MCU faz jus ao Queens da vida real (recomenda-se o documentário In Jackson Heights para entender o tamanho do caldeirão de culturas desse bairro de Nova York), num registro que evita a armadilha do panfletarismo político justamente por partir do lúdico.

E não há como escapar do cartunesco, uma vez dentro dele. A cena-chave é quando Nick Fury (Samuel L. Jackson) tenta passar para Peter Parker o texto expositivo obrigatório no hotel mas vive sendo interrompido: uma musiquinha de filme de espionagem acompanha as falas e é interrompida também nessas horas, para denotar o potencial ridículo do agente de tapa-olho vestido de couro preto, tentando terminar de passar os detalhes da missão. Longe de Casa adere à graça da metalinguagem porque sabe que pode se refugiar nela para desarmar seriedades excessivas ou mesmo qualquer cobrança desmedida (as tais expectativas projetadas), e a trilha sonora de Michael Giacchino, no geral bem empregada nesses casos, se encaixa perfeitamente no filme para este fim.

O desarme é imediato. Aliás, se há um conceito para definir Longe de Casa - ou mesmo para situar o longa e Vingadores: Ultimato no cenário atual do cinema de super-herói - é o imediatismo. O reconhecimento de tipos cartunescos é imediato.

A urgência de assistir a tudo sem pegar spoilers segue a lógica do imediatismo. Os diálogos de Peter Parker com antagonistas e aliados são escritos para verbalizar os conflitos interiores do herói, descomplicar para o espectador a apreensão do arco dramático - e torná-lo imediato. Mesmo o ilusionismo de Mysterio é imediato, porque o vilão não perde tempo e explica seus truques assim que suas verdadeiras intenções são reveladas.

Então seria muito deslocado mesmo esperar que Jon Watts incorporasse um De Palma, cujo cinema envolve o espectador num pacto prolongado de desconfiança. Toda a engenharia do MCU funciona porque parte, ao contrário, de um acordo de confiança com seu público, e nesse sentido Longe de Casa faz seu serviço exemplarmente: esticando até o limite do bom senso a elegia de Tony Stark (Robert Downey Jr.) e oferecendo amarrações com filmes antigos e futuros. O contrato de confiança fica inscrito num easter egg/fan service que pode passar despercebido, quando Peter Parker se balança diante de um prédio na Rua 41 de Manhattan e uma frase aparece escrita numa cerca: "Mal podemos esperar para mostrar a vocês o que vem a seguir".

Re: Marvel Comics

01 Jul 2019, 19:23

https://legadodamarvel.com.br/florence-pugh-fala-sobre-estar-em-viuva-negra-essa-historia-precisa-ser-feita/

A atriz Florence Pugh terá um dos maiores papeis no filme da Viúva Negra, interpretando a icônica arquirrival dos quadrinhos Yelena Belova, que pelas fotos do set pode acabar sendo uma parceira de Natasha desta vez.

Para a Vanity Fair, assim como o Kevin Feige se recusou a confirmar a produção do filme, a atriz também se negou a confirmar que ela está de fato no elenco, mas no fim ainda acabou comentando um pouco sobre o filme. Confira :

“Viúva Negra é tão necessário. Cada um dos fãs da Viúva tem estado tão desesperados por isso. Essa história precisa ser feita. Sua história precisa ser glorificada, e acho que todos estão prontos para isso. É sobre mulheres, e tem uma diretora incrível, e há toda essa história que não foi contada antes. É muito emocionante para o Universo Marvel”.

Re: Marvel Comics

03 Jul 2019, 03:12



Spoilers do novo filme do Homem Aranha.

Re: Marvel Comics

07 Jul 2019, 09:06

https://observatoriodocinema.bol.uol.com.br/filmes/2019/07/filmagens-de-viuva-negra-vao-para-londres

O filme solo da Viúva Negra, com a atriz Scarlett Johansson, encerrou oficialmente suas gravações em Budapeste, seguindo agora para outro canto da Europa.

De acordo com o The GWW, a produção do filme está agora em Londres, na Inglaterra.

Re: Marvel Comics

08 Jul 2019, 18:11

O novo filme do Homem Aranha é de bugar a cabeça e incita várias teorias relacionadas ao MCU. Agora que já passou um tempo de Vingadores Ultimato já dá pra rolar uma boa discussão em relação ao futuro do Universo Cinematográfico por aqui.

Re: Marvel Comics

09 Jul 2019, 03:33

Uma bosta esse Peter Parker que não consegue usar um banheiro se o Tony Stark não construir a privada. O cara morreu e o Miranha continua vivendo em função de babar os bagos do cadáver.

Re: Marvel Comics

09 Jul 2019, 15:18

A única coisa que me faria ver esse filme novo é o Mysterio, excelente personagem e escolheram um bom ator para o papel.

Aquela turminha nova da escola é bem chata (com exceção daquele ator gordo que faz o melhor amigo do Peter - que é excelente ator), sobretudo o ator que faz o Flash. Não motivam nem um pouco a ir ao cinema.

Ainda foram escolher uma MJ que não tem nada a ver com a original.
Responder
AnteriorPróximo