Página 2 de 44

Re: Direito

Enviado: 24 Jul 2011, 02:16
por Scopel
O dia que alguém pegar um advogado fuleiro aí e sentir o drama eu quero ver. :P

Re: Direito

Enviado: 24 Jul 2011, 14:03
por Cheves
sou a favor do exame devido a uma caracteristica particular do curso de direito: é um curso muito facil. seja em publica, seja em particular, direito é um curso via de regra facil. alia isso ao fato de ter milhares de faculdades de direito em tudo quanto é canto, voce já tem uma noçao do ensino que acaba havendo.
quem faz engenharia sabe que se voce estudar um dia antes da prova voce provavelmente estará revendo o professor periodo que vem naquela mesma disciplina. direito nao é assim. é uma das poucas faculdades em que, mesmo em universidades pblicas, voce estuda um dia antes e passa tranquilamente pro proximo periodo. e acho isso muito complicado, porque no futuro teremos nas maos aspectos importantes das vidas de outras pessoas. enfim, essa é a minha visao pessoal mesmo.

quanto a constitucionalidade ou nao, nao tenho duvidas que seja constitucional pelos motivos jah explicados acima.

Re: Direito

Enviado: 25 Jul 2011, 10:21
por Dani Vieira
Cheves escreveu:sou a favor do exame devido a uma caracteristica particular do curso de direito: é um curso muito facil. seja em publica, seja em particular, direito é um curso via de regra facil. alia isso ao fato de ter milhares de faculdades de direito em tudo quanto é canto, voce já tem uma noçao do ensino que acaba havendo.
quem faz engenharia sabe que se voce estudar um dia antes da prova voce provavelmente estará revendo o professor periodo que vem naquela mesma disciplina. direito nao é assim. é uma das poucas faculdades em que, mesmo em universidades pblicas, voce estuda um dia antes e passa tranquilamente pro proximo periodo. e acho isso muito complicado, porque no futuro teremos nas maos aspectos importantes das vidas de outras pessoas. enfim, essa é a minha visao pessoal mesmo.

quanto a constitucionalidade ou nao, nao tenho duvidas que seja constitucional pelos motivos jah explicados acima.

Bom então isso só acontece na sua faculdade. O curso de Direito, pelo menos aqui no Rio, além de ser um dos mais difícies de passar, o curso também é complicado. Ainda mais quando você chega no sétimo período e precisa conciliar estágio,faculdade e os milhares de trabalhos dados na faculdade. Hoje em dia os concursos para promotoria e defensoria estão cada vez mais complicados. Acho que a prova da Ordem deve sim ser aplicada, como modo de analisar o ensino Superior não só os alunos. E deve ser UNIFICADA.

Re: Direito

Enviado: 25 Jul 2011, 14:48
por Scopel
O curso de Direito é o segundo mais concorrido nas federais do Brasil, logo após Medicina.

Re: Direito

Enviado: 25 Jul 2011, 15:14
por Barbano
É... mas isso não torna o curso fácil ou difícil. Estatística e Física, por exemplo, são cursos até fáceis de entrar, mas difíceis de sair...

Vendo de fora, não me parece que Direito seja um curso dos mais fáceis não... Deve ser um curso com muita leitura.

Re: Direito

Enviado: 25 Jul 2011, 15:21
por Scopel
Sempre tive a visão de que Direito é grande parte de decorar aquilo tudo.

Re: Direito

Enviado: 25 Jul 2011, 16:14
por Chavo
Direito não é difícil, mas trabalhoso. Tem 5 anos de duração e você deve saber o máximo que puder de todos esses 5 anos de aprendizado e tem que praticar muito. Não é um curso difícil pra quem estuda, pratica e gosta de fazer isso, mas se a pessoa não sabe escrever de acordo com a norma culta da língua, não sabe debater ou discutir, tem pavor ler Leis e livros, de encostar a barriga no balcão dos Fóruns e cumprir com as obrigações profissionais dentro dos prazos legais, é melhor ela passar bem longe do curso.
Scopel escreveu:Sempre tive a visão de que Direito é grande parte de decorar aquilo tudo.
Muita coisa é decoreba sim. Competências constitucionais e tributárias privativas, concorrentes e residuais da União, Estados, DF e Municípios, bens da União, competências privativas das casas do Congresso, do Presidente da República entre outros assuntos são alguns exemplos de questões decorebas que caem bastante na OAB, e tudo isso apenas da parte de Direito Constitucional e Direito Tributário.

E acredite: não é difícil. Quanto mais você lê as Leis sequinhas, mais elas vão grudando no teu cérebro, inclusive os artigos. Não sai mais da cabeça, mesmo que você queira.

Re: Direito

Enviado: 26 Jul 2011, 10:59
por Dani Vieira
Hoje em dia com as jurisprudências eu acho que muita coisa no Direito saiu da "decoreba". É claro, como o Chavo disse: "Muita coisa é decoreba sim."

Re: Direito

Enviado: 26 Jul 2011, 12:57
por Scopel
Chavo escreveu:Direito não é difícil, mas trabalhoso. Tem 5 anos de duração e você deve saber o máximo que puder de todos esses 5 anos de aprendizado e tem que praticar muito. Não é um curso difícil pra quem estuda, pratica e gosta de fazer isso, mas se a pessoa não sabe escrever de acordo com a norma culta da língua, não sabe debater ou discutir, tem pavor ler Leis e livros, de encostar a barriga no balcão dos Fóruns e cumprir com as obrigações profissionais dentro dos prazos legais, é melhor ela passar bem longe do curso.
Scopel escreveu:Sempre tive a visão de que Direito é grande parte de decorar aquilo tudo.
Muita coisa é decoreba sim. Competências constitucionais e tributárias privativas, concorrentes e residuais da União, Estados, DF e Municípios, bens da União, competências privativas das casas do Congresso, do Presidente da República entre outros assuntos são alguns exemplos de questões decorebas que caem bastante na OAB, e tudo isso apenas da parte de Direito Constitucional e Direito Tributário.

E acredite: não é difícil. Quanto mais você lê as Leis sequinhas, mais elas vão grudando no teu cérebro, inclusive os artigos. Não sai mais da cabeça, mesmo que você queira.
Pois é. Estou morrendo pra estudar direito do consumidor e o direito relativo ao setor bancário.
Dani Vieira escreveu:Hoje em dia com as jurisprudências eu acho que muita coisa no Direito saiu da "decoreba". É claro, como o Chavo disse: "Muita coisa é decoreba sim."
Eu tive um semestre de Direito e não teve nada de decoreba.

Re: Direito

Enviado: 26 Jul 2011, 13:43
por Dani Vieira
Qual parte do Direito vc estudou na facul Scopel?

Re: Direito

Enviado: 26 Jul 2011, 15:15
por Scopel
A disciplina é Instituições de Direito. Aqui a ementa do curso:
1. NOÇÕES PRELIMINARES DE DIREITO (10h/a)
1.1. CONCEITUAÇÃO DE DIREITO
1.1.1. Senso Comum, Conhecimento Científico e Conhecimento Filosófico.
1.1.2. Ciências Naturais e Ciências da Cultura. O Direito como espécie das ciências culturais.
1.1.3. Acepções da palavra direito: ciências jurídicas, ordenamento jurídico, direito subjetivo, justo.
1.1.4. Iniciação à tridimensionalidade jurídica. O objeto do conhecimento jurídico.
1.2. DIREITO E SOCIEDADE
1.2.1. Direito e Moral.
1.2.2. Direito e Religião.
1.2.3. Direito e Economia.
1.2.4. Direito e Política.
1.2.5. Direito e Estado.
1.2.6. Direito e Arte.
1.3. DICOTOMIAS DO DIREITO
1.3.1. Direito Natural e Direito Positivo;
1.3.2. Direito Objetivo e Direito Subjetivo;
1.3.3. Direito Público e Direito Privado;
1.3.4. Direito Material e Direito Processual;
1.3.5. Os ramos do Direito: a Enciclopédia Jurídica.
2. FONTES DO DIREITO (10h/a)
2.1. OS GRANDES SISTEMAS JURÍDICOS OCIDENTAIS
2.2. LEI
2.2.1. Formação.
2.2.2. Classificação.
2.2.3. Hierarquia.
2.2.4. Eficácia.
2.2.5. Interpretação e Integração.
2.3. OS COSTUMES, AS TRADIÇÕES E O DIREITO COSTUMEIRO.
2.4. JURISPRUDÊNCIA E JURISDIÇÃO: O DIREITO DOS TRIBUNAIS.
2.5. DOUTRINA: O PAPEL DO SABER.
3. TEORIA GERAL DO ESTADO (6h/a)
3.1. CONCEITO E ORIGEM DO ESTADO.
3.2. CARACTERIZAÇÃO DO ESTADO: ELEMENTOS CONSTITUTIVOS E FUNDAMENTOS.
3.3. REGIME POLÍTICO.
3.4. FORMAS DE ESTADO.
3.5. FORMAS DE GOVERNO.
3.6. SISTEMAS DE GOVERNO.
3.7. O ESTADO MODERNO E CONSTITUCIONALISMO.
4. DIREITO CONSTITUCIONAL (10h/a)
4.1. DENOMINAÇÃO DA CONSTITUIÇÃO. CONCEITO. CLASSIFICAÇÕES.
4.2. CONSTITUIÇÕES BRASILEIRAS.
4.3. CONSTITUIÇÃO DA REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL DE 1988.
4.4. FUNÇÕES E ÓRGÃOS DO ESTADO.
4.5. DECLARAÇÃO E GARANTIA DE DIREITOS.
4.6. A ORDEM ECONÔMICA E SOCIAL.
5. DIREITO CIVIL (20h/a)
5.1. HISTÓRIA.
5.2. EVOLUÇÃO E CODIFICAÇÃO.
5.3. LEI DE INTRODUÇÃO AO CÓDIGO CIVIL.
5.4. PERSONALIDADE JURÍDICA: AS PESSOAS DE DIREITO.
5.4.1. Pessoa Natural.
5.4.1.1. Aquisição de personalidade: o problema do nascituro.
5.4.1.2. Capacidade.
5.4.1.3. Emancipação.
5.4.1.4. Nome Civil.
5.4.1.5. Registro civil.
5.4.1.6. Existência, capacidade, pessoa natural.
5.4.1.7. Extinção.
5.4.2. Direitos de Personalidade.
5.4.3. Pessoa Jurídica.
5.4.3.1. Introdução e conceito.
5.4.3.2. Denominações.
5.4.3.3. Pressupostos existenciais da pessoa jurídica.
5.4.3.4. Capacidade e representação da pessoa jurídica.
5.4.3.5. Classificação das pessoas jurídicas.
5.4.3.5.1. As associações.
5.4.3.5.2. As sociedades.
5.4.3.5.3. As fundações privadas.
5.4.3.5.4. As organizações religiosas.
5.4.3.5.5. Os partidos políticos.
5.5. DOMICÍLIO. RESIDÊNCIA. MORADA.
5.6. BENS E PATRIMÔNIO.
5.6.1. Bem x coisa.
5.6.2. Patrimônio jurídico.
5.6.3. Classificação dos bens jurídicos.
5.6.3.1. Bens considerados em si mesmos.
5.6.3.2. Bens reciprocamente considerados. Classificação dos bens acessórios.
5.6.3.3. Dos bens públicos e particulares.
5.6.4. Bem de Família.
5.6.5. Coisas fora do comércio.
5.7. CONCEITUAÇÃO DE PATRIMÔNIO.
5.8. FATO E ATO JURÍDICO.
5.8.1. Fatos jurídicos em sentido amplo: classificação e efeitos.
5.8.2. Ato-fato jurídico.
5.8.3. Ato Jurídico em Sentido Estrito.
5.8.4. Negócio Jurídico.
5.8.4.1. Pressupostos de existência e validade.
5.8.4.2. Defeitos do negócio jurídico.
5.8.4.3. Eficácia do negócio jurídico.
5.9. ATO ILÍCITO.
5.10. RESPONSABILIDADE CIVIL.
6. O DIREITO ADMINISTRATIVO (12 h/a)
6.1. CONCEITO
6.2. ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA: FINALIDADES E DIVISÃO.
6.3.1. Administração Pública Direta.
6.3.2. Administração Pública Indireta.
6.3.2.1. Autarquias.
6.3.2.2. Empresas Públicas.
6.3.2.3. Sociedades de Economia Mista.
6.3.2.4. Fundações Públicas.
6.3. ATO ADMINISTRATIVO.
6.3.1. Classificação.
6.3.2. Espécies de atos administrativos.
6.3.3. Contrato Administrativo.
6.4. LICITAÇÃO.
6.4. SERVIÇOS PÚBLICOS E DE UTILIDADE PÚBLICA.
6.4. AGENTE PÚBLICO.
6.6.1. Servidor Público.
6.7. PROPRIEDADE PÚBLICA.
6.8. PODER DE POLÍCIA.
7. Noções de Direito Penal (4h/a).
Quem faz Direito deve ver isso no primeiro período. Aqui a gente faz no terceiro, último período para primeira fase mais teórica e básica do nosso curso.

Re: Direito

Enviado: 26 Jul 2011, 15:31
por Chavo
A única coisa que eu ainda não vi daí é a parte de Licitações (Lei 8.666/93) pois vou estudar Direito Administrativo só no ano que vem, no 4° ano. O resto já vi praticamente tudo nesses 2 anos e meio de curso.

E que delícia de disciplina, hein, Scopel. Pode ser uma chatisse pra quem cursa Economia, mas pra quem cursa Direito ela é saborosíssima. Eu estudaria tudo isso aí de novo com o maior prazer. :D

Re: Direito

Enviado: 26 Jul 2011, 15:34
por Scopel
O bom é que a gente vê muito pouco a letra da lei, só quando inevitável. Grande parte aí é estudada a partir dos mais diversos "doutrinadores". Tem vezes que os caras apresentam interpretações muito diferentes entre si.

Imagino que no curso de Direito deve ter bastante a letra da lei lá para se estudar.

Re: Direito

Enviado: 26 Jul 2011, 15:36
por Dani Vieira
Nossa, relembrei aqui do meu primeiro e segundo período com essa matéria de Introdução ao Estudo de Direito. Muito bom!


Caraca, não sabia que em Economia ainda apendendiam Noções de Penal. Muito bom isso.
e ai Scopel, teve que usar o Código Cívil e Penal, ou não?
Vade Mecum, nossa era um peso. Dava para matar um. Você tem Chavo?


Grande Miguel Reale, ótimo livro de Introdução ao estud de Direito!

Re: Direito

Enviado: 26 Jul 2011, 15:39
por Scopel
Dani Vieira escreveu:Nossa, relembrei aqui do meu primeiro e segundo perído com essa matéria de Introdução ao Estudo de Direito. Muito bom!


Caraca não sabia que em Economia ainda apendendiam Noções de Penal. Muito bom isso.
e ai Scopel, teve que usar o Código Cívil e Penal, ou não?
Vade Mecum, nossa era um peso. Dava para matar um. Você tem Chavo?
Não, o professor (que é necessariamente da área) é que usava para dar as explicações. Mas não chegava a ser objeto de estudo, até porque não dá tempo.

Dani Vieira escreveu: Grande Miguel Reale, ótimo livro de Introdução ao estud de Direito!
Uai, tá pegânn meu suták já? :P