Educação

Espaço para debates sobre assuntos que não sejam relacionados a Chespirito, como cinema, política, atualidades, música, cotidiano, games, tecnologias, etc.
Avatar do usuário
Chapolin Comunista
Membro
Membro
Mensagens: 3546
Registrado em: 03 Fev 2009, 00:22
Programa CH: Chapolin
Time de Futebol: Grêmio
Localização: Viamão - RS
Curtiu: 172 vezes
Curtiram: 55 vezes

Educação

Mensagem por Chapolin Comunista » 02 Mar 2021, 06:11

Aumento significativo dos casos de contaminação e mortes por Covid na comunidade escolar prova que volta às aulas é autorização para continuar genocídio.
Em levantamento independente feito pelo sindicato dos Professores do Ensino Oficial do Estado de São Paulo (Apeoesp), foram registrados 1.045 casos de Covid-19 entre os estudantes, professores, outros profissionais e trabalhadores da educação em 548 escolas paulistas. O governo Dória, que prometeu divulgar semanalmente dados sobre a contaminação nas escolas, mas não vem fazendo, esconde os dados da última semana para continuar dando seguimento às aulas, uma ação estimulada por interesses econômicos, abusiva, irresponsável e trágica para a vida de centenas de cidadãos. O governo alega que elaborará um novo Painel de Monitoramento, informando que teve que fechar na última semana cinco escolas devido às contaminações.

Na terça-feira passada, 16 de fevereiro, Rossieli Soares, Secretário Estadual de Educação, havia informado que 741 pessoas haviam se contaminado com Covid no período de 02 de janeiro até 13 de fevereiro. Deste total 456 são da rede estadual, 14 da rede municipal, 271 da rede particular e mais de mil casos suspeitos, dados muito altos, o que prova o desastre que é o retorno às aulas, com a falsa garantia de segurança.

Para a presidente da Apeoesp, professora Bebel, deputado pelo PT, o governo de João Dória está escondendo os dados, pois está ocorrendo uma explosão de casos. Segundo a professora, “Já são mais de mil infecções por Covid-19. Esse é o resultado do desprezo do governador e do secretário da Educação pela vida dos professores, funcionários, estudantes e suas famílias. Na verdade, desprezo pela vida de todos, porque manter atividades presenciais nas escolas é estimular a circulação do vírus e tornar a pandemia ainda mais forte. Medidas de controle durante a madrugada são, na verdade, o mais puro marketing considerando o quadro atual”.

Os casos de professores contaminados e vindo a óbito não param de ser relatados pelo sindicato. No sábado(20), uma professora de 32 anos, Maria Tereza Lourenço, que dava aula em uma escola estadual de Caçapava, no Vale do Paraíba, morreu de Covid. Ela fora contaminada logo após o início do planejamento escolar no final de janeiro. Uma outra professora, Rafaela Cardoso, que está grávida de 8 meses, teve seu pedido para trabalhar em home office negado. Ela informa que trabalhou presencialmente 10 dias na Escola Municipal Luiz Tortorello, em São Caetano do Sul, e apresentou com outros colegas sintomas de Covid. Hoje está internada na Unidade de Terapia Semi-Intensiva do Hospital e Maternidade Santa Joana, em São Paulo.

Apesar da tentativa de restringir e omitir as informações sobre contaminação nas escolas, os casos estão vindo à tona. Um coordenador do Sistema de Informação e Monitoramento da Educação para a Covid 19, que não quis se identificar por receio de perseguições, disse que “o cadastramento é extremamente burocrático, parece feito para desistirmos de informar as ocorrências de contaminação”.

Em nota, a Secretaria de Educação do Estado de São Paulo “informa que, no momento, a equipe da Coordenadoria de Informação, Tecnologia e Matrícula (Citem) da Seduc-SP, a Companhia de Processamento de Dados do Estado de São Paulo (Prodesp) e da Comissão Médica da Educação estão mobilizados na elaboração e homologação dos indicadores de processo e resultados que farão parte do Painel de Monitoramento (Business Intelligence), estruturado para permitir que as escolas possam acompanhar o impacto da pandemia localmente(…)”. A nota informa ainda que durante o mês de fevereiro 14 escolas já foram fechadas em decorrência da Covid .

Diante desses dados oficiais do governo e dos relatos da Apeoesp, faz-se urgente uma grande mobilização de todos os trabalhadores da educação, dos pais, sindicatos e cidadãos em geral para declarar uma greve geral e impedir a continuidade das aulas. Aula só depois da vacinação em massa e com o fim da pandemia. Retorno agora, sem vacina, com pandemia descontrolada e muita demagogia da burguesia golpista que nos governa, é aumentar o genocídio da população brasileira. Ao autorizar o retorno às aulas, Dória obedece a interesses econômicos e abusivos dessa burguesia, colocando a vida de milhares de pessoas em segundo plano, um genocídio em marcha.



https://www.causaoperaria.org.br/mais-d ... -de-doria/
O Chapolin é um herói latino-americano lutando contra as forças imperialistas (Super Sam, Batman, Superman). Ele sempre foi vermelho.

Chaves é sobre a luta de classes. Burguesia (Seu Barriga, Nhonho), Pequeno-burguesia (Dona Florinda, Girafales, Quico) e Classe Operária (Chaves, Seu Madruga, Chiquinha).E você, de que lado está?


''A direita é a escória.''
RUI COSTA PIMENTA

Avatar do usuário
E.R
Membro
Membro
Mensagens: 91411
Registrado em: 01 Fev 2009, 19:39
Programa CH: Chaves
Time de Futebol: Flamengo
Localização: Rio de Janeiro (RJ)
Curtiu: 5598 vezes
Curtiram: 2052 vezes

Educação

Mensagem por E.R » 20 Mar 2021, 06:57

NOTÍCIAS
Imagem
Imagem

Avatar do usuário
Chapolin Comunista
Membro
Membro
Mensagens: 3546
Registrado em: 03 Fev 2009, 00:22
Programa CH: Chapolin
Time de Futebol: Grêmio
Localização: Viamão - RS
Curtiu: 172 vezes
Curtiram: 55 vezes

Educação

Mensagem por Chapolin Comunista » 20 Mar 2021, 18:21

O Chapolin é um herói latino-americano lutando contra as forças imperialistas (Super Sam, Batman, Superman). Ele sempre foi vermelho.

Chaves é sobre a luta de classes. Burguesia (Seu Barriga, Nhonho), Pequeno-burguesia (Dona Florinda, Girafales, Quico) e Classe Operária (Chaves, Seu Madruga, Chiquinha).E você, de que lado está?


''A direita é a escória.''
RUI COSTA PIMENTA

Avatar do usuário
E.R
Membro
Membro
Mensagens: 91411
Registrado em: 01 Fev 2009, 19:39
Programa CH: Chaves
Time de Futebol: Flamengo
Localização: Rio de Janeiro (RJ)
Curtiu: 5598 vezes
Curtiram: 2052 vezes

Educação

Mensagem por E.R » 08 Abr 2021, 04:46

NOTÍCIAS
https://educacao.estadao.com.br/

O Ministério da Educação (MEC) elaborou um novo texto para o projeto de lei que autoriza a modalidade de homeschooling no Brasil.

O substitutivo, ao qual o Estadão teve acesso, sugere regras mais rígidas que a proposta anterior do próprio governo federal, mas ainda consideradas insuficientes por especialistas.

Alunos que estudam em casa seriam submetidos a avaliações trimestrais e os pais teriam que “assegurar a convivência comunitária” das crianças.

Em audiência pública nesta semana sobre o assunto na Câmara dos Deputados, o ministro da Educação, Milton Ribeiro, se disse totalmente favorável ao homeschooling e afirmou que a única razão para o Brasil não adotá-lo é a politização do tema.

O substitutivo ao projeto de Lei 2401, de 2019, foi elaborado pelo MEC e diz que o homeschooling deve ter “como base os conteúdos curriculares mínimos referentes ao ano escolar”. O projeto anterior mencionava só que a “educação domiciliar visa ao pleno desenvolvimento da pessoa, seu preparo para o exercício da cidadania e sua qualificação para o trabalho”.

O texto inclui também que um dos pais de alunos em homeschooling deve ter cursado ou estar cursando ensino superior. E ainda que instituições de ensino devem se credenciar para se tornarem responsáveis por avaliar os estudantes que estão em casa.

Segundo o Estadão apurou, há grande pressão do governo para colocar a pauta em votação rapidamente. A relatora do projeto é a deputada Luísa Canziani (PTB), considerada moderada e que circula bem entre educadores e governo.
Imagem
Imagem

Avatar do usuário
Chapolin Comunista
Membro
Membro
Mensagens: 3546
Registrado em: 03 Fev 2009, 00:22
Programa CH: Chapolin
Time de Futebol: Grêmio
Localização: Viamão - RS
Curtiu: 172 vezes
Curtiram: 55 vezes

Educação

Mensagem por Chapolin Comunista » 08 Abr 2021, 22:49

Volta às aulas
Em todo país, golpistas impulsionam volta às aulas presenciais
Em diversos municípios, direita procura forçar a todo custo a retomada das aulas apesar da escalada da pandemia.
Pernambuco

Em Pernambuco iniciou-se um retorno gradual a partir do dia 05/04. Neste dia alunos da educação infantil e dos primeiros anos do ensino fundamental retomaram as atividades na rede privada.

O retorno da rede pública se iniciará no dia 19/04, quando está previsto a retomada pelos alunos do terceiro ano do ensino médio, integrado à educação adulta e educação de jovens adultos. Neste dia também voltam os alunos da educação infantil e primeiros anos do fundamental.

Dia 26/04 será a vez do segundo ano do ensino médio, oitavo e nono ano do fundamental e da modalidade fundamental da educação de jovens adultos.

A fase final seria dia 03/04 de maio, aqui voltam o primeiro ano do médio, sexto e sétimo do fundamental e adolescentes provindos de instituições de medidas socioeducativas. Será ofertada uma possibilidade de ensino à distância para os alunos que queiram retornar.

Rio de Janeiro

O presidente do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro (TJRJ), aceitou o pedido de suspensão da liminar que impedia a volta à aulas presenciais na rede pública e privada. Segundo este a competência acerca do funcionamento das instituições de ensino compete ao poder Executivo, não sendo papel do Judiciário interferir, como citado em matéria no Agência Brasil.

As escolas do município do Rio de Janeiro retornaram ontem (7) com aulas presenciais em unidades que já recebiam alunos da pré-escola, primeiro e segundo ano do fundamental. A rede privada está autorizada a retornar presencialmente.

Mato Grosso

Através de decreto, a prefeitura de Várzea Grande, região metropolitana de Cuiabá, autorizou a partir do dia 06/04 o retorno dos ensinos fundamental, médio e superior no sistema privado, Também estão sendo autorizados os cursos de idioma e diversos setores relacionados à educação. O prefeito do município Kalil Baracat (MDB)também autorizou Atividades religiosas a retornar em determinados horários e com capacidade reduzida.

Rio Grande do Norte

O Ministério Público do Rio Grande do Norte (MPRN) solicitou que o governo do Estado retome as aulas em todos os níveis da educação básica das redes públicas e privadas. Em uma argumentação cínica que é sustentada como séria por um sítio da imprensa corporativa, o MPRN diz que em função do retorno da rede privada ter sido autorizado os alunos da rede pública ficariam em desvantagem. Para os procuradores do RN seria mais justo que os alunos da rede pública se expusessem também ao vírus e à falta de medidas de higiene (muito piores nos colégios municipais e estaduais) para que adoeçam ou transmitam o vírus para seus familiares.

A iniciativa da direita para forçar a impopular medida de volta às aulas está ferrenha e não descansa mesmo durante o a escalada descomunal do número de mortes. Os estudantes e profissionais da educação precisam se organizar através de comitês e greves para barrar esta medida irresponsável e criminosa.

https://www.causaoperaria.org.br/em-tod ... esenciais/
O Chapolin é um herói latino-americano lutando contra as forças imperialistas (Super Sam, Batman, Superman). Ele sempre foi vermelho.

Chaves é sobre a luta de classes. Burguesia (Seu Barriga, Nhonho), Pequeno-burguesia (Dona Florinda, Girafales, Quico) e Classe Operária (Chaves, Seu Madruga, Chiquinha).E você, de que lado está?


''A direita é a escória.''
RUI COSTA PIMENTA

Avatar do usuário
Fola
Membro
Membro
Mensagens: 650
Registrado em: 06 Nov 2017, 13:23
Programa CH: Chaves
Localização: Bucareste, Romênia
Curtiu: 188 vezes
Curtiram: 112 vezes

Educação

Mensagem por Fola » 11 Abr 2021, 18:59

Passando pra divulgar o portal Veduca, que tem milhares de vídeo-aulas (muitas delas legendadas, mas infelizmente não todas) de várias disciplinas: https://play.veduca.org

Achei que alguns gostariam de saber disso.
"Até que o sol não brilhe, acendamos uma vela na escuridão." - Confúcio

Avatar do usuário
Chapolin Comunista
Membro
Membro
Mensagens: 3546
Registrado em: 03 Fev 2009, 00:22
Programa CH: Chapolin
Time de Futebol: Grêmio
Localização: Viamão - RS
Curtiu: 172 vezes
Curtiram: 55 vezes

Educação

Mensagem por Chapolin Comunista » Ontem, 22:57

É preciso reagir com greve!
TJ-SP nega recurso e genocídio do volta às aulas irá ocorrer
A juventude precisa realizar o quanto antes uma greve nacional contra o retorno às aulas.

Mais uma vez, os bolsos dos capachos do poder judiciário possuem mais critério de decisão “judicial” do que a própria Justiça. Isto porque os desembargadores do TJ de São Paulo negaram o pedido do sindicato dos professores de São Paulo, a APEOSP, em que era para anular o decreto do científico governador tucano de São Paulo, João Doria. Este decreto nada mais é do que um anúncio de genocídio sem precendentes, pois determina que as atividades escolares sejam considerados essenciais, em plena pandemia que mata milhares de pessoas diariamente.

Isto nada mais é do que sacrificar a juventude, que é a principal vítima dessa atrocidade, para salvar a economia toda falida. O retorno às aulas é como se fosse um oásis para os capitalistas, diante do deserto da pandemia e da crise que já estava se intensificando “normalmente”. Eles, portanto, estão totalmente desesperados para se salvarem, em prol da morte de milhares de estudantes.

É preciso ficar claro que essa ação só tem um nome: Genocídio. O João Dória e o prefeito Bruno Covas, assim como os outros governantes e prefeitos, que buscam criticar o Bolsonaro de genocida, nada mais se encaixam no ditado popular do “sujo falando do mal lavado, só que ampliada, pois são sujos falando do mal lavado. Todos estão determinando, deliberadamente, através de políticas que vão de contramão do interesse da população, como a falta de testes em massa e vacinação em massa. A juventude, sobretudo, é a mais afetada pois esta se encontra sem perspectiva de emprego, auxílio nas atuais condições e com ensino de má qualidade do EAD nas universidades.

Também é preciso ficar claro a importância de luta que ocorreram com os professores no início de ano em São Paulo. Eles enfrentaram através da greve e conseguiram uma vitória parcial, mesmo que muito pequena, de suspender as aulas no início de ano. É preciso ampliar esse tipo de ação, ampliar, nos movimentos estudantis e ter como meta uma greve nacional. É possível através dos comitês e para isso a UNE e a UBES precisam sair imediatamente da inércia, dessa política de frente ampla em que elas adotam por colocar apenas o Bolsonaro como mal maior, sendo que todos adotam políticas genocidas contra toda a população.

Logo, é preciso um amplo movimento contra o retorno às aulas. Os Comitês Estudantis estão sendo formados em todo o país para buscar toda a juventude a formar essa luta essencial, pela vida da juventude, contra o sacrifício em prol do lucro. Retorno às aulas só com vacinação em massa, ou seja, quebrar patentes das indústrias farmacêuticas, nesta atual etapa é preciso largar mão de todo lucro para salvar o máximo de pessoas possíveis. E logicamente, tudo isso em torno da palavra de ordem Fora Bolsonaro e todos os golpistas.



https://www.causaoperaria.org.br/tj-sp- ... a-ocorrer/
O Chapolin é um herói latino-americano lutando contra as forças imperialistas (Super Sam, Batman, Superman). Ele sempre foi vermelho.

Chaves é sobre a luta de classes. Burguesia (Seu Barriga, Nhonho), Pequeno-burguesia (Dona Florinda, Girafales, Quico) e Classe Operária (Chaves, Seu Madruga, Chiquinha).E você, de que lado está?


''A direita é a escória.''
RUI COSTA PIMENTA

Responder