Fórum Portal Vídeos Guia de Episódios Sobre



Todos os horários são GMT - 3 horas


Portal Chespirito



Criar novo tópico Responder  [ 1371 mensagens ]  Ir para página Anterior  1 ... 88, 89, 90, 91, 92  Próximo
  Exibir página para impressão

Re: Educação
Autor Mensagem
MensagemEnviado: 24 Fev 2020, 01:21 
Offline
Avatar do usuário
Moderador

Registrado em: 06 Fev 2009, 23:33
Mensagens: 4163
Localização: Porto Alegre - RS
Curtiu: 3755 vezes
Foi curtido: 1230 vezes
Programa CH: Chaves
Time de Futebol: Inter
Victor235 escreveu:
Não é bem assim. Costumam dizer que Bolsonaro está dando um "gelo" no Moro, mas pretende mantê-lo no cargo devido ao prejuízo que teria para a sua própria imagem demiti-lo.
Pois é, dá pra notar o "gelo" que o Bolsonaro dá no Moro, sempre exaltando o trabalho dele e levando ele junto até a eventos como partidas de futebol. SQN.

_________________
Puxa! Re-Puxa! Super-Ultra-Puxa!


Voltar ao topo
 Perfil  
 

Re: Educação
MensagemEnviado: 02 Mar 2020, 02:36 
Offline
Avatar do usuário
Membro

Registrado em: 03 Fev 2009, 00:22
Mensagens: 3240
Localização: Viamão - RS
Curtiu: 216 vezes
Foi curtido: 54 vezes
Programa CH: Chapolin
Time de Futebol: Grêmio
A volta do DOI-CODI nas salas
Movimento estudantil deve combater a militarização das escolas
Alunos e professores devem reagir imediatamente e barrar a ofensiva da extrema-direita.


O ministro da Educação Abraham Weintraub divulgou nesta quarta-feira (26) a lista das escolas que serão transformadas em instituições nazifascistas, pelo programa cívico-militar. Segundo o relatório do Ministério da Educação (MEC), Sergipe, Espírito Santo e Piauí não aderiram ao programa e os municípios interessados “não tinham contingente suficiente de militares na reserva para participar do modelo.”

A proposta do governo de extrema-direita que tomou o Brasil pelo golpe de estado, é usar as Forças Armadas em funções administrativas e na gestão nas escolas com o objetivo de melhorar os resultados das avaliações educacionais. Porém, se pegarmos os exemplos dos ministérios do governo atual, ou, indo mais além pela nossa história (que a direita odeia falar sobre), na Ditadura Militar de 1964, vamos concluir que essa ação nada tem de melhora para a sociedade civil. O que se visa fazer aqui é controlar as ações e mentes dos jovens, e, se preciso, criar prisões dentro das prisões que já são as escolas, para torturar que se opor aos métodos hitleristas do governo Bolsonaro.

Aqui vale lembrar que há pouco tempo, o Ministro da Cultura fez uma propaganda oficial em nome do governo, com referências abertamente nazistas, pois essa é a doutrinação política do governo que disse que iria acabar com a “doutrinação marxista”. Agora vemos a finalidade do golpe: instalar o nazismo e calar a oposição pela força da chibata!

Sobre os números:

54 escolas de todo o país participarão do “projeto piloto”, sendo que cada escola vai receber R$ 1 milhão para implementar o projeto, de acordo com o MEC.

Mas o Brasil não estava falido?

É claro, para construir cadeias, locais de tortura para os alunos indisciplinados, estrutura de guerra dentro das escolas, é preciso de dinheiro do povo.

Para especialistas, o investimento é demasiado alto, pois, aqui se considera que esses mini quartéis abrangeriam uma pequena parcela da população.

O MEC finge defender um “pluralismo pedagógico”, mas nós sabemos que isso tudo é demagogia. O presidente falar abertamente que a esquerda deve ser extinta, logo, essa medida é mais um passo contra Paulo Freire, contra as organizações de grêmios estudantis autônomos dos alunos, de sindicatos de professores.

Os números finais do governo que homenageia Pinochet e Ustra, é ofertar 216 escolas cívico-militares no país até 2023, o que, é óbvio, a população não irá aceitar e levará a um enfrentamento gigantesco.

Casos de abuso já existentes:

Há diversos casos de abusos, agressões, prisões, espancamentos nas escolas fascistas já existentes.

No Distrito Federal, a direção militar pintou toda a escola de uma cor, apagando desenhos dos alunos e artistas de região. Os alunos, frente a essa agressão, imediatamente se organizaram com a sociedade civil e começaram a desenhar novamente a arte do ex-presidente sul-africano, Nelson Mandela, por ex.

No mesmo DF, o Secretário de Educação, Rafael Parente, foi exonerado por ser contra a implantação deste modelo, demonstrando a ditadura militar que vem se implantando no governo federal e nos estados.

Um professor de geografia, Wellington Divino Pereira, de 39 anos, foi afastado do cargo que ocupava no Colégio Estadual Militar Américo Antunes, em São Luís dos Montes Belo, no centro de Goiás. O motivo foi ter discordado do slogan do governo ilegítimo de Jair Bolsonaro: “Brasil acima de tudo, Deus acima de todos”.

Somando-se ao avanço fascista, o Congresso Nacional promulgou no dia 3 de julho de 2019, uma emenda que faz um acréscimo ao parágrafo do artigo 42 da Constituição (sobre as forças militares dos Estados, Territórios e Distrito Federal), permitindo a dupla função para os militares, policial e professor.

Dos casos que acontecem fora das escolas, mas que servem para compreender como acontecera dentro dos muros, temos o caso de Guarulhos. Continuando em sua ofensiva apoiada por setores de direita e de extrema direita, com setores representativos da escória da sociedade, como o grupo Direita São Paulo e MBL, foi apresentada na Câmara Municipal, o projeto Escola sem Partido. E onde deveria ser a casa do povo, a GCM se utilizou de extrema violência e reprimiu os servidores públicos.

Em outro caso, um professor de português do Espírito Santo (ES) foi levado à delegacia por supostamente ter agredido verbalmente uma colega de trabalho. Em discussão informal com colegas, o professor estava mostrando um vídeo em que Bolsonaro pede aos alunos denunciarem os professores que estiverem falando de política, como forma de fortalecer as milicias de extrema-direita a favor da censura e do mesmo Escola Sem Partido. O professor, se utilizando de seu direito constitucional – que deveria existir, mas que depois do golpe vemos que foi extinto -, frisou que era um absurdo a política apoiada por Bolsonaro, denunciou que ele era um fascista e que todos seus eleitores também. A conversa foi interrompida por uma professora, que não estava participando da discussão, que bateu na mesa e mandou pararem de conversar sobre política. A professora acionou a Polícia, e em alguns minutos policiais chegaram para levar o professor de português para a delegacia. Uma verdadeira ditadura em uma escola que não é cívico-militar.


O último caso que devemos citar aconteceu no último dia 18, onde, em um vídeo divulgado nas redes sociais, vemos um grupo de policiais militares agredindo alunos de uma escola estadual na região do Rio Pequeno, Zona Oeste de São Paulo. As imagens eram claras, os PMs invadiram a instituição e golpearam os estudantes com socos, chutes, gravatas, rasteiras, linchamentos quando os jovens já estavam imobilizados. Um dos policiais, inclusive, saca uma arma e aponta para os alunos, ameaçando disparar.



Construir Comitês de auto-defesa nas escolas:

A esquerda, que não tem política para chamar o “Fora Bolsonaro”, mesmo frente a ditadura mais escancarada, não ficar somente na luta parlamentar. Para combater e derrotar os ataques da extrema-direita, é preciso ir além. É preciso formar comitês de solidariedade e de luta, de auto-defesa, em todos os sindicatos de professores e também nas próprias instituições de ensino, a fim de realizar um enfrentamento na prática, com mobilizações coletivas nas escolas para demonstrar o apoio aos professores e o repúdio à extrema-direita. E, assim, expulsar os fascistas de todos os estabelecimentos educativos, porque eles são os maiores inimigos da educação.

Os estudantes, professores, pais, junto a outras categorias, devem combater urgentemente essa medida tomando as ruas e parando o país em uma greve geral por tempo indeterminado. É uma medida de guerra do governo contra o povo, de imposição ideológica, e ainda mais após os militares chamarem seus fascistas para atacarem o Congresso no próximo período.

https://www.causaoperaria.org.br/movime ... s-escolas/

_________________
Avatar: Bolsocorno, o rei do gado se transformou em boi para se assemelhar ao rebanho bolsonarista. Osmar Enterra na rachadinha da Micheque.

O Chapolin é um herói latino-americano lutando contra as forças imperialistas (Super Sam, Batman, Superman). Ele sempre foi vermelho.

Chaves é sobre a luta de classes. Burguesia (Seu Barriga, Nhonho), Pequeno-burguesia (Dona Florinda, Girafales, Quico) e Classe Operária (Chaves, Seu Madruga, Chiquinha).E você, de que lado está?


''A direita é a escória.''
RUI COSTA PIMENTA


Voltar ao topo
 Perfil  
 

Re: Educação
MensagemEnviado: 02 Mar 2020, 19:54 
Offline
Avatar do usuário
Membro

Registrado em: 03 Fev 2009, 00:22
Mensagens: 3240
Localização: Viamão - RS
Curtiu: 216 vezes
Foi curtido: 54 vezes
Programa CH: Chapolin
Time de Futebol: Grêmio
O nazifascismo de Weintraub.
A implantação da “cultura” fascista nas escolas
A cartilha é a de Mussoline e Hitler, cujo interesse de se perpetuar no poder passava pelo controle da educação e a transformação da juventude em massa de manobra dócil no futuro.

Abraham Weintraub, assumiu o cargo dizendo que iria “acalmar os ânimos” e “pacificar” o MEC. Disse isso em abril de 2019, quando foi nomeado para Ministro da Educação. Mas, em vez disso, o que se viu foram diversas polêmicas ocasionando exatamente o oposto do que prometeu: pânico e pavor pelas ideias de defendeu, e consequente acirramento dos ânimos. É dela a acusação de “balbúrdia” nos câmpus das universidades federais, donde a ideia de que há plantações de maconha nas unidades de ensino, além da malfadada solução de problemas com cortes no orçamento e restrição a pesquisas.

Por ter declarado que existem plantações de maconha nas universidades federais do País, foi parar na Câmara dos Deputados para dar satisfação sobre sua afirmação. E é de sua passagem por lá que nos deixou outra pérola: disse ele que o país “vive a maior revolução na área do ensino dos últimos 20 anos. (…) O símbolo máximo disso é que sai o kit gay e entram livros para as crianças lerem com os pais, as crianças que estão fora das creches começarão a chegar no ano que vem, teremos internet a todas as escolas públicas do Brasil”.

Com tantas declarações desencontradas e discussões absurdas, nem o MBL, que é uma incubadora de capachos do neoliberalismo, aguentou Weintraub e pediu o seu impeachment. Alegam eles que: “A presença do ministro Weintraub é incompatível com um governo que, durante a campanha eleitoral, prometeu um ministério de notáveis”, se referindo à campanha à presidência de Bolsonaro.

De fato isso tudo poderia ser cômico se não fosse trágico! Também o que se esperava de um governo, cujo presidente faz apologia aos torturadores, fascistas e ditadores, e defende um programa de governo para o Brasil que repete um governo militar.

Veja que cerca de cem pessoas com origem nas Forças Armadas ocupam postos em ministérios e estatais na gestão do fascista Jair Bolsonaro. Desse total, 46 militares estão em posições estratégicas no organograma, e decidem tudo sobre pastas fundamentais e estratégicas como extração de minérios, modernização de comunicações, construção de estradas, manutenção de hidrelétricas e questões indígenas.

E é exatamente, seguindo uma política de militarização do governo, que Weintraub impulsiona o principal projeto que da pasta que é a militarização das escolas.

Nessa mesma direção é que, também Weintraub, de ideias nazifascista compatível com esse governo, dá continuidade ao “escola sem partido”, onde os professores não podem estimular o senso crítico e, se quiser expressar-se em desacordo a essa política, correm o risco de serem exonerados! Na realidade, a proibição dos debates, a perseguição contra os professores que reclamam pela falta de liberdade para lecionar, somados ao sucateamento do ensino público com o norte voltado para a militarização das escolas, é um caminho seguro para controlar a infância e a juventude.

A única forma de enfrentar uma política como essa é pedindo a derrubada do governo, e não com o impeachment, mas com o Fora Bolsonaro, única política que pode enfrentar uma agenda neoliberal e tirá-la de pauta. Qualquer outra negociata parlamentar é crasso engano.

https://www.causaoperaria.org.br/a-impl ... s-escolas/

_________________
Avatar: Bolsocorno, o rei do gado se transformou em boi para se assemelhar ao rebanho bolsonarista. Osmar Enterra na rachadinha da Micheque.

O Chapolin é um herói latino-americano lutando contra as forças imperialistas (Super Sam, Batman, Superman). Ele sempre foi vermelho.

Chaves é sobre a luta de classes. Burguesia (Seu Barriga, Nhonho), Pequeno-burguesia (Dona Florinda, Girafales, Quico) e Classe Operária (Chaves, Seu Madruga, Chiquinha).E você, de que lado está?


''A direita é a escória.''
RUI COSTA PIMENTA


Voltar ao topo
 Perfil  
 

Re: Educação
MensagemEnviado: 06 Mar 2020, 02:40 
Offline
Avatar do usuário
Membro

Registrado em: 03 Fev 2009, 00:22
Mensagens: 3240
Localização: Viamão - RS
Curtiu: 216 vezes
Foi curtido: 54 vezes
Programa CH: Chapolin
Time de Futebol: Grêmio
Educação em Greve
Professores do Rio Grande do Norte entram em greve
Os professores do Rio Grande do Norte diante do desmonte da educação e o não aumento salarial, decretou greve por tempo indeterminado.


Os docentes do Estado do Rio Grande do Norte em assembleia nesta quinta-feira cinco de março decidiram iniciar uma greve por tempo indeterminado. A categoria quer a implantação imediata do reajuste de 12,84% no salário e o pagamento do retroativo desse aumento em três parcelas.

A greve se iniciou, pois o governo fez uma proposta péssima para a categoria, com isso, os professores decidiram que não aceitariam a proposta do governador, que foi enviada á assembleia legislativa que o aumento seria de 4,11% em três parcelas.

O governo quer parcelar um aumento que já é vergonhoso, para os servidores da ativa, essas parcelas seriam creditadas nos meses de julho, setembro e dezembro. Para os aposentados, em agosto, outubro e dezembro. É o valor retroativo seria pago em 2 anos.

Segundo a presidente do Sinte, Fátima Cardoso, os professores rejeitaram a proposta, pois é necessário para que tenha algum ganho real o reajuste deveria ser imediato e o pagamento do retroativo em três vezes.

Na próxima segunda-feira (9), os professores farão nova assembleia para discutir o movimento e decidir novas deliberações.

Os professores em greve voltaram as escolas para conversar com os alunos e pais. Somente a greve e a luta de todos os trabalhadores vai barrar o arrocho salarial. O cenário para a educação é o fim da mesma, pois falta de tudo nas escolas públicas do país.

https://www.causaoperaria.org.br/profes ... -em-greve/

_________________
Avatar: Bolsocorno, o rei do gado se transformou em boi para se assemelhar ao rebanho bolsonarista. Osmar Enterra na rachadinha da Micheque.

O Chapolin é um herói latino-americano lutando contra as forças imperialistas (Super Sam, Batman, Superman). Ele sempre foi vermelho.

Chaves é sobre a luta de classes. Burguesia (Seu Barriga, Nhonho), Pequeno-burguesia (Dona Florinda, Girafales, Quico) e Classe Operária (Chaves, Seu Madruga, Chiquinha).E você, de que lado está?


''A direita é a escória.''
RUI COSTA PIMENTA


Voltar ao topo
 Perfil  
 

Re: Educação
MensagemEnviado: 06 Mar 2020, 12:52 
Offline
Avatar do usuário
Membro

Registrado em: 13 Nov 2012, 23:45
Mensagens: 7221
Localização: Casa nº 21
Curtiu: 1 vez
Foi curtido: 895 vezes
Programa CH: Chespirito
Se eu fosse presidente, suprimiria facilmente esses pedidos absurdos de aumento pra essas categorias acostumadas a mamar (Judiciários, Policiais, Auditores, etc.).

Se um policial merda se acha no direito de receber 4.500 reais (um ABSURDO), eu simplesmente acataria, mas com uma ampla propaganda de que os policiais vão ser responsáveis pelo deficit das contas públicas e instituiria um aumento no salário mínimo de 1040 pra 1500, pra que a inflação aumentasse e esses vermes ficassem ao léu sem aumento real. Isso colocaria a população contra o aumento e retrocederiam.

Brilhante ou loucura?


Voltar ao topo
 Perfil  
 

Re: Educação
MensagemEnviado: 06 Mar 2020, 12:58 
Offline
Avatar do usuário
Membro

Registrado em: 08 Nov 2017, 11:08
Mensagens: 1347
Localização: Rio de Janeiro (RJ)
Curtiu: 60 vezes
Foi curtido: 270 vezes
Programa CH: Chapolin
Policial querendo ganhar 4.500???? Meu pai que é engenheiro formado ganha menos que isso e não reclama.

_________________
Imagem


Voltar ao topo
 Perfil  
 

Re: Educação
MensagemEnviado: 07 Mar 2020, 01:22 
Offline
Avatar do usuário
Membro

Registrado em: 01 Fev 2009, 19:39
Mensagens: 85040
Localização: Rio de Janeiro (RJ)
Curtiu: 5950 vezes
Foi curtido: 1941 vezes
Programa CH: Chaves
Time de Futebol: Flamengo
https://epoca.globo.com/guilherme-amado/mec-retira-exigencia-de-que-livros-didaticos-sigam-principios-democraticos-1-24290115

Em um edital do MEC, publicado em 2017, no governo Michel Temer, aos serem descritos os critérios para compras de livros didáticos, falava-se na observância de princípios éticos e democráticos.

Em 2020, a menção à democracia não é mais citada, apenas é descrito "na observância de princípios éticos".

_________________
Imagem
Imagem

Imagem
SBT, exiba os episódios perdidos mundiais do Chaves e do Chapolin !
Imagem


Voltar ao topo
 Perfil  
 

Re: Educação
MensagemEnviado: 07 Mar 2020, 12:10 
Offline
Avatar do usuário
Membro

Registrado em: 03 Fev 2009, 00:22
Mensagens: 3240
Localização: Viamão - RS
Curtiu: 216 vezes
Foi curtido: 54 vezes
Programa CH: Chapolin
Time de Futebol: Grêmio
A luta da juventude avança.
Contra corte de benefícios, estudantes paralisam terminal no Paraná
A juventude, diante do programa golpista de exploração de todo o povo, não pode estar isolada. É preciso derrubar o governo.


Mais uma vez o acirramento da luta de classes no Brasil atinge frontalmente a juventude e mostra novas etapas neste conflito agudo.

A Câmara Municipal de Guarapuava-PR aprovou, em 2019, a diminuição de 50% dos acessos disponíveis aos estudantes cadastrados no Educard, programa de passes estudantis. Os estudantes da cidade, que possuíam quatro acessos diários pelo valor de R$ 1,00, agora contam apenas com dois acessos por dia.

É fundamental, antes de tudo, dizer que o direito à cidade e o direito de ir e vir são premissas básicas de qualquer sociedade minimamente democrática. O sucessivo e brutal ataque a estes direitos tem sido a política mais comum dos golpistas que dominam a extensa maioria dos poderes executivos e legislativos do país; basta ver o quanto cresceu a luta pelo transporte público e pelo direito à locomoção, considerando as grandes manifestações contra o aumento das passagens nas grandes capitais, ocorridas em janeiro de 2020, para daí concluir que o estrangulamento dos mais jovens e mais pobres não é uma coincidência no regime fascista.

Reagindo a este ataque, os estudantes paranaenses fecharam parcialmente o Terminal da Fonte de Guarapuava no dia 03/03/2020, exigindo a manutenção dos benefícios de transporte concedido aos estudantes, um direito elementar combatido pelos políticos burgueses. Embora esta luta parcial não tenha obtido resultados concretos até agora, é importante notar que o ocorrido demonstra uma disposição para a luta no seio da juventude, principalmente entre os estudantes das redes públicas de ensino. Não podemos ser inconsequentes ignorando este fato e, assim como faz a esquerda pequeno-burguesa amedrontada, dizer que não existem condições para levar o conflito adiante no Brasil.

É preciso organizar os jovens trabalhadores e estudantes em comitês de base nas escolas, faculdades, postos de trabalho e centros sociais da juventude, direcionando corretamente este ímpeto de luta para um objetivo real: a derrubada do regime golpista, a palavra de ordem Fora Bolsonaro!

Somente quando os objetivos dos estudantes estão totalmente ligados aos objetivos da classe trabalhadora como um todo, é possível que as reivindicações da juventude sejam alcançadas – não existe possibilidade de triunfo contra os capitalistas que monopolizam o transporte e os grandes capitalistas que transformam a educação em mercadoria lutando por pautas parciais. É preciso unificar a luta e derrubar, desde a raiz, o regime golpista e o governo Bolsonaro.

Avante a luta dos estudantes! Fora Bolsonaro e todos os golpistas! Eleições Gerais Já!

https://www.causaoperaria.org.br/contra ... no-parana/

_________________
Avatar: Bolsocorno, o rei do gado se transformou em boi para se assemelhar ao rebanho bolsonarista. Osmar Enterra na rachadinha da Micheque.

O Chapolin é um herói latino-americano lutando contra as forças imperialistas (Super Sam, Batman, Superman). Ele sempre foi vermelho.

Chaves é sobre a luta de classes. Burguesia (Seu Barriga, Nhonho), Pequeno-burguesia (Dona Florinda, Girafales, Quico) e Classe Operária (Chaves, Seu Madruga, Chiquinha).E você, de que lado está?


''A direita é a escória.''
RUI COSTA PIMENTA


Voltar ao topo
 Perfil  
 

Re: Educação
MensagemEnviado: 09 Mar 2020, 22:49 
Offline
Avatar do usuário
Membro

Registrado em: 01 Fev 2009, 19:39
Mensagens: 85040
Localização: Rio de Janeiro (RJ)
Curtiu: 5950 vezes
Foi curtido: 1941 vezes
Programa CH: Chaves
Time de Futebol: Flamengo

_________________
Imagem
Imagem

Imagem
SBT, exiba os episódios perdidos mundiais do Chaves e do Chapolin !
Imagem


Voltar ao topo
 Perfil  
 

Re: Educação
MensagemEnviado: 09 Mar 2020, 23:03 
Offline
Avatar do usuário
Usuário do Mês

Registrado em: 04 Dez 2011, 22:00
Mensagens: 35610
Curtiu: 4230 vezes
Foi curtido: 3468 vezes
Programa CH: Chaves
Time de Futebol: Palmeiras
Phoebe Buffay escreveu:
Se eu fosse presidente, suprimiria facilmente esses pedidos absurdos de aumento pra essas categorias acostumadas a mamar (Judiciários, Policiais, Auditores, etc.).

Se um policial merda se acha no direito de receber 4.500 reais (um ABSURDO), eu simplesmente acataria, mas com uma ampla propaganda de que os policiais vão ser responsáveis pelo deficit das contas públicas e instituiria um aumento no salário mínimo de 1040 pra 1500, pra que a inflação aumentasse e esses vermes ficassem ao léu sem aumento real. Isso colocaria a população contra o aumento e retrocederiam.

Brilhante ou loucura?
Loucura. Iria ter que deslocar esses reajustes de outras áreas e ficaria mal visto pelos policiais.

_________________
Imagem


Voltar ao topo
 Perfil  
 

Re: Educação
MensagemEnviado: 10 Mar 2020, 06:40 
Offline
Avatar do usuário
Membro

Registrado em: 03 Fev 2009, 00:22
Mensagens: 3240
Localização: Viamão - RS
Curtiu: 216 vezes
Foi curtido: 54 vezes
Programa CH: Chapolin
Time de Futebol: Grêmio
Movimento Estudantil
Capitalistas continuam a atacar a USP, desta vez por meio do Itaú
Os capitalistas arranjaram um novo jeito de se infiltrar na USP, dessa vez como o Bice sampa do baco Itaú


Foi inaugurada na manhã desta quinta-feira (5), na USP o bike sampa ou bike do Itaú, bicicletas compartilhadas, sustentada e organizada pelo banco Itaú, um dos maiores bancos privados do mundo, um grande monopólio, que agora está visivelmente com claras intenções de entrar em uma das maiores faculdades públicas da América Latina.

Não é de hoje que a USP é alvo da inciativa privada, tendo sido atacada e ameaçada diversas vezes desde a sua fundação, e graças a resistência estudantil conseguiu se manter firme e forte. há muito tempo grandes empresas e bancos vem querendo se infiltrar e se apossar pouco a pouco desta grande universidade, sempre com novas “projetos” inusitadas, e desta vez achou como pretexto a “inofensiva” bike sampa ou bike do Itaú, um jeito que estes parasitas encontraram de entrar na universidade, desfaçados de inciativa por uma locomoção mais sustentável e saudável, usando como pretexto também ajudar os estudantes a se locomoverem dentro do campos, nas palavras do próprio banco: “Nosso objetivo com a implantação desse serviço é melhorar tanto a mobilidade interna quanto a do entorno do campus, além de atender à crescente demanda da comunidade, especialmente nesse momento em que recebemos os novos alunos”.

Tanto a locomoção, a alimentação e outras iniciativas, devem ser responsabilidade da própria universidade de modo que os mesmo sejam gratuitos e acessíveis para todos, isso não deve e nem precisa ser feito por empresas ou bancos sanguessugas, que no fim das contas não querem ajudar de forma alguma os estudantes e sim só mais justificativas para se meterem dentro da universidade, e se apossar cada vez mais. Com o aprofundamento do golpe e o avanço das políticas neo liberais a tendência é que iniciativas como estas só se agravem e sejam cada vez mais recorrentes e profundas. Começa com o Bike Sampa que parece “inofensivo” e quando menos esperarmos, a USP estará sob o jugo das grandes empresas e bancos.

É necessário organizar os estudantes contra estes tipos de ataques e iniciativas de bancos ou empresas privadas, e até mesmo em muitos casos do próprio governo golpista e de extrema direita de Bolsonaro, é necessário organizar o movimento estudantil por uma universidade publica e de qualidade, sem a mão das empresas, e para que esse direito seja uma garantia é necessário também a queda do governo fascista, por tanto junto a esta luta chamar também o fora Bolsonaro.

https://www.causaoperaria.org.br/capita ... o-do-itau/

_________________
Avatar: Bolsocorno, o rei do gado se transformou em boi para se assemelhar ao rebanho bolsonarista. Osmar Enterra na rachadinha da Micheque.

O Chapolin é um herói latino-americano lutando contra as forças imperialistas (Super Sam, Batman, Superman). Ele sempre foi vermelho.

Chaves é sobre a luta de classes. Burguesia (Seu Barriga, Nhonho), Pequeno-burguesia (Dona Florinda, Girafales, Quico) e Classe Operária (Chaves, Seu Madruga, Chiquinha).E você, de que lado está?


''A direita é a escória.''
RUI COSTA PIMENTA


Voltar ao topo
 Perfil  
 

Re: Educação
MensagemEnviado: 10 Mar 2020, 19:43 
Offline
Avatar do usuário
Usuário do Mês

Registrado em: 04 Dez 2011, 22:00
Mensagens: 35610
Curtiu: 4230 vezes
Foi curtido: 3468 vezes
Programa CH: Chaves
Time de Futebol: Palmeiras
Não são atividades-fins da universidade, sendo assim serviços como este podem sim ser feitos em parceria ou terceirizados. Além disso, não me parece ser uma iniciativa horrível um banco colocar bicicletas para alugar no local. Tem propaganda do banco? Sim, e isso é o que recebem por implementar a ideia e cuidar das bikes no campus.

_________________
Imagem


Voltar ao topo
 Perfil  
 

Re: Educação
MensagemEnviado: 10 Mar 2020, 23:26 
Offline
Avatar do usuário
Usuário do Mês

Registrado em: 04 Dez 2011, 22:00
Mensagens: 35610
Curtiu: 4230 vezes
Foi curtido: 3468 vezes
Programa CH: Chaves
Time de Futebol: Palmeiras
Já passou da hora desse aluno do Ensino Médio sair do Ministério da Educação. A propósito, educação é uma coisa que ele nem tem.

Imagem
Weintraub comenta suspeita de Covid-19 em diretora de ONG: “Deus os destruirá”
A paráfrase soa como 1 ataque à presidente da ONG Todos pela Educação, Priscila Cruz, que tem suspeita de coronavírus. Mais cedo, o ministro compartilhou reportagem que noticiava seu possível contágio por Covid-19 e escreveu: “Para fechar o bloco de informações sobre Priscila Cruz e sua ONG “Todos pela Educação”: CORONAVÍRUS!!!”.
Na mesma manhã, a Todos pela Educação cancelou o Encontro Anual Educação Já! por conta da suspeita de Covid-19. O evento começou na 2ª feira (9.mar) e iria até 4ª (11.mar). O presidente Rodrigo Maia, 1 dos palestrantes da 2ª feira, crítico de Weintraub, chegou a fazer 1 comentário sobre o ministro da Educação ao chegar no encontro: “Eu prometi que não ia falar mal dele, porque se não ele não cai de jeito nenhum”.
Desde a noite de 2ª feira, Weintraub tem postado tweets mencionando a Priscila Cruz. O ministro se disse “continuamente atacado” por grupos como o Todos pela Educação e diz que Priscila articula sua queda do cargo. Também compartilhou mensagens em que Priscila dizia ser crítica de sua gestão, a chamou de “fã de Paulo Freire”, disse que ela “curte Dráuzio Varella” e afirmou que o evento da ONG apresentava “alternativas” ao que o Ministério da Educação tem feito.
https://www.poder360.com.br/governo/wei ... destruira/

_________________
Imagem


Voltar ao topo
 Perfil  
 

Re: Educação
MensagemEnviado: 11 Mar 2020, 04:22 
Offline
Avatar do usuário
Membro

Registrado em: 03 Fev 2009, 00:22
Mensagens: 3240
Localização: Viamão - RS
Curtiu: 216 vezes
Foi curtido: 54 vezes
Programa CH: Chapolin
Time de Futebol: Grêmio
Vão ficar trocando de ministro todos os anos? Cortem o mal pela raíz: Fora Bolsonaro!

_________________
Avatar: Bolsocorno, o rei do gado se transformou em boi para se assemelhar ao rebanho bolsonarista. Osmar Enterra na rachadinha da Micheque.

O Chapolin é um herói latino-americano lutando contra as forças imperialistas (Super Sam, Batman, Superman). Ele sempre foi vermelho.

Chaves é sobre a luta de classes. Burguesia (Seu Barriga, Nhonho), Pequeno-burguesia (Dona Florinda, Girafales, Quico) e Classe Operária (Chaves, Seu Madruga, Chiquinha).E você, de que lado está?


''A direita é a escória.''
RUI COSTA PIMENTA


Voltar ao topo
 Perfil  
 

Re: Educação
MensagemEnviado: 11 Mar 2020, 06:00 
Offline
Avatar do usuário
Membro

Registrado em: 01 Fev 2009, 19:39
Mensagens: 85040
Localização: Rio de Janeiro (RJ)
Curtiu: 5950 vezes
Foi curtido: 1941 vezes
Programa CH: Chaves
Time de Futebol: Flamengo
O ESTADO DE S.PAULO

A Câmara tem trabalhado para evitar o colapso da educação básica a partir de 1.º de janeiro de 2021, quando expira a vigência do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb).
Raríssimos municípios poderiam prescindir dessa fonte de recursos para custear a folha de pagamento dos professores e investir na qualidade das escolas e de programas educacionais.

Para cerca de 25% dos municípios, o Fundeb é praticamente a fonte exclusiva para o financiamento da educação.

O Fundeb é complementado pela União nos Estados e municípios em que o piso salarial dos professores e o valor de investimentos por aluno não atingem o mínimo estabelecido pelos Ministérios da Educação e da Economia.

O valor dessa complementação, corolário de uma ingerência da União sobre os entes federativos e suas particularidades, nem sempre aderentes aos mínimos predefinidos por Brasília, deve estar no centro das discussões sobre o novo fundo.

No dia 18 do mês passado, a deputada Professora Dorinha (DEM) apresentou seu relatório à Comissão Especial criada para tratar da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 15/2015, que torna o Fundeb permanente e corrige as distorções do atual modelo.

O texto tem méritos, a começar por ser a expressão de um esforço coletivo de três anos de estudos e debates que envolveram parlamentares, educadores e especialistas na área, além de governadores, prefeitos e secretários de Educação.

Importantes falhas do atual Fundeb são corrigidas. Boas inovações são propostas, como o aumento da transparência na aplicação dos recursos.

No entanto, o relatório da deputada Professora Dorinha peca ao não considerar com a devida diligência os impactos que o novo Fundeb terá sobre o Orçamento da União. À luz dos avanços que pode trazer para a educação, a PEC 15/2015 é muito positiva. Mas a administração de um país há de ser feita com harmonia entre as suas mais diversas necessidades, entre elas a higidez de seu orçamento, condição sem a qual tudo fica inviável.

Em que pesem seus pontos relevantes, o relatório desconsidera, por exemplo, que em um futuro não muito distante, por imposição demográfica, a demanda por educação básica cairá à medida que, em sentido contrário, aumentará a pressão orçamentária pela elevação dos gastos com saúde, pensões e aposentadorias.

Na minuta do relatório, a cota de complementação da União para o Fundeb chegaria a 40% em dez anos, contados da promulgação da PEC 15/2015.

Segundo o relatório final apresentado pela deputada Professora Dorinha, houve uma recomposição deste escalonamento e a complementação máxima passou a ser de 20%, começando com 15% a partir do primeiro ano após a promulgação da PEC e aumentando 1% a cada ano subsequente, até atingir o limite. Atualmente, a complementação máxima da União é de 10%.

Logo, a proposta renegociada pela deputada Professora Dorinha, ainda que menor do que o porcentual pretendido inicialmente, dobra o valor da contribuição da União. Prevê-se que, caso seja aprovado tal como proposto, o novo Fundeb terá um impacto de R$ 80 bilhões no Orçamento da União nos próximos anos, sendo R$ 8,3 bilhões já em 2021.

A desarticulação política do governo federal, que pouco participou das discussões sobre o novo Fundeb, permitiu a criação dessa “bomba” fiscal.

Passa da hora de os Poderes Executivo e Legislativo acertarem uma forma de financiar a educação básica sem estourar o teto de gastos. Possível saída para o impasse entre a necessidade de manutenção do fundo e do equilíbrio fiscal seria a prorrogação da vigência do Fundeb tal como está até que sejam aprovadas reformas que tragam mais tranquilidade econômica para o Brasil. Disso depende, mais uma vez, a boa interlocução entre Poderes.

É preciso aprovar o novo Fundeb, mas sem descuidar do equilíbrio fiscal.

_________________
Imagem
Imagem

Imagem
SBT, exiba os episódios perdidos mundiais do Chaves e do Chapolin !
Imagem


Voltar ao topo
 Perfil  
 

Exibir mensagens anteriores:  Ordenar por  
Criar novo tópico Responder  [ 1371 mensagens ]  Ir para página Anterior  1 ... 88, 89, 90, 91, 92  Próximo

Todos os horários são GMT - 3 horas


Quem está online

Usuários navegando neste fórum: Nenhum usuário registrado e 2 visitantes


Enviar mensagens: Proibido
Responder mensagens: Proibido
Editar mensagens: Proibido
Excluir mensagens: Proibido

Procurar por:
Ir para: