Comidas

O que vocês gostam de comer?

Espaço para debates sobre assuntos que não sejam relacionados a Chespirito, como cinema, política, atualidades, música, cotidiano, games, tecnologias, etc.
Avatar do usuário
E.R
Membro
Membro
Mensagens: 86494
Registrado em: 01 Fev 2009, 19:39
Programa CH: Chaves
Time de Futebol: Flamengo
Localização: Rio de Janeiro (RJ)
Curtiu: 5347 vezes
Curtiram: 1856 vezes

Re: Comidas

Mensagem por E.R » 03 Mai 2020, 06:19

O restaurante Gero, que fica em Ipanema, finalmente entrou no iFood, no Rio de Janeiro.

E a sorveteria Ben & Jerry´s, que já atendia pelo iFood na Barra da Tijuca, também passou a fazer atendimento na Zona Sul do Rio de Janeiro pelo iFood.
Imagem
Imagem

Imagem
SBT, exiba os episódios perdidos mundiais do Chaves e do Chapolin !
Imagem

Avatar do usuário
E.R
Membro
Membro
Mensagens: 86494
Registrado em: 01 Fev 2009, 19:39
Programa CH: Chaves
Time de Futebol: Flamengo
Localização: Rio de Janeiro (RJ)
Curtiu: 5347 vezes
Curtiram: 1856 vezes

Re: Comidas

Mensagem por E.R » 05 Mai 2020, 04:49

https://veja.abril.com.br/blog/radar/en ... -em-abril/

Em abril, o montante de gorjetas repassadas aos entregadores via app do iFood ultrapassou R$ 2,2 milhões – uma alta de mais de 170%, quando comparado ao mês de março.

A empresa decidiu cobrir o valor das contribuições e vai repassar R$ 4,4 milhões aos entregadores.

“Em abril, a quantidade de gorjetas dadas aos entregadores cresceu 115% quando comparado a março. momento, a gorjeta também se transformou em um símbolo de reconhecimento e, por isso, também decidimos dobrar esse valor”, comenta o vice-presidente de Logística do iFood, Roberto Gandolfo.

Outra novidade é que, a partir de segunda-feira, o iFood Delivery de Vantagens, programa de benefícios com descontos em diversos serviços e produtos aos entregadores e familiares, e que antes estava disponível apenas em São Paulo e Campinas, agora pode ser acessado por entregadores de todo o Brasil.

Com isso, os mais de 170 mil entregadores parceiros terão acesso a todos benefícios até 30 de junho.

As vantagens incluem descontos em serviços como óleo para moto e manutenção, seguro para moto, artigos eletrônicos e plano de vantagens em saúde.
Imagem
Imagem

Imagem
SBT, exiba os episódios perdidos mundiais do Chaves e do Chapolin !
Imagem

Avatar do usuário
E.R
Membro
Membro
Mensagens: 86494
Registrado em: 01 Fev 2009, 19:39
Programa CH: Chaves
Time de Futebol: Flamengo
Localização: Rio de Janeiro (RJ)
Curtiu: 5347 vezes
Curtiram: 1856 vezes

Re: Comidas

Mensagem por E.R » 05 Mai 2020, 15:23

https://www1.folha.uol.com.br/colunas/p ... ador.shtml

O Grupo Trend Foods vai efetivar Carlos Sadaki Kaidei como presidente.

Ele vinha substituindo Robinson Shiba, fundador do China in Box, que se recupera de um acidente de moto que sofreu em fevereiro de 2019.
Imagem
Imagem

Imagem
SBT, exiba os episódios perdidos mundiais do Chaves e do Chapolin !
Imagem

Avatar do usuário
E.R
Membro
Membro
Mensagens: 86494
Registrado em: 01 Fev 2009, 19:39
Programa CH: Chaves
Time de Futebol: Flamengo
Localização: Rio de Janeiro (RJ)
Curtiu: 5347 vezes
Curtiram: 1856 vezes

Re: Comidas

Mensagem por E.R » 07 Mai 2020, 00:57

https://exame.abril.com.br/exame-in/don ... r-dividas/

A International Meal Company (IMC), rede de alimentação com receita líquida de 1,6 bilhão de reais e dona das marcas Frango Assado e Viena, terá de pagar um preço alto para convencer seus credores a mudarem os limites do contrato que levariam a dívida vencer antes do prazo.

A empresa está oferecendo mais do que dobrar o retorno além do CDI de suas debêntures.

As emissões somam 400 milhões de reais e respondem por quase 70% de toda a dívida bruta.

Dona também das operações da Pizza Hut e KFC no Brasil, a empresa fez duas captações no ano passado, auge da liquidez do mercado, com taxas que variavam de CDI mais 1,15% ao ano a CDI mais 1,6% ao ano.

As dívidas, pelas regras originais, começariam a ser saldadas a partir de março de 2022 e só seriam integralmente quitadas em 2026.

Contudo, se a dívida líquida da empresa ficasse maior do que 3 vezes, os credores poderiam exigir o pagamento imediato – ou uma multa para liberação dessa obrigação. Prevendo essa possibilidade, é isso que a companhia quer evitar com a renegociação.

A queda na taxa básica de juros do país, na prática, vai compensar boa parte do aumento de custo para a companhia. Para quem tem os papéis, a repactuação vai ajudar a defender o retorno do investimento.

Pelas propostas que serão apresentadas, as taxas vão subir dentro de um intervalo que vai de CDI mais 3,35% ao ano e CDI mais 4% ao ano, conforme cada emissão e cada alternativa que for escolhida pela maioria.

A IMC, que tem ainda unidades na América Latina e Estados Unidos, foi atingida em cheio pela política de isolamento usada no combate à pandemia da covid-19.

Com boa parte das lojas fechadas, partiu para a estratégia de acelerar os serviços de entrega.

As unidades do Frango Assado estão sentindo com a forte queda no tráfego das rodovias. Para mitigar a perda de receita, as cozinhas do Viena serão usadas para rede ter entrega – uma unidade já começou e outras devem vir na sequência.

A companhia tinha mais de 330 milhões em reais em caixa ao fim de dezembro, mas a crise atual ataca o balanço das empresas lá do começo : comendo a receita.

Os desafios de ajuste nas operações, além disso, agregam custos e despesas. A empresa deve atualizar essa fotografia na divulgação do balanço do primeiro trimestre, previsto para dia 18.

Ampliar a remuneração da dívida é a principal contrapartida colocada na mesa para que a companhia possa resolver a questão das debêntures de forma mais estrutural, mas agrega complexidade.

Se a IMC tivesse que discutir com os debenturistas apenas pagamento de multa e dispensa dos limites de alavancagem, precisaria da aprovação de 60% dos créditos. Mas, para alterar remuneração e mudar os parâmetros da dívida, o índice de aprovação necessária sobe para 90%.

Na estratégia de convencimento para os credores, a IMC abriu duas possibilidades. Em uma delas, as taxas são mais altas e não há previsão de pagamento de juros até março do ano que vem – o que deveria ser pago nesse período será incorporado ao principal. Na outra, a taxa é um pouco menor e a remuneração segue paga trimestralmente.
Imagem
Imagem

Imagem
SBT, exiba os episódios perdidos mundiais do Chaves e do Chapolin !
Imagem

Avatar do usuário
E.R
Membro
Membro
Mensagens: 86494
Registrado em: 01 Fev 2009, 19:39
Programa CH: Chaves
Time de Futebol: Flamengo
Localização: Rio de Janeiro (RJ)
Curtiu: 5347 vezes
Curtiram: 1856 vezes

Re: Comidas

Mensagem por E.R » 07 Mai 2020, 19:49

https://exame.abril.com.br/revista-exam ... o-de-casa/

Com a quarentena por causa da pandemia do coronavírus, restaurantes e bares no Brasil tiveram de fechar as portas.

Segundo a Associação Nacional de Restaurantes (ANR), dos 9.000 pontos comerciais associados no país, metade já perdeu de 50% a 90% do faturamento mensal em comparação com março de 2019.

Com as contas vencendo, os estabelecimentos de alto padrão, muitos com estrela Michelin, depararam com a necessidade de explorar um campo até então intocado, e até visto com desconfiança : o delivery.

O salão mantém a aura de exclusividade e garante o primor do atendimento. Da louça ao serviço do garçom, tudo faz parte da experiência de alta gastronomia de quem topa pagar uma conta que começa nos três dígitos.

A questão, portanto, é como manter a excelência mesmo com o popular sistema de entrega.

O restaurante Gero, do grupo Fasano, apostou no delivery pela primeira vez, montando um cardápio especial que funcionasse com o serviço de entrega. “Escolhemos pratos que chegam à casa dos clientes com apresentação, sabor e textura ideais”, explica Mayra Chinellato, diretora de alimentos e bebidas do grupo Fasano.

O famoso risoto ficou de fora por perder brilho e consistência na viagem.

O cardápio traz massas tradicionais, por exemplo. A embalagem foi assunto prioritário para o restaurante. “Ela é de papel revestido e leva uma selagem a calor, que mantém ainda mais a temperatura do alimento.” Os pratos do menu de delivery têm preços, em média, 20% menores do que os usuais.

Para o chef Luiz Filipe Souza, do Evvai, restaurante com uma estrela Michelin, a adaptação cuidadosa de pratos também foi a saída para assegurar a excelência do serviço. “O maior desafio foi manter o contraste de temperatura e textura”, explica. Por enquanto, o novo delivery tem respondido por 30% do faturamento médio do restaurante. “Mais de 70% da carta está fora, por não ser viável para o delivery. Pensamos em conforto, qualidade, segurança e questões como o fornecimento para decidir como montar o serviço.”

Breno Berdu, chef do Restaurante Emiliano, acredita que uma embalagem especial é essencial para manter a qualidade de pratos elaborados. “Escolhemos uma que fecha hermeticamente, para que o calor não saia e nada do exterior contamine o alimento. Traçamos um limite de 5 quilômetros para o delivery. Mais do que isso, a qualidade se perde e não vale a pena”, diz.
Imagem
Imagem

Imagem
SBT, exiba os episódios perdidos mundiais do Chaves e do Chapolin !
Imagem

Avatar do usuário
Phoebe Buffay
Membro
Membro
Mensagens: 7775
Registrado em: 13 Nov 2012, 23:45
Programa CH: Chespirito
Localização: Casa nº 21
Curtiu: 17 vezes
Curtiram: 668 vezes

Re: Comidas

Mensagem por Phoebe Buffay » 07 Mai 2020, 20:20

O Arturito também se reinventou e está apostando alto no serviço de delivery.
Imagem

Avatar do usuário
E.R
Membro
Membro
Mensagens: 86494
Registrado em: 01 Fev 2009, 19:39
Programa CH: Chaves
Time de Futebol: Flamengo
Localização: Rio de Janeiro (RJ)
Curtiu: 5347 vezes
Curtiram: 1856 vezes

Re: Comidas

Mensagem por E.R » 09 Mai 2020, 02:30

O chef Henrique Fogaça encerrou as atividades dos restaurantes dele no Rio de Janeiro durante o período da quarentena.

--
https://recordtv.r7.com/balanco-geral/v ... o-08052020

A influenciadora Gabriela Pugliesi é sócia de vários empreendimentos, entre eles, um restaurante de comida natural em São Paulo, o Mauli Bowls.

Mas desde que a blogueira quebrou o isolamento durante a quarentena para realizar uma festa e ainda debochou do isolamento, o restaurante, que fica na Zona Sul de São Paulo, passou a ser boicotado e alvo de ataques nas redes sociais.

Quase todas as postagens do restaurante estão com mensagens de seguidores atacando o local por conta da atitude de Gabriela Pugliesi.

Os quatro empresários que também são responsáveis pelo empreendimento, já estão pensando em quebrar a sociedade com a blogueira.
Imagem
Imagem

Imagem
SBT, exiba os episódios perdidos mundiais do Chaves e do Chapolin !
Imagem

Avatar do usuário
E.R
Membro
Membro
Mensagens: 86494
Registrado em: 01 Fev 2009, 19:39
Programa CH: Chaves
Time de Futebol: Flamengo
Localização: Rio de Janeiro (RJ)
Curtiu: 5347 vezes
Curtiram: 1856 vezes

Re: Comidas

Mensagem por E.R » 11 Mai 2020, 10:03

O GLOBO

Nos restaurantes, há quem consiga transformar um limão em limonada. Em tempos de pandemia, a receita precisa render ainda mais. Com as portas de bares e restaurantes fechadas, a saída tem sido o delivery.

Assim como cresceu a corrida ao supermercado, muita gente está consumindo mais comida pronta em meio à quarentena, mas em casa. Um público que ajuda empresas do ramo a sobreviver.

A chef Roberta Sudbrack, que lidera a equipe do restaurante Sud, no Jardim Botânico, na Zona Sul do Rio de Janeiro, reagiu rápido. Depois de algumas adaptações, o restaurante passou a operar em função da entrega de quentinhas frescas, preparadas diariamente. O cardápio é informado no dia anterior nas redes sociais. A comida é preparada pouco antes das entregas, tentando se aproximar da experiência do restaurante. A chef diz não ter uma média diária de vendas, mas conta que já teve de recusar encomendas em dias de forte demanda :

— Já sofremos muito com isso, mas hoje encaro como algo bom. Se acabou, é porque era fresco e estava bom ! Há itens que são impossíveis de dar conta da demanda, como a lasanha, o empadão, a carne assada e o bolo molhado de chocolate. Mas preferimos manter a produção num nível que nos possibilite manter o frescor. Não usamos nada congelado.

Os preços variam. Um frango assado com legumes, por exemplo, sai por R$ 38. Já o arroz ácido de camarões custa R$ 98. Roberta admite que as entregas não fecham totalmente as contas do seu restaurante, mas comemora ao menos conseguir mantê-lo :

— Não foi fácil. Tem que ser muito maleável, rápido e criativo nesses momentos.

Já João Paulo Campos, dono do Velho Adonis e da Casa do Galeto, ambos na Zona Norte, faz entregas, mas também mantém uma portinha aberta para quem quiser vir pessoalmente pegar a sua quentinha. Mas o que realmente ajudou a diminuir custos foi concentrar em uma só cozinha a produção dos dois restaurantes, conta :

— Consegui reduzir os custos com equipamentos ligados. O faturamento não é o mesmo das casas cheias, mas conseguimos ter em torno de 30% do habitual, o que permite manter os negócios. Outra ação que fizemos foi diminuir o cardápio em 70%. São menos pratos, só os mais famosos, e isso ajuda a dar conta da entrega.

A galeteria Sat’s, com unidades em Copacabana e Botafogo, já fazia uso intensivo dos aplicativos de entrega. Mas também deixou a porta entreaberta para o público fiel retirar os pedidos pessoalmente.

— Os clientes passam e esperam ou ligam e vem buscar — conta Raoni Rabello, sócio da rede.
Imagem
Imagem

Imagem
SBT, exiba os episódios perdidos mundiais do Chaves e do Chapolin !
Imagem

Avatar do usuário
E.R
Membro
Membro
Mensagens: 86494
Registrado em: 01 Fev 2009, 19:39
Programa CH: Chaves
Time de Futebol: Flamengo
Localização: Rio de Janeiro (RJ)
Curtiu: 5347 vezes
Curtiram: 1856 vezes

Re: Comidas

Mensagem por E.R » 12 Mai 2020, 06:32

https://economia.uol.com.br/noticias/re ... m-casa.htm

A rede Spoleto lançou uma linha de produtos e ingredientes para que os consumidores possam preparar as receitas do restaurante em casa.

O "Mercato Spoleto" funciona como um mercado virtual e já está disponível nas plataformas iFood e UberEats.

O cliente pode escolher a quantidade de cada produto e pode comprar cada item de forma individual, como massas, molhos, proteínas e condimentos.

"Estamos com 55% da rede operando com o Mercato Spoleto, o que equivale a quase 200 restaurantes. Selecionamos cada item para o mercado virtual, como massas, molhos e proteínas, para o cliente criar a receita do seu jeito. A ideia do projeto é impulsionar ainda mais nosso sistema de entregas", declara Viviane Barros, diretora geral da rede.

Estão à disposição dos consumidores, por exemplo, produtos que são utilizados nos restaurantes da rede, como molhos especiais (o pacote de 150 gramas dos sabores carbonara, alfredo e al mare custam R$ 6,50), presunto de parma (a bandeja de 100 gramas custa R$ 19,90) e o polpetone (cada unidade de 130 gramas sai por R$ 10,90).

As massas também estão à disposição do público : o pacote de 250 gramas de ravioli custa R$ 6,50; a lasanha é vendida em 4 unidades, com 350 gramas cada, por R$ 49,90.
Imagem
Imagem

Imagem
SBT, exiba os episódios perdidos mundiais do Chaves e do Chapolin !
Imagem

Avatar do usuário
E.R
Membro
Membro
Mensagens: 86494
Registrado em: 01 Fev 2009, 19:39
Programa CH: Chaves
Time de Futebol: Flamengo
Localização: Rio de Janeiro (RJ)
Curtiu: 5347 vezes
Curtiram: 1856 vezes

Comidas

Mensagem por E.R » 14 Mai 2020, 13:14

NOTÍCIAS
https://geekpublicitario.com.br/47163/h ... per-chips/

Imagem

O Habib’s anunciou dois novos lançamentos : o Bib’s Ônion Crispy e Bib’s Super Chips.
Imagem
Imagem

Imagem
SBT, exiba os episódios perdidos mundiais do Chaves e do Chapolin !
Imagem

Avatar do usuário
E.R
Membro
Membro
Mensagens: 86494
Registrado em: 01 Fev 2009, 19:39
Programa CH: Chaves
Time de Futebol: Flamengo
Localização: Rio de Janeiro (RJ)
Curtiu: 5347 vezes
Curtiram: 1856 vezes

Comidas

Mensagem por E.R » 15 Mai 2020, 13:27

NOTÍCIAS
https://exame.abril.com.br/negocios/don ... ra-sempre/

Depois de semanas com milhares de restaurantes fechados, a Restaurant Brands International, dona das marcas Burger King, Tim Hortons e Popeyes na América do Norte, se prepara para reabrir os salões em breve.

Mas os restaurantes das redes de fast-food não devem voltar ao que eram e mudanças devem ser feitas para a segurança dos consumidores, em um momento de pandemia do novo coronavírus. Algumas dessas transformações devem se manter por um bom tempo — talvez para sempre.

Com 15.000 restaurantes na América do Norte das três marcas, a empresa tem operado por enquanto através de delivery, drive-thru e canais mobile. Agora, se prepara para voltar a abrir os restaurantes, que devem ter configurações bastante diferentes daqui para a frente. As reaberturas, por enquanto, estão sendo estudadas para os Estados Unidos.

“Nós abraçamos completamente a noção de que parte de nossos restaurantes precisa mudar — certamente para o futuro próximo e possivelmente para sempre”, diz o presidente da RBI, José Cil, em carta aberta. Neste ano, as ações da Restaurant Brands acumulam queda de 16%.

Um exemplo de mudança mais permanente é o uso de máscara como parte fundamental do uniforme daqui para a frente. A maioria dos restaurantes hoje conta com proteções de acrílico e serviço sem contato. A rede também está mantendo uma distância entre as cadeiras nos salões, independentemente das recomendações locais. As mesas e cadeiras serão higienizadas após cada uso. O autoatendimento para refrigerantes foi removido e substituído por atendimento no balcão.

Outra transformação foi a digital. Centenas de novos restaurantes foram incluídas a plataformas de delivery, melhorias na operação de delivery e desenvolvimento de pedidos e pagamentos pelo celular. Há ainda opções para retirar o pedido na calçada, sem entrar no restaurante.

Essas mudanças foram feitas para aumentar a rapidez e diminuir o contato na experiência cada vez mais. “Nunca houve tempo melhor para adotar um modelo de negócios que serve dezenas de milhões de pessoas por dia com velocidade e contato limitado”, diz o executivo.

“Depois de oito longas semanas, a maior parte de nós na América do Norte está agora mudando nossa mentalidade de crise para recuperação”, diz o presidente. “Estamos agora indo para a próxima fase de reabrir salões de acordo com as orientações das autoridades locais e vamos voltar a acolher milhões de consumidores para refeições nos nossos locais”, afirma.
Imagem
Imagem

Imagem
SBT, exiba os episódios perdidos mundiais do Chaves e do Chapolin !
Imagem

Avatar do usuário
Rondamon
Membro
Membro
Mensagens: 5112
Registrado em: 30 Jul 2012, 11:48
Programa CH: Chaves
Time de Futebol: São Paulo
Localização: Caieiras, SP
Curtiu: 271 vezes
Curtiram: 248 vezes

Comidas

Mensagem por Rondamon » 18 Mai 2020, 13:43

Será que essas mudanças acontecerão aqui? Se bem que a máquina de refri poderia ficar dentro das lojas mesmo, pra acabar com os espertinhos que vão encher garrafa pet (sério!) e copos de outras redes de fast food.

Outback lança coxinha de costela: https://geekpublicitario.com.br/47382/r ... a-outback/

Sou mais a do Ragazzo, que é muito mais barata. Falando nisso, hoje é dia da coxinha!
Há 7 anos no Fórum Chaves! :vitoria:

Avatar do usuário
Barbano
Administrador
Administrador
Mensagens: 41311
Registrado em: 28 Jan 2009, 13:29
Time de Futebol: São Paulo
Localização: São Carlos (SP)
Curtiu: 1798 vezes
Curtiram: 3632 vezes

Re: Comidas

Mensagem por Barbano » 18 Mai 2020, 15:18

Usar máscara é um saco. Trabalhar de máscara o tempo todo é dureza. Espero que essas mudanças sejam temporárias...

Quanto ao Ragazzo/Habib's, alguns salgados tem uma pegada muito industrializada, principalmente os de frango. Não é bom. Esfiha de frango de qualquer esfiharia local é bem melhor. Já o Kibe do Habib's eu acho excelente.
Imagem

Avatar do usuário
Rondamon
Membro
Membro
Mensagens: 5112
Registrado em: 30 Jul 2012, 11:48
Programa CH: Chaves
Time de Futebol: São Paulo
Localização: Caieiras, SP
Curtiu: 271 vezes
Curtiram: 248 vezes

Comidas

Mensagem por Rondamon » 19 Mai 2020, 11:33



Essas "coxinhas" tão mais pra croquetes. Olhando assim não compensa pelo preço.
Há 7 anos no Fórum Chaves! :vitoria:

Avatar do usuário
E.R
Membro
Membro
Mensagens: 86494
Registrado em: 01 Fev 2009, 19:39
Programa CH: Chaves
Time de Futebol: Flamengo
Localização: Rio de Janeiro (RJ)
Curtiu: 5347 vezes
Curtiram: 1856 vezes

Comidas

Mensagem por E.R » 19 Mai 2020, 12:13

Velberan gasta uma fortuna toda vez que pede comida no iFood, mas reclama de ter que comprar pilha para jogar no Xbox (se é que ele realmente joga alguma coisa no Xbox), uma pilha que custa na faixa de 10 reais e dura um mês. Vai entender...
Imagem
Imagem

Imagem
SBT, exiba os episódios perdidos mundiais do Chaves e do Chapolin !
Imagem

Responder