Comidas

O que vocês gostam de comer?

Espaço para debates sobre assuntos que não sejam relacionados a Chespirito, como cinema, política, atualidades, música, cotidiano, games, tecnologias, etc.
Avatar do usuário
E.R
Membro
Membro
Mensagens: 89749
Registrado em: 01 Fev 2009, 19:39
Programa CH: Chaves
Time de Futebol: Flamengo
Localização: Rio de Janeiro (RJ)
Curtiu: 5516 vezes
Curtiram: 1999 vezes

Re: Comidas

Mensagem por E.R » 19 Abr 2020, 11:11

LAURO JARDIM - O GLOBO

Acabou a briga judicial que desde o final de 2019 dividia os sócios dos restaurantes Gero e Fasano, no Rio de Janeiro. Foi assinado um acordo entre as partes.

Por ele, Alexandre Aciolly vendeu à JHSF aos 40 % que detinha nos três Geros cariocas e no restaurante Fasano Al Mare.
Imagem
Imagem

Avatar do usuário
E.R
Membro
Membro
Mensagens: 89749
Registrado em: 01 Fev 2009, 19:39
Programa CH: Chaves
Time de Futebol: Flamengo
Localização: Rio de Janeiro (RJ)
Curtiu: 5516 vezes
Curtiram: 1999 vezes

Re: Comidas

Mensagem por E.R » 19 Abr 2020, 22:30

Imagem
Imagem

Avatar do usuário
E.R
Membro
Membro
Mensagens: 89749
Registrado em: 01 Fev 2009, 19:39
Programa CH: Chaves
Time de Futebol: Flamengo
Localização: Rio de Janeiro (RJ)
Curtiu: 5516 vezes
Curtiram: 1999 vezes

Re: Comidas

Mensagem por E.R » 21 Abr 2020, 10:01

https://exame.abril.com.br/negocios/pao ... -delivery/

Mais do que entregar ingredientes, o Pão de Açúcar está se adaptando para entregar refeições prontas durante a pandemia do novo coronavírus.

A iniciativa será liderada pela sua startup gastronômica Cheftime e pela startup de entrega James Delivery e já estava nos planos da varejista, mas foi antecipada por causa das medidas de isolamento social.

Por enquanto, o projeto chamado Restaurante Cheftime está disponível em grande parte da cidade de São Paulo e prevê chegar ao Grande ABC e a Alphaville e Barueri ainda em abril de 2020.
Imagem
Imagem

Avatar do usuário
E.R
Membro
Membro
Mensagens: 89749
Registrado em: 01 Fev 2009, 19:39
Programa CH: Chaves
Time de Futebol: Flamengo
Localização: Rio de Janeiro (RJ)
Curtiu: 5516 vezes
Curtiram: 1999 vezes

Re: Comidas

Mensagem por E.R » 23 Abr 2020, 11:51

https://exame.abril.com.br/revista-exame/mao-na-salada/

Sem a possibilidade de comer fora de casa, é muito provável que você seja integrante de um destes grupos : o dos que correram para a cozinha para preparar as próprias refeições ou o dos que aderiram às facilidades dos alimentos congelados. Se você se identificou com o segundo grupo, saiba que deve estar com a maioria (e isso não é uma boa notícia).

De acordo com a mais recente Pesquisa de Orçamentos Familiares, do IBGE, que analisou o consumo alimentar de 2017 e 2018, os alimentos processados representam mais de 18% das calorias consumidas pelos brasileiros - um aumento de quase 3 pontos percentuais em relação à última edição do levantamento, rea­lizada há dez anos.

Estamos falando de lasanha congelada, refrigerante, salsicha, iogurte com sabor artificial. O número pode parecer pouco, mas acompanha o crescimento da obesidade no país. “Evidências consistentes de diversos estudos realizados no Brasil e em outros países têm demonstrado a associação do consumo de alimentos ultraprocessados com doen­ças ou fatores de risco, como obesidade, diabetes, hipertensão e até câncer”, diz Maria Laura Louzada, nutricionista e cientista do Núcleo de Pesquisas Epidemiológicas em Nutrição e Saúde, da Universidade de São Paulo. “Essas opções têm maior concentração de calorias, açúcar e gorduras não saudáveis, e também menos fibras, vitaminas e minerais.”

Para Maria Laura Louzada, os que foram à cozinha estão mais próximos de manter uma alimentação saudável, já que, ao preparar as próprias refeições, aumentam a chance de consumir alimentos in natura. “Para algumas pessoas, a ausência de tempo é um grande obstáculo para cozinhar”, diz a nutricionista, destacando que existe, também, uma tendência em desvalorizar o tempo dedicado à alimentação.

Ela indica estratégias que podem facilitar o processo na quarentena e, após a crise, ser incorporadas no cotidiano. Uma delas é o planejamento completo das refeições : da lista de compras ao cardápio da semana, considerando o tempo para o preparo dos alimentos. Vale, por exemplo, calcular a compra de alimentos não perecíveis mensalmente, reduzindo o número de idas ao mercado.

Alguns itens são peças-chave para uma despensa funcional, que quebra o galho a qualquer momento. Arroz, feijão e óleo são a base, mas ingredientes como macarrão e ovos possibilitam o preparo rápido de refeições. “Pode ser útil armazenar legumes e verduras já higienizados no refrigerador ou picados no congelador, ou até mesmo congelar refeições individuais prontas em marmitas”, afirma.

Criadora do Panelinha, a cozinheira Rita Lobo engrossa o coro da turma do avental. Desde o início da quarentena, a apresentadora tem feito conferências ao vivo em suas redes sociais para ensinar, literalmente, o feijão com arroz. Para fugir da mesmice, ela tem mostrado, por exemplo, versões do cereal na panela de pressão e como dar uma nova vida aos grãos após o congelamento. “O resultado desse trabalho tem sido emocionante”, diz. “As pessoas ficam aliviadas ao ver que dão conta da própria alimentação, e algumas comentam que, consumindo mais comida caseira, até perderam peso na quarentena.”

Se a intimidade com a cozinha não é tanta, ela dá a dica : comece pelo almoço. “Na metade do prato coloque arroz, feijão e um pedaço de carne, para os que comem. Na outra metade, pelo menos dois tipos de verdura e legume”, diz, indicando ainda uma fruta como sobremesa. “Só de almoçar melhor, a alimentação como um todo começa a ganhar mais qualidade.”
Imagem
Imagem

Avatar do usuário
E.R
Membro
Membro
Mensagens: 89749
Registrado em: 01 Fev 2009, 19:39
Programa CH: Chaves
Time de Futebol: Flamengo
Localização: Rio de Janeiro (RJ)
Curtiu: 5516 vezes
Curtiram: 1999 vezes

Re: Comidas

Mensagem por E.R » 24 Abr 2020, 07:19

ANCELMO GOIS - O GLOBO

O Ráscal confirmou o fechamento das unidades do Rio Sul e Casa Shopping.

Mas disse que mantém o serviço de delivery no Shopping Leblon.
Editado pela última vez por E.R em 25 Abr 2020, 12:07, em um total de 1 vez.
Imagem
Imagem

Avatar do usuário
E.R
Membro
Membro
Mensagens: 89749
Registrado em: 01 Fev 2009, 19:39
Programa CH: Chaves
Time de Futebol: Flamengo
Localização: Rio de Janeiro (RJ)
Curtiu: 5516 vezes
Curtiram: 1999 vezes

Re: Comidas

Mensagem por E.R » 24 Abr 2020, 21:51

https://veja.abril.com.br/blog/radar/ro ... ar-o-menu/

O isolamento imposto pela pandemia do novo coronavírus atingiu em cheio os dois setores nos quais o grupo Fasano é um expoente no país, a hospedagem e a alta gastronomia.

Para se adaptar aos novos tempos, um serviço especial de entrega de entradas, pratos principais e sobremesas foi lançado no final de março.

“Um dos nossos maiores desafios foi definir o menu e selecionar pratos que possam ‘viajar bem’. A Lasagna Bolognese, por exemplo, é um destes pratos. Já os risotos, infelizmente, são impossíveis para o delivery”, explica Rogério Fasano.

A rede garante que a experiência busca ser tão especial quanto à ida a um dos restaurantes estrelados, desde o download do aplicativo até a embalagem. Diante da crise, foi necessário readequar os valores dos pratos do restaurante – agora cerca de 20% mais baratos no delivery.
Imagem
Imagem

Avatar do usuário
E.R
Membro
Membro
Mensagens: 89749
Registrado em: 01 Fev 2009, 19:39
Programa CH: Chaves
Time de Futebol: Flamengo
Localização: Rio de Janeiro (RJ)
Curtiu: 5516 vezes
Curtiram: 1999 vezes

Re: Comidas

Mensagem por E.R » 27 Abr 2020, 14:39

Imagem
Imagem

Avatar do usuário
E.R
Membro
Membro
Mensagens: 89749
Registrado em: 01 Fev 2009, 19:39
Programa CH: Chaves
Time de Futebol: Flamengo
Localização: Rio de Janeiro (RJ)
Curtiu: 5516 vezes
Curtiram: 1999 vezes

Re: Comidas

Mensagem por E.R » 28 Abr 2020, 21:59

https://geekpublicitario.com.br/46741/p ... d-e-rappi/

Imagem

Com o fechamento das lojas, o delivery, sem dúvidas, tornou-se um grande aliado dos restaurantes.

E para oferecer mais comodidade e opções para seus clientes, o Popeyes agora também está estreando o serviço de delivery nas plataforma do iFood e Rappi.

A rede Popeyes já trabalhava com Uber Eats desde 2019.

O Popeyes possui, atualmente, mais de 20 lojas da Região Metropolitana de São Paulo e interior do Estado atendendo via aplicativos de delivery.
Imagem
Imagem

Avatar do usuário
gusta dos biscoitos
Membro
Membro
Mensagens: 10533
Registrado em: 24 Jul 2018, 12:05
Programa CH: Chaves
Time de Futebol: Grêmio
Localização: RSRSRSRS
Curtiu: 4508 vezes
Curtiram: 959 vezes

Re: Comidas

Mensagem por gusta dos biscoitos » 28 Abr 2020, 22:06

Será que o Popeyes vende hambúrguer de espinafre? :vamp:


Imagem

Imagem

Avatar do usuário
Barbano
Administrador
Administrador
Mensagens: 42137
Registrado em: 28 Jan 2009, 13:29
Time de Futebol: São Paulo
Localização: São Carlos (SP)
Curtiu: 1947 vezes
Curtiram: 3906 vezes

Re: Comidas

Mensagem por Barbano » 28 Abr 2020, 22:30

O problema desses aplicativos de delivery são as taxas salgadas, de até 27%. Tem muitos restaurantes que cobram mais caro nesses aps por conta disso. Vale a pena consultar também os serviços de entrega próprios, como telefone e aplicativos/sites próprios.

Aqui um exemplo na minha cidade, para a mesma lanchonete. Única diferença era entrega "grátis" no iFoodImagemImagem
Esses usuários curtiram o post de Barbano (total: 1):
E.R
Imagem

Avatar do usuário
Dias
Membro
Membro
Mensagens: 2042
Registrado em: 30 Dez 2014, 15:39
Programa CH: Chapolin
Localização: São João de Meriti - RJ
Curtiu: 41 vezes
Curtiram: 152 vezes

Re: Comidas

Mensagem por Dias » 28 Abr 2020, 22:37

Nesse estabelecimento, cobram quando pra entrega própria?
"Yesterday, all my troubles seemed so far away" - PENALTY, Corner.

Imagem

Avatar do usuário
E.R
Membro
Membro
Mensagens: 89749
Registrado em: 01 Fev 2009, 19:39
Programa CH: Chaves
Time de Futebol: Flamengo
Localização: Rio de Janeiro (RJ)
Curtiu: 5516 vezes
Curtiram: 1999 vezes

Re: Comidas

Mensagem por E.R » 28 Abr 2020, 22:49

ANCELMO GOIS - O GLOBO

De acordo com pesquisa da Mobile Time, 72 % dos brasileiros já pediram comida por aplicativo em 2020.

Quem lidera a lista de apps é o iFood (70 %), seguido pelo Uber Eats (11 %).
Imagem
Imagem

Avatar do usuário
Phoebe Buffay
Membro
Membro
Mensagens: 8068
Registrado em: 13 Nov 2012, 23:45
Programa CH: Chespirito
Localização: Casa nº 21
Curtiu: 22 vezes
Curtiram: 698 vezes

Re: Comidas

Mensagem por Phoebe Buffay » 29 Abr 2020, 13:35

A taxa do Uber Eats é absurda, mas eu pago porque penso nos pobres entregadores que não tem carteira assinada e nunca vão se aposentar.
Imagem

Avatar do usuário
Barbano
Administrador
Administrador
Mensagens: 42137
Registrado em: 28 Jan 2009, 13:29
Time de Futebol: São Paulo
Localização: São Carlos (SP)
Curtiu: 1947 vezes
Curtiram: 3906 vezes

Re: Comidas

Mensagem por Barbano » 29 Abr 2020, 17:19

Quando falei das taxas de até 27%, me referia às taxas que os estabelecimentos pagam à plataforma, não à taxa de entrega que o cliente paga.

A taxa de entrega eu acho ok, nunca paguei mais do que 8 reais. Motoboy tem custos e tem que ganhar o dele também...
Dias escreveu:Nesse estabelecimento, cobram quando pra entrega própria?
Eu paguei 5 reais. Como foram 3 lanches, compensa bem mais do que a entrega "grátis" no iFood.
Imagem

Avatar do usuário
E.R
Membro
Membro
Mensagens: 89749
Registrado em: 01 Fev 2009, 19:39
Programa CH: Chaves
Time de Futebol: Flamengo
Localização: Rio de Janeiro (RJ)
Curtiu: 5516 vezes
Curtiram: 1999 vezes

Re: Comidas

Mensagem por E.R » 29 Abr 2020, 17:28

https://exame.abril.com.br/estilo-de-vi ... -operacao/

À obrigatoriedade de baixar as portas de seus restaurantes temporariamente, imposta pelo governo do estado de São Paulo, o chef Henrique Fogaça diz ter reagido com naturalidade. “O momento é de preservação da saúde”, concorda o jurado do “MasterChef”, que está à frente do Sal Gastronomia, do Jamile e da rede Cão Véio.

Do Sal há três unidades. Duas ficam em São Paulo, no bairro de Higienópolis e no Shopping Cidade Jardim, e a terceira no Rio de Janeiro, no Shopping Village Mall.

O Jamile, que também pertence ao publicitário Anuar Tacach e a Alberto Hiar, dono da grife Cavalera, se encontra no Bixiga, em São Paulo.

Com matriz em Pinheiros, na mesma cidade, a rede de bares Cão Véio tem mais cinco unidades, em Brasília, Curitiba, Goiânia e as outras duas na capital paulista.

Há mais de trinta dias com as operações suspensas, o cozinheiro começa a calcular o tamanho do estrago provocado pela pandemia em seus negócios. “Talvez seja preciso fechar uma operação”, prevê. “Ainda não é uma certeza, mas os riscos são grandes. São muitos funcionários e o pagamento de aluguel e de uma série de coisas continuam, sem falar na perda de alimentos. O prejuízo é enorme”.

Com o delivery — o do Sal Gastronomia começou só no dia 23 de abril — Fogaça calcula que o faturamento mensal de suas casas, em comparação ao período anterior à quarentena, não passará de 30%.

Ele já vislumbra como será o dia a dia de seus negócios quando a pandemia enfim arrefecer e o atendimento presencial for liberado. “Vamos ter uma série de limitações, como espaçamento entre as mesas, essenciais para diminuir os riscos de novos contágios”, reconhece. “Vai demorar para termos uma vida normal”.

A próxima grande tendência gastronômica, ele acredita, será formada por pratos acessíveis, com ingredientes baratos. “Tantos os clientes como os chefs estarão preocupados em diminuir custos”, supõe. “Uma lição muito boa da pandemia é que menos é mais, o que sempre defendi”, emenda.
Imagem
Imagem

Responder