Livros

Espaço para debates sobre assuntos que não sejam relacionados a Chespirito, como cinema, política, atualidades, música, cotidiano, games, tecnologias, etc.
Avatar do usuário
E.R
Membro
Membro
Mensagens: 88694
Registrado em: 01 Fev 2009, 19:39
Programa CH: Chaves
Time de Futebol: Flamengo
Localização: Rio de Janeiro (RJ)
Curtiu: 5471 vezes
Curtiram: 1960 vezes

Re: Livros

Mensagem por E.R » 25 Out 2019, 20:52

https://veja.abril.com.br/entreteniment ... nto-le-lo/

Os livros para ser ouvidos, sobejamente conhecidos pelo nome em inglês — audiobooks — nasceram em 1932, nos Estados Unidos, como ferramenta de inclusão social.

Começaram a ser feitos no estúdio de gravação de uma fundação para cegos, registrados em discos de vinil, com capacidade de no máximo quinze minutos para cada lado do LP.

No ano seguinte, deputados e senadores aprovaram uma emenda que autorizava a Biblioteca do Congresso a entrar no negócio, que não parou de crescer. Inicialmente eram as peças de Shakespeare, a Constituição etc., e o céu virou o limite. A partir dos nichos dedicados à deficiência visual, os volumes de viva voz extrapolaram as fronteiras, de mãos dadas com os avanços da tecnologia. Hoje, por meio de um smartphone com acesso a lojas de aplicativos, é possível baixar qualquer um dos 44 000 títulos lançados anualmente nos Estados Unidos — é um naco que responde, por enquanto, por 6,5% do mercado livreiro, mas que se expande rapidamente. Os lançamentos surgem em ritmo mais veloz que o de volumes em capa dura.

É uma febre que começa a desembarcar com força no Brasil.

Em junho deste ano, três grandes editoras se uniram para criar a plataforma de venda Auti Books, que lançará no próximo mês um plano de assinaturas. A Ubook, pioneira por aqui, anunciou planos de expansão. A Tocalivros juntou-se ao Google Play Livros e à Kobo. O gigante sueco Storytel acaba de estrear seu serviço no Brasil, e a Amazon deve aportar no país nos próximos meses com um serviço de literatura para os tímpanos. Diz Claudio Gandelman, CEO da Auti Books: “O brasileiro lê pouco e passa muito tempo no trânsito, uma combinação extremamente promissora para decidir ouvir um livro. Estamos no início de uma revolução”. Trata-se de uma reviravolta que já possui alguma cara: mais da metade dos usuários tem até 34 anos e é do sexo masculino. Nos Estados Unidos, cerca de 60% dos ouvintes realizam atividades como a lição de casa e o almoço enquanto escutam, por exemplo, Nicole Kidman emprestando a voz a Ao Farol, de Virginia Woolf, em inglês. Afirma André Palme, gerente da Storytel Brasil: “Se voz e texto não combinam, dificilmente o audiobook vai para a frente”. Vozes aveludadas são adequadas para histórias românticas. Tons dramáticos, empostados, servem ao suspense. Outro recurso que atrai ouvintes é o próprio autor (desde que seja uma celebridade, logicamente) narrar sua obra. Gisele Bündchen lê a introdução de seu livro Aprendizados; Lázaro Ramos narra Na Minha Pele e Drauzio Varella, Estação Carandiru.

Dada a velocidade de expansão dos livros para ser ouvidos, e sua natural adoção pela juventude plugada aos fones, agora preferencialmente sem fios, os educadores indagam: escutar um livro vale tanto quanto lê-lo? Alguns estudos nos Estados Unidos chegaram a sugerir que o cérebro é incapaz de memorizar os livros apenas narrados em voz alta, sem que os olhos acompanhem as palavras, as frases, os parágrafos. Essa impressão era um lugar-­comum até que, em 2016, o psicólogo americano Daniel Willingham, da Universidade de Virgínia, fez uma pergunta cuja resposta mudou tudo: ouvir um livro é trapaça? Não, não é, concluiu Willingham. “Não há real diferença entre ouvir um livro e lê-­lo”, diz ele. O argumento da contrafação pressupõe que o leitor ficou apenas com a recompensa (o conteúdo) sem a contrapartida (o trabalho de leitura), e que, para nossos mecanismos cerebrais, ouvir é mais fácil do que ler. Isso é verdade até algum momento da infância, em torno dos 10 anos, um pouco após a alfabetização. Depois, a rigor, não existe diferença do ponto de vista neurológico e de aprendizado. E, no entanto, não há audiobook que consiga, por mais perfeito que seja o narrador, entregar o balé de vírgulas, pontos (quando há) e frases longuíssimas de um escritor como José Saramago, de Ensaio sobre a Cegueira: “…O médico perguntou-lhe, Nunca lhe tinha acontecido antes, quero dizer, o mesmo de agora, ou parecido, Nunca, senhor doutor, eu nem sequer uso óculos, (…)”. O bom-senso recomenda não abandonar as versões em papel ou digitais, com as letras impressas, seja para saber como se escrevem as palavras, seja para sentir o prazer inigualável, e automático, de cotejar o escrito com o lido, mentalmente.
Imagem
Imagem

Avatar do usuário
E.R
Membro
Membro
Mensagens: 88694
Registrado em: 01 Fev 2009, 19:39
Programa CH: Chaves
Time de Futebol: Flamengo
Localização: Rio de Janeiro (RJ)
Curtiu: 5471 vezes
Curtiram: 1960 vezes

Re: Livros

Mensagem por E.R » 28 Out 2019, 20:45

https://veja.abril.com.br/blog/radar/pr ... ra-vendas/

Em cinco semanas, "Prólogo, Ato, Epílogo", o livro de Fernanda Montenegro, vendeu 11.771 exemplares.
Imagem
Imagem

Avatar do usuário
Fola
Membro
Membro
Mensagens: 584
Registrado em: 06 Nov 2017, 13:23
Programa CH: Chaves
Localização: Bucareste, Romênia
Curtiu: 179 vezes
Curtiram: 102 vezes

Re: Livros

Mensagem por Fola » 01 Nov 2019, 19:26

Estou lendo "BTK, a máscara da maldade", da Editora Darkside Books. O livro fala sobre os crimes de Dennis Rader, conhecido como o assassino BTK (abreviatura de bind, torture, kill, que significa amarrar, torturar, matar). Rader era um homem acima de qualquer suspeita, bom marido, pai de família e membro de um grupo de escoteiros e da congregação da igreja, e quando as pessoas próximas dele descobriram que ele era o temido assassino BTK, isso foi uma grande surpresa. Ele teve uma "carreira" de assassinatos que durou mais de quinze anos, e durante este tempo, matou dez pessoas. O livro é uma mistura de reportagem com romance de suspense baseado em fatos reais.

Imagem
Muda, que quando a gente muda o mundo muda com a gente; a gente muda o mundo com a mudança da mente.

Avatar do usuário
E.R
Membro
Membro
Mensagens: 88694
Registrado em: 01 Fev 2009, 19:39
Programa CH: Chaves
Time de Futebol: Flamengo
Localização: Rio de Janeiro (RJ)
Curtiu: 5471 vezes
Curtiram: 1960 vezes

Re: Livros

Mensagem por E.R » 05 Nov 2019, 12:54

https://blogs.oglobo.globo.com/lauro-ja ... ishop.html

João Appolinário, fundador e CEO da Polishop, vai lançar um livro sobre a trajetória por trás da criação da empresa, há 20 anos.

Em "Inovar é questionar o que já existe" (Buzz Editora), João Appolinário mostra as táticas que levaram ao sucesso da Polishop, como ousadia, observação, pensamento crítico e inovação.

O bilionário ficou conhecido pela participação no reality "Shark Tank Brasil", do canal Sony, em que empreendedores com ideias novas apresentam seus projetos para investidores.
Imagem
Imagem

Avatar do usuário
E.R
Membro
Membro
Mensagens: 88694
Registrado em: 01 Fev 2009, 19:39
Programa CH: Chaves
Time de Futebol: Flamengo
Localização: Rio de Janeiro (RJ)
Curtiu: 5471 vezes
Curtiram: 1960 vezes

Re: Livros

Mensagem por E.R » 07 Nov 2019, 05:09

O ESTADO DE S.PAULO

A Retratos da Leitura ganhou um importante desdobramento este ano com os levantamentos na Bienal do Rio de Janeiro e na Festa Literária das Periferias.

Entre os dados apresentados estão a informação de que a maioria é formada por mulheres e por jovens de 18 a 24 anos.

J. K. Rowling foi a autora mais citada na Bienal como autora do último livro lido ou em leitura.

Na Flup, foi Djamila Ribeiro.

6,6 é a média de livros lidos nos últimos três meses pelo público da Bienal, 7,9 pelo da Flup e 2,5 pelo brasileiro em geral.
--
https://extra.globo.com/esporte/vasco/l ... 66788.html

Imagem

O livro “Hoje é Dia de Vasco”, do publicitário e escritor Sérgio Almeida, começa nesta quinta-feira a fazer uma turnê pelas lojas “Gigante da Colina”.
Imagem
Imagem

Avatar do usuário
E.R
Membro
Membro
Mensagens: 88694
Registrado em: 01 Fev 2009, 19:39
Programa CH: Chaves
Time de Futebol: Flamengo
Localização: Rio de Janeiro (RJ)
Curtiu: 5471 vezes
Curtiram: 1960 vezes

Re: Livros

Mensagem por E.R » 10 Nov 2019, 02:10

Imagem
Imagem

Avatar do usuário
E.R
Membro
Membro
Mensagens: 88694
Registrado em: 01 Fev 2009, 19:39
Programa CH: Chaves
Time de Futebol: Flamengo
Localização: Rio de Janeiro (RJ)
Curtiu: 5471 vezes
Curtiram: 1960 vezes

Re: Livros

Mensagem por E.R » 12 Nov 2019, 00:18

https://blogs.oglobo.globo.com/lauro-ja ... filme.html

"Relato de um Oriente", um dos livros mais importantes de Milton Hatoum, vai ganhar uma adaptação para os cinemas.

O filme dirigido e roteirizado por Marcelo Gomes vai recriar a chegada de imigrantes libaneses na selva brasileira na década de 1950. Será produzido pela Matizar no Brasil, tem coprodução com a França e o Líbano e ainda está na fase de captação.

As filmagens começam em março do ano que vem e a equipe está fazendo pesquisa de locação em Belém e pesquisa de elenco, em busca de atores e atrizes franco-árabes. A previsão de estreia é em março de 2021.
Imagem
Imagem

Avatar do usuário
E.R
Membro
Membro
Mensagens: 88694
Registrado em: 01 Fev 2009, 19:39
Programa CH: Chaves
Time de Futebol: Flamengo
Localização: Rio de Janeiro (RJ)
Curtiu: 5471 vezes
Curtiram: 1960 vezes

Re: Livros

Mensagem por E.R » 13 Nov 2019, 21:01

https://blogs.oglobo.globo.com/lauro-ja ... amara.html

O livro "O Brasil não cabe no quintal de ninguém", do economista Paulo Nogueira Batista Jr., parece ter entrado na lista de obras proibidas na Câmara.

A segurança da Casa proibiu a venda do livro durante o Seminário Internacional Brics dos Povos, que ocorreu ontem, do qual o economista foi um dos palestrantes.

O argumento utilizado para o veto foi tão surpreendente : os livros deveriam ser analisados pela segurança, um a um, para que a venda fosse aprovada. Os organizadores do seminário tentaram reverter a decisão, mas o setor de eventos da Câmara manteve a proibição.

O livro foi lançado recentemente pela LeYa Brasil e tem sua noite de autógrafos marcada para hoje em Brasília. Nele, o economista relata bastidores de sua experiência como diretor no FMI e no Banco dos Brics.
Imagem
Imagem

...
Membro
Membro
Mensagens: 8036
Registrado em: 30 Jul 2014, 22:54
Programa CH: Chapolin
Curtiu: 0
Curtiram: 625 vezes

Re: Livros

Mensagem por ... » 13 Nov 2019, 21:53

Que maravilha, termos livros vetados. Já soma ao caso daquele quadrinho censurado na Bienal. Amo cada vez mais o país!

Avatar do usuário
Fola
Membro
Membro
Mensagens: 584
Registrado em: 06 Nov 2017, 13:23
Programa CH: Chaves
Localização: Bucareste, Romênia
Curtiu: 179 vezes
Curtiram: 102 vezes

Re: Livros

Mensagem por Fola » 15 Nov 2019, 11:33

Estou lendo "Arsène Lupin, o ladrão de casaca", de Maurice Leblanc. Narra as "aventuras" de um ladrão francês (o tal Lupin) no início do século XX. Lupin tem uma habilidade incrível em praticar furtos sem levantar suspeitas sobre ele. O mais impressionante é que, antes de praticar os furtos, ele manda bilhetes às suas vítimas, avisando que irá assalta-las, e mesmo assim as vítimas não conseguem impedir o furto. Em uma de suas aventuras, ele chega a enfrentar seu contemporâneo, o detetive inglês Sherlock Holmes (que aparece com o nome de Herlock Sholmes).
Muda, que quando a gente muda o mundo muda com a gente; a gente muda o mundo com a mudança da mente.

Avatar do usuário
E.R
Membro
Membro
Mensagens: 88694
Registrado em: 01 Fev 2009, 19:39
Programa CH: Chaves
Time de Futebol: Flamengo
Localização: Rio de Janeiro (RJ)
Curtiu: 5471 vezes
Curtiram: 1960 vezes

Re: Livros

Mensagem por E.R » 16 Nov 2019, 21:56

https://cultura.estadao.com.br/blogs/ba ... biografia/

Ainda está um pouco longe – será só no dia 10 de dezembro de 2020 – mas o centenário de Clarice Lispector, que nasceu na Ucrânia em 1920, se mudou para o Brasil em 1922, morreu no Rio em 1977 e é considerada uma das maiores escritoras brasileiras, já começa a ser organizado e deve tomar todo o ano de 2020 – a partir das próximas semanas.

Toda a obra dela, que é publicada pela Rocco, será reeditada com novo projeto gráfico – e reproduções de pinturas da escritora nas capas – começando por O Lustre, Perto do Coração Selvagem e A Cidade Sitiada.

Vai sair ainda um volume com cartas inéditas e Todos os Contos ganha uma série de edições internacionais.

Tem muito mais. A novidade, agora, é uma nova edição, revista e bastante ampliada, segundo a editora, de Eu Sou Uma Pergunta, biografia escrita por Teresa Montero. Publicado originalmente em 1999, Eu Sou Uma Pergunta será relançado com material inédito, como o relato mais detalhado da única vez em que Clarice voltou ao Recife, onde chegou aos 2 e de onde saiu aos 16 para viver no Rio.

Já a Buzz publica, em 2020, edição especial de Como Clarice Lispector Pode Mudar Sua Vida, obra de 2017 de Simone Paulino.
Imagem
Imagem

Avatar do usuário
E.R
Membro
Membro
Mensagens: 88694
Registrado em: 01 Fev 2009, 19:39
Programa CH: Chaves
Time de Futebol: Flamengo
Localização: Rio de Janeiro (RJ)
Curtiu: 5471 vezes
Curtiram: 1960 vezes

Re: Livros

Mensagem por E.R » 17 Nov 2019, 12:25

LAURO JARDIM - O GLOBO

O crescimento das vendas de livros em outubro será anunciado amanhã.

Foi de 6,9% ante igual mês de 2018. Parece bom, mas esconde a realidade de um ano ruim.

O resultado positivo se deve a uma base comparativa frágil : em 2018, as crises da Cultura e da Saraiva, as duas maiores redes de livrarias do Brasil, impactaram fortemente o setor. No acumulado do ano, a queda em faturamento é de 8,3% e em volume, de 9%, em comparação com os dez primeiros meses de 2018, de acordo com dados inéditos do Nielsen/Snea.
Imagem
Imagem

...
Membro
Membro
Mensagens: 8036
Registrado em: 30 Jul 2014, 22:54
Programa CH: Chapolin
Curtiu: 0
Curtiram: 625 vezes

Re: Livros

Mensagem por ... » 18 Nov 2019, 22:17

Fola escreveu:Estou lendo "Arsène Lupin, o ladrão de casaca", de Maurice Leblanc. Narra as "aventuras" de um ladrão francês (o tal Lupin) no início do século XX. Lupin tem uma habilidade incrível em praticar furtos sem levantar suspeitas sobre ele. O mais impressionante é que, antes de praticar os furtos, ele manda bilhetes às suas vítimas, avisando que irá assalta-las, e mesmo assim as vítimas não conseguem impedir o furto. Em uma de suas aventuras, ele chega a enfrentar seu contemporâneo, o detetive inglês Sherlock Holmes (que aparece com o nome de Herlock Sholmes).
Lupin é o quê? Protantagonista? :P

Sofro junto com o Ganimard.

Avatar do usuário
E.R
Membro
Membro
Mensagens: 88694
Registrado em: 01 Fev 2009, 19:39
Programa CH: Chaves
Time de Futebol: Flamengo
Localização: Rio de Janeiro (RJ)
Curtiu: 5471 vezes
Curtiram: 1960 vezes

Re: Livros

Mensagem por E.R » 21 Nov 2019, 03:47

https://cultura.estadao.com.br/blogs/ba ... ma-decada/

A Grua apresenta em novembro uma coleção dedicada a resgatar obras de autores brasileiros que, por algum motivo, saíram de catálogo.

A ideia é publicar, na Grua Guarda, títulos lançados há pelo menos 10 anos.

Os primeiros livros chegam às livrarias no fim do mês com projeto gráfico de Raquel Matsushita e coordenação editorial de Carlos Eduardo Magalhães e Bruno Gambarotto.

A estreia será com À Margem da Linha, de Paulo Rodrigues, editado pela Cosac Naify em 2001; As Moças, de Isabel Câmara (1940-2006), que nasceu como peça em 1969 e ganhou edição em 1973 pela Revista de Teatro; e Os Jacarés, do próprio Carlos Eduardo Magalhães, que também saiu pela Cosac em 2001.
Imagem
Imagem

Avatar do usuário
E.R
Membro
Membro
Mensagens: 88694
Registrado em: 01 Fev 2009, 19:39
Programa CH: Chaves
Time de Futebol: Flamengo
Localização: Rio de Janeiro (RJ)
Curtiu: 5471 vezes
Curtiram: 1960 vezes

Re: Livros

Mensagem por E.R » 24 Nov 2019, 10:14

LAURO JARDIM - O GLOBO

A Intrínseca venceu um acirrado leilão de que participaram cinco editoras brasileiras pelos direitos do novo livro de Elena Ferrante. “A vida mentirosa dos adultos”, lançado na Itália no início do mês, ganha as livrarias do resto do mundo (Brasil incluído) em junho.

Narra a vida da adolescente Giovanna, em Nápoles, e é o primeiro romance lançado nos últimos cinco anos por Elena, cuja real identidade é mantida em segredo.
Imagem
Imagem

Responder