Harry Potter

Espaço para debates sobre assuntos que não sejam relacionados a Chespirito, como cinema, política, atualidades, música, cotidiano, games, tecnologias, etc.
Avatar do usuário
Riddle Snowcraft
Moderador
Moderador
Mensagens: 21700
Registrado em: 07 Mai 2010, 19:59
Programa CH: La Chicharra
Localização: O Baú de Peças de Tabuleiro da Bernkastel
Curtiu: 528 vezes
Curtiram: 3474 vezes

Re: Harry Potter

Mensagem por Riddle Snowcraft » 16 Abr 2020, 18:11

"honrando tudo que sua personagem ensinou"

Bem que eu lembro de alguns capítulos aonde a Hermione foi uma boçal chata pra caralho.

Só falta a Emma honrar a parte aonde, apesar de se chata e insuportável de se conviver, a Hermione faz valer a pena pq ela é util.

Imagem
Imagem
There is no end though there is a start in space. — Infinite.
It has own power, it ruins, and it goes though there is a start also in the star. — Finite.
Only the person who was wisdom can read the most foolish one from the history.
The fish that lives in the sea doesn't know the world in the land. It also ruins and goes if they have wisdom.
It is funnier that man exceeds the speed of light than fish start living in the land.
It can be said that this is an final ultimatum from the god to the people who can fight.

Avatar do usuário
E.R
Membro
Membro
Mensagens: 90985
Registrado em: 01 Fev 2009, 19:39
Programa CH: Chaves
Time de Futebol: Flamengo
Localização: Rio de Janeiro (RJ)
Curtiu: 5579 vezes
Curtiram: 2032 vezes

Re: Harry Potter

Mensagem por E.R » 19 Abr 2020, 20:35

https://revistagalileu.globo.com/Cultur ... ativa.html

Traduzido para mais de 70 línguas, Harry Potter se tornou o terceiro livro mais lido do mundo, somando 450 milhões de cópias vendidas desde sua publicação em 1997.

No Brasil, Harry Potter e a Pedra Filosofal, o primeiro volume da saga, foi lançado em 2000 pela Editora Rocco, que está publicando a saga novamente, em edição comemorativa de seus 20 anos no país.

Publicada pela primeira vez em 2018, nos Estados Unidos, a versão ilustrada por Brian Selznick, foi finalmente traduzida para o português brasileiro e estará à venda a partir do dia 30 de abril.

A magia da nova edição está nos detalhes. Ao unir os exemplares lado a lado, uma grande ilustração se forma com personagens e elementos que representam a história.

Além disso, o box com os sete livros traz ilustrações dos brasões das casas de Hogwarts, com os rostos de Harry Potter no verso e de Voldemort no interior da caixa.
Imagem
Imagem

Avatar do usuário
E.R
Membro
Membro
Mensagens: 90985
Registrado em: 01 Fev 2009, 19:39
Programa CH: Chaves
Time de Futebol: Flamengo
Localização: Rio de Janeiro (RJ)
Curtiu: 5579 vezes
Curtiram: 2032 vezes

Re: Harry Potter

Mensagem por E.R » 24 Abr 2020, 07:47

Imagem
Imagem

Avatar do usuário
E.R
Membro
Membro
Mensagens: 90985
Registrado em: 01 Fev 2009, 19:39
Programa CH: Chaves
Time de Futebol: Flamengo
Localização: Rio de Janeiro (RJ)
Curtiu: 5579 vezes
Curtiram: 2032 vezes

Re: Harry Potter

Mensagem por E.R » 27 Abr 2020, 20:44

https://geekpublicitario.com.br/46684/b ... ry-potter/

Imagem

O ano de 2020 marca os vinte anos da chegada da franquia de Harry Potter no Brasil.

Para celebrar este marco, a Editora Rocco, responsável pela publicação da saga no Brasil, decidiu lançar no fim deste mês uma coleção especial.

Trata-se de um box comemorativo que vai contar com o relançamento da saga em uma edição com novas capas duras.

Além do novo box em comemoração aos 20 anos da chegada da saga Harry Potter no Brasil, os livros vão contar com novas artes em capas duras, assinadas por Brian Selznick.
Imagem
Imagem

Avatar do usuário
E.R
Membro
Membro
Mensagens: 90985
Registrado em: 01 Fev 2009, 19:39
Programa CH: Chaves
Time de Futebol: Flamengo
Localização: Rio de Janeiro (RJ)
Curtiu: 5579 vezes
Curtiram: 2032 vezes

Re: Harry Potter

Mensagem por E.R » 30 Abr 2020, 07:20

O GLOBO

Em todos os países nos quais foram publicados, os livros da saga criada pela britânica J.K. Rowling conquistaram crianças e adolescentes (e de lambuja, muitos adultos), e abriram caminho para o surgimento de novos autores e séries juvenis de fôlego.

Por aqui, tudo começou em 1998, quando Paulo Rocco, fundador da editora que leva seu sobrenome, foi à Feira do Livro de Frankfurt à caça de títulos infanto juvenis para incrementar o catálogo.

Um agente literário britânico recomendou a série que uma cliente sua, que atendia pelas iniciais J.K., estava escrevendo.

O primeiro volume havia sido lançado no ano anterior no Reino Unido, e a autora, que já havia recebido negativas de várias casas editoriais, prometia outros seis.

— Comprei os livros por um preço bem razoável e corremos para traduzir, porque o primeiro tinha acabado de sair nos Estados Unidos e começava a fazer sucesso — recorda Paulo Rocco.

O primeiro título, “Harry Potter e a pedra filosofal”, chegou às livrarias em 7 de abril de 2000.

O Brasil ocupa o sétimo lugar no ranking da pottermania, com mais de cinco milhões de livros vendidos.

Hoje, a Rocco lança edições comemorativas e um box para colecionadores. As capas são assinadas por Brian Selznick, criador de outro best-seller juvenil, “A invenção de Hugo Cabret”.

Para o segundo semestre, quando passar a epidemia de Covid-19, a editora promete eventos para celebrar 20 anos de bruxaria pelo país.

Após o sucesso de J.K. Rowling — ampliado pelos filmes estrelados por Daniel Radcliffe no papel principal —, editores passaram a apostar em séries capazes de manter o interesse dos jovens leitores por vários volumes.

Ao cair no gosto dos adolescentes, “Harry Potter” ajudou a formar o público leitor que depois impulsionou também as vendas de outras séries.

— “Harry Potter” criou uma geração de leitores de best sellers — afirma a agente literária Alessandra Ruiz, da Authoria.

Alessandra Ruiz lembra ainda que os jovens descobriram em “Harry Potter” uma fonte de entretenimento que não competia com internet, mas era reforçada pelas comunidades virtuais. Eram os primórdios do “fandom”, as legiões de leitores que ocuparam a internet com seus fã-clubes.

“Harry Potter” não se limitou a formar leitores. Não são poucos os jovens autores que começaram escrevendo fanfics (ficções de fã), que tomavam emprestado personagens da série.

Editores também passaram a investir em autores nacionais que pudessem cair no gosto dos jovens, frequentar as listas de mais vendidos e a lotar eventos.

— Antes, o mercado achava que livro juvenil era para biblioteca de escola — afirma Ana Lima, editora-executiva da Rocco. — “Harry Potter” provou que esses livros podiam ter vendas espetaculares.

Passados 20 anos, o desafio das editoras é descobrir o feitiço que vai fazer a criançada que nasceu colada às telas gostar de livros.

— Estou otimista. Essas crianças são filhas da geração “Harry Potter” e vão crescer em casas cheias de livros — acredita Alessandra Ruiz, da Authoria.
Imagem
Imagem

Avatar do usuário
E.R
Membro
Membro
Mensagens: 90985
Registrado em: 01 Fev 2009, 19:39
Programa CH: Chaves
Time de Futebol: Flamengo
Localização: Rio de Janeiro (RJ)
Curtiu: 5579 vezes
Curtiram: 2032 vezes

Re: Harry Potter

Mensagem por E.R » 04 Mai 2020, 10:50

. J.K. Rowling faz doação milionária para o combate ao coronavírus - https://www.metrojornal.com.br/entreten ... virus.html
Imagem
Imagem

Avatar do usuário
E.R
Membro
Membro
Mensagens: 90985
Registrado em: 01 Fev 2009, 19:39
Programa CH: Chaves
Time de Futebol: Flamengo
Localização: Rio de Janeiro (RJ)
Curtiu: 5579 vezes
Curtiram: 2032 vezes

Re: Harry Potter

Mensagem por E.R » 05 Mai 2020, 12:35

Imagem
Imagem

Avatar do usuário
E.R
Membro
Membro
Mensagens: 90985
Registrado em: 01 Fev 2009, 19:39
Programa CH: Chaves
Time de Futebol: Flamengo
Localização: Rio de Janeiro (RJ)
Curtiu: 5579 vezes
Curtiram: 2032 vezes

Re: Harry Potter

Mensagem por E.R » 10 Mai 2020, 20:05

https://emais.estadao.com.br/noticias/g ... 0003296939

O ator Rupert Grint, que ficou conhecido por viver o personagem Rony Weasley na saga de filmes Harry Potter se tornou pai pela primeira vez, de uma menina, na última quinta-feira.

O bebê é fruto do seu namoro com a também atriz Georgia Groome.
Imagem
Imagem

Avatar do usuário
E.R
Membro
Membro
Mensagens: 90985
Registrado em: 01 Fev 2009, 19:39
Programa CH: Chaves
Time de Futebol: Flamengo
Localização: Rio de Janeiro (RJ)
Curtiu: 5579 vezes
Curtiram: 2032 vezes

Harry Potter

Mensagem por E.R » 15 Mai 2020, 08:33

NOTÍCIAS
https://veja.abril.com.br/blog/isabela- ... ssenciais/

A arte de começar uma narrativa conta com exemplos celebérrimos — o conciso “Chame-me Ismael” de Moby Dick, o infinitamente citado “Todas as famílias felizes se parecem, cada família infeliz é infeliz à sua maneira” de Anna Kariênina, o metalinguístico “Se serei o herói da minha própria vida, ou se essa posição será ocupada por alguma outra pessoa, é o que estas páginas devem mostrar” de David Copperfield.

Neste novo século, entretanto, nenhum início abriu tantas portas quanto o parágrafo coloquial e travesso que diz que “O Sr. e a Sra. Dursley, da rua dos Alfeneiros, nº 4, se orgulhavam de dizer que eram perfeitamente normais, muito bem, obrigado. Eram as últimas pessoas no mundo que se esperaria que se metessem em alguma coisa estranha ou misteriosa, porque simplesmente não compactuavam com esse tipo de bobagem”. Harry Potter e a Pedra Filosofal, assim, mudou os rumos de uma geração ao enchê-la de apreensão, já na primeira página, para o que seria do menino Harry Potter na casa de gente como os banais, medíocres e egoístas Dursley, os parentes perfeitamente normais, obrigado, que eram só o que lhe restava depois de perder os pais no ataque de um feiticeiro maléfico e sobreviver por milagre.

Harry Potter, porém, logo seria libertado, ao ser chamado para a Escola de Magia e Bruxaria de Hogwarts e embarcar em uma jornada de sete livros repletos de adversidades terríveis e eletrizantes passes de mágica — durante a qual formaria sua verdadeira família, forjada entre amigos e mentores.

Vinte anos após seu lançamento no Brasil — que a editora Rocco comemora com um box de luxo — Harry Potter permanece uma iniciação ideal na leitura.

Ganha relevância adicional com o tumulto escolar e doméstico instaurado pela Covid-19 : enquanto a volta às aulas permanece sem data certa e sem esquema claro, a série funciona como um complemento curricular prazeroso e proveitoso.

Hoje a obra de J.K. Rowling é o centro de um colosso de entretenimento que inclui, além de 450 milhões de cópias vendidas em 78 idiomas (5 milhões delas no Brasil), oito filmes que somam 7,7 bilhões de dólares em bilheteria, atrações em parques temáticos — no momento, fechadas — e um sem-­número de criações derivadas.

Mas a leitura é a melhor maneira de adentrar esse universo — silenciosa, em companhia dos pais ou na voz de atores como Eddie Redmayne, Stephen Fry e Dakota Fanning, que até junho lerão semanalmente um capítulo de A Pedra Filosofal no site harrypotterathome.com, em vídeos que a editora brasileira disponibiliza com legendas. “As séries em geral vêm e passam. Harry Potter, ao contrário, se expande”, diz Paulo Rocco, dono da editora que leva seu sobrenome.

Em cada página dos sete volumes, a autora J.K. Rowling reforça princípios cardeais como a importância do bem comum, os perigos do messianismo e do culto à personalidade (ao qual os bruxos adeptos do tenebroso Voldemort aderem sem restrição ética nem espírito crítico) e a necessidade de formar uma bússola moral e assumir responsabilidades.
Imagem
Imagem

Avatar do usuário
E.R
Membro
Membro
Mensagens: 90985
Registrado em: 01 Fev 2009, 19:39
Programa CH: Chaves
Time de Futebol: Flamengo
Localização: Rio de Janeiro (RJ)
Curtiu: 5579 vezes
Curtiram: 2032 vezes

Harry Potter

Mensagem por E.R » 19 Mai 2020, 18:20

NOTÍCIAS
Imagem
Imagem

Avatar do usuário
E.R
Membro
Membro
Mensagens: 90985
Registrado em: 01 Fev 2009, 19:39
Programa CH: Chaves
Time de Futebol: Flamengo
Localização: Rio de Janeiro (RJ)
Curtiu: 5579 vezes
Curtiram: 2032 vezes

Harry Potter

Mensagem por E.R » 25 Mai 2020, 04:27

NOTÍCIAS
https://oglobo.globo.com/cultura/livros ... 1-24440271

JK Rowling revelou onde começou a escrever os livros de Harry Potter, contradizendo os fãs que acreditavam há anos que Edimburgo era o local de nascimento do bruxinho.

O Elephant House Cafe, em Edimburgo, é amplamente considerado como o local onde a autora de 54 anos escreveu o primeiro dos sete romances de fantasia.

Embora seja verdade que ela costumava frequentar o café nos primeiros dias de sua carreira de escritora, a autora revelou que ela realmente começou a série em Londres, em um apartamento acima de uma loja de esportes em Clapham.

Referindo-se à placa na Elephant House, onde se lê “local de nascimento de Harry Potter”, JK Rowling tuitou : “Eu escrevia Harry Potter há vários anos antes de pôr os pés neste café, então não é o local de nascimento, mas eu escrevi lá, então vamos deixá-los em paz !"

JK Rowling então compartilhou uma foto do apartamento de Clapham onde ela começou seu processo de escrita. "Este é o verdadeiro local de nascimento de Harry Potter", disse ela. "Se você definir 'local de nascimento' como o local em que coloco a caneta no papel pela primeira vez".

“Eu estava alugando um quarto em um apartamento sobre o que era então uma loja de esportes. Os primeiros tijolos de Hogwarts foram colocados em um apartamento em Clapham Junction".

JK Rowling acrescentou: "[Mas] Se você definir o local de nascimento de Harry Potter como o momento em que eu tive a ideia inicial, então foi em um trem entre Manchester e Londres".

"Eu sempre me divirto com a ideia de que Hogwarts foi diretamente inspirada por lugares bonitos que vi ou visitei", disse a escritora, "porque está muito longe da verdade".
Imagem
Imagem

Avatar do usuário
E.R
Membro
Membro
Mensagens: 90985
Registrado em: 01 Fev 2009, 19:39
Programa CH: Chaves
Time de Futebol: Flamengo
Localização: Rio de Janeiro (RJ)
Curtiu: 5579 vezes
Curtiram: 2032 vezes

Harry Potter

Mensagem por E.R » 29 Mai 2020, 02:19

NOTÍCIAS
https://exame.com/estilo-de-vida/o-icka ... -novembro/

Na última terça-feira (26), a autora da saga Harry Potter, J.K. Rowling, anunciou uma nova história original. Focada no público infantil, “O Ickabog” terá todos os seus 34 capítulos lançados online e gratuitamente entre os dias 26 de maio e 10 de julho, de modo a apresentar o conto de fadas para o público mesmo antes de seu lançamento oficial.

Anunciado por meio de seu site, o livro foi escrito há mais de dez anos – enquanto a autora ainda estava focada no universo de Harry Potter. “A ideia para “O Ickabog” me ocorreu enquanto eu ainda escrevia Harry Potter. Escrevi a maior parte do primeiro rascunho entre meus intervalos nos livros da série com a intenção de publicá-lo depois de “Harry Potter e as Relíquias da Morte””, escreveu.

A autora pensou na história para entreter seus filhos mais novos, como uma história de ninar. Conforme escreveu em seu site, a decisão de liberar, aos poucos, a história nesta quarentena foi para poder ajudar pais a entreterem suas crianças – e vice-versa. “Algumas semanas atrás, durante o jantar, considerei timidamente a ideia de tirar “O Ickabog” do sótão e publicá-lo gratuitamente para crianças em isolamento social. Meus filhos, agora adolescentes, ficaram emocionados e entusiasmados com a ideia. Então a caixa empoeirada com os rascunhos desceu as escadas e, nas últimas semanas, estive imersa em um mundo fictício que nunca imaginei visitar novamente.” disse Rowling.

Os dois primeiros capítulos foram lançados ontem, pela manhã. Neles, a autora apresenta o país de Cornucópia e seu governante, o Rei Fred, o Destemido. Além da figura simpática do rei, a lenda de Ickabog também é introduzida : trata-se de um monstro que reside nas regiões pantanosas do país, e era também utilizado como uma leve “ameaça” para os filhos que desobedeciam os pais.

Diferentemente de Harry Potter, seu produto de maior sucesso, “O Ickabog” será uma história única e independente de continuações.

A história tem como intenção agradar tanto crianças como adolescentes, e servir como um passatempo temporário para toda a família – que poderá acompanhar, todos os dias, um pedacinho da lenda de Ickabog – durante a quarentena.

Ainda no texto de anúncio, Rowling anunciou que irá direcionar o dinheiro recebido pelas vendas do livro para projetos e organizações que estão auxiliando os afetados pela pandemia do novo coronavírus. E, para complementar a imersão com o conto de fadas, a autora também anunciou que fará um concurso de ilustrações sobre a história, em parceria com as editoras responsáveis pela publicação do livro, em diversos países – incluindo o Brasil.

A competição já teve início em países como Reino Unido, Irlanda, Austrália, Nova Zelândia, Índia, Estados Unidos e Canadá e chegará ao Brasil em breve.

A Rocco, editora que publicará o livro no Brasil, informou que divulgará mais informações sobre o concurso brasileiro em breve. A editora também comentou que estará traduzindo os capítulos divulgados pela autora para o português conforme forem lançados.
Imagem
Imagem

Avatar do usuário
E.R
Membro
Membro
Mensagens: 90985
Registrado em: 01 Fev 2009, 19:39
Programa CH: Chaves
Time de Futebol: Flamengo
Localização: Rio de Janeiro (RJ)
Curtiu: 5579 vezes
Curtiram: 2032 vezes

Harry Potter

Mensagem por E.R » 06 Jun 2020, 09:12

NOTÍCIAS
https://entretenimento.uol.com.br/colun ... ritora.htm

Os sete livros que somam mais de 3.200 páginas na edição em português não foram suficientes para J. K. Rowling dar forma final ao universo de Harry Potter.

Como acompanhamos há anos, vira e mexe a autora brota nas redes mencionando algum detalhe que jamais passou da cabeça para o papel enquanto escrevia a saga.

Fãs bitolados tratam essas informações apócrifas como se fizessem parte do cânone consagrado do bruxo. Outros debatem. E J. K. Rowling se mantém em evidência.

É raro passar um mês sem termos notícia da mulher falando que Harry nasceu aqui, não ali, ou que Dolores Umbridge fez sei lá o quê. Essas tentativas de orientar interpretações e os infinitos adendos à própria obra mostram uma autora com dificuldades para se distanciar ou se desapegar do universo criado.

Por outro lado, ajuda pra caramba a manter Harry entre os assuntos do momento; o marketing faz parte da jogada.

Critico essa postura para reconhecer um talento ao qual J .K. Rowling deveria se dedicar com mais seriedade : o de escritora. Para a literatura, ela funciona melhor como autora de livros do que como tuiteira que dá pitaco nas próprias obras.

Ainda no universo bruxo, assinou com Jack Thorne e John Tiffany a peça "Harry Potter e a Criança Amaldiçoada", talvez o texto teatral contemporâneo mais lido pelos jovens.

Agora, outra iniciativa bem mais válida do que seguir bitolada no universo de Potter. Desde semana passada, Rowling vem publicando gratuitamente na internet "O Ickabog", história infantil engavetada há mais de década. A promessa é lançar os 34 capítulos do livro até o dia 10 de julho. Por enquanto, a obra conta apenas com versões em inglês, mas logo deve pipocar no site a edição em português do texto, que está sendo preparada pela Rocco.

A Rocco, casa da autora no Brasil planeja colocar no mercado o volume impresso, o digital e o audiolivro do título até o final do ano.

Ela começou a forjar "O Ickabog" nos intervalos entre os livros de sua série consagrada. A história infantil, um conto de fadas ambientado num lugar imaginário, toca em temas como a verdade e o abuso de poder. Foi pensada para ser lida pela escritora para seus filhos pequenos, daí a ideia de disponibilizá-la nesses tempos de pandemia : é uma tentativa de entreter crianças que estão ou deveriam estar trancadas em casa.

Bem melhor quando ela se preocupa em dar vida a novas histórias e deixa para os fãs comentarem ou expandirem o universo de sua obra máxima. Faço votos para que a britânica um dia consiga se desapegar de Harry Potter. E digo isso como um admirador da saga.
Imagem
Imagem

Avatar do usuário
Phoebe Buffay
Membro
Membro
Mensagens: 8068
Registrado em: 13 Nov 2012, 23:45
Programa CH: Chespirito
Localização: Casa nº 21
Curtiu: 22 vezes
Curtiram: 698 vezes

Harry Potter

Mensagem por Phoebe Buffay » 06 Jun 2020, 13:29

A pottermania continua forte.
Imagem

Avatar do usuário
E.R
Membro
Membro
Mensagens: 90985
Registrado em: 01 Fev 2009, 19:39
Programa CH: Chaves
Time de Futebol: Flamengo
Localização: Rio de Janeiro (RJ)
Curtiu: 5579 vezes
Curtiram: 2032 vezes

Harry Potter

Mensagem por E.R » 08 Jun 2020, 22:48

NOTÍCIAS
https://g1.globo.com/pop-arte/noticia/2 ... eres.ghtml

O ator Daniel Radcliffe publicou um texto nesta segunda-feira de resposta a comentários feitos pela escritora J. K. Rowling em relação a mulheres transgênero.

"Mulheres trans são mulheres", escreveu o intérprete de Harry Potter nas adaptações dos livros da autora.

"Qualquer declaração ao contrário apaga a identidade e a dignidade de pessoas transgênero e vai contra todos os conselhos dados por associações profissionais de saúde que têm muito mais experiência no assunto que Jo ou eu."

O texto foi publicado no site do Trevor Project, uma organização sem fins lucrativos dedicada à intervenção de crise e à prevenção de suicídios para pessoas da comunidade LGBT+.

No domingo, a autora da série de livros "Harry Potter", motivou a raiva de fãs e membros da comunidade após uma série de tuítes que acusados de transfóbicos.

"Sei que alguns veículos de imprensa vão provavelmente retratar isso como uma briga entre J. K. Rowling e eu, mas não é isso", afirmou o ator no texto "Daniel Radcliffe responde aos tuítes de J. K. Rowling sobre identidade de gênero".

"Enquanto Jo é inquestionavelmente responsável pelo curso que minha vida tomou, como alguém que foi honrado em trabalhar com e continua a contribuir com o Trevor Project pela última década, e até como ser humano, me sinto compelido a dizer algo neste momento."

No texto, ele afirma que "78% dos jovens transgênero e não-binários relatam que foram alvo de discriminação por causa de sua identidade de gênero. Está claro que precisamos fazer mais para apoiar as pessoas transgênero e não-binárias, não invalidar suas identidades, e não causar maior dano."

Ele também aproveitou para pedir desculpas aos fãs dos livros. "A todos aqueles que agora sentem que sua experiência com os livros foi manchada ou diminuída, sinto profundamente pela dor que esses comentários causaram", disse.

"Espero de verdade que vocês não percam totalmente o que foi valioso nessas histórias para vocês. Se esses livros ensinaram que amor é a maior força do universo, capaz de superar qualquer coisa; se eles ensinaram que a força é encontrada na diversidade, e que ideias dogmáticas de pureza levam a opressão de grupos vulneráveis; se vocês acreditam que um personagem em particular é trans, não-binário, ou tem gênero fluido, ou é gay ou bissexual; se você encontrou qualquer coisa nessas histórias que ressoou em você e ajudou em qualquer momento de sua vida — então isso é entre você e o livro que você leu, e isso é sagrado."
Imagem
Imagem

Responder