Política

Ministro Fachin do STF anula as decisões de Curitiba contra Lula; pág. 34.

Espaço para debates sobre assuntos que não sejam relacionados a Chespirito, como cinema, política, atualidades, música, cotidiano, games, tecnologias, etc.
Victor235
Membro
Membro
Mensagens: 38503
Registrado em: 04 Dez 2011, 22:00
Programa CH: Chaves
Time de Futebol: Palmeiras
Curtiu: 3639 vezes
Curtiram: 3086 vezes

Política

Mensagem por Victor235 » 29 Jul 2020, 20:14

Racha por sucessão de Maia trava tentativa de Bolsonaro ter maioria na Câmara
A conta feita hoje nos corredores da Câmara é que, com boa vontade, o governo tem cerca de 200 deputados em sua base de apoio.
O Planalto sonhava em ter entre 250 e 300 deputados, mas pode acabar tendo nas mãos pouco mais do que o necessário para livrar Bolsonaro de um eventual pedido de impeachment.
A corrida pelo comando da Câmara causa divisão. Além do grupo de Lira e de Maia, uma terceira frente começa a ser costurada pelo presidente do PSL, Luciano Bivar (PE), desafeto recente de Bolsonaro.
Apesar de não formar um bloco formal, os 63 deputados do grupo de DEM e MDB —que pode receber o apoio do PSDB— passarão a atuar de forma independente da pauta do governo.
DEM e MDB também temiam que a aproximação do bloco com o governo contaminasse as eleições municipais. Os dois partidos são críticos da atuação do Planalto no combate à pandemia.
Enquanto isso, Bivar articula com o Solidariedade, do deputado Paulinho da Força (SP), um bloco com PROS e PTB para ganhar força em votações da Casa. O objetivo é brigar por relatorias e ter apoios para emplacar requerimentos em plenário.
https://www1.folha.uol.com.br/poder/202 ... mara.shtml
"Se aproveitaram da minha astúcia" - VELOSO, Caetano

Victor235
Membro
Membro
Mensagens: 38503
Registrado em: 04 Dez 2011, 22:00
Programa CH: Chaves
Time de Futebol: Palmeiras
Curtiu: 3639 vezes
Curtiram: 3086 vezes

Política

Mensagem por Victor235 » 30 Jul 2020, 21:09

Geraldo Alckmin vira réu por corrupção passiva, falsidade ideológica e lavagem de dinheiro
A Justiça Eleitoral de São Paulo aceitou, nesta quinta-feira, 30, a denúncia do Ministério Público que torna o ex-governador Geraldo Alckmin (PSDB) réu pelos crimes de falsidade ideológica eleitoral, corrupção passiva e lavagem de dinheiro. De acordo com o texto, Alckmin teria recebido R$ 2 milhões em espécie da Odebrecht durante a campanha ao Palácio dos Bandeirantes em 2010 e R$ 9,3 milhões quando disputou a reeleição, em 2014. Os recursos, segundo a investigação, não foram registrados nas prestações de contas do candidato, que, para a polícia, solicitou e recebeu vantagem indevida, pagas pelo setor de operações estruturadas da Odebrecht, a partir do emprego de métodos ilícitos como uso de “doleiros”, com o fim de ocultar a origem dos valores e dificultar a possibilidade de seu rastreio.
No mesmo âmbito do processo contra Alckmin, foi denunciado o candidato ao governo do Estado de São Paulo Paulo Skaf e foram deflagradas duas operações em investigação de crimes eleitorais e conexos envolvendo o deputado federal Paulinho da Força e o senador José Serra. Os valores destinavam-se, num primeiro momento, ao financiamento eleitoral indevido (não declarado) e, pós eleições, à manutenção da influência do grupo empresarial junto ao governo. Em ambas as ocasiões (2010 e 2014), o Grupo Odebrecht não poderia efetuar doações eleitorais, uma vez que controla a concessionária que administra a Rodovia Dom Pedro I e também porque participou do consórcio da linha 6 do Metrô. Segundo o MP, Alckmin recebeu os recursos sob o uso de diversos codinomes, como “pastel”, “pudim” e “bolero”.
https://jovempan.com.br/noticias/brasil ... ixa-2.html
"Se aproveitaram da minha astúcia" - VELOSO, Caetano

Avatar do usuário
JF CHmaníaco
Membro
Membro
Mensagens: 14501
Registrado em: 29 Dez 2015, 14:02
Programa CH: Chapolin
Time de Futebol: Santos
Localização: Dourados-MS
Curtiu: 1324 vezes
Curtiram: 1237 vezes

Política

Mensagem por JF CHmaníaco » 30 Jul 2020, 21:19

Pro Márcio França ele não fez nada :asso:
JF CHmaníaco
Usuário do Fórum Chaves desde 29 de Dezembro de 2015
Campeão do De Que Episódio é Essa Foto? - Edição 2016
Usuário do Mês de Outubro/2016, Janeiro/2018, Maio/2019, Janeiro/2020 e Setembro/2020

Antonio Felipe escreveu:
07 Dez 2020, 19:39
Nessa pandemia eu rodo mais quilômetros descendo o scroll pelos posts gigantes do Flash do que caminhando na rua.
http://forumchaves.com.br/piadaitaliano/

Victor235
Membro
Membro
Mensagens: 38503
Registrado em: 04 Dez 2011, 22:00
Programa CH: Chaves
Time de Futebol: Palmeiras
Curtiu: 3639 vezes
Curtiram: 3086 vezes

Política

Mensagem por Victor235 » 30 Jul 2020, 21:36

"Mais fácil o oceano secar" :assobiando:
"Se aproveitaram da minha astúcia" - VELOSO, Caetano

Avatar do usuário
E.R
Membro
Membro
Mensagens: 91017
Registrado em: 01 Fev 2009, 19:39
Programa CH: Chaves
Time de Futebol: Flamengo
Localização: Rio de Janeiro (RJ)
Curtiu: 5580 vezes
Curtiram: 2034 vezes

Política

Mensagem por E.R » 01 Ago 2020, 04:04

NOTÍCIAS
https://www1.folha.uol.com.br/mundo/202 ... e-sp.shtml

Para celebrar os 30 anos do Foro de São Paulo, o PT e a nata das ditaduras latino-americanas participaram de um debate online na terça-feira, em que não faltaram ataques ao imperialismo americano e à contribuição do capitalismo para a pandemia de coronavírus.

O evento reuniu os ditadores da Nicarágua, Daniel Ortega, e da Venezuela, Nicolás Maduro, além do líder do regime ditatorial cubano, Miguel Díaz-Canel.

Foi mediado pela dirigente petista Mônica Valente, secretária-executiva do Foro de São Paulo, que reúne 123 partidos de esquerda de 27 países da América Latina e do Caribe.
Imagem
Imagem

Victor235
Membro
Membro
Mensagens: 38503
Registrado em: 04 Dez 2011, 22:00
Programa CH: Chaves
Time de Futebol: Palmeiras
Curtiu: 3639 vezes
Curtiram: 3086 vezes

Política

Mensagem por Victor235 » 01 Ago 2020, 04:05

Tá vendo só, E.R. A Folha não escondeu isso e nomeou tais governos como ditaduras. Ainda é um jornal imparcial.
"Se aproveitaram da minha astúcia" - VELOSO, Caetano

Avatar do usuário
JF CHmaníaco
Membro
Membro
Mensagens: 14501
Registrado em: 29 Dez 2015, 14:02
Programa CH: Chapolin
Time de Futebol: Santos
Localização: Dourados-MS
Curtiu: 1324 vezes
Curtiram: 1237 vezes

Política

Mensagem por JF CHmaníaco » 01 Ago 2020, 11:17

Eu fiz questão de olhar a fonte e fiquei um tanto quanto surpreso :P
JF CHmaníaco
Usuário do Fórum Chaves desde 29 de Dezembro de 2015
Campeão do De Que Episódio é Essa Foto? - Edição 2016
Usuário do Mês de Outubro/2016, Janeiro/2018, Maio/2019, Janeiro/2020 e Setembro/2020

Antonio Felipe escreveu:
07 Dez 2020, 19:39
Nessa pandemia eu rodo mais quilômetros descendo o scroll pelos posts gigantes do Flash do que caminhando na rua.
http://forumchaves.com.br/piadaitaliano/

Victor235
Membro
Membro
Mensagens: 38503
Registrado em: 04 Dez 2011, 22:00
Programa CH: Chaves
Time de Futebol: Palmeiras
Curtiu: 3639 vezes
Curtiram: 3086 vezes

Política

Mensagem por Victor235 » 06 Ago 2020, 20:37

03/08: Secretário de Meio Ambiente de Japeri é um estudante de 19 anos, que chefia a mãe e a avó
Empossado em 3 de abril, o secretário de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável de Japeri, na Baixada Fluminense, é Yuri Santos Oliveira, um estudante de 19 anos — que ganha pelo menos R$ 10 mil de salário.
Na equipe da secretaria, Yuri ainda conta com a mãe, Fabiana, gerente administrativa; e a avó, Lúcia, oficial de gabinete da pasta.
O RJ1 esteve na secretaria na manhã desta segunda-feira (3) e encontrou a avó, oficial de gabinete, varrendo as escadas. Ao ser perguntada pelo secretário, ela responde: “Meu neto ainda não chegou.” Mas depois nega que o secretário seja seu neto.
A Prefeitura de Japeri informou que está analisando o caso com a secretaria administrativa, mas não respondeu quais critérios usou na escolha de Yuri Oliveira. A prefeitura disse também desconhece que o secretário recebeu auxílio-emergencial, já o benefício é de responsabilidade do governo federal, e afirmou que o secretário cumpriu seus deveres em relação ao cargo.
https://g1.globo.com/rj/rio-de-janeiro/ ... -avo.ghtml

03/08: Poder em Foco: pedir o fechamento do Congresso é liberdade de expressão, diz Miro Teixeira
O ex-ministro e ex-deputado federal constituinte, Miro Teixeira (Rede-RJ), 75 anos, concedeu entrevista ao programa Poder em Foco. A gravação foi realizada em 7 de julho e o programa foi exibido em 2 de agosto de 2020.
"Se aproveitaram da minha astúcia" - VELOSO, Caetano

Victor235
Membro
Membro
Mensagens: 38503
Registrado em: 04 Dez 2011, 22:00
Programa CH: Chaves
Time de Futebol: Palmeiras
Curtiu: 3639 vezes
Curtiram: 3086 vezes

Política

Mensagem por Victor235 » 10 Ago 2020, 21:57

Luiz Werneck Vianna - A hora e vez da esquerda democrática
"A sociologia e as demais ciências sociais não têm o condão de mudar o curso das coisas no mundo, apenas explicam com diferentes capacidades de persuasão o que se passa nele. O meio idôneo para transformá-lo, como se sabe, pertence ao reino da política que se encontra, no momento atual, diante da oportunidade de romper caminho para uma trajetória alternativa na sucessão presidencial dos EUA ao alcance das mãos em apenas três meses, quando poderá abalar ou mesmo por abaixo este derradeiro pilar neoliberal com a derrota eleitoral de Donald Trump. Na pior hipótese, caso ele triunfe, dadas as expressivas forças que ora se opõem a ele, que seja por meio de uma vitória de Pirro".
"Sem a escora da política de Trump, garantia até aqui da reprodução da modelagem neoliberal, o teatro de operações na cena mundial terá diante de si uma bifurcação, categoria a gosto de Piketty, abrindo-se a possibilidade para a imposição de rumos entrevistos no curso das lutas contra a atual pandemia, em particular na valorização das políticas públicas de saúde, claramente percebidas no Reino Unido e no Brasil, dos mecanismos de cooperação internacional e os diversificados movimentos de ação solidária saídos do ventre da sociedade civil, inclusive os originários dos seus setores subalternos, e, muito especialmente, no papel do Estado como lugar de articulação dos esforços em defesa da vida, em que foram exemplares a Nova Zelândia e tantos outros casos nacionais. Tudo isso levado em conta afirmam tendências que importam em viradas de páginas e na percepção de que um novo tempo faz parte do campo das possibilidades em presença".
"Sem tal escora ou com seu enfraquecimento, políticas que nela se arrimam, como notoriamente a brasileira, devem experimentar inflexões benévolas no seu curso, a serem exploradas pelas correntes políticas democráticas, a começar pelas sucessões municipais que se investem de um papel estratégico, inclusive em razão do seu desenlace prefigurar o cenário da próxima sucessão presidencial. Nesse sentido, a hora dos partidos é esta, e o que cabe, na contracorrente de uma bibliografia irresponsável que medra por aí, é valorizá-los e procurar influir na composição de suas alianças sem sectarismos e em torno de ideais democráticos. Quanto às candidaturas é essencial conceder representação privilegiada àqueles que se destacaram nas lutas pela defesa da vida da população, como os profissionais da saúde e dos que organizaram os sistemas de cooperação solidária no mundo popular. Além, é claro, de selecionar políticos com credenciais que os identifiquem com a democracia e com os temas relevantes para o mundo popular".
https://gilvanmelo.blogspot.com/2020/08 ... ez-da.html
"Se aproveitaram da minha astúcia" - VELOSO, Caetano

Victor235
Membro
Membro
Mensagens: 38503
Registrado em: 04 Dez 2011, 22:00
Programa CH: Chaves
Time de Futebol: Palmeiras
Curtiu: 3639 vezes
Curtiram: 3086 vezes

Política

Mensagem por Victor235 » 11 Ago 2020, 00:41

Tese para reconduzir Alcolumbre pode eternizar políticos na presidência da Câmara e do Senado
Isso porque o plano seria de autorizar o único ponto que atualmente ainda é vedado: de reeleição na mesma legislatura (período de quatro anos). Para ministros do Supremo, a questão deve ser enfrentada na ação impetrada pelo PTB.
https://www1.folha.uol.com.br/colunas/p ... nado.shtml

Douglas Garcia é condenado a pagar R$ 20 mil por dossiê contra antifascistas
De acordo com o Tribunal de Justiça de São Paulo, Garcia foi responsável por catalogar de 700 a 1.000 nomes que seriam integrantes do grupo Antifas. A defesa do deputado alegou que ele não é autor da lista que foi divulgada na internet. Disse que o dossiê feito por Garcia era outro e que o deputado não vazou nenhuma informação.
https://www.poder360.com.br/justica/dou ... fascistas/
"Se aproveitaram da minha astúcia" - VELOSO, Caetano

Avatar do usuário
CHarritO
Moderador
Moderador
Mensagens: 58071
Registrado em: 02 Fev 2009, 12:40
Programa CH: Chaves
Time de Futebol: Palmeiras
Localização: Indaial/SC
Curtiu: 239 vezes
Curtiram: 991 vezes

Política

Mensagem por CHarritO » 24 Out 2020, 23:46

https://g1.globo.com/sc/santa-catarina/ ... vice.ghtml

Imagem

O Tribunal Especial de Julgamento aceitou na madrugada deste sábado (24) a denúncia contra o governador de Santa Catarina, Carlos Moisés (PSL), no caso do aumento salarial dado aos procuradores do estado em 2019. Com isso, ele será afastado do cargo a partir de terça-feira (27) por até 180 dias. A denúncia contra a vice-governadora, Daniela Reinehr (sem partido), foi rejeitada pelo tribunal. Por essa razão, ela assume interinamente o cargo de Moisés quando ele for afastado.


Próximos passos
- Será instaurado um julgamento contra Moisés, que deverá ser feito em até 180 dias pelo mesmo tribunal;
- Durante o afastamento, o governador perde um terço dos vencimentos, que serão devolvidos se ele for absolvido na etapa seguinte;
- Se for condenado no julgamento, Moisés perde o cargo de forma definitiva.
Ainda bem que não votei nele! :ufa:
Meus títulos e conquistas no FCH:
Moderador Global do FCH (2012 à 2014 / desde 2016)
Moderador do Meu Negócio é Futebol (2010 à 2012 / 2015 à 2016)
Eleito o 1º vencedor do Usuário do Mês - Março 2010
Campeão do Bolão da Copa do FCH (2010)
Campeão do 13º Concurso de Piadas (2011)
Bicampeão do Bolão do FCH - Brasileirão (2011 e 2012)
Campeão do Bolão do FCH - Liga dos Campeões (2011/2012)
Campeão de A Casa dos Chavesmaníacos 10 (2012)
Campeão do Foot Beting (2014)
Pentacampeão da Chapoliga (2014, 2015, 2016, 2017 e 2019)
Campeão de O Sobrevivente - Liga dos Campeões (2016/2017)
Campeão de O Sobrevivente - Copa América (2019)
Campeão do Bolão da Copa América (2019)

Avatar do usuário
E.R
Membro
Membro
Mensagens: 91017
Registrado em: 01 Fev 2009, 19:39
Programa CH: Chaves
Time de Futebol: Flamengo
Localização: Rio de Janeiro (RJ)
Curtiu: 5580 vezes
Curtiram: 2034 vezes

Política

Mensagem por E.R » 31 Out 2020, 09:44

NOTÍCIAS
https://oglobo.globo.com/brasil/com-ava ... o-24722368

Imagem

A Procuradoria-Geral da República (PGR) decidiu unificar e reabrir duas investigações sobre supostos pagamentos da empreiteira OAS ao presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM).

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Edson Fachin autorizou a solicitação e, em despacho determinou o envio dos autos à Polícia Federal para a reabertura das investigações contra o presidente da Câmara.

Dois inquéritos no STF apuraram suspeitas de repasses da OAS a Rodrigo Maia.

Um deles se baseia em trocas de mensagens entre o parlamentar e o ex-presidente da empreiteira, Léo Pinheiro.

A Polícia Federal concluiu essa investigação em 2017 e apontou a existência de indícios do crime de corrupção passiva envolvendo Rodrigo Maia, acusando-o de beneficiar a OAS em uma medida provisória em troca do recebimento de doações eleitorais.
Imagem
Imagem

Avatar do usuário
E.R
Membro
Membro
Mensagens: 91017
Registrado em: 01 Fev 2009, 19:39
Programa CH: Chaves
Time de Futebol: Flamengo
Localização: Rio de Janeiro (RJ)
Curtiu: 5580 vezes
Curtiram: 2034 vezes

Política

Mensagem por E.R » 15 Nov 2020, 18:56



:pancada:
Imagem
Imagem

Avatar do usuário
Bazzo
Membro
Membro
Mensagens: 2920
Registrado em: 08 Nov 2017, 11:08
Programa CH: Chaves
Time de Futebol: Flamengo
Curtiu: 268 vezes
Curtiram: 356 vezes

Política

Mensagem por Bazzo » 25 Nov 2020, 13:13

NOTÍCIAS
Reação da China sobre ataques de Eduardo Bolsonaro acende alerta na cúpula do governo

A reação da China aos ataques do deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) foi recebida com preocupação pela cúpula do governo.

O próprio presidente Jair Bolsonaro foi alertado por auxiliares próximos que o Brasil pode optar pelo modelo de tecnologia 5G que achar mais adequado, mas que o país sairá perdendo se criar uma crise diplomática com a China, nosso maior parceiro comercial.

A avaliação é que por ser filho do presidente, Eduardo Bolsonaro precisa ter um cuidado redobrado.

“Ele não é do governo, mas é o filho do presidente. A repercussão da fala dele é maior do que a de qualquer ministro, tanto que seria o nome para ser embaixador do Brasil nos Estados Unidos. Como bem explicou certa vez o vice-presidente Hamilton Mourão, ele não é o ‘Eduardo Bananinha", ressaltou um experiente embaixador.

Em uma rede social, Eduardo Bolsonaro se alinhou mais uma vez ao discurso do presidente americano Donald Trump e acusou o Partido Comunista Chinês de espionagem. Na postagem feita na noite de segunda-feira (23), o deputado falou sobre a adesão do Brasil à chamada Clean Network (Rede Limpa), articulada pelos Estados Unidos junto a outros países para banir a chinesa Huawei dos serviços de tecnologia 5G.

A embaixada da China no Brasil afirmou em nota divulgada nesta terça-feira (24) que as mensagens publicadas pelo deputado são “infundadas” e “solapam” a relação entre os dois países.

Ainda que o post tenha sido apagado após a repercussão, embaixadores de carreira do Itamaraty avaliam que será um erro do Brasil manter esse debate ideológico contra a China, num alinhamento automático com Donald Trump.

Apesar da tecnologia 5G ser uma prioridade para os EUA independentemente de governo, diplomatas alertam que será um erro o Brasil adotar um tom beligerante na discussão.

“O Brasil não tem o tamanho dos Estados Unidos. Para Trump, era estratégico partir para o ataque contra a China num momento de eleição por lá. Mas o Brasil só tem a perder se entrar nessa briga por ideologia”, reforçou esse embaixador.

https://g1.globo.com/politica/blog/gers ... erno.ghtml
Imagem

Avatar do usuário
Bazzo
Membro
Membro
Mensagens: 2920
Registrado em: 08 Nov 2017, 11:08
Programa CH: Chaves
Time de Futebol: Flamengo
Curtiu: 268 vezes
Curtiram: 356 vezes

Política

Mensagem por Bazzo » 03 Dez 2020, 11:07

NOTÍCIAS
Ministério Público pede ao TSE quebra de sigilos de empresário aliado de Bolsonaro

Investigação apura se houve disparo em massa de mensagens para beneficiar campanha de Bolsonaro em 2018. Defesa de Luciano Hang diz que empresário 'jamais financiou' disparos.

O vice-procurador-geral eleitoral, Renato Brill de Góes, pediu ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) a quebra dos sigilos bancário e fiscal do empresário Luciano Hang, aliado do presidente Jair Bolsonaro, e de quatro empresas.

A investigação apura se houve disparo em massa de mensagens por meio do aplicativo WhatsApp para favorecer a campanha de Bolsonaro em 2018.

Procurada, a defesa de Hang afirmou que o empresário "nada tem a esconder" e que ele "jamais financiou disparo ou impulsionou mensagens pelo WhatsApp durante a campanha eleitoral" daquele ano (leia a íntegra da nota ao final desta reportagem).

Segundo as investigações, há indícios de que Luciano Hang teria financiado e que quatro empresas teriam feito a operacionalização dos disparos.

Diante disso, Brill de Góes pediu ao TSE que quatro ações que pedem a cassação da chapa formada por Bolsonaro e Hamilton Mourão tenham andamento conjunto na Corte.

O tribunal analisa se houve impacto na eleição que possa configurar abuso de poder econômico e uso indevido de meio de comunicação social.

Para justificar o pedido ao TSE, o Ministério Público usou um relatório elaborado pelo Whatsapp segundo o qual foi identificado "comportamento anormal" com "indicativo do envio automatizado de mensagens em massa" por contas pertencentes a empresas.

"É incontroverso que o surgimento dessa relevante informação superveniente - que converge harmonicamente com os fatos narrados na representação inaugural - consiste em indícios suficientes para a revisitação da decisão de indeferimento das medidas cautelares", argumentou Brill de Góes.

Segundo o vice-procurador-geral eleitoral, “o modus operandi narrado nas peças portais dessas representações [...] guarda notória semelhança com o adotado pelo representado Luciano Hang em relação ao Facebook para impulsionamento de conteúdo, como ficou bem demonstrado em julgamento realizado por esse Tribunal Superior."

Provas não justificam cassação

O parecer enviado ao TSE afirma que as provas colhidas até o momento não justificam uma eventual cassação de Bolsonaro e Mourão, como pedem as ações.

"Pelo conjunto probatório produzido nos autos, conclui-se pela não comprovação de eventual gravidade dos ilícitos narrados, de modo a macular a legitimidade e a normalidade das eleições, o que afasta o pedido de cassação do diploma", escreveu.

"No mesmo passo, porque inexistem elementos concretos de participação ou anuência dos candidatos representados nos atos abusivos, é inviável a declaração de inelegibilidade postulada", acrescentou o Ministério Público.

Íntegra

Leia a íntegra da nota da defesa de Luciano Hang:

NOTA DE IMPRENSA

Sobre o parecer do Ministério Público Eleitoral, a Leal & Varasquim Advogados lamenta a confusão e imprecisão da Procuradoria-Geral Eleitoral ao comparar o impulsionamento realizado na página pessoal e particular do Facebook do Sr. Luciano Hang, com as condutas que lhe são falsamente imputadas de divulgação de compras de pacotes de disparos em massa de mensagens no WhatsApp.

Nestes e em outros autos, não houve qualquer produção probatória nesse sentido. Tanto é assim que por duas oportunidades, foi determinado o encerramento da instrução processual.

Resta claro o desperdício de recursos públicos na tramitação de um processo ajuizado pelo PT, que visivelmente não possui qualquer efeito prático e respaldo probatório, pois baseado exclusivamente em acusações falsas de notícias da Folha de São Paulo.

De mais a mais, esse boato de disparos no WhatsApp criado pela Folha de São Paulo foi objeto de uma ação de indenização em trâmite em Brusque Santa Catarina, a qual aguarda sentença.

Ainda que não exista uma decisão pelo Poder Judiciário, o fato é que encerrada a instrução dessa ação de indenização, a Folha de São Paulo foi incapaz de provar a falsa afirmação de que Luciano Hang teria financiado disparos de mensagens. Mais do que isso, ela confessa que essa estória surgiu de uma fonte ligada ao Partido dos Trabalhadores (agremiação política antagônica ao candidato eleito e atual presidente da república).

Em uma imprensa séria e independente, essa circunstância, aliada a absoluta falta de provas, seria suficiente para descredibilizar o relato. Porém, infelizmente não foi isso que ocorreu.

Quanto à quebra dos sigilos bancários e fiscal, o Sr. Luciano nada tem a esconder, pois está ciente de suas condutas e jamais financiou disparo ou impulsionou mensagens pelo WhatsApp durante a campanha eleitoral de 2018.


https://g1.globo.com/politica/noticia/2 ... naro.ghtml
Imagem

Responder