Fórum Portal Vídeos Guia de Episódios Sobre



Todos os horários são GMT - 3 horas [ DST ]


Portal Chespirito



Criar novo tópico Responder  [ 610 mensagens ]  Ir para página Anterior  1 ... 35, 36, 37, 38, 39, 40, 41  Próximo
  Exibir página para impressão

Re: Economia
Autor Mensagem
MensagemEnviado: 24 Nov 2017, 12:33 
Offline
Avatar do usuário
Membro

Registrado em: 04 Dez 2011, 23:00
Mensagens: 28154
Curtiu: 2586 vezes
Foi curtido: 1674 vezes
Programa CH: Chaves
Time de Futebol: Palmeiras
Chacoalhão. A apresentação pessimista do economista Marcos Lisboa, do Insper, no jantar oferecido pelo presidente Temer aos deputados da sua base de apoio, ontem, tinha como título “A janela está se fechando”.
COLUNA DO ESTADÃO / ESTADÃO


Voltar ao topo
 Perfil  
 

Re: Economia
MensagemEnviado: 01 Dez 2017, 20:25 
Offline
Avatar do usuário
Membro

Registrado em: 04 Dez 2011, 23:00
Mensagens: 28154
Curtiu: 2586 vezes
Foi curtido: 1674 vezes
Programa CH: Chaves
Time de Futebol: Palmeiras
Imagem
Otimismo com a economia tem pior índice em 8 anos
A expectativa no governo federal é de que a melhora lenta da atividade econômica – incluindo os indicadores de crescimento, renda e emprego – se transforme em um ativo eleitoral para impulsionar um candidato governista na disputa presidencial do próximo ano, mas só 21% preveem mais prosperidade no ano que vem; 86% consideram governo corrupto.
http://politica.estadao.com.br/noticias ... 0002103745


Voltar ao topo
 Perfil  
 

Re: Economia
MensagemEnviado: 19 Dez 2017, 21:10 
Offline
Avatar do usuário
Membro

Registrado em: 04 Dez 2011, 23:00
Mensagens: 28154
Curtiu: 2586 vezes
Foi curtido: 1674 vezes
Programa CH: Chaves
Time de Futebol: Palmeiras
Climão. A comissão especial da Câmara que discute a regulamentação dos bitcoins avalia se destitui o relator, Expedito Neto (PSD-RO), ou se vota um relatório alternativo. O deputado atropelou as discussões e apresentou seu parecer contra a moeda virtual. “Um relatório opressor, analógico e atrasado”, classificou o deputado Thiago Peixoto (PSD-GO).
COLUNA DO ESTADÃO / ESTADÃO


Voltar ao topo
 Perfil  
 

Re: Economia
MensagemEnviado: 29 Dez 2017, 19:43 
Offline
Avatar do usuário
Membro

Registrado em: 04 Dez 2011, 23:00
Mensagens: 28154
Curtiu: 2586 vezes
Foi curtido: 1674 vezes
Programa CH: Chaves
Time de Futebol: Palmeiras
Na onda. O governo Alckmin assinou protocolo de intenção com a empresa CG/LA Infrastructure para estudar a possibilidade de utilização de criptomoedas para financiar projetos de infraestrutura no Estado. A parceria não envolve custo.

Tem mais. O acordo também prevê a possibilidade de adoção da tecnologia blockchain, que dá apoio ao Bitcoin, como ferramenta de implantação e acompanhamento de projetos na área de iluminação pública.
COLUNA DO ESTADÃO / ESTADÃO


Voltar ao topo
 Perfil  
 

Re: Economia
MensagemEnviado: 12 Jan 2018, 06:24 
Offline
Avatar do usuário
Membro

Registrado em: 01 Fev 2009, 20:39
Mensagens: 73168
Localização: Rio de Janeiro (RJ)
Curtiu: 4472 vezes
Foi curtido: 1111 vezes
Programa CH: Chaves
Time de Futebol: Flamengo
http://www.valor.com.br/brasil/5254883/defasagem-no-imposto-de-renda-esta-em-884-diz-sindifisco

O Orçamento de 2018 deixou de incluir um reajuste na tabela do Imposto de Renda de Pessoa Física (IRPF) e, com isso, a defasagem nos números deve aumentar ainda mais. De acordo com estudo do Sindicato Nacional dos Auditores Fiscais da Receita Federal (Sindifisco Nacional), a diferença entre os dados vigentes e aqueles que deveriam vigorar considerando a inflação acumulada já chega a 88,4%.

A defasagem calculada pela entidade considera o período acumulado desde 1996, quando houve a conversão da tabela para Reais, e representa a média dos percentuais registrados nas cinco faixas de renda. O sindicato afirma que a correção pela inflação livraria, por exemplo, todo trabalhador que ganha até R$ 3.556,56 mensais de reter imposto na fonte.

Hoje, esse benefício chega apenas aos contribuintes que ganham até R$ 1.903,98.

Para a Sindifisco, a diferença pune as camadas de mais baixa renda.

Segundo o sindicato, o último reajuste na tabela do imposto foi em 2015. "Ao se apossar daquilo que não tem direito, o governo achata a renda do trabalhador. Obriga-o a pagar mais imposto, dinheiro que poderia ser mais bem aplicado na poupança, no aprimoramento da formação educacional, no consumo", afirmou Cláudio Damasceno, presidente do Sindifisco.

De acordo com o estudo da entidade, todas as demais faixas obrigam o contribuinte a pagar mais imposto de renda do que deveria.

E, de acordo com o sindicato, o problema também está presente nos descontos permitidos no imposto de renda.

O abatimento por dependente, por exemplo, de R$ 189,59 ao mês (o que representa R$ 2.275,08 ao ano), deveria ser de R$ 357,19 ao mês (R$ 4.286,28 ao ano). Já com educação, o desconto corrigido chegaria a R$ 6.709,90 - mas, pela tabela de 2017, o teto foi de R$ 3.561,50.

A Receita Federal confirma que o ano de 2018 - assim como ocorreu em 2016 e 2017 - não deve ter reajuste. "No Orçamento aprovado pelo Congresso Nacional, não está prevista a correção da tabela", informou o Fisco. De acordo com o órgão, não havia uma medida legal para a correção dos números na época do envio do projeto de Orçamento aos parlamentares.

Para o Sindifisco, a correção representa "tão somente uma obrigação do governo de manter a mesma carga tributária de um exercício para outro". "A não correção ou sua correção parcial em relação à inflação aumenta a carga tributária e penaliza de maneira mais acentuada o contribuinte de menor renda", diz a entidade.

O Sindifisco defende a atualização pelo índice integral da inflação. "A correção busca um estado de maior justiça fiscal, evitando o aumento da regressividade de nossa tributação, fator este um indutor das desigualdades sociais", diz a entidade nas conclusões do estudo divulgado.

_________________
Imagem
Imagem


Voltar ao topo
 Perfil  
 

Re: Economia
MensagemEnviado: 12 Jan 2018, 20:17 
Offline
Avatar do usuário
Membro

Registrado em: 04 Dez 2011, 23:00
Mensagens: 28154
Curtiu: 2586 vezes
Foi curtido: 1674 vezes
Programa CH: Chaves
Time de Futebol: Palmeiras
Sem rumo. Após o rebaixamento do Brasil na nota da agência internacional de risco Standard & Poor’s, o articulador político do governo, Carlos Marun, mandou recado aos deputados: “Continuem fingindo que a Previdência não é necessária para vermos onde vamos parar”.

Empurra-empurra. A decisão da S&P acirrou ainda mais os ânimos entre os presidenciáveis Maia e Henrique Meirelles (Fazenda). Enquanto a agência culpou o Congresso pelo rebaixamento, deputados jogaram a responsabilidade para a equipe econômica.

Boicote. Como punição, parlamentares chegaram a ameaçar retaliar o governo na votação da Previdência.

CLICK. Um dia antes de ter a nota do País rebaixada, a Fundação Ulysses Guimarães, do MDB, comemorava o índice de inflação em 2,95% com o famoso bordão de Lula.

Imagem
Divulgação MDB
COLUNA DO ESTADÃO / ESTADÃO


Voltar ao topo
 Perfil  
 

Re: Economia
MensagemEnviado: 23 Mar 2018, 20:15 
Offline
Avatar do usuário
Membro

Registrado em: 01 Fev 2009, 20:39
Mensagens: 73168
Localização: Rio de Janeiro (RJ)
Curtiu: 4472 vezes
Foi curtido: 1111 vezes
Programa CH: Chaves
Time de Futebol: Flamengo
https://g1.globo.com/economia/noticia/trump-anuncia-medidas-contra-importacoes-da-china.ghtml

Donald Trump, anunciou nesta quinta-feira (22) medidas comerciais contra a China.

O presidente dos Estados Unidos assinou um memorando que poderá levar o país a impor tarifas sobre US$ 60 bilhões em produtos de tecnologia importados da China, por suposto roubo de propriedade intelectual.

"Nós vamos fazer uma seção 301, que é uma ação comercial. E isso pode ser da ordem de US$ 60 bilhões. Mas isso é apenas uma fração do que estamos falando”, disse Donald Trump, lembrando que o déficit dos Estados Unidos com a China é de cerca de US$ 500 bilhões por ano.

A medida dos EUA é composta por três ações :

. tarifas de importação contra produtos chineses
. disputa na OMC
. restrições de investimento

Lista de produtos tarifados

A primeira delas, a imposição de tarifas de importação, será aplicada a uma lista de produtos que será publicada dentro de 15 dias pelo governo americano.

De acordo com o memorando assinado, haverá um período de consulta de 60 dias antes da imposição de uma ação concreta contra a China.

Nesse período, as autoridades chinesas poderão negociar com as americanas e os setores da indústria americana poderão fazer suas proposições sobre quais serão os produtos tributados.

OMC e restrição a capital chinês

O memorando também prevê que os Estados Unidos iniciem um processo na Organização Mundial do Comércio (OMC) para combater o que foi classificado como "práticas discriminatórias de licenciamento de tecnologia".

A últimas das sanções contra a China é a limitação de aporte de capital chinês em indústrias e tecnologias dos EUA que o governo considerar importantes.

Déficit e propriedade intelectual

A seção 301 usada por Donald Trump para iniciar uma "guerra comercial" com a China já é usada para investigar outro importante bloco econômico.

A União Europeia é averiguada desde 2016 por conta de sua decisão de banir a importação de alguns tipos de carne bovina.

Entre os argumentos usados por Trump para retaliar a China estão o déficit comercial com o país e também um suposto roubo de propriedade intelectual pela China.

Segundo os Estados Unidos, as políticas de transferência de propriedade intelectual do governo da China são uma clara estratégia para o país liderar em tecnologias avançadas.

Segundo ele, o déficit dos Estados Unidos com a China está "fora de controle" e é da ordem de US$ 504 bilhões.

O cálculo de Trump é controverso. Pequim estima que o superávit da China é de US$ 275,8 bilhões, enquanto Washington estima o déficit americano com a China em US$ 375 bilhões.

"Independentemente do cálculo, é o maior déficit de qualquer país da história no mundo. Está fora de controle", disse Trump antes de assinar o memorando.

_________________
Imagem
Imagem


Voltar ao topo
 Perfil  
 

Re: Economia
MensagemEnviado: 26 Mar 2018, 15:42 
Offline
Avatar do usuário
Moderador

Registrado em: 14 Nov 2012, 00:45
Mensagens: 5614
Localização: Casa da tia Luisa
Curtiu: 47 vezes
Foi curtido: 515 vezes
Programa CH: Chespirito
Time de Futebol: Jogo do Contente F.C.
O cara dando um tiro no próprio pé. Logo vai recorrer a guerra pra recuperar a economia dos EUA.

_________________
Imagem

PODEM ME CHAMAR DE POLIANA, POR ACHAR A VIDA TÃO BACANA<3

http://conteudo.imguol.com.br/c/entretenimento/2015/03/30/paulina-bracho-a-gemea-boa-de-a-usurpadora-1427746604702_320x200.jpg


Voltar ao topo
 Perfil  
 

Re: Economia
MensagemEnviado: 27 Mar 2018, 22:19 
Offline
Avatar do usuário
Membro

Registrado em: 04 Dez 2011, 23:00
Mensagens: 28154
Curtiu: 2586 vezes
Foi curtido: 1674 vezes
Programa CH: Chaves
Time de Futebol: Palmeiras
Marina Silva diz que não defenderá mais independência do BC
"O programa de 2014 foi um programa mediado numa coligação. Eu e o Eduardo Giannetti defendíamos que essa independência do Banco Central não fosse institucionalizada", disse Marina a jornalistas.
https://www.em.com.br/app/noticia/polit ... o-bc.shtml


Voltar ao topo
 Perfil  
 

Re: Economia
MensagemEnviado: 07 Abr 2018, 22:33 
Offline
Avatar do usuário
Membro

Registrado em: 01 Fev 2009, 20:39
Mensagens: 73168
Localização: Rio de Janeiro (RJ)
Curtiu: 4472 vezes
Foi curtido: 1111 vezes
Programa CH: Chaves
Time de Futebol: Flamengo
http://www.valor.com.br/internacional/5434687/trump-ameaca-taxar-mais-us-100-bi-em-produtos-chineses

O presidente americano, Donald Trump, disse ter pedido ao Escritório do Representante Comercial do EUA (USTR) para considerar tarifas adicionais que afetariam US$ 100 bilhões em importações chinesas.

"À luz da retaliação injusta da China, instruímos o USTR a considerar se US$ 100 bilhões em tarifas adicionais seriam apropriados, segundo a seção 301, e, em caso afirmativo, identificar os produtos sobre os quais impor tais tarifas", disse Donald Trump, em comunicado divulgado ontem pela Casa Branca.

O representante comercial dos Estados Unidos, Robert Lighthizer, disse que qualquer tarifa adicional não poderia entrar em vigor até que o processo de audiência pública seja completado. O presidente americano disse ainda ter instruído a Secretaria de Agricultura para implementar um plano para proteger agricultores americanos.

O setor agrícola foi um dos mais mais prejudicados com a retaliação de Pequim à decisão americana de impor tarifas a US$ 50 bilhões em produtos chineses.

_________________
Imagem
Imagem


Voltar ao topo
 Perfil  
 

Re: Economia
MensagemEnviado: 09 Abr 2018, 04:57 
Offline
Avatar do usuário
Membro

Registrado em: 01 Fev 2009, 20:39
Mensagens: 73168
Localização: Rio de Janeiro (RJ)
Curtiu: 4472 vezes
Foi curtido: 1111 vezes
Programa CH: Chaves
Time de Futebol: Flamengo
O ESTADO DE S.PAULO

Decisões e omissões dos Poderes Legislativo e Judiciário, algumas com a conivência ou a concordância do Poder Executivo, minam o declarado esforço do governo pelo ajuste das finanças públicas e oneram os contribuintes em dia com suas obrigações perante o Fisco.

Decisão do Congresso Nacional de derrubar vetos do presidente da República a dois projetos que concedem generosos benefícios a contribuintes em atraso, por exemplo, implicará quebra de receita inicialmente estimada em R$ 13 bilhões.

A não apreciação pelo Supremo Tribunal Federal (STF) da constitucionalidade da medida provisória (MP) que adiava o reajuste dos servidores públicos e criava contribuição previdenciária adicional para ativos e inativos do governo federal, de sua parte, resultará na caducidade da MP, com impacto que pode superar R$ 7 bilhões na execução orçamentária deste ano.

Já difícil, o cumprimento das metas fiscais de 2018 exigirá apertos financeiros adicionais.

Na terça-feira passada, o Congresso Nacional derrubou vetos parciais ou totais do presidente da República a três projetos. Com isso, foi restabelecido integralmente o projeto que parcela dívidas tributárias de micro e pequenas empresas (que ficara conhecido como o Refis da Micro) e o que cria condições favoráveis para o refinanciamento de dívidas com o Funrural.

Esses dois projetos faziam parte dos temas negociados pelo governo para assegurar a aprovação da reforma da Previdência. Com o adiamento dessa reforma, o governo não teria mais interesse neles, especialmente por seu impacto nas contas públicas, por isso o presidente Michel Temer vetou os itens mais prejudiciais ao ajuste fiscal.

Seria de esperar que, no mínimo por coerência com seu compromisso com a austeridade financeira, o Executivo agisse para evitar a derrubada do veto. Estranhamente, porém, surgiram indicações de que o Palácio do Planalto concordou com a derrubada dos vetos, apesar da resistência da área econômica por causa do óbvio impacto fiscal negativo que isso provocará.

No caso do Refis das micro e pequenas empresas – que agora terão direito a parcelar sua dívida tributária com desconto de até 90% dos juros e 70% das multas –, perdem os contribuintes que cumprem com rigor suas obrigações fiscais, mas ganham politicamente os que mais batalharam pela medida, como o ex-ministro Guilherme Afif Domingos, presidente do Sebrae.

Estão seriamente ameaçadas outras medidas de ajuste das contas do governo federal, para que seja cumprido o objetivo de manter o déficit primário dentro do limite fixado para este ano em R$ 159 bilhões.

A Medida Provisória 805, de 30 de outubro, de sua parte, que se destinava a prorrogar de janeiro de 2019 para janeiro de 2020 os reajustes para diferentes categorias de servidores públicos federais, a rever as alíquotas de contribuição dos servidores ativos (seriam estabelecidas alíquotas de 11% e 14%) e a aumentar para 14% a contribuição dos servidores aposentados e pensionistas.

Mas sua vigência foi suspensa em dezembro por decisão liminar do ministro do STF Ricardo Lewandowski.

Aguardava-se a decisão do plenário do STF, mas o tema não foi incluído na pauta da Corte. Não foi preciso nenhum esforço para deixar a MP perder validade.

_________________
Imagem
Imagem


Voltar ao topo
 Perfil  
 

Re: Economia
MensagemEnviado: 23 Mai 2018, 02:00 
Offline
Avatar do usuário
Membro

Registrado em: 01 Fev 2009, 20:39
Mensagens: 73168
Localização: Rio de Janeiro (RJ)
Curtiu: 4472 vezes
Foi curtido: 1111 vezes
Programa CH: Chaves
Time de Futebol: Flamengo

_________________
Imagem
Imagem


Voltar ao topo
 Perfil  
 

Re: Economia
MensagemEnviado: 23 Mai 2018, 21:07 
Offline
Avatar do usuário
Membro

Registrado em: 01 Fev 2009, 20:39
Mensagens: 73168
Localização: Rio de Janeiro (RJ)
Curtiu: 4472 vezes
Foi curtido: 1111 vezes
Programa CH: Chaves
Time de Futebol: Flamengo
https://g1.globo.com/economia/noticia/petrobras-anuncia-reducao-de-10-no-diesel.ghtml

O presidente da Petrobras, Pedro Parente, anunciou na noite desta quarta-feira (23) a redução de 10% no diesel nas refinarias e disse que vai manter a redução por 15 dias.

A redução representa menos R$ 0,26 no litro do diesel.

"É uma medida de caráter excepcional. Não representa uma mudança de política de preço da empresa", disse Pedro Parente em entrevista coletiva. "São 15 dias para que o governo converse com os caminhoneiros."

_________________
Imagem
Imagem


Voltar ao topo
 Perfil  
 

Re: Economia
MensagemEnviado: 24 Mai 2018, 14:53 
Offline
Avatar do usuário
Moderador

Registrado em: 02 Fev 2009, 13:40
Mensagens: 49273
Localização: Indaial/SC
Curtiu: 253 vezes
Foi curtido: 822 vezes
Programa CH: Chaves
Time de Futebol: Palmeiras
Por aqui a gasolina chegou a ultrapassar a marca dos R$ 5,00!!! Absurdo. <_<

Em Brasília chegou à R$ 9,99! :o

_________________
Meus títulos e conquistas no FCH:

Moderador Global do FCH (2012 à 2014 / desde 2016)
Moderador do Meu Negócio é Futebol (2010 à 2012 / 2015 à 2016)
Eleito o 1º vencedor do Usuário do Mês - Março 2010
Campeão do Bolão da Copa do FCH 2010
Campeão do 13º Concurso de Piadas 2011
Bicampeão do Bolão do FCH - Brasileirão (2011 e 2012)
Campeão do Bolão do FCH - Liga dos Campeões (2011/2012)
Campeão de A Casa dos Chavesmaníacos 10 (2012)
Campeão do Foot Beting (2014)
Tetracampeão da Chapoliga (2014, 2015, 2016 e 2017)
Campeão de O Sobrevivente - Liga dos Campeões (2016/2017)


Voltar ao topo
 Perfil  
 

Re: Economia
MensagemEnviado: 24 Mai 2018, 14:59 
Online
Avatar do usuário
Moderador

Registrado em: 12 Dez 2009, 23:54
Mensagens: 16242
Localização: Jaboatão - PE
Curtiu: 2957 vezes
Foi curtido: 783 vezes
Programa CH: Chaves
Time de Futebol: Sport
Aqui onde eu moro tem posto que tá a mais de R$ 6,00 :unsure:


Voltar ao topo
 Perfil  
 

Exibir mensagens anteriores:  Ordenar por  
Criar novo tópico Responder  [ 610 mensagens ]  Ir para página Anterior  1 ... 35, 36, 37, 38, 39, 40, 41  Próximo

Todos os horários são GMT - 3 horas [ DST ]


Quem está online

Usuários navegando neste fórum: Nenhum usuário registrado e 2 visitantes


Enviar mensagens: Proibido
Responder mensagens: Proibido
Editar mensagens: Proibido
Excluir mensagens: Proibido

Procurar por:
Ir para: