Mundo

Espaço para debates sobre assuntos que não sejam relacionados a Chespirito, como cinema, política, atualidades, música, cotidiano, games, tecnologias, etc.
Avatar do usuário
@EA
Membro
Membro
Mensagens: 6923
Registrado em: 30 Mar 2010, 23:47
Programa CH: Chapolin
Time de Futebol: São Paulo
Localização: Via Láctea
Curtiu: 545 vezes
Curtiram: 415 vezes

Re: Debates sobre política internacional

Mensagem por @EA » 12 Fev 2011, 13:40

Scopel escreveu:
CHarritO escreveu:A casa caiu p/ Mubarak. Photobucket
Sim, agora ele infelizmente terá de passar o resto de sua vida gastando a fortuna de 40 bilhões em nome de sua família, no exílio na Europa. Trágico.
Na verdade são 80 bilhões que ele tem na Suíça que foram bloqueados pelo país europeu. Se ele ficasse com essa grana seria o homem mais rico do mundo.
E.R escreveu:Quem vai assumir o poder no Egito é o vice-presidente ?
Não, será uma junta militar.
Agente da Coroa a serviço da Rainha


Imagem
Ouça Don Cristóvão quero avisar que a tripulação está com fome!
E por que não comem?
Porque não há comida!
E por que não há comida?
Porque acabou!
E por que acabou?
Porque comeram!
E por que comeram?
Porque tinham fome!
Tá vendo, deveriam ter esperado!



Imagem

Imagem
Imagem

Dá licença, gente! Tô passando pelo tópico!!!
Imagem

Avatar do usuário
E.R
Membro
Membro
Mensagens: 86514
Registrado em: 01 Fev 2009, 19:39
Programa CH: Chaves
Time de Futebol: Flamengo
Localização: Rio de Janeiro (RJ)
Curtiu: 5348 vezes
Curtiram: 1858 vezes

Re: Debates sobre política internacional

Mensagem por E.R » 23 Fev 2011, 02:34

Obrigado, Erik. :joinha:

--
Imagem
. Em discurso pela TV, o ditador da Líbia , Muammar Gaddafi, disse que não deixará o país e que morrerá como "mártir", se for necessário.

No poder desde 1969, Gaddafi conclamou partidários a resistir aos "ratos e mercenários" que tentam derrubá-lo. "Muammar não é presidente para renunciar, Muammar é o líder da revolução para sempre", disse. Relatos indicam que todo o leste da Líbia está sob controle de forças opositoras.

Imagem
Imagem
Imagem

Imagem
SBT, exiba os episódios perdidos mundiais do Chaves e do Chapolin !
Imagem

Avatar do usuário
Antonio Felipe
Administrador
Administrador
Mensagens: 43181
Registrado em: 29 Jan 2009, 13:37
Programa CH: Chapolin
Time de Futebol: Grêmio
Localização: Porto Alegre - RS
Curtiu: 474 vezes
Curtiram: 2326 vezes

Re: Debates sobre política internacional

Mensagem por Antonio Felipe » 23 Fev 2011, 19:10

Esse aí cai logo logo... E as convulsões sociais não param: Marrocos, Bahrein, Iemen, Jordânia, Argélia...
• Jornalista
• No meio CH desde 2003
• Um dos fundadores do Fórum Chaves. Administrador desde 2010
• Autor do livro "O Diário do Seu Madruga"
• Membro do Fã-Clube Chespirito Brasil
• Eleito pelos usuários como o melhor moderador em 2011, 2012, 2013 e 2014


Realizações no meio CH:
• Apoio na realização da etapa brasileira de América Celebra a Chespirito, em 2012
• Produção de entrevistas com Roberto Gómez Fernández, Ana de la Macorra e Ricardo de Pascual
• Entrevistei Rubén Aguirre, Edgar Vivar, Maria Antonieta de las Nieves e Carlos Villagrán
• Viabilizei a entrega da camiseta do Fórum Chaves para Chespirito
• Cobertura jornalística e de redes sociais de praticamente todos os grandes eventos e notícias CH desde 2010
• Um dos idealizadores do "Sigam-me os Bons", campanha social do Fórum e Fã-Clube
• Um dos idealizadores do Bloco Sigam-me os Bons, primeiro bloco temático CH de carnaval em São Paulo
• Apoio e participação nas turnês do Senhor Barriga, Kiko e Paty no Brasil
• Desmentido de todos os boatos envolvendo CH nos últimos anos
• Autor do furo sobre o Chaves no Multishow
• Coordenei o Projeto CH Legendado, que tornou acessível em português os inéditos de Chaves e Chapolin

Avatar do usuário
Jean Bruno
Membro
Membro
Mensagens: 379
Registrado em: 14 Fev 2009, 16:15
Programa CH: Chaves
Time de Futebol: Flamengo
Localização: Campo Grande - MS
Curtiu: 1 vez
Curtiram: 6 vezes

Re: Debates sobre política internacional

Mensagem por Jean Bruno » 23 Fev 2011, 19:35

Pergunta: qual presidente brasileiro já chamou Kadafi de "amigo e irmão":

A - ( ) Médici
B - ( ) Geisel
C - ( ) FHC
D - (X) Lula

Avatar do usuário
Scopel
Membro
Membro
Mensagens: 6701
Registrado em: 05 Fev 2009, 16:10
Programa CH: Chaves
Time de Futebol: Flamengo
Localização: Nordeste mineiro
Curtiu: 3 vezes
Curtiram: 56 vezes

Re: Debates sobre política internacional

Mensagem por Scopel » 23 Fev 2011, 20:38

Jean Bruno escreveu:Pergunta: qual presidente brasileiro já chamou Kadafi de "amigo e irmão":

A - ( ) Médici
B - ( ) Geisel
C - ( ) FHC
D - (X) Lula
Na sua opinião, por que ele não pode ser?
"Entender o Brasil não é para amadores"

X

Avatar do usuário
Chápulo
Membro
Membro
Mensagens: 3988
Registrado em: 31 Jan 2009, 23:05
Programa CH: Chespirito
Time de Futebol: Barcelona S. C.
Localização: Quito, Ecuador
Curtiu: 93 vezes
Curtiram: 41 vezes

Re: Debates sobre política internacional

Mensagem por Chápulo » 02 Mar 2011, 10:04

Muammar Gadafi - Zenga Zenga Song (Noy Alooshe REMIX)
Imagem
60*63*66*70*71*80*81*85*87*89*91*95*97*12*16


Imagem

Avatar do usuário
CHarritO
Moderador
Moderador
Mensagens: 55353
Registrado em: 02 Fev 2009, 12:40
Programa CH: Chaves
Time de Futebol: Palmeiras
Localização: Indaial/SC
Curtiu: 232 vezes
Curtiram: 957 vezes

Re: Debates sobre política internacional

Mensagem por CHarritO » 19 Mar 2011, 10:14

:brasil:
Fotos do Barack Obama em sua 1ª visita oficial ao Brasil com a primeira-dama, Michelle e as duas filhas.
Meus títulos e conquistas no FCH:
Moderador Global do FCH (2012 à 2014 / desde 2016)
Moderador do Meu Negócio é Futebol (2010 à 2012 / 2015 à 2016)
Eleito o 1º vencedor do Usuário do Mês - Março 2010
Campeão do Bolão da Copa do FCH (2010)
Campeão do 13º Concurso de Piadas (2011)
Bicampeão do Bolão do FCH - Brasileirão (2011 e 2012)
Campeão do Bolão do FCH - Liga dos Campeões (2011/2012)
Campeão de A Casa dos Chavesmaníacos 10 (2012)
Campeão do Foot Beting (2014)
Pentacampeão da Chapoliga (2014, 2015, 2016, 2017 e 2019)
Campeão de O Sobrevivente - Liga dos Campeões (2016/2017)
Campeão de O Sobrevivente - Copa América (2019)
Campeão do Bolão da Copa América (2019)

Avatar do usuário
@EA
Membro
Membro
Mensagens: 6923
Registrado em: 30 Mar 2010, 23:47
Programa CH: Chapolin
Time de Futebol: São Paulo
Localização: Via Láctea
Curtiu: 545 vezes
Curtiram: 415 vezes

Re: Debates sobre política internacional

Mensagem por @EA » 22 Mar 2011, 20:38

Chávez: capitalismo poder ter destruído vida em Marte
http://www.estadao.com.br/noticias/inte ... 5753,0.htm

O presidente da Venezuela, Hugo Chávez, é conhecido por atribuir ao capitalismo a responsabilidade por grande parte dos problemas da Terra. Hoje, ele apontou para outra parte do sistema solar para enfatizar sua opinião. Segundo Chávez, é possível que o capitalismo tenha destruído a vida em Marte.

Na televisão estatal venezuelana, o presidente da nação sul-americana declarou: "Eu sempre disse, e já ouvi dizer, que ninguém estranharia se uma civilização tivesse habitado Marte". Depois de uma pausa, ele prosseguiu: "Mas talvez o capitalismo tenha chegado lá, o imperialismo tenha chegado lá, e acabado com o planeta". Chávez fez o comentário durante um debate sobre conservação da água. Ele falou sobre Marte depois de abordar a descoberta de vestígios de água no planeta vermelho.

Depois de especular que o capitalismo pode ter sido o responsável pela destruição de alguma antiga civilização marciana, Chávez advertiu que as reservas de água doce do planeta Terra estão diminuindo. "Aqui, em lugares onde havia grandiosas florestas centenas de anos atrás ou menos que isso, hoje há desertos; onde passavam rios, hoje há desertos", lamentou o presidente venezuelano.

Guy Webster, porta-voz do Laboratório de Propulsão a Jato da agência aeroespacial norte-americana (Nasa, por suas iniciais em inglês), confirmou a descoberta de água em Marte pela expedição Phoenix Mars Lander em 2008, mas preferiu não comentar a declaração da Chávez. As informações são da Dow Jones.
Esse aí assinou o atestado de burrice. :risos:
Agente da Coroa a serviço da Rainha


Imagem
Ouça Don Cristóvão quero avisar que a tripulação está com fome!
E por que não comem?
Porque não há comida!
E por que não há comida?
Porque acabou!
E por que acabou?
Porque comeram!
E por que comeram?
Porque tinham fome!
Tá vendo, deveriam ter esperado!



Imagem

Imagem
Imagem

Dá licença, gente! Tô passando pelo tópico!!!
Imagem

Avatar do usuário
E.R
Membro
Membro
Mensagens: 86514
Registrado em: 01 Fev 2009, 19:39
Programa CH: Chaves
Time de Futebol: Flamengo
Localização: Rio de Janeiro (RJ)
Curtiu: 5348 vezes
Curtiram: 1858 vezes

Re: Debates sobre política internacional

Mensagem por E.R » 03 Abr 2011, 16:46

http://veja.abril.com.br/noticia/internacional/

Imagem

. A secretária de Estado norte-americana, Hillary Clinton, pediu que Laurent Gbagbo, ex-presidente da Costa do Marfim, deixe o poder imediatamente.

Em comunicado divulgado neste domingo, ela afirmou que os Estados Unidos estão "profundamente preocupados" com a situação do país e com os relatos do massacre que já matou cerca de 1000 pessoas. Laurent Gbagbo perdeu as eleições em novembro e resiste a deixar o poder.

Hillary disse que as forças leais ao presidente eleito Alassane Ouattara - reconhecido pela Organização das Nações Unidas como vencedor do pleito - devem respeitar as regras de guerra e parar de atacar civis. Laurent Gbagbo não é reconhecido pela comunidade internacional.

A crise instalada na Costa do Marfim já promoveu o deslocamento de um milhão de pessoas e a morte de, pelo menos, 473 marfinenses, segundo a Organização das Nações Unidas. A secretária pediu que as forças de paz da ONU protejam o povo da Costa do Marfim.
Imagem
Imagem

Imagem
SBT, exiba os episódios perdidos mundiais do Chaves e do Chapolin !
Imagem

Avatar do usuário
E.R
Membro
Membro
Mensagens: 86514
Registrado em: 01 Fev 2009, 19:39
Programa CH: Chaves
Time de Futebol: Flamengo
Localização: Rio de Janeiro (RJ)
Curtiu: 5348 vezes
Curtiram: 1858 vezes

Re: Debates sobre política internacional

Mensagem por E.R » 04 Abr 2011, 19:12

http://g1.globo.com/mundo/noticia/2011/ ... -2012.html

Imagem
. A campanha política criada para a reeleição do presidente americano, Barack Obama, lançou seu primeiro vídeo na madrugada desta segunda-feira (4), o que indica a intenção do chefe de Estado de buscar um novo mandato em 2012. "Hoje, estamos apresentando documentos para lançar nossa campanha de 2012", diz Obama em um comunicado. O primeiro vídeo não mostra o presidente americano.

Obama explicou que, asssim como seu governo e seus partidários em todo o país "lutam para proteger o progresso que conquistamos - e por fazer mais -, nós também temos que começar a nos mobilizarmos para 2012, muito antes de que chegue o momento de que eu comece a campanha a sério".

Até o momento, a Presidência havia mantido silêncio sobre as intenções de reeleição de Obama para um segundo mandato de quatro anos, mas durante as últimas semanas as referências se intensificaram. Em janeiro, um porta-voz da Casa Branca disse que a candidatura de Obama era "provável" para as eleições presidenciais de novembro de 2012.

Parte da imprensa americana indicou durante o final de semana uma possível oficialização dos planos de Obama no início da próxima semana. Segundo o jornal 'Politico', que cita "fontes democratas", Obama tinha a intenção de anunciar seus projetos a seus partidários através de mensagens de correio eletrônico, no início desta semana.

Já o 'Chicago Sun-Times', um dos jornais do antigo reduto de Obama no Illinois (norte), informou que o atual presidente americano realizaria nesta segunda-feira sua inscrição na agência federal eleitoral.

Assim como fez em 2007-2008, Obama instalará o QG de sua campanha em Chicago, e não em Washington, para restabelecer os laços com os militantes de base do partido Democrata, que deram uma contribuição determinante para a sua vitória.

Várias personalidades de grande influência que fizeram parte da equipe que levou Obama ao poder renunciaram recentemente a seus postos na Casa Branca para se juntarem à organização em Chicago. Entre eles estão o estrategista David Axelrod e Jim Messina, que dirigirá uma campanha que tentará arrecadar entre US$ 750 milhões e US$ 1 bilhão, segundo o 'Politico'.

Pesquisas de opinião mostram que os americanos se queixam da lentidão da recuperação econômica na era Obama, que registrou uma grande redução em sua popularidade, embora esta mantenha-se relativamente estável, oscilando entre 45% e 48%, segundo as sondagens. Essa queda de popularidade do presidente contribuiu para a derrota dos democratas nas eleições legislativas de novembro de 2010.

No entanto, os últimos dados sobre o desemprego mostraram na sexta-feira os níveis mais baixos em dois anos, o que poderá ajudar Obama a convencer seus eleitores sobre a eficiência de sua estratégia, contrária ao corte de gastos proposto pelos republicanos, que formam a maioria na Câmara dos Representantes após as eleições de 2010.

A tendência é que nenhum adversário de peso considerável dispute com Obama a candidatura democrata na convenção presidencial de Charlotte (Carolina do Norte, sul), no início de setembro de 2012.

Imagem

No entanto, existem especulações sobre o nome do republicano que disputará a Presidência. Até agora, apenas Tim Pawlenty, ex-governador de Minesota (norte), manifestou formalmente o seu interesse em se candidatar.

Imagem
Newt Gingrich, ex-presidente da Câmara dos Representantes, considera a possibilidade, enquanto que o ex-governador de Massachusetts (nordeste), Mitt Romney, que foi derrotado por McCain em 2008, parece decidido a se apresentar.
Imagem
Imagem

Imagem
SBT, exiba os episódios perdidos mundiais do Chaves e do Chapolin !
Imagem

Avatar do usuário
E.R
Membro
Membro
Mensagens: 86514
Registrado em: 01 Fev 2009, 19:39
Programa CH: Chaves
Time de Futebol: Flamengo
Localização: Rio de Janeiro (RJ)
Curtiu: 5348 vezes
Curtiram: 1858 vezes

Re: Debates sobre política internacional

Mensagem por E.R » 19 Abr 2011, 10:37

AFP

Imagem

. O líder cubano Fidel Castro confirmou sua renúncia à liderança máxima do Partido Comunista de Cuba (PCC), seu último alto cargo político, ao pedir para ser excluído do Comitê Central, principal órgão da formação, em um artigo publicado nesta terça-feira.

"Raúl sabia que eu não aceitaria na atualidade cargo algum no Partido", afirma Fidel, ao explicar em um texto no portal Cubadebate.cu sua "ausência" no novo Comitê Central do PCC, eleito segunda-feira pelo VI Congresso do PCC.

Fidel Castro, 84 anos, ocupava o cargo de primeiro secretário do Comitê Central do PCC - o principal no regime comunista - desde a criação do partido, o único legal em Cuba, em 1965. Seu irmão Raúl é o segundo na hierarquia e provavelmente será o sucessor.

O dirigente comunista confirmou assim o que havia afirmado em março sobre a renúncia ao comando do PCC. Fidel cedeu a Raúl a liderança em julho de 2006, em consequência de uma grave doença, mas continuos sendo chamado de primeiro secretário.

"Ele sempre foi quem me chamava de Primeiro Secretário e Comandante-em-Chefe, funções que como se sabe deleguei na Proclama divulgada quando fiquei gravemente enfermo", reiterou Fidel.

"Nunca tentei, nem podia fisicamente exercê-las, apesar de ter recuperado consideravelmente a capacidade de analisar e escrever. No entanto, ele nunca deixou de transmitir-me as ideias que projetava", completou.

Fidel destacou ter afirmado ao irmão que não desejava ser incluído na lista de candidatos ao Comitê Central, quando Raúl declarou que seria "muito duro" excluir dirigentes "que pela idade ou saúde não poderiam prestar muitos serviços ao Partido".

"Não hesitei em sugerir que não excluísse estes companheiros de tal honra, e acrescentei que o mais importante era que eu não aparecesse na lista. Penso que recebi muitas honras. Nunca pensei em viver tantos anos".

O líder comunista indicou ainda que votou ao meio-dia de segunda-feira, quando recebeu a cédula. O site Cubadebate.cu publica oito fotos de Fidel no momento.

Fidel Castro afirma ainda no artigo que a parte do discurso do irmão, de 79 anos, na abertura do Congresso sábado, que mais chamou sua atenção foi a proposta de limitar a um máximo de dois mandatos consecutivos de cinco anos o período nos cargos governistas, incluindo os de presidente do país e primeiro-secretário do PCC.

"Me agradou a ideia. É um tema sobre o qual eu meditei muito. Devo confessar que nunca me preocupei realmente com o tempo que estaria exercendo o papel de Presidente dos Conselhos de Estado e de Ministros e Primeiro Secretário do Partido", revela.

Castro, que longe do poder se dedica a ler e escrever sobre a política internacional, chegou ao poder em 1º de janeiro de 1959 com a revolução que derrubou o ditador Fulgencio Batista e desde então concentrou os poderes no governo.

Além da eleição do novo Comitê Central, os 1.000 delegados do O VI Congresso do PCC aprovaram o programa de reformas de abertura proposto pelo presidente Raúl Castro para atualizar o modelo socialista em vigor há meio século, que pretende deixar para trás o esgotado modelo ultracentralizado soviético.
Imagem
Imagem

Imagem
SBT, exiba os episódios perdidos mundiais do Chaves e do Chapolin !
Imagem

Avatar do usuário
E.R
Membro
Membro
Mensagens: 86514
Registrado em: 01 Fev 2009, 19:39
Programa CH: Chaves
Time de Futebol: Flamengo
Localização: Rio de Janeiro (RJ)
Curtiu: 5348 vezes
Curtiram: 1858 vezes

Re: Debates sobre política internacional

Mensagem por E.R » 15 Mai 2011, 12:55

http://g1.globo.com/mundo/noticia/2011/ ... stino.html

Imagem
. O líder da Liga Árabe, Amr Moussa, pediu ao presidente norte-americano, Barack Obama, que persista em seu apoio a um Estado Palestino baseado nas fronteiras de 1967, relatou a agência de notícias estatal egípcia Mena nesta sexta-feira (20).

Obama reafirmou o comprometimento dos EUA com a segurança de Israel na quinta-feira e pediu um acordo de paz que resulte em dois Estados, israelense e palestino, compartilhando a fronteira que existia antes de Israel ocupar a Cisjordânia e a Faixa de Gaza na Guerra dos Seis Dias em 1967.

'A questão palestina está no cerne da instabilidade no Oriente Médio', disse Moussa, solicitando aos Estados Unidos que ajam 'nas próximas semanas e nos próximos meses para estabelecer um Estado palestino baseado nas fronteiras de 1967 tendo Jerusalém Oriental como sua capital'.

O apoio de Obama à exigência central dos palestinos sobre as fronteiras de um futuro Estado com Israel marca uma mudança de política, mas não proporcionou medidas claras para um acordo de paz.

O primeiro-ministro israelense, Benjamin Netanyahu, disse que a proposta de Obama deixaria seu Estado 'indefensável'.

'Os interesses dos EUA estão interconectados com as profundas transformações que a região testemunha', teria dito Moussa, descrevendo a mudança como uma oportunidade para os Estados Unidos adotarem 'políticas novas e equilibradas'.

'Deve haver equilíbrio na conversa sobre segurança de todas as partes, e não somente a segurança de Israel, sem atenção com a segurança de outros', acrescentou.

Obama criticou o plano palestino de buscar o reconhecimento de seu Estado na Assembleia Geral da ONU, mas Moussa declarou nesta sexta-feira que qualquer tentativa de levar a questão palestina a fóruns internacionais é 'uma medida legítima'.

Moussa, que também almeja se tornar o próximo presidente do Egito, acolheu a promessa de Obama de apoiar as economias egípcia e tunisiana, que recentemente depuseram seus líderes.

O presidente norte-americano prometeu o perdão de 1 bilhão de dólares da dívida e outras formas de apoio econômico para o Egito, cuja economia foi duramente golpeada pelo levante que afastou turistas e investidores.
Imagem
Imagem

Imagem
SBT, exiba os episódios perdidos mundiais do Chaves e do Chapolin !
Imagem

Avatar do usuário
E.R
Membro
Membro
Mensagens: 86514
Registrado em: 01 Fev 2009, 19:39
Programa CH: Chaves
Time de Futebol: Flamengo
Localização: Rio de Janeiro (RJ)
Curtiu: 5348 vezes
Curtiram: 1858 vezes

Re: Debates sobre política internacional

Mensagem por E.R » 22 Mai 2011, 14:41

http://g1.globo.com/mundo/noticia/2011/ ... tinos.html

Imagem
. Em discurso realizado em Washington neste domingo (22), o presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, defendeu a solução de dois estados, um ao povo judeu e outro aos palestinos, acrescentando que vai investir o que puder na segurança de Israel. O discurso foi realizado no Comitê de Assuntos Públicos EUA-Israel.

Obama voltou a defender a posição de seu discurso sobre o mundo árabe, de um estado palestino baseado nas fronteiras anteriores a 1967, mas disse que as fronteiras resultantes não serão iguais às daquela época, mas apenas baseadas nelas. Ele afirmou que uma solução só será alcançada após negociação e concessões dos dois lados.

"Por definição, isso significa que as partes vão negociar uma fronteira diferente que a que existia em 4 de junho de 1967", disse.

Obama afirmou, ainda, que fornecerá as mais avançadas tecnologias para defender Israel. "Nos mantivemos firmes no apoio à segurança de Israel e precisamos, por causa desse compromisso, trabalhar para avançar com o processo de paz de Israel com os palestinos (...). Essas questões só podem ser avançadas com a conversa direta entre os dois lados", disse.

O presidente dos EUA também reforçou o esforço do país em “evitar que o Irã consiga fazer armas nucleares”. “Os EUA impuseram as mais piores e duras sanções contra o regime iraniano (...) Vamos aumentar essa pressão".

Obama fez questão de lembrar o discurso que fez na quinta-feira (19), quando disse esperar que mais líderes deixem o poder no mundo árabe, depois das quedas dos regimes ditatoriais de Tunísia e Egito.

Na quinta, ele reafirmou o compromisso americano em promover as reformas e a transição para a democracia na região, criticou o uso da violência na repressão aos protestos, e pediu que Israel e palestinos façam concessões para a criação de um Estado Palestino, nas fronteiras anteriores a 1967 e desmilitarizado.

Neste domingo, ele explicou que o que quis dizer na quinta é que "os EUA acreditam que as negociações deveriam resultar em dois estados com fronteiras permanentes".

O premiê de Israel, Benjamin Netanyahu descartou a criação do Estado Palestino com as fronteiras anteriores a 1967, como pediu Obama.

Neste domingo, Obama afirmou, ainda, que "a situação do jeito que está no Oriente Médio não permite adiamento".

"Como amigo de Israel, estou comprometido a fazer minha parte (...) Se a história de Israel nos ensina alguma coisa, é que a paz e possível", disse.

Ele pediu que o Hamas "reconheça o direito de Israel de existir" e "rejeite a violência". Ele disse também que voto da Organização das Nações Unidas (ONU) nunca criará um Estado palestino.
Imagem
Imagem

Imagem
SBT, exiba os episódios perdidos mundiais do Chaves e do Chapolin !
Imagem

Avatar do usuário
Lucas_Panurge
Membro
Membro
Mensagens: 188
Registrado em: 01 Fev 2009, 13:44
Programa CH: Chaves
Time de Futebol: Paysandu Sport Club
Localização: Belém-PA
Curtiu: 1 vez
Curtiram: 0

Re: Debates sobre política internacional

Mensagem por Lucas_Panurge » 23 Mai 2011, 11:40

Quando vão entender que o problema dos sírios bicões, digo, palestinos, não é com território, e sim em limar os judeus da história? Território eles tiveram a oportunidade quando a Inglaterra doou um território dela a eles, mas recusaram.

Avatar do usuário
Scopel
Membro
Membro
Mensagens: 6701
Registrado em: 05 Fev 2009, 16:10
Programa CH: Chaves
Time de Futebol: Flamengo
Localização: Nordeste mineiro
Curtiu: 3 vezes
Curtiram: 56 vezes

Re: Debates sobre política internacional

Mensagem por Scopel » 23 Mai 2011, 12:11

Território palestino desmilitarizado? Ou seja, não haverá Estado Palestino algum... o que adianta a independência política, até econômica, sem a soberania militar no mundo de hoje?
"Entender o Brasil não é para amadores"

X

Responder