Cassinos e Bingos

Espaço para debates sobre assuntos que não sejam relacionados a Chespirito, como cinema, política, atualidades, música, cotidiano, games, tecnologias, etc.

Você é contra ou a favor da legalização dos jogos de azar?

Contra
4
22%
A favor
14
78%
 
Total de votos: 18

Avatar do usuário
E.R
Membro
Membro
Mensagens: 90974
Registrado em: 01 Fev 2009, 19:39
Programa CH: Chaves
Time de Futebol: Flamengo
Localização: Rio de Janeiro (RJ)
Curtiu: 5579 vezes
Curtiram: 2032 vezes

Legalização de jogos de azar

Mensagem por E.R » 23 Jun 2020, 23:11

NOTÍCIAS
https://chicoterra.com/2020/06/23/conhe ... las-vegas/

Las Vegas, Nevada, cidade que é considerada a capital mundial dos cassinos, atrai milhares de turistas todos os anos.

Recentemente os cassinos reabriram ao público após meses fora de funcionamento por conta da crise que assola o mundo.

Desde o início do mês, o ambiente dentro das casas de jogos e hospedagem estão muito diferentes, uma vez que os estabelecimentos devem seguir diversas normas de segurança novas.

Um dos cassinos mais famosos de Las Vegas, City Time, divulgou uma lista com as novas diretrizes que estão sendo aplicadas nos cassinos de Nevada.

Lista de novas diretrizes

1 – Uso de Máscaras

O uso de máscaras de proteção vem sendo implementado desde o início da quarentena, pois desde então utilizar o equipamento de proteção em público tornou-se um consenso. E, apesar do uso não ser obrigatório, muitos estabelecimentos em Nevada oferecem máscaras gratuitas no momento em que seus hóspedes fazem o check-in.

2 – Número limitado de pessoas

Os jogos de mesa coletivo, como o poker, blackjack, roleta, dentre outros, terão o número de jogadores limitados até que se possa voltar a normalidade. Por enquanto, quem se interessa por variações do jogo da roleta pode recorrer às versões online para se divertir sem restrições adicionais e com proteção extra. A Caesars Entertainment segue as regras de segurança estabelecidas pelo estado, que são :

. Três jogadores por vez nas mesas de blackjack, carnival e pai gow;
. Seis players por mesa de craps;
. No máximo quatro jogadores por mesa de poker ou roleta;
. As pessoas não poderão ficar ao redor dos jogadores durante as partidas de qualquer jogo;
. Os itens utilizados durante os jogos, como: dados, fichas, cartas, etc. Serão higienizados frequentemente;
. Os croupiers cederão álcool em gel ou outro desinfetante disponível, para os players higienizarem suas mãos sempre que chegarem às mesas.

3 – Sem cobrança por estacionamento

Com o intuito de atrair visitantes, muitos cassinos estão deixando de cobrar taxas pelo estacionamento.

4 – Sem salas de Poker

Infelizmente, as salas de poker do Caesars Palace, Wynn Resorts e MGM Resorts International não funcionaram no dia de reabertura dos cassinos.
Imagem
Imagem

Victor235
Membro
Membro
Mensagens: 38503
Registrado em: 04 Dez 2011, 22:00
Programa CH: Chaves
Time de Futebol: Palmeiras
Curtiu: 3639 vezes
Curtiram: 3086 vezes

Legalização de jogos de azar

Mensagem por Victor235 » 24 Jun 2020, 00:12

Nossa, extremamente necessário frequentar cassinos agora.
"Se aproveitaram da minha astúcia" - VELOSO, Caetano

Avatar do usuário
E.R
Membro
Membro
Mensagens: 90974
Registrado em: 01 Fev 2009, 19:39
Programa CH: Chaves
Time de Futebol: Flamengo
Localização: Rio de Janeiro (RJ)
Curtiu: 5579 vezes
Curtiram: 2032 vezes

Legalização de jogos de azar

Mensagem por E.R » 26 Out 2020, 02:53

NOTÍCIAS
https://www1.folha.uol.com.br/mercado/2 ... dada.shtml

A possibilidade de legalização dos jogos de azar voltou a ser debatida no Senado, desta vez como uma possível alternativa para bancar o Renda Cidadã, programa que deve substituir o Bolsa Família.

No Senado Federal, já há um projeto pronto para votação em plenário, de autoria de Ciro Nogueira (PP), que permite a exploração dos chamados jogos de fortuna, on-line ou presenciais.

O projeto de Ciro Nogueira inclui a legalização de cassinos em complexos integrados de lazer.

Agora, o senador Ângelo Coronel (PSD), que é relator de um outro projeto sobre o tema, de autoria do senador Roberto Rocha (PSDB), defende que parte dos impostos arrecadados com o sistema de jogos possa ser usado para custear o novo programa de renda social do governo, o Renda Cidadã.

A ideia de Ângelo Coronel é incluir, entre os jogos que teriam liberação para funcionarem no país, além dos cassinos outros jogos mais imediatos, como bingos, caça niqueis e ainda o jogo do bicho.

Segundo o senador, a legalização de jogos que demandam uma estrutura menor para funcionamento poderia gerar, a curto prazo, uma renda ao governo de R$ 50 bilhões ao ano.

A pedido de Roberto Rocha, os dois projetos vão tramitar de forma conjunta, em uma tentativa de que a votação da proposta possa ser acelerada. O relatório único caberá ao senador Ângelo Coronel.

“O dinheiro imediato aos cofres públicos seria por meio bingos, caça níquel, jogo do bicho. Ali podemos ter uma receita mais imediata. Cassino demora mais porque precisa de mais estrutura. Essa seria uma saída para solucionar a falta de recurso a curto e longo prazo”, diz o senador.

Pelos cálculos de Ângelo Coronel, a legalização dos jogos poderia ainda gerar cerca de 700 mil empregos diretos e outros 600 mil indiretos.

Para bancar o Renda Cidadã, a equipe do governo federal busca cerca de R$ 20 bilhões extras no orçamento. O governo estima que 8 milhões de pessoas devem ficar sem auxílio no início do ano, caso o programa não seja criado.

Com essa verba, a ideia é ampliar a cobertura das transferências de renda a famílias na linha de pobreza e extrema pobreza, além de aumentar o valor do benefício mensal. É exatamente neste argumento que Ângelo Coronel espera conseguir o apoio do governo.

O relatório do senador deve ser finalizado no início de novembro, quando ele pretende entregar em mãos a proposta ao ministro da Economia, Paulo Guedes.

Os dois já conversaram informalmente sobre o assunto e, embora o tema seja considerado polêmico, Ângelo Coronel acredita que possa conseguir apoio do governo para a votação.

“O Paulo Guedes disse que minha ideia era ousada, mas ele foi simpático. A única solução para ter dinheiro para o renda é essa [legalização dos jogos]”, diz.
Imagem
Imagem

Avatar do usuário
E.R
Membro
Membro
Mensagens: 90974
Registrado em: 01 Fev 2009, 19:39
Programa CH: Chaves
Time de Futebol: Flamengo
Localização: Rio de Janeiro (RJ)
Curtiu: 5579 vezes
Curtiram: 2032 vezes

Legalização de jogos de azar

Mensagem por E.R » 20 Nov 2020, 06:38

NOTÍCIAS
https://veja.abril.com.br/economia/o-jo ... -cassinos/

A era de ouro dos cassinos brasileiros aconteceu entre as décadas de 30 e 40, quando setenta deles chegaram a operar, geralmente ligados a grandes hotéis.

O cassino do Copacabana Palace foi visitado pelo cientista Albert Einstein e pelo cantor Frank Sinatra.

Nos dias de hoje, o objetivo é desenvolver o turismo, permitindo a exploração da atividade em cassinos, desde que nas dependências de resorts ou hotéis.

Mas, além disso, pode ser uma oportunidade para salvar o orçamento debilitado de prefeituras e estados.

O Ministério do Turismo defende a ocupação de cassinos em cerca de 5% dos espaços desses complexos hoteleiros e de lazer.

“Eles servirão como âncora econômica para os outros 95% de atividades nos resorts, a exemplo do que acontece em outros países. A atividade não demanda incentivos fiscais, pelo contrário, tem elevada carga tributária com média de 30% do faturamento”, afirma Marcelo Álvaro Antônio, ministro do Turismo.

A crise causada pelo novo coronavírus deu um empurrão na iniciativa, que encontra eco no Congresso. Há quatro projetos de lei em trâmite no Senado.

A ideia é transformar locais da costa do Rio de Janeiro e do Nordeste numa versão nacional do que são Las Vegas, nos Estados Unidos e Cancún, no México.

O senador Flavio Bolsonaro (Republicanos) recebeu uma proposta da prefeitura da cidade de Angra dos Reis para impulsionar o ecoturismo da região. O resort integrado com cassino seria instalado na Estação Ecológica de Tamoios, gerando empregos e impostos.

A legalização do jogo geraria cerca de 200 000 empregos no país, segundo o senador Irajá Abreu (PSD).

“A expectativa é arrecadar 18 bilhões de reais em novos impostos, que seriam divididos entre estados e municípios, em recursos livres para investimentos”, diz ele.

A proposta é endossada também pelo ministro da Economia, Paulo Guedes, pelo ministro do Desenvolvimento Regional, Rogério Marinho, e pelo presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM).
Imagem
Imagem

Avatar do usuário
E.R
Membro
Membro
Mensagens: 90974
Registrado em: 01 Fev 2009, 19:39
Programa CH: Chaves
Time de Futebol: Flamengo
Localização: Rio de Janeiro (RJ)
Curtiu: 5579 vezes
Curtiram: 2032 vezes

Legalização de jogos de azar

Mensagem por E.R » 14 Fev 2021, 04:45

NOTÍCIAS
https://noticias.r7.com/prisma/r7-plana ... s-12022021

O senador Angelo Coronel (PSD-BA) apresentará na semana que vem o relatório do projeto de lei que propõe a instalação de cassinos em resorts no país.

No relatório, Angelo Coronel irá propor a legalização não apenas de cassinos, mas também do jogo do bicho, bingo e dos caça-níqueis.

O objetivo do senador é gerar uma arrecadação de quase R$ 50 bilhões para os cofres públicos. Dessa forma, pode subsidiar programas de renda, como o Bolsa Família.

A matéria tem a autoria do senador Roberto Rocha (PSDB-MA). Pela proposta, a instalação de cassinos é liberada em resorts, especialmente aqueles em que o ganho e a perda dependam exclusiva ou principalmente de evento futuro aleatório.

Todas as modalidades de jogos a serem exploradas pelos cassinos deverão ser submetidas à aprovação do órgão do Poder Executivo, a ser definido em regulamentação. Será necessário, por parte dos interessados a operar cassinos, fazer credenciamento.
Imagem
Imagem

Avatar do usuário
E.R
Membro
Membro
Mensagens: 90974
Registrado em: 01 Fev 2009, 19:39
Programa CH: Chaves
Time de Futebol: Flamengo
Localização: Rio de Janeiro (RJ)
Curtiu: 5579 vezes
Curtiram: 2032 vezes

Cassinos e Bingos

Mensagem por E.R » 24 Fev 2021, 05:11

NOTÍCIAS
https://g1.globo.com/mundo/noticia/2021 ... lido.ghtml

A prefeitura de Atlantic City, em Nova Jersey, demoliu um edifício interditado desde 2014 onde funcionou um hotel e cassino do magnata Donald Trump, ex-presidente dos Estados Unidos.
Imagem
Imagem

Responder