Fórum Portal Vídeos Guia de Episódios Sobre



Todos os horários são GMT - 3 horas [ DST ]


Portal Chespirito Chico Rei



Criar novo tópico Responder  [ 193 mensagens ]  Ir para página Anterior  1 ... 6, 7, 8, 9, 10, 11, 12, 13  Próximo
  Exibir página para impressão

Re: Rock In Rio 7 (2017)
Autor Mensagem
MensagemEnviado: 31 Mai 2017, 10:00 
Offline
Avatar do usuário
Membro

Registrado em: 01 Fev 2009, 20:39
Mensagens: 64766
Localização: Rio de Janeiro (RJ)
Curtiu: 3561 vezes
Foi curtido: 815 vezes
Programa CH: Chaves
Time de Futebol: Flamengo
Fantasias: Não utilizo
Shows confimados :

15 de setembro de 2017 (sexta-feira)
. Ivete Sangalo
. Pet Shop Boys
. 5 Seconds of Summer
. Lady Gaga

16 de setembro de 2017 (sábado)
. Skank
. Shawn Mendes
. Fergie
. Maroon 5

17 de setembro de 2017 (domingo)
. Frejat
. Walk the Moon
. Alicia Keys
. Justin Timberlake

21 de setembro de 2017 (quinta-feira)
. Scalene
. Fall Out Boy
. Aerosmith

22 de setembro de 2017 (sexta-feira)
. Ney Matogrosso + Nação Zumbi
. Alter Bridge
. Jota Quest
. Bon Jovi

23 de setembro de 2017 (sábado)
. Titãs
. Incubus
. The Who
. Guns N’ Roses

24 de setembro de 2017 (domingo)
. 30 Seconds To Mars
. Offspring
. Red Hot Chili Peppers


--

http://blogs.oglobo.globo.com/lauro-jardim/post/rock-rio-tera-menos-cariocas.html

Dos 700 mil ingressos vendidos para o Rock in Rio deste ano, apenas 35% foram para cariocas. É o menor percentual entre todas as edições do festival.

_________________
Imagem
Imagem


Voltar ao topo
 Perfil  
 

Re: Rock In Rio 7 (2017)
MensagemEnviado: 03 Jun 2017, 18:32 
Offline
Avatar do usuário
Membro

Registrado em: 01 Fev 2009, 20:39
Mensagens: 64766
Localização: Rio de Janeiro (RJ)
Curtiu: 3561 vezes
Foi curtido: 815 vezes
Programa CH: Chaves
Time de Futebol: Flamengo
Fantasias: Não utilizo
https://www.areah.com.br/vibe/entretenimento/materia/195225/1/pagina_1/rock-in-rio-2017-tera-experiencia-de-games-durante-todos-os-dias-do-evento.aspx

Os fãs de rock e games tiveram uma surpresa inesperada, mas muito bem-vinda : A CCXP - Comic Con Experience, evento de cultura pop nos moldes na San Diego Comic Con, e o Rock in Rio, um dos principais festivais de música do mundo, anunciaram a Game XP, evento de games que será realizado durante todos os dias do Rock in Rio 2017.

A atração inédita irá ocupar duas arenas olímpicas dentro da Cidade do Rock e contará com uma arena de eSports, auditórios para talk shows com profissionais dos games, disputas entre celebridades, espaço para artistas e estandes de grandes marcas com novidades e lançamentos.

O Game XP deverá ser um evento anual no Rio de Janeiro e a programação detalhada dessa primeira edição - incluindo expositores, atrações e outras surpresas - será divulgada ao longo dos próximos meses.

_________________
Imagem
Imagem


Voltar ao topo
 Perfil  
 

Re: Rock In Rio 7 (2017)
MensagemEnviado: 19 Jun 2017, 15:28 
Offline
Avatar do usuário
Membro

Registrado em: 01 Fev 2009, 20:39
Mensagens: 64766
Localização: Rio de Janeiro (RJ)
Curtiu: 3561 vezes
Foi curtido: 815 vezes
Programa CH: Chaves
Time de Futebol: Flamengo
Fantasias: Não utilizo
http://www.correiobraziliense.com.br/app/noticia/diversao-e-arte/2017/06/17/interna_diversao_arte,602943/novidades-do-rock-in-rio.shtml

O Rock in Rio retorna ao Brasil com uma edição superespecial, com uma série de novidades e, que, pela primeira vez, terá um público maior formado por pessoas de fora do Rio de Janeiro.

Neste ano, o evento será realizado em 15, 16, 17, 21, 22, 23 e 24 de setembro, no Rio de Janeiro.

Segundo dados do festival, dos 120 mil ingressos vendidos, 60% foram comprados por pessoas de outros estados. “Isso é muito bacana, porque o Rock in Rio é visto como um fato histórico, principalmente, por conta da primeira edição (em 1985). As pessoas têm a visão de que não estão indo apenas para um show. E é isso que as faz sair de seus estados para aproveitar o evento no Rio de Janeiro. Isso é uma grande responsabilidade para nós. Temos um respeito enorme pelo nosso público, por isso prezamos por uma entrega de qualidade”, afirma Roberta Medina, vice-presidente do Rock in Rio, em entrevista ao Correio.

A principal novidade deste ano é o espaço. O festival estará de casa nova e ocupará parte da Parque Olímpico, construído para os Jogos Olímpicos realizados no ano passado no Rio de Janeiro.

Com isso, a estrutura sobe de 135 mil metros quadrados para 300 mil metros quadrados. “Na outra Cidade do Rock, quando chegava o pico máximo do público, a circulação ficava mais restrita. Agora, não teremos esse problema. Terão mais banheiros, mais áreas de bares e de sombras. Vamos instalar uma estrutura específica para criar sombras. Além disso, teremos novos palcos e mais atividades”, explica Roberta.

Como já é tradição, o Rock in Rio tem como palcos principais o Mundo e o Sunset. No primeiro, estarão as grandes atrações do festival, como Lady Gaga, Maroon 5, Justin Timberlake, Aerosmith, Bon Jovi, Guns’n’Roses, Red Hot Chili Peppers e The Who. “O que rege a seleção dos artistas é o que o público quer. Buscamos pesquisas de mercado e consultamos os principais propagadores, como gravadoras, rádios, serviços de streaming e plataformas de músicas. São essas ferramentas que conseguem mapear o que o consumidor gosta e quer ver”, revela.

Roberta Medina diz que é possível comprovar isso quando o Rock in Rio anuncia atrações ligadas à música pop. “Na internet, o pessoal reclama, fica triste, mas normalmente são os primeiros dias que esgotam”, lembra. Neste ano, inclusive, as primeiras entradas a terminarem ainda no dia da abertura das vendas, em 6 de abril, foram do dia 16 de setembro, encabeçado por dois astros pop, Shawn Mendes e Fergie, além dos “roqueiros pops” dos grupos Skank e Maroon 5. O segundo dia a esgotar logo foi o da programação de 23 de setembro, que terá duas atrações que eram um desejo do idealizador Roberto Medina, pai de Roberta, as bandas Guns’N’Roses e The Who, que formam o line-up mais caro do Rock in Rio. “O The Who era uma vontade antiga do Rock in Rio. Esse é o dia de maior investimento”, conta.

Se no palco Mundo o que prevalece é a escolha do público, é no palco Sunset que o Rock in Rio encontra mais liberdade. Com direção artística de Zé Ricardo, o palco tem como característica promover encontros musicais inusitados e inéditos em sua maioria. “Há uma liberdade artística muito grande. Não se pauta por pesquisas de mercado, lá é no talento do Zé Ricardo que provoca os artistas a se expor em zonas fora do conforto. Ele os coloca em situações diferentes. Esse é o grande barato”, diz Roberta Medina. Neste ano, por exemplo, o palco Sunset promoverá encontros como do internacional Miguel e do brasileiro Emicida, de Alice Cooper e Arthur Brown, e uma série de homenagens ao samba e a João Donato, esse último formado pelo quarteto Emanuelle Araújo, Mariana Aydar, Tiê e Lucy Alves.

Entre as novidades deste ano do Rock in Rio estão as presenças de mais palcos, como o Rock Street África, em que será valorizada a música africana; o palco Eletrônico, com artistas da vanguarda da música eletrônica nacional e internacional; Street Dance, feito para apresentações de grupos de dança; e o palco da Rock District, em que artistas nacionais relembrarão grandes sucessos que já passaram pelo Rock in Rio anteriormente. Neste último, estarão artistas como Dinho Ouro Preto (do Capital Inicial) e Rogério Flausino (do Jota Quest), como Roberta adianta ao Correio.

Mais espaço será sinônimo de mais atividades. A Cidade do Rock ganhará alguns novos locais, como a Rock District, que além de um palco, terá uma espécie de calçada da fama com grandes nomes do mundo da música.

Para os amantes da gastronomia, o evento recriará o Mercado da Ribeira de Lisboa na Goumert Square, com 630 lugares para que o público passa fazer uma refeição como se estivesse em um restaurante.

Com foco no público jovem, o Rock in Rio mantém as estruturas de parque de diversão, com roda gigante e tirolesa, e ainda inclui a Digital Stage, espaço de bate-papo com youtubers, vloggers e influenciadores digitais — já estão confirmados Whinderson Nunes, Christian Figueiredo e Felipe Castanhari — e a Game XP, uma parceria entre o festival e a Comic Con Experience (CCXP). A Game XP ocupará duas arenas olímpicas com arena de games, talk-shows com produtores e estandes de grande marcas deste mercado. “O Rock in Rio estará mais interativo. Será um grande caldeirão de entretenimento. É a música que comanda, mas está a cada dia mais diversificado. É uma forma de entretenimento”, defende Roberta Medina.

_________________
Imagem
Imagem


Voltar ao topo
 Perfil  
 

Re: Rock In Rio 7 (2017)
MensagemEnviado: 28 Jun 2017, 06:26 
Offline
Avatar do usuário
Membro

Registrado em: 01 Fev 2009, 20:39
Mensagens: 64766
Localização: Rio de Janeiro (RJ)
Curtiu: 3561 vezes
Foi curtido: 815 vezes
Programa CH: Chaves
Time de Futebol: Flamengo
Fantasias: Não utilizo
http://g1.globo.com/musica/rock-in-rio/2017/noticia/rock-in-rio-rjtv-mostra-novidades-na-cidade-do-rock.ghtml

Nesse ano, o Rock in Rio tá de casa nova : o Parque Olímpico da Barra da Tijuca.

E o RJTV 1ª edição mostrou, com exclusividade, todas as novidades da Cidade do Rock.

Um das novidades é, esse ano, o festival terá a maior queima de fogos de todas as edições. Serão quatro toneladas e meia, em dezoito pontos : sobre o palco e em balsas na Lagoa de Jacarepaguá.

Nas imagens do RJTV já é possível ver o Palco Mundo ganhando forma.

Enquanto a multidão acompanha os shows, os mais corajosos vão estar na famosa tirolesa. A estrutura também já está quase pronta.

Nos sete dias de festival, duas arenas do Parque Olímpico também vão ser usadas num campeonato de game, pela primeira vez no Rock in Rio.

Uma animação em 3D mostra como vai ficar a maior Cidade do Rock já construída em 32 anos de Rock in Rio.

Além dos palcos, outras novidade : uma área gastronômica refrigerada, um bairro, o Rock District, com palco para releituras dos grandes clássicos.

A nova Cidade do Rock ficou tão grande que a equipe de reportagem do RJTV precisou usar até um carrinho para ajudar no deslocamento.

Na Rock Street, que esse ano vai homemagear a África, vão ficar dois lagos artificiais.

_________________
Imagem
Imagem


Voltar ao topo
 Perfil  
 

Re: Rock In Rio 7 (2017)
MensagemEnviado: 06 Jul 2017, 07:53 
Offline
Avatar do usuário
Membro

Registrado em: 01 Fev 2009, 20:39
Mensagens: 64766
Localização: Rio de Janeiro (RJ)
Curtiu: 3561 vezes
Foi curtido: 815 vezes
Programa CH: Chaves
Time de Futebol: Flamengo
Fantasias: Não utilizo
http://rockinrio.com/rio/pt-BR/novidades/rock-in-rio-2017-como-chegar

Como em outras edições, o acesso ao Rock in Rio em 2017 não poderá ser feito por carros particulares.

Por isso, preparamos o maior esquema de transporte já visto em uma edição do festival.

Isso quer dizer que, de cada ponto do Rio de Janeiro, incluindo rodoviária e aeroportos, será possível chegar à nova Cidade do Rock de forma simples e rápida.

Quem optar pelo transporte público vai ter ainda mais conforto com o esquema de transportes já testado e aprovado público que frequentou os Jogos Olímpicos Rio 2016.

A dobradinha Metrô + BRT é capaz de ligar o Rio de Janeiro inteiro à nova Cidade do Rock.

O BRT, em 2017, terá desembarque ainda mais perto dos portões do Rock in Rio, tornando a chegada ao evento mais ágil e prática.

Para chegar, as linhas regulares do BRT vão utilizar os corredores Transoeste, Transolimpico e Transcarioca. O sistema, que já funciona 24 horas normalmente, terá um reforço considerável no período da madrugada para atender à saída do público nos dias de evento.

Haverá ainda uma linha direta ligando a nova Cidade do Rock à estação do Metrô Rio Jardim Oceânico sem paradas.

Fruto de uma parceria inédita fechada exclusivamente para o Rock in Rio 2017, o esquema especial de funcionamento do MetrôRio vai garantir ainda mais conforto para o público que voltar da maratona do festival.

A estação Jardim Oceânico ficará aberta 24h nos sete dias de evento, sendo a melhor opção para chegar às linhas 1, 2 e 4, que funcionarão normalmente até a meia-noite, permanecendo disponíveis para desembarque dos passageiros vindos do Rock in Rio entre 00:01 e 05:00.

Para ter acesso a este serviço é preciso ter o cartão de transporte RioCard, tendo em vista que o cartão do metrô não dá acesso ao BRT.

Para utilizar as duas modalidades sem nenhum contratempo, é necessário chegar com o RioCard, cartão de integração do transporte público carioca, já carregado.


Em 2015, tinha linha de ônibus do Barra Shopping até a Cidade do Rock e outras linhas de ônibus da Cidade do Rock até a Zona Sul (na volta). Vamos ver se repetem o esquema esse ano.

_________________
Imagem
Imagem


Voltar ao topo
 Perfil  
 

Re: Rock In Rio 7 (2017)
MensagemEnviado: 09 Jul 2017, 07:58 
Offline
Avatar do usuário
Membro

Registrado em: 01 Fev 2009, 20:39
Mensagens: 64766
Localização: Rio de Janeiro (RJ)
Curtiu: 3561 vezes
Foi curtido: 815 vezes
Programa CH: Chaves
Time de Futebol: Flamengo
Fantasias: Não utilizo
EXTRA

Entrevista com Roberto Medina, presidente e fundador do Rock In Rio.

Responsável pelo maior festival de música do planeta, Roberto Medina não tem descanso. Nem depois de, em plena crise pela qual passa o Brasil, ter vendido todos os ingressos do Rock in Rio (RIR) deste ano. Entre uma reunião e outra, ele recebeu o EXTRA, em seu moderno escritório na Barra da tijuca, para falar de uma questão que está tirando o seu sono : o declínio da economia e da segurança do Rio. Para a cidade dar uma guinada, ele sugere que a população saia da “apatia” e que as autoridades embarquem num projeto ambicioso de turismo — segundo ele, “a salvação da cidade”. Conta que entregou o plano ao prefeito Marcelo Crivella e também revela que a crise do estado se refletiu no público do RIR : de 90% dos compradores de ingressos em 1985, os cariocas passaram a apenas 36% nesta edição do evento.

Qual é a sua leitura do momento econômico do Rio ?
O Rio está apático. As pessoas sentam à mesa para um chope e ficam debatendo sobre os problemas. Elas precisam se perguntar : “o que posso fazer mais pelo meu país ?” Minha empresa vai muito bem, obrigado. Meu projeto tem todos os bilhetes vendidos. Mas não consigo dormir em paz. Por isso, decidi trabalhar na ideia de defender o Rio, de entrar num movimento para criar um calendário cultural para a cidade e de cobrar mais segurança, porque estamos todos muito angustiados.

Você faz parte de um conselho formado por empresários como Ricardo Amaral e Paulo Protasio (presidente da Associação Comercial do Rio), que pensa a questão do turismo na cidade do Rio. Mas neste momento de crise, como justificar esses gastos ?
Primeiro, precisamos dizer que o Rio tem, hoje, cerca de 30 mil quartos de hotéis vazios. Mas se pensarmos, cada quarto de hotel ocupado emprega duas pessoas. E esses trabalhadores, em sua maioria, ou vêm da Zona Oeste ou das áreas mais pobres da cidade. Então, quem ganha com isso, claramente, é o povo que tem menos dinheiro. O segundo ponto é que o Rio está pronto para faturar. É preciso apenas entrar com um plano de segurança e ser grande como o Rio é. Tem que ter festa todo dia na cidade. Os governantes devem entender que essa é a nossa vocação. Turismo é a salvação do Rio.

E como é a proposta de investimentos para a cidade do Rio ?
O projeto para o calendário turístico que fiz ao prefeito (Marcelo) Crivella, e no qual ele topou investir, é de R$ 200 milhões. Seria da seguinte forma : temos uma lista com cerca de 20 empresários do ramo de eventos. No primeiro ano, eles receberiam 60% do valor do evento; no segundo, 40%; no seguinte, 20%; e depois, zero. Se o cara não for capaz de virar (tornar autossuficiente) o evento dele na economia privada, tem mais é que ir embora. O prefeito não vai dar nada para o empresariado. Porque a cidade terá o retorno imediato, com arrecadação.

Como justificar para o restante do país que o Rio precisa de uma ajuda federal maior ?
Porque o Rio é o único estado que pode responder, neste momento, pelos investimentos emergenciais. Se comparar o que é necessário investir na cidade para o ano que vem com os R$ 25 bilhões que já foram investidos na cidade, por causa da Olimpíada, é ridículo. Pelo nosso plano, serão investidos apenas R$ 200 milhões na cidade.

Essa crise impactou o RIR ?
Vivemos, dentro da crise brasileira, um aperto maior no Rio. Para se ter uma ideia, no primeiro Rock in Rio, 90% dos ingressos eram vendidos no estado, depois passou para 75%. Já no de 2015, foram 55% e neste ano foram apenas 36% dos ingressos vendidos para os moradores do estado. Nós estamos vendendo muito mais bilhetes, mas a maior parte do público está vindo de Minas Gerais, São Paulo e Brasília.

Você se assustou com essa crise financeira ?
A minha visão é de um estado com mais de um milhão de funcionários públicos que não sabem se vão receber seus salários. Temos uma crise de segurança gigantesca. Estamos vivendo uma ressaca, porque sonhávamos com o dia em que o metrô chegaria à Barra, em que os estádios estariam prontos. De repente, este país parecia que tinha acordado para o futuro. Todo mundo se animou com isso. Hoje, o empresariado do Rio está vendo obras paradas e está sem interlocução com o futuro. Estamos vivendo a situação mais grave, porque foi no Rio que esse país fez seu investimento mais alto para a gente mostrar para o mundo do que somos capazes.

Você já manifestou a vontade de deixar a cidade. O que mais o aflige de viver aqui ?
A cidade está golpeando o meu maior patrimônio, que é a minha capacidade de sonhar e crer. Eu, estranhamente, tenho uma relação com o Rio que não sei bem explicar. Quando vejo algo mal pintado ou fora do lugar, isso me causa um incômodo como se fosse na minha casa. Acho que tem muito a ver com o meu pai. Porque ele tinha isso.

Você se considera bairrista ?
Sou muito. Pôxa, se a gente transferisse o Rock in Rio para São Paulo, ele teria o dobro do tamanho, do ponto de vista de patrocínio. Mas eu nunca faria isso. Esse é um evento que espelha muito o meu amor pela cidade.

E você consegue imaginar um ponto final para a sua participação no RIR ?

Não. Quando acaba um RIR, eu fico angustiado para planejar um outro evento ainda melhor. Já estou criando várias ideias para os próximos que faremos.

_________________
Imagem
Imagem


Voltar ao topo
 Perfil  
 

Re: Rock In Rio 7 (2017)
MensagemEnviado: 13 Jul 2017, 11:56 
Offline
Avatar do usuário
Membro

Registrado em: 01 Fev 2009, 20:39
Mensagens: 64766
Localização: Rio de Janeiro (RJ)
Curtiu: 3561 vezes
Foi curtido: 815 vezes
Programa CH: Chaves
Time de Futebol: Flamengo
Fantasias: Não utilizo
EXTRA

Imagem

Antes de embarcar para Los Angeles, nos Estados Unidos, Anitta se reuniu num jantar com Roberto Medina, presidente e idealizador do Rock in Rio.

Mas não será desta vez que veremos a Poderosa no palco do festival, cuja programação está fechada. Na pauta da conversa, o não convite à cantora para a edição deste ano, que acontece em setembro. Medina, gentilmente, fez o convite para encontrar-se pessoalmente com Anitta. Sua ausência na programação do festival motivou um protesto de fãs na internet. Muitos esperavam que a cantora, em seu melhor momento profissional, fosse uma das atrações nacionais do Rock in Rio — Ivete Sangalo será uma delas. Ela chegou a comentar publicamente o assunto, de maneira seca e direta: “Não gosta, não contrata”.

Diante da polêmica, Roberto Medina quis desfazer qualquer mal-entendido.

No fim da conversa, surgiram planos de uma possível participação de Anitta na próxima edição do festival.

Quem sabe até sua estreia não aconteça na edição portuguesa do Rock in Rio, programada para o ano que vem, em Lisboa.

_________________
Imagem
Imagem


Voltar ao topo
 Perfil  
 

Re: Rock In Rio 7 (2017)
MensagemEnviado: 19 Jul 2017, 07:49 
Offline
Avatar do usuário
Membro

Registrado em: 01 Fev 2009, 20:39
Mensagens: 64766
Localização: Rio de Janeiro (RJ)
Curtiu: 3561 vezes
Foi curtido: 815 vezes
Programa CH: Chaves
Time de Futebol: Flamengo
Fantasias: Não utilizo
Imagem

_________________
Imagem
Imagem


Voltar ao topo
 Perfil  
 

Re: Rock In Rio 7 (2017)
MensagemEnviado: 27 Jul 2017, 17:12 
Offline
Avatar do usuário
Membro

Registrado em: 01 Fev 2009, 20:39
Mensagens: 64766
Localização: Rio de Janeiro (RJ)
Curtiu: 3561 vezes
Foi curtido: 815 vezes
Programa CH: Chaves
Time de Futebol: Flamengo
Fantasias: Não utilizo
http://www.correiobraziliense.com.br/app/noticia/diversao-e-arte/2017/07/24/interna_diversao_arte,611949/rock-in-rio-2017-pode-ser-o-ultimo-no-brasil-diz-medina.shtml

A próxima edição do festival carioca Rock in Rio, marcada para acontecer entre os dias 15, 16, 17, 21, 22, 23 e 24 de setembro, poderá ser a última do evento no Brasil.

Foi o que deu a entender seu idealizador, Roberto Medina, em entrevista concedida à Veja Rio.

''Se nada mudar neste país, esse será o meu último Rock in Rio. Não faz sentido ficar aqui. E não é para ir para Portugal, é para sair daqui. Não consigo conviver com tanta incompetência, tanta falta de cidadania'', afirmou o empresário.

Para ele, somente o turismo pode ajudar a superar a crise vivenciada pelo país. ''Um estudo recente da Fundação Getúlio Vargas revelou que o Rock in Rio injeta R$ 1,2 bilhão na economia. A mesma pesquisa mostra que, se você acrescentar um dia à permanência dos turistas no Carnaval e no réveillon e montar um calendário estruturado de eventos, nossa receita anual com turismo pode aumentar em 20%, coisa de R$ 6,5 bilhões'', afirmou.

_________________
Imagem
Imagem


Voltar ao topo
 Perfil  
 

Re: Rock In Rio 7 (2017)
MensagemEnviado: 02 Ago 2017, 21:33 
Offline
Avatar do usuário
Membro

Registrado em: 01 Fev 2009, 20:39
Mensagens: 64766
Localização: Rio de Janeiro (RJ)
Curtiu: 3561 vezes
Foi curtido: 815 vezes
Programa CH: Chaves
Time de Futebol: Flamengo
Fantasias: Não utilizo
http://vejario.abril.com.br/cultura-lazer/rock-in-rio-tera-esquema-especial-de-transporte/

Assim como nos últimos anos, a edição 2017 do Rock in Rio terá um esquema especial de transporte para levar os fãs à Cidade do Rock.

A única forma de chegar à Cidade do Rock será por meio do uso do transporte público, já que somente moradores cadastrados e veículos de serviço terão acesso ao local do evento e seu entorno.

Pelo primeiro ano, o público poderá utilizar a integração entre o BRT e o Metrô Rio, ambos com horários especiais de funcionamento nos dias de evento.

O sistema BRT já funciona ininterruptamente e terá reforço nas linhas durante a madrugada.

Já no metrô, nos dias do festival, a estação Jardim Oceânico ficará aberta para embarque e desembarque 24 horas enquanto todas as outras estações (linhas 1, 2 e 4) permanecerão abertas para desembarque dos passageiros durante toda a madrugada.

O público que pretende usar este transporte precisa adquirir antecipadamente o cartão RioCard, já que não será possível embarcar na estação de integração entre o metrô e o BRT Rio, no Jardim Oceânico sem o ele.

Todos os cartões RioCard poderão ser utilizados pelo público e podem ser adquiridos nas lojas RioCard e bilheterias do BRT.

A exemplo do que aconteceu durante os Jogos Olímpicos de 2016, a estação Parque Olímpico estará fechada nos dias de evento.

O desembarque / embarque do público que vier da estação Jardim Oceânico, do terminal Alvorada ou de BRT pelo corredor Transolímpica acontecerá no Terminal Centro Olímpico, que faz ligação com a estação Morro do Outeiro.

Outra opção para chegar ao evento são os ônibus Primeira Classe, que deixará o público em uma entrada exclusiva e mais perto da Cidade do Rock. Com partida de 15 pontos do Rio e outros dois de Niterói, o transporte terá horário de partida marcado e fará o trajeto sem paradas até o evento.

A volta poderá ser realizada a partir das 22h, mediante lotação dos ônibus, até duas horas após o término do último show do Palco Mundo. O bilhete de ida e volta custa R$100 e deve ser comprado antecipadamente no site.

_________________
Imagem
Imagem


Voltar ao topo
 Perfil  
 

Re: Rock In Rio 7 (2017)
MensagemEnviado: 04 Ago 2017, 19:50 
Offline
Avatar do usuário
Membro

Registrado em: 01 Fev 2009, 20:39
Mensagens: 64766
Localização: Rio de Janeiro (RJ)
Curtiu: 3561 vezes
Foi curtido: 815 vezes
Programa CH: Chaves
Time de Futebol: Flamengo
Fantasias: Não utilizo
Possível setlist da cantora Lady Gaga no Rock In Rio 2017 :

Imagem
. Diamond Heart
. A-YO
. Poker Face
. Perfect Illusion
. John Wayne
. Scheiße
. Alejandro
. Just Dance
. LoveGame
. Telephone
. Applause
. Come To Mama (piano)
. The Edge of Glory (piano)
. Born This Way
. Bloody Mary
. Dancin' In Circles
. Paparazzi
. Angel Down
. Joanne
. Bad Romance
. The Cure
. Million Reasons (piano)

_________________
Imagem
Imagem


Voltar ao topo
 Perfil  
 

Re: Rock In Rio 7 (2017)
MensagemEnviado: 06 Ago 2017, 05:51 
Offline
Avatar do usuário
Membro

Registrado em: 01 Fev 2009, 20:39
Mensagens: 64766
Localização: Rio de Janeiro (RJ)
Curtiu: 3561 vezes
Foi curtido: 815 vezes
Programa CH: Chaves
Time de Futebol: Flamengo
Fantasias: Não utilizo
Imagem

Imagem

_________________
Imagem
Imagem


Voltar ao topo
 Perfil  
 

Re: Rock In Rio 7 (2017)
MensagemEnviado: 11 Ago 2017, 19:06 
Offline
Avatar do usuário
Membro

Registrado em: 01 Fev 2009, 20:39
Mensagens: 64766
Localização: Rio de Janeiro (RJ)
Curtiu: 3561 vezes
Foi curtido: 815 vezes
Programa CH: Chaves
Time de Futebol: Flamengo
Fantasias: Não utilizo
http://vejario.abril.com.br/cultura-lazer/rock-in-rio-2017-tera-palco-com-fenomenos-da-internet/

O Rock In Rio 2017 terá um palco inédito, o Digital Stage, que vai reunir alguns dos maiores fenômenos da internet em bate-papos, esquetes de humor, quadros de dança, batalhas de dublagem e paródias, jogos e shows de mágica.

Entre os nomes confirmados, estão os astros digitais Whindersson Nunes, Christian Figueiredo, Felipe Castanhari e Mauricio Meirelles.

A programação terá ainda apresentações de influenciadores digitais como Gusta Stockler, Luiza Sonza, Gabi Luthai, Malena, Parafernalha, Sofia Oliveira, Thayná Bittencourt, Damiani, Mussoumano, Ana Gabriela, Rodrigo Teaser e o baixista virtuose italiano Davie Bowser.

_________________
Imagem
Imagem


Voltar ao topo
 Perfil  
 

Re: Rock In Rio 7 (2017)
MensagemEnviado: 25 Ago 2017, 20:18 
Offline
Avatar do usuário
Membro

Registrado em: 01 Fev 2009, 20:39
Mensagens: 64766
Localização: Rio de Janeiro (RJ)
Curtiu: 3561 vezes
Foi curtido: 815 vezes
Programa CH: Chaves
Time de Futebol: Flamengo
Fantasias: Não utilizo
http://blogs.oglobo.globo.com/ancelmo/post/criador-do-rock-rio-medina-formara-empresa-para-concorrer-pelo-maracana.html

Os empresários Roberto Medina (criador do Rock In Rio) e Paulo Marinho estão formando uma empresa com um propósito específico : participar da concorrência para administrar o Maracanã.

O grupo esteve ontem com o governador Pezão, que prometeu colocar o edital na rua mês que vem.

Nesta empreitada, eles terão como sócio a WTorre, que administra o Allianz Parque, o estádio do Palmeiras, na capital paulista.

_________________
Imagem
Imagem


Voltar ao topo
 Perfil  
 

Re: Rock In Rio 7 (2017)
MensagemEnviado: 26 Ago 2017, 00:03 
Offline
Avatar do usuário
Membro

Registrado em: 14 Jan 2013, 21:32
Mensagens: 1119
Curtiu: 52 vezes
Foi curtido: 29 vezes
Programa CH: Chaves
Time de Futebol: internacional
Fantasias: Não utilizo
Rodrigo Teaser vai estar :feliz: Queria que ele fizesse uma participaçao junto com o Justin Tinberlake e o Slash.

_________________
Imagem


Voltar ao topo
 Perfil  
 

Exibir mensagens anteriores:  Ordenar por  
Criar novo tópico Responder  [ 193 mensagens ]  Ir para página Anterior  1 ... 6, 7, 8, 9, 10, 11, 12, 13  Próximo

Todos os horários são GMT - 3 horas [ DST ]


Quem está online

Usuários navegando neste fórum: Nenhum usuário registrado e 2 visitantes


Enviar mensagens: Proibido
Responder mensagens: Proibido
Editar mensagens: Proibido
Excluir mensagens: Proibido

Procurar por:
Ir para: