Página 51 de 54

Estados Unidos

Enviado: 02 Nov 2020, 15:29
por E.R
NOTÍCIAS

Estados Unidos

Enviado: 04 Nov 2020, 10:03
por JF CHmaníaco
Quem vencer essa eleição enfrenta o Botafogo na final do Carioca, talvez seja por isso que o resultado não saiu, tão com medo :]

Estados Unidos

Enviado: 04 Nov 2020, 10:22
por Riddle Snowcraft
esses estados tão tudo menos unidos

Estados Unidos

Enviado: 04 Nov 2020, 10:56
por Mozer da Silva Reis
Só queria entender porque na eleição anterior o resultado saiu rápido.

Estados Unidos

Enviado: 04 Nov 2020, 10:59
por JF CHmaníaco
Acho que foi porque não teve voto pelo correio, ou pelo menos não teve tanto quanto agora.

Estados Unidos

Enviado: 04 Nov 2020, 13:03
por Mozer da Silva Reis
Deviam começar contar os votos pelo correio antes do dia da eleição,então,já que são muitos.

Estados Unidos

Enviado: 04 Nov 2020, 14:29
por Rondamon
Se tivesse votos pelo correio aqui no Brasil, a apuração demoraria uns 3 meses...

Estados Unidos

Enviado: 04 Nov 2020, 14:38
por Mozer da Silva Reis
Pelo menos aqui no Brasil a gente pode confiar no Ibope e Datafolha :]

Estados Unidos

Enviado: 04 Nov 2020, 14:40
por Igorkk33
Rondamon escreveu:
04 Nov 2020, 14:29
Se tivesse votos pelo correio aqui no Brasil, a apuração demoraria uns 3 meses...
É porque ficaria tudo parado em Curitiba. :corona:

Estados Unidos

Enviado: 05 Nov 2020, 00:34
por João Neto (Eng. Camin)
Mozer da Silva Reis escreveu:
04 Nov 2020, 10:56
Só queria entender porque na eleição anterior o resultado saiu rápido.
Nesse ano de 2020, houve um recorde de participação na eleição (nos EUA o voto é facultativo). A polarização intensa levou muita gente a querer participar, e a pandemia COVID-19 fez com que grande parte desses votos fosse realizada por correio.
Até as 10h45 da manhã desta segunda-feira, véspera da eleição, mais de 95 milhões de americanos votaram antecipadamente, o que equivale a 70% de todos os votos dados nas eleições de 2016.
https://noticias.uol.com.br/colunas/ken ... orreio.htm

Na eleição presidencial dos EUA, 100.796.871 milhões de norte-americanos votaram mesmo das seções eleitorais serem abertas, na manhã desta terça-feira (3). A quantidade mais do que dobrou os 47 milhões de votos antecipados de 2016 e, segundo o US Elections Project, da Universidade da Flórida, corresponde a quase 73% do total geral na eleição passada.
https://noticias.r7.com/internacional/e ... s-03112020

Estados Unidos

Enviado: 05 Nov 2020, 19:23
por Billy Drescher
O sistema de votação ficou muito ultrapassado.

Não adianta ganhar em estados aleatórios e perder nos que possuem mais delegados.

Estados Unidos

Enviado: 05 Nov 2020, 21:01
por Mozer da Silva Reis
Billy Drescher escreveu:
05 Nov 2020, 19:23
O sistema de votação ficou muito ultrapassado.

Não adianta ganhar em estados aleatórios e perder nos que possuem mais delegados.
Foi por isso que a Hilary Clinton não ganhou a eleição em 2016.Ela teve mais votos populares que Trump,mas perdeu em estados importantes.

Estados Unidos

Enviado: 06 Nov 2020, 09:44
por E.R
Pra quem achava que só o Brasil está polarizado politicamente, tá aí Estados Unidos e outros países como Argentina, Inglaterra, Chile, Espanha, Peru para provar que a polarização está presente em vários lugares do mundo.

Joe Biden deve ganhar o número suficiente de votos hoje, mas vai saber a judicialização que vai rolar depois.

Esse sistema de votos em cédulas e votos pelos correios que tem nos Estados Unidos é totalmente ultrapassado. Bizarro o resultado da eleição levar dias pra ser apurado.

Estados Unidos

Enviado: 06 Nov 2020, 09:45
por JF CHmaníaco
E.R escreveu:
06 Nov 2020, 09:44
Esse sistema de votos em cédulas e votos pelos correios que tem nos Estados Unidos é totalmente ultrapassado.
E o Bolsonaro quer que volte por aqui...

Estados Unidos

Enviado: 06 Nov 2020, 09:46
por E.R
JF CHmaníaco escreveu:
06 Nov 2020, 09:45
E.R escreveu:
06 Nov 2020, 09:44
Esse sistema de votos em cédulas e votos pelos correios que tem nos Estados Unidos é totalmente ultrapassado.
E o Bolsonaro quer que volte por aqui...
Não. Quer voto na urna eletrônica e a impressão do voto na hora para a pessoa checar se o voto dela foi computado.

De qualquer forma, o TSE não vai permitir isso. Vai continuar tudo como está aqui no Brasil.