Tecnologia

Espaço para debates sobre assuntos que não sejam relacionados a Chespirito, como cinema, política, atualidades, música, cotidiano, games, tecnologias, etc.
Avatar do usuário
Noizuresu
Membro
Membro
Mensagens: 4347
Registrado em: 20 Mar 2017, 16:31
Programa CH: Chapolin
Localização: Vitória - ES
Curtiu: 1042 vezes
Curtiram: 530 vezes

Tecnologia

Mensagem por Noizuresu » 19 Fev 2021, 12:41

JF CHmaníaco escreveu:
19 Fev 2021, 12:26
Como eu faço pra diminuir os MB de uma imagem? Por exemplo, eu tenho que enviar uma foto, mas o limite é de 1 MB, e a foto tem cerca de 2,5 MB. Acho que o @Noizuresu que manja mais pode me ajudar
A foto está em JPEG? Se sim, é só você diminuir a resolução ou diminuir um pouquinho da qualidade (esse site faz isso: https://compressjpeg.com/). Eu fiz um teste, o tamanho fica bem menor e nem dá pra perceber que a qualidade diminuiu.
Esses usuários curtiram o post de Noizuresu (total: 1):
JF CHmaníaco
Canal onde posto YTPBR, shitpost e outras coisas aleatórias: https://www.youtube.com/c/MemeirodoOito

Avatar do usuário
JF CHmaníaco
Membro
Membro
Mensagens: 14620
Registrado em: 29 Dez 2015, 14:02
Programa CH: Chapolin
Time de Futebol: Santos
Localização: Dourados-MS
Curtiu: 1351 vezes
Curtiram: 1245 vezes

Tecnologia

Mensagem por JF CHmaníaco » 19 Fev 2021, 12:49

Perfeito, deu certinho. Gratidão! :D
Esses usuários curtiram o post de JF CHmaníaco (total: 1):
Noizuresu
JF CHmaníaco
Usuário do Fórum Chaves desde 29 de Dezembro de 2015
Campeão do De Que Episódio é Essa Foto? - Edição 2016
Usuário do Mês de Outubro/2016, Janeiro/2018, Maio/2019, Janeiro/2020 e Setembro/2020

Antonio Felipe escreveu:
07 Dez 2020, 19:39
Nessa pandemia eu rodo mais quilômetros descendo o scroll pelos posts gigantes do Flash do que caminhando na rua.
http://forumchaves.com.br/piadaitaliano/

Avatar do usuário
E.R
Membro
Membro
Mensagens: 91338
Registrado em: 01 Fev 2009, 19:39
Programa CH: Chaves
Time de Futebol: Flamengo
Localização: Rio de Janeiro (RJ)
Curtiu: 5592 vezes
Curtiram: 2044 vezes

Tecnologia

Mensagem por E.R » 24 Fev 2021, 05:17

NOTÍCIAS
https://teletime.com.br/23/02/2021/mini ... lao-de-5g/

O custo estimado pelo Ministério das Comunicações para as duas políticas públicas incluídas pela Portaria 1.924/2021 para o edital de 5G representariam um custo total de R$ 2,5 bilhões.

A estimativa consta de um ofício encaminhado à Anatel pelo Ministério das Comunicações, que estima em R$ 1,5 bilhão o custo do Programa Amazônica Integrada e Sustentável (PAIS) e em R$ 1 bilhão o custo da rede privativa para comunicações estratégicas do governo.

Além disso, o governo teria dado garantias de que tais estimativas funcionarão como um teto para os vencedores do edital, de modo que, caso os projetos excedam esta previsão, não haveria aportes adicionais.

Este noticiário apurou ainda que a rede privativa está calculada com base na premissa de atendimento de cerca de 16 mil pontos governamentais em todas as capitais brasileiras, mais a rede móvel no Distrito Federal.
Imagem
Imagem

Avatar do usuário
E.R
Membro
Membro
Mensagens: 91338
Registrado em: 01 Fev 2009, 19:39
Programa CH: Chaves
Time de Futebol: Flamengo
Localização: Rio de Janeiro (RJ)
Curtiu: 5592 vezes
Curtiram: 2044 vezes

Tecnologia

Mensagem por E.R » 25 Fev 2021, 02:47

NOTÍCIAS
https://www1.folha.uol.com.br/colunas/p ... o-5g.shtml

O presidente da Anatel, Leonardo Euler, vai apresentar sua proposta para o edital do 5G e uma das possibilidades deve ser a de que as metas de implantação de antenas 5G tenham a opção de começar pelo interior, em vez das capitais.

O objetivo é estimular a competição incentivando modelos de negócios que comecem pelo adensamento da infraestrutura do interior, além de atender políticas públicas de redução das desigualdades de conexão entre municípios.

A preocupação de que o 5G não fique restrito apenas às áreas rentáveis das capitais é uma assunto que deve crescer nos próximos meses.
Imagem
Imagem

Avatar do usuário
E.R
Membro
Membro
Mensagens: 91338
Registrado em: 01 Fev 2009, 19:39
Programa CH: Chaves
Time de Futebol: Flamengo
Localização: Rio de Janeiro (RJ)
Curtiu: 5592 vezes
Curtiram: 2044 vezes

Tecnologia

Mensagem por E.R » 28 Fev 2021, 07:31

NOTÍCIAS
https://www1.folha.uol.com.br/mercado/2 ... 2022.shtml

A Anatel decidiu que a operação comercial do 5G no país deverá começar pelas principais capitais a partir de julho de 2022.

O novo cronograma antecipa em seis meses a estreia da telefonia de quinta geração e obriga as operadoras que vencerem o leilão previsto para junho deste ano a construírem redes exclusivas para o novo serviço.

Depois de junho, virão cidades com mais de 500 mil habitantes. Esse processo será escalonado e será concluído no início de 2026, quando o serviço chegar às localidades com menos de 30 mil habitantes.

No leilão do 5G, as empresas farão lances para as licenças de uso de quatro faixas de frequências - 700 MHz; 2,3 GHz; 3,5 GHz e 26 GHz. Essas faixas serão divididas em blocos.

A migração dos satélites para outra faixa de frequência (banda Ku), foi mantido.
Imagem
Imagem

Avatar do usuário
E.R
Membro
Membro
Mensagens: 91338
Registrado em: 01 Fev 2009, 19:39
Programa CH: Chaves
Time de Futebol: Flamengo
Localização: Rio de Janeiro (RJ)
Curtiu: 5592 vezes
Curtiram: 2044 vezes

Tecnologia

Mensagem por E.R » 03 Mar 2021, 01:28

NOTÍCIAS
https://veja.abril.com.br/blog/radar/st ... o-para-5g/

Uma decisão do Supremo Tribunal Federal julgou inconstitucional a Lei de Antenas de São Paulo.

A prefeitura e a câmara municipal recorreram da primeira decisão, em dezembro do ano passado, mas os recursos foram derrubados por unanimidade pela Primeira Turma do Supremo.

A lei paulistana 13.756/2.004 impõe diversas restrições que acabariam por limitar a instalação de infraestrutura de telecomunicações na cidade.

A decisão do STF ocorre justamente em um momento em que o país aguarda a chegada do 5G.

Na semana passada, a Anatel aprovou o edital da nova tecnologia que prevê atender as capitais até julho de 2022.

A implantação do 5G requer mais antenas – com maior proximidade entre elas se comparado a outras tecnologias – o que teria dificuldades de se tornar viável na cidade com a legislação em vigor até então.
Imagem
Imagem

Avatar do usuário
E.R
Membro
Membro
Mensagens: 91338
Registrado em: 01 Fev 2009, 19:39
Programa CH: Chaves
Time de Futebol: Flamengo
Localização: Rio de Janeiro (RJ)
Curtiu: 5592 vezes
Curtiram: 2044 vezes

Tecnologia

Mensagem por E.R » 10 Mar 2021, 09:40

NOTÍCIAS
https://www1.folha.uol.com.br/tec/2021/ ... coes.shtml

O ministro das Comunicações, Fábio Faria (PSD), afirmou que haverá uma fase de transição em que a telefonia 5G funcionará por meio de um esquema híbrido formado por redes novas, exclusivamente para a quinta geração, e as redes 4G e 3G.

As declarações foram dadas durante reunião do Grupo de Trabalho do 5G da Câmara dos Deputados.

De acordo com o ministro, esse sistema funcionará ao longo de seis anos, prazo máximo para que as teles vencedoras do certame tenham instalado toda a infraestrutura 5G.

O leilão estava previsto para junho, mas deve ocorrer em meados de julho.

O Cade (Conselho Administrativo de Defesa Econômica) deverá acompanhar a disputa para monitarar possíveis combinações de preços, já que se espera a participação de poucas empresas — Vivo, Claro e Tim.
Imagem
Imagem

Avatar do usuário
E.R
Membro
Membro
Mensagens: 91338
Registrado em: 01 Fev 2009, 19:39
Programa CH: Chaves
Time de Futebol: Flamengo
Localização: Rio de Janeiro (RJ)
Curtiu: 5592 vezes
Curtiram: 2044 vezes

Tecnologia

Mensagem por E.R » 14 Mar 2021, 13:38

NOTÍCIAS
https://blogs.oglobo.globo.com/lauro-ja ... t-tvs.html

Nada menos que 98% dos aparelhos de televisão vendidos no Brasil em 2020 foram smart TVs, de acordo com um levantamento inédito da Eletros, a Associação Nacional de Produtos Eletroeletrônicos.

O brasileiro está comprando televisores cada vez maiores, de acordo com a mesma pesquisa.

Do total de aparelhos comercializados em 2020, quase a metade (41,5%) foi de TVs acima de 45 polegadas.
Imagem
Imagem

Avatar do usuário
E.R
Membro
Membro
Mensagens: 91338
Registrado em: 01 Fev 2009, 19:39
Programa CH: Chaves
Time de Futebol: Flamengo
Localização: Rio de Janeiro (RJ)
Curtiu: 5592 vezes
Curtiram: 2044 vezes

Tecnologia

Mensagem por E.R » 21 Mar 2021, 11:02

NOTÍCIAS
https://www.gazetadopovo.com.br/economi ... a-mundial/

A pandemia do coronavírus trouxe inúmeros impactos para a indústria mundial.

O primeiro deles foi a necessidade do fechamento não programado de fábricas, como medida de contenção da Covid-19, ainda no início de 2020.

Agora, com o desenvolvimento e aplicação de vacinas, entretanto, a normalização das atividades de alguns segmentos está ameaçada por outro reflexo daquele movimento : o desequilíbrio na demanda por semicondutores.

Gigantes mundiais já deram o alerta para a escassez desse tipo de componente, do qual depende a produção de uma extensa gama de produtos.

O primeiro segmento a sentir o baque foram as montadoras. Companhias como Volkswagen, Honda, Ford e GM se viram forçadas a reduzir ou até suspender a produção.

O posicionamento mais recente veio da Samsung, maior fabricante mundial de chips. No alerta, a multinacional sul-coreana fala em um "sério desequilíbrio" na indústria de semicondutores, que pode se espalhar para outras partes da cadeia de suprimentos tecnológicos.

A justificativa para a falta de chips (feitos em sua maioria na Ásia) é que, no começo da pandemia, montadoras de automóveis suspenderam suas encomendas do item justamente por causa da pausa nas linhas de produção.

Em paralelo, o maior número de trabalhadores em home office, pessoas em isolamento e crianças fora da escola por todo o mundo impulsionou a venda de eletroeletrônicos como laptops, smartphones e videogames. Com isso, a produção e os estoques de semicondutores foram redirecionados.

Quando a situação da pandemia se amenizou, permitindo a retomada de atividades suspensas em ritmo superior ao esperado, as fábricas de chips não deram conta dos pedidos pelo componente. “Houve um deslocamento de aplicação e de demanda bastante significativo”, confirma Flávio Sakai, diretor da Associação Brasileira de Engenharia Automotiva (AEA).

A falta desse tipo de item é problema em especial para a indústria automobilística porque ela fica atualmente com 13% da produção global de semicondutores.

Em meio ao choque entre oferta e demanda vieram oscilações de preços, com reajustes que variaram entre reajustes de 5% até 250% segundo Ricardo Helmlinger, diretor da Standard America, fabricante de placas eletrônicas em Campinas (SP). Já as entregas devem permanecer impactadas ainda por alguns meses até que os fabricantes reorganizam a produção, resultando em atrasos que podem impactar linhas de produção e frear a recuperação da economia após os efeitos da pandemia.

Responsável pela paralisação da produção de montadoras no mundo todo, inclusive no Brasil, os semicondutores passaram a estar cada vez mais presentes nos automóveis. Em dez anos, a eletrônica embarcada, que tem os chips como base, representará metade do custo dos carros novos. Hoje a participação já está em 40%. O valor é praticamente o dobro do que era há duas décadas e essa presença forte e crescente vem do aumento de novas tecnologias embutidas nos carros : freio ABS, airbags, sistema de injeção eletrônica, eletrificação, direção autônoma. Sem os componentes necessários para a fabricação, a produção deve seguir represada.

Os preços de peças para chips variam de acordo com a aplicação. Na Standard America, fabricante brasileira de placas eletrônicas, elas podem custar US$ 10 para cada mil peças ou US$ 50 a unidade.

No Brasil, onde não há produção de chip, a indústria depende da importação e está disputando compras com o mundo todo. Há empresas que adquirem componentes lá fora e fazem a montagem, mas essas também estão com problemas em encontrar peças. Há empresários que acreditam na normalização do mercado no segundo semestre, mas muitos apostam que o fornecimento regular só ocorrerá em 2022.

Assim como ocorreu no início da pandemia, quando o Brasil se deu conta da necessidade de produção local de respiradores, a falta de chip despertou discussões no país sobre a nacionalização do produto. Apesar do impulso, o processo é difícil em razão da escala e dos preços dos asiáticos, que podem atropelar a competitividade.
Imagem
Imagem

Avatar do usuário
E.R
Membro
Membro
Mensagens: 91338
Registrado em: 01 Fev 2009, 19:39
Programa CH: Chaves
Time de Futebol: Flamengo
Localização: Rio de Janeiro (RJ)
Curtiu: 5592 vezes
Curtiram: 2044 vezes

Tecnologia

Mensagem por E.R » 05 Abr 2021, 16:54

NOTÍCIAS
https://exame.com/tecnologia/lg-desiste ... artphones/

A empresa sul-coreana LG anunciou ter desistido do mercado de smartphones.

A empresa deixou de ser competitiva no setor e decidiu abandoná-lo.

Nos últimos seis anos, a empresa registrou perdas operacionais de 4,4 bilhões de dólares.
Esses usuários curtiram o post de E.R (total: 1):
BazzoReverso
Imagem
Imagem

Avatar do usuário
BazzoReverso
Membro
Membro
Mensagens: 3137
Registrado em: 08 Nov 2017, 11:08
Programa CH: Chaves
Time de Futebol: Flamengo
Localização: Rio de Janeiro - RJ
Curtiu: 295 vezes
Curtiram: 380 vezes

Tecnologia

Mensagem por BazzoReverso » 05 Abr 2021, 18:42

Os celulares da LG nunca prestaram, já vai tarde.
Imagem

Avatar do usuário
E.R
Membro
Membro
Mensagens: 91338
Registrado em: 01 Fev 2009, 19:39
Programa CH: Chaves
Time de Futebol: Flamengo
Localização: Rio de Janeiro (RJ)
Curtiu: 5592 vezes
Curtiram: 2044 vezes

Tecnologia

Mensagem por E.R » 07 Abr 2021, 14:49

NOTÍCIAS
https://exame.com/tecnologia/samsung-re ... a-r-4-mil/

Imagem

Na mesma semana em que a LG anunciou sua saída do mercado de smartphones, a concorrente sul-coreana Samsung aumentou a aposta no segmento, que dominou local e globalmente no ano de 2020.

Os aparelhos chegam ao mercado nesta semana com 5G, tela com alta taxa de atualização de imagem e uma parceria com o Snapchat que leva os filtros do aplicativo para dentro da câmera dos celulares.

O Galaxy A deteve 69% do mercado de smartphones brasileiro em 2021, segundo dados da consultoria GFK.

No total, são quatro novos smartphones : Galaxy A32, Galaxy A 52 5G, Galaxy A2 e Galaxy A72.
Imagem
Imagem

Responder