Fórum Portal Vídeos Guia de Episódios Sobre



Todos os horários são GMT - 3 horas


Portal Chespirito



Criar novo tópico Responder  [ 1261 mensagens ]  Ir para página Anterior  1 ... 79, 80, 81, 82, 83, 84, 85  Próximo
  Exibir página para impressão

Re: PT • Tópico sobre o Partido dos Trabalhadores
Autor Mensagem
MensagemEnviado: 09 Out 2018, 20:54 
Offline
Avatar do usuário
Membro

Registrado em: 04 Dez 2011, 22:00
Mensagens: 27504
Curtiu: 2456 vezes
Foi curtido: 1555 vezes
Programa CH: Chaves
Time de Futebol: Palmeiras
A própria Joice, futura deputada, em vídeo postado aqui pelo @E.R, disseminou "informações" dizendo que nas urnas a foto de Haddad aparecia quando o eleitor teclava apenas "1", o que já se mostrou ser um vídeo falso.


Voltar ao topo
 Perfil  
 

Re: PT • Tópico sobre o Partido dos Trabalhadores
MensagemEnviado: 09 Out 2018, 20:55 
Offline
Avatar do usuário
Membro

Registrado em: 29 Dez 2015, 14:02
Mensagens: 7854
Localização: Dourados-MS
Curtiu: 982 vezes
Foi curtido: 593 vezes
Programa CH: Chaves
Time de Futebol: Santos
Mourão calado é um poeta, óbvio que os caras vão atribuir ao Bolso falas do seu vice.

Enviado de meu SM-J500M usando o Tapatalk

_________________
JF CHmaníaco
Usuário do Fórum Chaves desde 29 de Dezembro de 2015
Campeão do De Que Episódio é Essa Foto? - Edição 2016
Usuário do Mês de Outubro/2016


mateus oliveira escreveu:
tomara que o episódio da tribo tenha som de marcelo gastaldi por conta da piada do batman


Voltar ao topo
 Perfil  
 

Re: PT • Tópico sobre o Partido dos Trabalhadores
MensagemEnviado: 09 Out 2018, 20:57 
Offline
Avatar do usuário
Membro

Registrado em: 04 Dez 2011, 22:00
Mensagens: 27504
Curtiu: 2456 vezes
Foi curtido: 1555 vezes
Programa CH: Chaves
Time de Futebol: Palmeiras
JF CHmaníaco escreveu:
Mourão calado é um poeta, óbvio que os caras vão atribuir ao Bolso falas do seu vice.
Eles fazem parte de uma mesma chapa, assim como era Dilma/Temer.

Repare que na imagem está o logotipo do Haddad com "vice Manuela" embaixo. Neste sentido, abarcaram também considerações do vice de Bolsonaro.

Não duvido que caso eleito esse cara dê um golpe no próprio Bolsonaro :mellow:


Voltar ao topo
 Perfil  
 

Re: PT • Tópico sobre o Partido dos Trabalhadores
MensagemEnviado: 09 Out 2018, 20:58 
Offline
Avatar do usuário
Membro

Registrado em: 01 Fev 2009, 19:39
Mensagens: 72050
Localização: Rio de Janeiro (RJ)
Curtiu: 4391 vezes
Foi curtido: 1074 vezes
Programa CH: Chaves
Time de Futebol: Flamengo
Várias urnas apresentaram problemas e várias denúncias foram feitas ao TSE. Muitas pessoas não conseguiram votar para presidente porque as urnas tiveram problemas.

--


https://noticias.uol.com.br/politica/eleicoes/2018/noticias/2018/10/09/haddad-nao-visita-lula-pf-preso-curitiba-gleisi.htm


Lula (PT) pediu que o candidato do partido ao Planalto, Fernando Haddad, deixe de visitá-lo na Superintendência da Polícia Federal em Curitiba para se concentrar na campanha. A informação é da presidenta do partido, Gleisi Hoffmann.

_________________
Imagem
Imagem


Voltar ao topo
 Perfil  
 

Re: PT • Tópico sobre o Partido dos Trabalhadores
MensagemEnviado: 09 Out 2018, 20:58 
Offline
Avatar do usuário
Membro

Registrado em: 29 Dez 2015, 14:02
Mensagens: 7854
Localização: Dourados-MS
Curtiu: 982 vezes
Foi curtido: 593 vezes
Programa CH: Chaves
Time de Futebol: Santos
O foda é que ele falou isso com o Bolsonaro no hospital, como se ele fosse a cabeça da chapa.

Também não duvido não

Enviado de meu SM-J500M usando o Tapatalk

_________________
JF CHmaníaco
Usuário do Fórum Chaves desde 29 de Dezembro de 2015
Campeão do De Que Episódio é Essa Foto? - Edição 2016
Usuário do Mês de Outubro/2016


mateus oliveira escreveu:
tomara que o episódio da tribo tenha som de marcelo gastaldi por conta da piada do batman


Voltar ao topo
 Perfil  
 

Re: PT • Tópico sobre o Partido dos Trabalhadores
MensagemEnviado: 09 Out 2018, 21:02 
Offline
Avatar do usuário
Membro

Registrado em: 07 Nov 2010, 15:38
Mensagens: 1336
Localização: Brasília-DF
Curtiu: 757 vezes
Foi curtido: 68 vezes
Programa CH: Chaves
JF CHmaníaco escreveu:
Mourão calado é um poeta, óbvio que os caras vão atribuir ao Bolso falas do seu vice.

Enviado de meu SM-J500M usando o Tapatalk


Eu vejo assim: Mourão é a face sem máscara do Bolsonaro. :joinha:


Voltar ao topo
 Perfil  
 

Re: PT • Tópico sobre o Partido dos Trabalhadores
MensagemEnviado: 09 Out 2018, 21:02 
Offline
Avatar do usuário
Membro

Registrado em: 04 Dez 2011, 22:00
Mensagens: 27504
Curtiu: 2456 vezes
Foi curtido: 1555 vezes
Programa CH: Chaves
Time de Futebol: Palmeiras
JF CHmaníaco escreveu:
O foda é que ele falou isso com o Bolsonaro no hospital, como se ele fosse a cabeça da chapa.

Também não duvido não
Dizem que após a facada o PRTB pensou em afastar Bolsonaro e substituí-lo pelo Mourão na posição de candidato a presidente, mas isso não se concretizou.

Apesar disso, pelo jeitão do general, suas declarações, por fora da política estar hierarquicamente acima de Bolsonaro, por aquela coisa do "autogolpe", ou como resposta a Bolsonaro desautorizá-lo na TV, etc, não é de se descartar que caso sejam eleitos possa existir um golpe no capitão :o

E.R escreveu:
Várias urnas apresentaram problemas e várias denúncias foram feitas ao TSE.
Nossa, que coisa inédita. Nunca tinha acontecido antes de Bolsonaro se candidatar :chocado:

(....)


Voltar ao topo
 Perfil  
 

Re: PT • Tópico sobre o Partido dos Trabalhadores
MensagemEnviado: 09 Out 2018, 21:13 
Offline
Avatar do usuário
Membro

Registrado em: 01 Fev 2009, 19:39
Mensagens: 72050
Localização: Rio de Janeiro (RJ)
Curtiu: 4391 vezes
Foi curtido: 1074 vezes
Programa CH: Chaves
Time de Futebol: Flamengo
https://istoe.com.br/uma-extensa-ficha-corrida/

Imagem

Fernando Haddad responde a 32 processos na Justiça, que o colocam como um dos campeões da ficha de ilícitos cometidos na vida pública. Na extensa folha corrida, Haddad, já réu em dois processos, é acusado de receber dinheiro de caixa dois de empreiteira condenada na Operação Lava Jato, denunciado por crimes de Improbidade administrativa, suspeito de superfaturamento de obras e serviços, acusado pelo desvio de recursos e até da aplicação ilegal de dinheiro público. Não bastasse seu envolvimento direto em inúmeras irregularidades, o presidenciável petista se cercou na campanha rumo ao Palácio do Planalto, a mando de Lula, de assessores e coordenadores igualmente processados por crimes no Petrolão, dando indicativos concretos de que o partido reativará – num eventual futuro governo – a máquina de corrupção azeitada durante os 13 anos de PT no poder. Pior. Além do risco de retrocesso ético, a eleição de um novo poste de Lula para o cargo de presidente resgatará a ameaça da ineficiência e da incompetência administrativa que marcou a gestão de Haddad tanto à frente da Prefeitura de São Paulo, como do Ministério da Educação.

Formado em Direito pela tradicional Faculdade do Largo do São Francisco, Haddad sempre alardeou pautar sua vida pública pelo caminho da retidão. A narrativa, como quase tudo no PT, não pára em pé. Basta jogar uma lupa sobre sua vida pregressa para se perceber que o presidenciável petista é lobo com cútis de cordeiro –ou seja, encontra-se tão encrencado quanto seus padrinhos políticos petistas. A Kurier Analytics, uma empresa de gestão de informações jurídicas, foi quem levantou, a pedido de ISTOÉ, a ficha corrida de Haddad na Justiça e catalogou a existência de 31 processos contra o ex-prefeito, apurando o número da ação, a vara em que está ajuizada a causa e os motivos dos procedimentos. A reportagem acessou um por um dos processos. Na relação, apenas não constava a 32ª ação contra o petista, por correr na Justiça Eleitoral. Versa sobre o recebimento de caixa dois na campanha a prefeito em 2012 e cuja denúncia, formulada pelo promotor Luiz Henrique Dal Poz, foi aceita pelo juiz Francisco Shintate.

Como desdobramento da operação Lava Jato, o ex-prefeito é acusado de ter recebido, em 2013, R$ 2,6 milhões da Construtora UTC para o pagamento de uma dívida contraída junto a gráficas. O dinheiro não foi contabilizado e chegou ao PT por meio do doleiro Alberto Youssef, segundo delação do ex-presidente da empreiteira Ricardo Pessoa. Como contrapartida, a Constran, do grupo UTC, ganhou uma licitação de R$ 417 milhões promovida pelo prefeito para a construção de um terminal rodoviário em Itaquera, segundo denúncia do promotor Marcelo Mendroni.

As contas de campanha de Haddad, na verdade, sempre foram uma espécie de caixa de Pandora do petista. Na campanha à reeleição para prefeito em 2016, Haddad ficou devendo R$ 2,1 milhões para o publicitário Giovane Favieri, da F5BI, em razão da locação de equipamentos de edição de vídeos. Favieri, investigado pela operação Lava Jato por receber dinheiro sujo em campanhas eleitorais, inclusive para o PT, entrou na 6ª Vara Cível com ação para receber o débito. No último dia 16 de agosto, o PT fez acordo para ele receber o dinheiro em parcelas até 2020. O mais suspeito, contudo, é que, no último dia 25, Favieri recebeu outros – ou seriam os mesmos? – R$ 2,1 milhões oriundos do caixa da campanha presidencial de Haddad, conforme registrado no TSE, também a título de locação de equipamentos para edição de vídeos.

Haddad parece mesmo não gostar de jogar às claras com a Justiça Eleitoral. Em declaração de bens obrigatória ao TSE, o presidenciável atesta que o apartamento em que reside em São Paulo vale a pechincha de R$ 90 mil. No Cartório de Registro de Imóveis, porém, consta que ele declarou ter pago R$ 120 mil pelo imóvel em 1998 e realizado um investimento de mais R$ 20 mil na compra de uma garagem, esta não declarada pelo presidenciável. O valor venal do apartamento é de R$ 997,9 mil – mais de 10 vezes a quantia orçada pelo candidato petista ao TSE.

Entre as dezenas de processos aos quais Haddad responde na Justiça, a maioria é composta por pelo menos 15 ações populares e nove por improbidade administrativa. Em uma delas, Haddad é acusado de superfaturar a ciclovia que liga o Ceagesp ao Ibirapuera, ao custo de R$ 54,7 milhões. Cada quilômetro custou para a Prefeitura R$ 4,4 milhões, bem acima do preço pago numa ciclovia na mesma região durante a gestão do ex-prefeito Gilberto Kassab, — R$ 617 mil por quilômetro. Nesse caso, o juiz Kenichi Koyama, da 11ª Vara da Fazenda Pública, já aceitou a denúncia e Haddad virou réu. Ele é acusado também de superfaturar a compra de salsicha para a merenda escolar. O Ministério Público Estadual o acusa ainda de desviar R$ 129,2 milhões de verbas destinadas ao Teatro Municipal. Nesse processo, estão envolvidos ex-assessores diretos de Haddad.

Não bastassem os processos, o candidato do PT ao Planalto acumula uma grande rejeição entre o eleitorado – acima de 40% segundo as últimas pesquisas de intenção de voto. A reprovação segue em curva ascendente. A aversão ao seu nome por parte do eleitor não constitui propriamente uma novidade. Haddad experimentou o infortúnio em 2016, quando acabou perdendo para João Doria (PSDB) no primeiro turno. Atualmente candidato ao governo do Estado, Doria desenvolve uma explicação para o baixo desempenho do ex-prefeito. Guarda relação com a fama de laborfóbico do candidato do PT à Presidência. “Ele não gostava de trabalhar. Chegava à Prefeitura às 10h e ia embora às 18h. Nos finais de semana não aparecia”, disse o tucano. Num rápido balanço de sua gestão, percebe-se que o petista deixou de cumprir grande parte das promessas feitas ao assumir o cargo. Prometeu construir 243 creches e só entregou 38. Prometeu erguer três novos hospitais, mas nenhum deles abriu as portas. Disse que iria construir 55 mil casas populares e só levantou 10 mil. O déficit de professores aumentou de 1.800 para 4.700 ao final de seu mandato. Um desastre.

A passagem de Haddad pelo comando do Ministério da Educação também foi marcada por intempéries. Desde a polêmica criação do chamado “kit gay” às fraudes na aplicação do Enem, que provocou um prejuízo de R$ 30 milhões aos cofres públicos. Logo no início de sua gestão, o petista virou alvo das primeiras reprimendas dos órgãos fiscalizadores. Uma ação da Controladoria Geral da União (CGU) detectou uma verdadeira “farra das passagens” no ministério. Conforme o relatório da CGU, em 2005 foram desembolsados R$ 3,3 milhões, um valor R$ 932 mil acima do teto estabelecido. “O gestor (Haddad) não adotou as providências necessárias para limitar os gastos com diárias e passagens, desconsiderando a Portaria da Subsecretaria de Planejamento e Orçamento – SPO”, descreve a CGU. Ainda segundo a auditoria a qual ISTOÉ teve acesso, a Controladoria fez uma análise minuciosa de gastos de 16 servidores, entre os quais Fernando Haddad, relacionada ao exercício financeiro de 2005 do MEC. O que a CGU descobriu é que o compromisso com a coisa pública não é uma máxima no petista. Para camuflar o péssimo desempenho no ministério, Haddad investia pesado em propaganda. Os gastos saltaram de R$ 9,5 milhões, em 2005, para R$ 30,1 milhões, em 2012.

Mesmo com uma gestão atabalhoada à frente do MEC, Haddad se manteve no cargo por sete anos, dois dos quais já no governo Dilma, que chegou a pensar em substituí-lo por Marta Suplicy. Mas Haddad era intocável. O petista só deixou o ministério em 2012, convencido por Lula a disputar a Prefeitura de São Paulo. Para catapultar Haddad novamente, desta vez ao posto de mandatário do País, Lula fez as vezes de tutor e coordenador informal da campanha. Conforme antecipou ISTOÉ na última edição, Lula montou um verdadeiro QG na cadeia, de onde articulou a cooptação de caciques do Nordeste e determinou até repasses de dinheiro, em troca do apoio de lideranças regionais a Haddad. Para torná-lo mais palatável ao núcleo duro petista, Lula o orientou a se inscrever na corrente majoritária do PT, a Construindo um Novo Brasil (CNB). Depois, destacou petistas de sua confiança para o assessorarem – todos investigados ou processados pela Justiça.

O tesoureiro da campanha petista é Francisco Macena, vereador do PT e que responde ao lado de Haddad pela acusação de recebimento de R$ 2,6 milhões da UTC para o pagamento de dívidas da campanha à prefeitura paulista em 2012. A ex-presidente Dilma Rousseff, uma das acusadas pelo STF como integrante do “quadrilhão do PT, coordena a campanha em Minas Gerais, onde é candidata ao Senado. A senadora Gleisi Hoffmann, presidente do partido, também investigada na Lava Jato, é quem toca a campanha no Paraná. Outro que exerce papel de destaque é ex-presidente da Petrobras, José Sérgio Gabrielli, que responde a duas ações de improbidade por prejuízos à estatal. Completam o time o presidente do Instituto Lula e o mais fiel escudeiro de Lula, Paulo Okamoto, Gilberto Carvalho, ex-chefe de gabinete de Lula investigado na Operação Zelotes, o ex-presidente nacional do PT, Ricardo Berzoini, e Lindberg Farias, candidato do PT ao Senado pelo Rio – velhos conhecidos das páginas político-policiais que regressarão ao poder, se Haddad eleito for.

_________________
Imagem
Imagem


Voltar ao topo
 Perfil  
 

Re: PT • Tópico sobre o Partido dos Trabalhadores
MensagemEnviado: 09 Out 2018, 22:08 
Offline
Avatar do usuário
Administrador

Registrado em: 28 Jan 2009, 13:29
Mensagens: 38230
Localização: São Carlos (SP)
Curtiu: 1640 vezes
Foi curtido: 3211 vezes
Programa CH: Chaves
Time de Futebol: São Paulo
E.R escreveu:
Várias urnas apresentaram problemas e várias denúncias foram feitas ao TSE. Muitas pessoas não conseguiram votar para presidente porque as urnas tiveram problemas.

Sim, como esse cidadão:



Voltar ao topo
 Perfil  
 

Re: PT • Tópico sobre o Partido dos Trabalhadores
MensagemEnviado: 09 Out 2018, 22:16 
Offline
Avatar do usuário
Membro

Registrado em: 03 Fev 2009, 00:22
Mensagens: 1762
Localização: Viamão - RS
Curtiu: 119 vezes
Foi curtido: 30 vezes
Programa CH: Chapolin
Time de Futebol: Grêmio (dã)
Fraude, fraude, fraude. Cuidado aí, galera.

_________________
-Segue a lista de esquerdistas atualizada:

Nazismo, The NY Times, The Economist, Alemanha
ONU, Bill Clinton, Madonna, Cher, Rachel Shehezarde
Veja, Dua Lipa, Reinaldo Azevedo
Papa Francisco, Globo
Black Eyed Peas, Francis Fukuyama
BBC, Facebook, Google
Marine Le Pen, Roger Waters
Ku Klux Klan, Burger King, Barcelona


Voltar ao topo
 Perfil  
 

Re: PT • Tópico sobre o Partido dos Trabalhadores
MensagemEnviado: 09 Out 2018, 23:22 
Offline
Avatar do usuário
Membro

Registrado em: 30 Dez 2014, 15:39
Mensagens: 924
Curtiu: 33 vezes
Foi curtido: 89 vezes
Programa CH: Chapolin
Time de Futebol: Tenho não
Barbano escreveu:
E.R escreveu:
Várias urnas apresentaram problemas e várias denúncias foram feitas ao TSE. Muitas pessoas não conseguiram votar para presidente porque as urnas tiveram problemas.

Sim, como esse cidadão:


Acabaram de inventar nesse vídeo a melhor terapia para auto-estima baixa.

_________________
"Yesterday, all my troubles seemed so far away" - PENALTY, Corner.

Imagem


Voltar ao topo
 Perfil  
 

Re: PT • Tópico sobre o Partido dos Trabalhadores
MensagemEnviado: 10 Out 2018, 00:38 
Offline
Avatar do usuário
Membro

Registrado em: 04 Dez 2011, 22:00
Mensagens: 27504
Curtiu: 2456 vezes
Foi curtido: 1555 vezes
Programa CH: Chaves
Time de Futebol: Palmeiras


Voltar ao topo
 Perfil  
 

Re: PT • Tópico sobre o Partido dos Trabalhadores
MensagemEnviado: 10 Out 2018, 18:40 
Offline
Avatar do usuário
Membro

Registrado em: 01 Fev 2009, 19:39
Mensagens: 72050
Localização: Rio de Janeiro (RJ)
Curtiu: 4391 vezes
Foi curtido: 1074 vezes
Programa CH: Chaves
Time de Futebol: Flamengo
https://politica.estadao.com.br/noticias/eleicoes,pt-escala-emissarios-para-sondar-militares,70002541446

Com a possibilidade de o PT voltar ao poder, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, de dentro da carceragem da Polícia Federal, em Curitiba, instruiu emissários a procurarem chefes militares das Forças Armadas.

O objetivo foi medir a temperatura nos quartéis, caso Fernando Haddad chegue ao Palácio do Planalto depois das denúncias de corrupção na Lava Jato contra as administrações petistas.

Lula buscou como interlocutores três ex-ministros da Defesa, que ocuparam o cargo nas gestões petistas – Nelson Jobim, que ficou na pasta entre julho de 2007 e agosto de 2011; Celso Amorim, no cargo entre agosto de 2011 e dezembro de 2014; e José Viegas, o primeiro a ocupar o ministério na gestão Lula, entre janeiro de 2003 e novembro de 2004.

_________________
Imagem
Imagem


Voltar ao topo
 Perfil  
 

Re: PT • Tópico sobre o Partido dos Trabalhadores
MensagemEnviado: 11 Out 2018, 21:06 
Offline
Avatar do usuário
Membro

Registrado em: 04 Dez 2011, 22:00
Mensagens: 27504
Curtiu: 2456 vezes
Foi curtido: 1555 vezes
Programa CH: Chaves
Time de Futebol: Palmeiras
O PT errou, mas o PT pode corrigir, explica Rodrigo de Almeida
https://www.poder360.com.br/opiniao/ele ... e-almeida/


Voltar ao topo
 Perfil  
 

Re: PT • Tópico sobre o Partido dos Trabalhadores
MensagemEnviado: 12 Out 2018, 02:37 
Offline
Avatar do usuário
Membro

Registrado em: 01 Fev 2009, 19:39
Mensagens: 72050
Localização: Rio de Janeiro (RJ)
Curtiu: 4391 vezes
Foi curtido: 1074 vezes
Programa CH: Chaves
Time de Futebol: Flamengo

PT e o maior escândalo de corrupção : o Petrolão.

----------------
O ESTADO DE S.PAULO

O PT tenta pregar uma peça na população, dizendo que pode ser o bastião da democracia.

O PT planeja lançar uma “frente democrática” no segundo turno, em defesa da candidatura do preposto do presidiário Lula, Fernando Haddad.

Sob a coordenação de Jaques Wagner, a legenda tenta pregar mais uma peça na população brasileira, dizendo que o PT pode ser o bastião da democracia ante o avanço da candidatura do deputado Jair Bolsonaro (PSL).

Com o PT a democracia sempre esteve em risco. Basta ver que, no momento em que Lula ocupava a Presidência da República e o partido desfrutava de expressivo apoio popular, a legenda optou por subverter a democracia representativa, comprando parlamentares por meio do esquema que depois ficaria conhecido como mensalão. Mesmo após a confirmação do caso, o PT não fez nenhuma autocrítica.

Os petistas nunca pediram desculpas à população brasileira por terem desrespeitado o princípio constitucional de que todo o poder emana do povo – sob o jugo do PT, o poder emanava do dinheiro periodicamente pago aos parlamentares.

Não satisfeito com o mensalão, o PT instalou outro esquema de corrupção do sistema político, o petrolão, com o uso das estatais para intermediar a compra de apoio político em troca de benesses econômicas. Além de os valores desviados das empresas públicas terem atingido cifras até então inauditas – o escândalo do mensalão ficou parecendo manobra de principiante –, o petrolão representou um novo grau de subversão do poder. Era a apropriação de todo o aparato do Estado por parte de uma causa político-partidária. Evidentemente, esse cenário não é compatível com o que se espera de uma democracia pujante.

Nos últimos tempos, o PT voltou a mostrar seu desprezo pelas instituições republicanas. A legenda instalou uma autêntica cruzada contra o Poder Judiciário, simplesmente porque várias instâncias da Justiça entenderam que Lula também devia estar submetido ao regime da lei.

A absoluta evidência de que o ex-presidente petista pôde exercer um amplíssimo direito de defesa não foi motivo para que o PT interrompesse suas imprecações contra o Judiciário. Seguiram com sua infantil postulação de que todo o Estado Democrático de Direito deveria se curvar ao grande líder. Nos regimes admirados pelos petistas, o Judiciário não tem a audácia de condenar líderes populares por corrupção e lavagem de dinheiro.

Neste ano, Lula e seu séquito fizeram de tudo para desrespeitar as regras eleitorais, com uma massiva campanha de desinformação, pregando que, se o demiurgo de Garanhuns não pudesse se candidatar, a eleição seria uma fraude. “Eleição sem Lula é golpe”, repetiram por todo o País. Sem nenhum apreço pelo princípio da igualdade de todos perante a lei, a fantasiosa argumentação era um descarado pedido de privilégio para o sr. Lula da Silva. Segundo os petistas, a Lei da Ficha Limpa não podia ser aplicada ao grande líder.

E para que não pairasse nenhuma dúvida de que continua havendo nas hostes petistas uma profunda ojeriza pelos princípios democráticos, o programa de governo do candidato Fernando Haddad foi talhado nos moldes do modelo bolivariano. Sem cerimônia, o PT prega um “novo processo constituinte : a soberania popular em grau máximo para a refundação democrática e o desenvolvimento do País”. A legenda promete subverter a democracia representativa. Além de instalar conselhos populares, ela quer “expandir para o presidente da República e para a iniciativa popular a prerrogativa de propor a convocação de plebiscitos e referendos”. Também fala abertamente em “instituir medidas para estimular a participação e o controle social em todos os Poderes da União e no Ministério Público”.

Para coroar suas pretensões autoritárias, os petistas mencionam a necessidade de um “novo marco regulatório da comunicação social eletrônica”. A atual liberdade tem incomodado suas pretensões autoritárias.

Quando o PT pede votos em favor de Fernando Haddad, que seria o campeão da defesa democrática do País, falta-lhe credibilidade. O passado e o presente o desmentem.

_________________
Imagem
Imagem


Editado pela última vez por Bugiga em 12 Out 2018, 09:05, em um total de 1 vez.
Unir dois posts. USE O BOTÃO EDITAR.


Voltar ao topo
 Perfil  
 

Exibir mensagens anteriores:  Ordenar por  
Criar novo tópico Responder  [ 1261 mensagens ]  Ir para página Anterior  1 ... 79, 80, 81, 82, 83, 84, 85  Próximo

Todos os horários são GMT - 3 horas


Quem está online

Usuários navegando neste fórum: Google [Bot] e 1 visitante


Enviar mensagens: Proibido
Responder mensagens: Proibido
Editar mensagens: Proibido
Excluir mensagens: Proibido

Procurar por:
Ir para: