Privatização ou Estatização?

Espaço para debates sobre assuntos que não sejam relacionados a Chespirito, como cinema, política, atualidades, música, cotidiano, games, tecnologias, etc.

Privatização ou Estatização ?

Privatização.
10
33%
Estatização.
6
20%
Um ponto de equilíbrio entre os dois.
14
47%
 
Total de votos: 30

Avatar do usuário
E.R
Membro
Membro
Mensagens: 90919
Registrado em: 01 Fev 2009, 19:39
Programa CH: Chaves
Time de Futebol: Flamengo
Localização: Rio de Janeiro (RJ)
Curtiu: 5574 vezes
Curtiram: 2030 vezes

Privatização ou Estatização?

Mensagem por E.R » 27 Jan 2021, 03:37

NOTÍCIAS
https://www.gazetadopovo.com.br/republi ... as-camara/

O candidato à presidência da Câmara Arthur Lira (PP) afirmou que vai pautar o projeto de lei de privatização da Eletrobras se houver maioria na Casa a favor da proposta.

Ele insinuou que o atual presidente da Casa, Rodrigo Maia (DEM), não colocou o projeto em votação em razão de um acordo com a oposição. "Eletrobras quem deixou de pautar não fomos nós. O projeto de privatização está lá há muito tempo. O acordo quem fez para não ser pautado também não fomos nós. O que eu venho garantindo, prometendo para todos os deputados, é a discussão de todas as matérias, sem nenhum tipo de preconceito, e as privatizações estão no meio", disse Arthur Lira, em Brasília. "Nós vamos pautar. Se tiver maioria vai ser votada, e se não tiver vai postergar, mas a discussão vai tratar do tema como ele verdadeiramente é. É nossa obrigação."
Imagem
Imagem

Avatar do usuário
Chapolin Comunista
Membro
Membro
Mensagens: 3412
Registrado em: 03 Fev 2009, 00:22
Programa CH: Chapolin
Time de Futebol: Grêmio
Localização: Viamão - RS
Curtiu: 162 vezes
Curtiram: 52 vezes

Privatização ou Estatização?

Mensagem por Chapolin Comunista » 23 Fev 2021, 00:30

A intenção do governo é privatizar o país, desta vez é a Eletrobras, com medida provisória e pressionando o Congresso


Ogoverno fascista de Bolsonaro quer privatizar o país, como prometido na campanha eleitoral. Agora está tentando a todo custo vender a Eletrobras. Para isso está negociando com os presidentes eleitos na Câmara, Arthur Lira (PP-AL) e no Senado, Rodrigo Pacheco (DEM-MG). É o que diz o jornal golpista e defensor do bolsonarismo, O Globo, que teve acesso a uma medida provisória (MP) que tem por objetivo acelerar a privatização, ao mesmo tempo que pressiona o Congresso para sua aprovação.

Como o senador Pacheco, antes de sua eleição, disse em entrevista que a privatização teria dificuldade em avançar no legislativo, a MP pode resolver o entrave e acelerar o processo. Querem privatizar a estatal até novembro deste ano.

Além disso, o governo está negociando a liberação de milhões em verbas para os principais políticos que são contra a privatização. E com as verbas para realizar suas promessas de campanha, esses políticos podem negociar a aprovação da privatização, que é contra o povo brasileiro, e assim compensar a perda de prestígio junto aos eleitores.

O processo de privatização se daria com a venda de ações da companhia em bolsas de valores no Brasil e no exterior. E que metade do valor arrecadado iria para o governo federal e o restante seria destinado a um fundo do setor elétrico.

A MP parece querer fortalecer a agenda neoliberal do ministro da Economia, Paulo Guedes, já que a mudança do comando da Petrobras por Bolsonaro não foi bem aceita pelo “mercado”, ou seja, pelos capitalistas. E ainda reforça a contradição interna da burguesia.

É preciso ver quem perde e quem ganha com a suposta privatização. Quem perde com certeza é o Brasil e o povo trabalhador. E quem ganha são os capitalistas estrangeiros, que estão querendo todas as empresas brasileiras a preço bem módico. Com as crises precisam aumentar seus lucros, e essa é uma fatia importante para lucrar.

Por outro lado quem perde, perde uma empresa estatal criada em 1962 no governo João Goulart, por proposta do então presidente Getúlio Vargas ainda em 1954, e entrou em operação em 1963 com a usina de Furnas em MG. Tinha a incumbência de coordenar todas empresas do setor elétrico, com a geração, transmissão e distribuição da energia.

Em 1990 nos governos Fernando Collor de Mello/José Sarney, sofreu a primeira reestruturação de cunho neoliberal, reduzindo parte da sua importância com a privatização da distribuição da energia produzida. Em 2018 o então presidente golpista Temer tentou privatizá-la sem sucesso.

A Eletrobras produz 38% da energia gerada no país. É a maior do gênero na América Latina. O valor dela nas bolsas é de US$ 20 bilhões de dólares, com um faturamento anual de US$ 16 bilhões. Fazem parte do grupo as usinas Eletronuclear, Itaipú, Chesf e mais cinco geradoras e transmissoras. Além disso, tem participação em inúmeras outras empresas brasileiras do setor de energia hidrelétrica.

Outro aspecto importantíssimo da privatização é de que o país ficará vulnerável na questão de fornecimento de energia elétrica. Se a empresa compradora quiser, por algum motivo, paralisar o fornecimento dessa energia, o país literalmente irá parar. Sem eletricidade não funcionam caixas de supermercado, bancos, postos de gasolina, chuveiros, luz e principalmente a internet, seria um tremendo caos, como o visto recentemente no apagão no Amapá, onde a energia elétrica é operada por uma empresa privada.


https://www.causaoperaria.org.br/govern ... as-com-mp/
O Chapolin é um herói latino-americano lutando contra as forças imperialistas (Super Sam, Batman, Superman). Ele sempre foi vermelho.

Chaves é sobre a luta de classes. Burguesia (Seu Barriga, Nhonho), Pequeno-burguesia (Dona Florinda, Girafales, Quico) e Classe Operária (Chaves, Seu Madruga, Chiquinha).E você, de que lado está?


''A direita é a escória.''
RUI COSTA PIMENTA

Avatar do usuário
Chapolin Comunista
Membro
Membro
Mensagens: 3412
Registrado em: 03 Fev 2009, 00:22
Programa CH: Chapolin
Time de Futebol: Grêmio
Localização: Viamão - RS
Curtiu: 162 vezes
Curtiram: 52 vezes

Privatização ou Estatização?

Mensagem por Chapolin Comunista » 24 Fev 2021, 02:02

Depois de capitular vergonhosamente diante das demissões de 2.500 trabalhadores, sem qualquer mobilização, o sindicato do PSTU aposta mais uma vez no TRT golpista

Conhecidos como os que preferem entregar a luta dos trabalhadores à justiça, o sindicato da CSP-Conlutas substituiu a mobilização dos trabalhadores da Embraer, onde mais de 2.500 trabalhadores foram demitidos, pelo golpista Tribunal Regional do Trabalho (TRT).

Na última terça-feira (23), o Tribunal Regional do Trabalho (TRT) da 15ª região marcou mais uma audiência de conciliação entre o Sindicato e a direção da Empresa Brasileira de Aeronáutica (Embraer). Essa audiência se refere às 2.500 demissões que ocorreram no mês de setembro de 2020, e que o Sindicato dos Metalúrgicos de São José dos Campos, da CSP-Conlutas, do PSTU (Partido Socialista dos Trabalhadores Unificado), decidiu deixar os trabalhadores à própria sorte.

Seguindo a política bolsonarista de enxugar o quadro de funcionários, para facilitar a entrega de empresa, a direção atual desferiu um brutal ataque aos trabalhadores e, numa tacada só, colocou 1.600 na rua através da pressão de demissão voluntária (PDV) que na realidade não há nada de voluntário, mas muita imposição da direção da empresa contra os funcionários, além de 900 demitidos sumariamente. Segundo a nova direção, cujo presidente é Francisco Gomes Neto, o PDV não surtiu o resultado necessário, por isso a demissão dos demais.

Na época o sindicato do PSTU, ao invés de chamar a greve dos trabalhadores, ocupar as instalações empresa, ou coisa que o valha, preferiu a farsa da assembleia virtual e, apesar de dizerem que os trabalhadores haviam aderido à greve, o que foi uma farsa, à medida que não os mobilizaram, deixou que os trabalhadores fossem demitidos, numa capitulação vergonhosa.

Naquele período, os dirigentes do Sindimetal/SJ já haviam acionado o TRT, pior ainda, para “pressionar”, começaram a distribuir cartas para João Doria, do golpista PSDB e, para os golpistas do Congresso Nacional, Rodrigo Maia da Câmara dos Deputados e Davi Alcolumbre, na época presidentes da Câmara e do Senado respectivamente, e até para Jair Bolsonaro.

A capitulação e o conselho aos demitidos

Diante das cobranças dos trabalhadores no sentido de que o sindicato agisse, a resposta de sua direção foi de que todos os trabalhadores, individualmente, deveriam entrar com ação na justiça. Ou seja, depois de capitularem diante da direção da Embraer, pedir auxilio aos golpistas que estão estimulando a devassa em inúmeras empresas como a Embraer, orientam os trabalhadores a não lutar, mas acreditar no judiciário, braço direito dos patrões e do governo, pois esses seriam os que irão resolver a situação das demissões.

Se eximindo de qualquer luta que tenha de paralisar a produção dos aviões e peças, etc., o diretor do sindicato Herbert Claros da Silva afirma que: “continuamos querendo discutir formas para preservar o emprego dos metalúrgicos. Infelizmente, até aqui, foi a Embraer que manteve sua postura inflexível, de não querer negociar alternativas para essa situação”.

É preciso superar a política de se esconder em casa, deixar os sindicatos fechados, como ocorreu durante todo o ano de 2020, e nos dois meses desse ano, é necessário, ainda, mobilizar tanto dos trabalhadores da Embraer, quanto os demitidos, em uma greve com ocupação se suas instalações para resolver a situação das demissões. Nenhuma confiança no judiciário.




https://www.causaoperaria.org.br/apos-d ... -golpista/
O Chapolin é um herói latino-americano lutando contra as forças imperialistas (Super Sam, Batman, Superman). Ele sempre foi vermelho.

Chaves é sobre a luta de classes. Burguesia (Seu Barriga, Nhonho), Pequeno-burguesia (Dona Florinda, Girafales, Quico) e Classe Operária (Chaves, Seu Madruga, Chiquinha).E você, de que lado está?


''A direita é a escória.''
RUI COSTA PIMENTA

Avatar do usuário
E.R
Membro
Membro
Mensagens: 90919
Registrado em: 01 Fev 2009, 19:39
Programa CH: Chaves
Time de Futebol: Flamengo
Localização: Rio de Janeiro (RJ)
Curtiu: 5574 vezes
Curtiram: 2030 vezes

Privatização ou Estatização?

Mensagem por E.R » 24 Fev 2021, 04:39

Eletrobras tem que ser privatizada, sim.

Não sei se foi você que escreveu que O Globo é um jornal defensor do Bolsonaro. Só pode ser piada, né ? Jornal que tem Ancelmo Gois, Miriam Leitão, Bernardo Mello Franco, Vera Magalhães, todos que odeiam o Bolsonaro.
NOTÍCIAS
Imagem
Imagem

Avatar do usuário
Chapolin Comunista
Membro
Membro
Mensagens: 3412
Registrado em: 03 Fev 2009, 00:22
Programa CH: Chapolin
Time de Futebol: Grêmio
Localização: Viamão - RS
Curtiu: 162 vezes
Curtiram: 52 vezes

Privatização ou Estatização?

Mensagem por Chapolin Comunista » 24 Fev 2021, 17:10

Todos eles são bolsonaristas quando se trata de PT ou Bolsonaro, como foi em 2018, não se iluda.
O Chapolin é um herói latino-americano lutando contra as forças imperialistas (Super Sam, Batman, Superman). Ele sempre foi vermelho.

Chaves é sobre a luta de classes. Burguesia (Seu Barriga, Nhonho), Pequeno-burguesia (Dona Florinda, Girafales, Quico) e Classe Operária (Chaves, Seu Madruga, Chiquinha).E você, de que lado está?


''A direita é a escória.''
RUI COSTA PIMENTA

Avatar do usuário
E.R
Membro
Membro
Mensagens: 90919
Registrado em: 01 Fev 2009, 19:39
Programa CH: Chaves
Time de Futebol: Flamengo
Localização: Rio de Janeiro (RJ)
Curtiu: 5574 vezes
Curtiram: 2030 vezes

Privatização ou Estatização?

Mensagem por E.R » 24 Fev 2021, 17:27

Olha, não sei não.

Boa parte deles votou no PT no segundo turno em 2018.

A Miriam Leitão e o Bernardo Mello Franco, com certeza.
Imagem
Imagem

Avatar do usuário
Chapolin Comunista
Membro
Membro
Mensagens: 3412
Registrado em: 03 Fev 2009, 00:22
Programa CH: Chapolin
Time de Futebol: Grêmio
Localização: Viamão - RS
Curtiu: 162 vezes
Curtiram: 52 vezes

Privatização ou Estatização?

Mensagem por Chapolin Comunista » 24 Fev 2021, 19:22

Miriam Leitão votando no PT... :garg: :garg: :garg:

Esse Bernardo ai nao conheço. Tudo golpista.
O Chapolin é um herói latino-americano lutando contra as forças imperialistas (Super Sam, Batman, Superman). Ele sempre foi vermelho.

Chaves é sobre a luta de classes. Burguesia (Seu Barriga, Nhonho), Pequeno-burguesia (Dona Florinda, Girafales, Quico) e Classe Operária (Chaves, Seu Madruga, Chiquinha).E você, de que lado está?


''A direita é a escória.''
RUI COSTA PIMENTA

Responder