Fórum Portal Vídeos Guia de Episódios Sobre



Todos os horários são GMT - 3 horas [ DST ]


Portal Chespirito Chico Rei



Criar novo tópico Responder  [ 35 mensagens ]  Ir para página Anterior  1, 2, 3
  Exibir página para impressão

Re: Copa América 2019
Autor Mensagem
MensagemEnviado: 03 Dez 2017, 20:00 
Offline
Avatar do usuário
Membro

Registrado em: 01 Fev 2009, 20:39
Mensagens: 65894
Localização: Rio de Janeiro (RJ)
Curtiu: 3726 vezes
Foi curtido: 847 vezes
Programa CH: Chaves
Time de Futebol: Flamengo
Fantasias: Não utilizo

_________________
Imagem
Imagem


Voltar ao topo
 Perfil  
 

Re: Copa América 2019
MensagemEnviado: 11 Dez 2017, 14:35 
Offline
Avatar do usuário
Membro

Registrado em: 01 Fev 2009, 20:39
Mensagens: 65894
Localização: Rio de Janeiro (RJ)
Curtiu: 3726 vezes
Foi curtido: 847 vezes
Programa CH: Chaves
Time de Futebol: Flamengo
Fantasias: Não utilizo
https://globoesporte.globo.com/futebol/futebol-internacional/noticia/documentos-indicam-que-empresa-de-marin-recebeu-us-15-mi-de-propina-da-copa-america.ghtml

Imagem
Uma empresa do ex-presidente da CBF José Maria Marin e de sua mulher, Neuza Marin, recebeu US$ 1,5 milhão que, segundo os promotores americanos que atuam no "Caso Fifa", seria dinheiro de propina relacionada à venda dos direitos de transmissão da Copa América. Os pagamentos ocorreram em 2013, quando Marin era presidente da CBF.

Os documentos que ligam Marin ao dinheiro foram exibidos pela primeira vez nesta quinta-feira, durante o julgamento do cartola no "Caso Fifa". Os promotores reproduziram todo o caminho do dinheiro. Marin não quis comentar. Durante todo o julgamento, sua defesa tem negado que ele recebeu suborno.

Em 5 de julho de 2013, a empresa FTP transferiu US$ 3 milhões do banco Julius Baer, na Suíça, para uma conta da empresa Support Travel no Andbanc, em Andorra. A Support Travel pertence ao empresário Wagner Abrahão, que há décadas presta serviços de logística para a CBF.

A FTP é uma offshore que pertencia a Torneos y Competencias, empresa argentina que em 2013 dividiu os direitos de tranmissão de quatro edições da Copa América (2015, 2016, 2019 e 2023) com a Traffic e a Full Play.

Delatores dessas três empresas contaram no Tribunal Federal do Brooklyn que esse contrato foi obtido por meio do pagamento de propina. Só para dirigentes da CBF, o combinado era que fossem dados US$ 3 milhões para cada edição do torneio, além de US$ 3 milhões pela assinatura do contrato.

Nos dias 12 de julho, 27 de agosto e 15 de outubro de 2013, uma outra empresa de Abrahão (Expertise Travel), com conta no mesmo Andbanc em Andorra, fez três transferências – cada uma delas no valor de US$ 500 mil – para a empresa Firelli International Ltda.

Documentos exibidos no Tribunal Federal do Brooklyn mostraram que a Firelli pertence a José Maria Marin e a Neuza Marin, sua esposa. Em 2012, eles abriram uma conta no banco Morgan Stanley. A mesma conta recebeu o dinheiro que chegou de Andorra.

Steve Berryman, investigador da IRS (equivalente a Receita Federal Americana), detalhou um extrato bancário da Firelli, dos meses de março e abril de 2014. Só no mês de abril, um cartão de débito dessa conta registrou gastos de US$ 118.220,49. Em março de 2014, foram registrados gastos de US$ 30.310.

Segundo os extratos exibidos no tribunal, Marin fez compras na loja de roupas Hermes, em Paris, no valor de US$ 20.977,15. Em abril, sua conta bancária registrou um débito de US$ 55.000,00 na joalheria Bvlgari, em Las Vegas. Há um outro registro de gastos na loja Chanel, em Nova York, no valor de US$ 10.070,94.

_________________
Imagem
Imagem


Voltar ao topo
 Perfil  
 

Re: Copa América 2019
MensagemEnviado: 15 Dez 2017, 18:05 
Offline
Avatar do usuário
Membro

Registrado em: 01 Fev 2009, 20:39
Mensagens: 65894
Localização: Rio de Janeiro (RJ)
Curtiu: 3726 vezes
Foi curtido: 847 vezes
Programa CH: Chaves
Time de Futebol: Flamengo
Fantasias: Não utilizo
http://blogs.lance.com.br/deprima/2017/12/15/licitacao-dara-destino-direitos-da-copa-america-que-eram-da-datisa/

A Conmebol decidiu que fará uma licitação para negociar os direitos comerciais e de transmissão da Copa América 2019, no Brasil, antes ligados à empresa Datisa.

O vínculo anterior foi rompido por causa do envolvimento da companhia no esquema de pagamento de propina aos dirigentes sul-americanos.

Além de se livrar de uma empresa “enrolada”, a Conmebol vai tentar arrecadar mais dinheiro, com base no valor atual do produto, com o intuito de deixar a organização da competição mais robusta.

_________________
Imagem
Imagem


Voltar ao topo
 Perfil  
 

Re: Copa América 2019
MensagemEnviado: 19 Dez 2017, 00:33 
Offline
Avatar do usuário
Membro

Registrado em: 01 Fev 2009, 20:39
Mensagens: 65894
Localização: Rio de Janeiro (RJ)
Curtiu: 3726 vezes
Foi curtido: 847 vezes
Programa CH: Chaves
Time de Futebol: Flamengo
Fantasias: Não utilizo

Reportagem do Domingo Espetacular mostra que vendas dos direitos de TV da Copa América envolveu propina paga a cartolas do futebol brasileiro.

_________________
Imagem
Imagem


Voltar ao topo
 Perfil  
 

Re: Copa América 2019
MensagemEnviado: 13 Jan 2018, 10:58 
Offline
Avatar do usuário
Membro

Registrado em: 01 Fev 2009, 20:39
Mensagens: 65894
Localização: Rio de Janeiro (RJ)
Curtiu: 3726 vezes
Foi curtido: 847 vezes
Programa CH: Chaves
Time de Futebol: Flamengo
Fantasias: Não utilizo
http://blogs.correiobraziliense.com.br/dribledecorpo/8117-2/

2018 começa com uma dívida do GDF empurrada para debaixo do tapete do Mané Garrincha.

Sem receber jogos oficiais há oito meses, o estádio mais caro da Copa de 2014 está com o gramado em perfeito estado para abrigar jogos do Campeonato Candango, a partir do próximo dia 20, mas o blog apurou que o pagamento da manutenção do campo está atrasado.

Nos bastidores do governo, há o temor de que a dívida com a manutenção do gramado comprometa a realização de jogos locais e o plano de disponibilizar o Mané Garrincha para partidas do Flamengo na Libertadores. Em 2016, o Flamengo chegou a bancar do próprio bolso a manutenção do campo e até o aluguel de um gerador para mandar jogos do Campeonato Carioca e do Campeonato Brasileiro no Distrito Federal. O Flamengo aguarda a punição que será imposta pela Conmebol após os episódios ocorridos na final da Copa Sul-Americana diante do Independiente. A partir do castigo, apontará onde (no Rio ou fora do estado) e em que condições (portões fechados ou com venda de ingressos) receberá seus jogos. Em 1991, Brasília abrigou um jogo do Flamengo no torneio continental diante do Bella Vista, do Uruguai.

O plano de trabalho do Mané Garrincha para 2017 previa investimento de R$ 595.516,83 no gramado, no período de abril a dezembro do ano passado. É o que mostra a planilha. Na última semana de dezembro, o GDF correu contra o tempo para evitar problemas jurídicos e amortizou oito meses da dívida com a empresa Greenleaf.

A Novacap pagou os serviços de março — pendência do contrato de 2016 — a outubro, mas ainda deve os meses de novembro e dezembro. O dinheiro sai da conta da Terracap e a Novacap executa o pagamento. A pendência é de aproximadamente R$ 112.913,16.

Uma fonte admite a dívida, mas atribui o atraso à burocracia do serviço público, como a lentidão no trâmite de notas. Diz ainda que é normal o “delay” de três meses, e que o valor será quitado até março. Há pressa para resolver o perrengue também devido ao processo de licitação da ArenaPlex — complexo que engloba o Estádio Mané Garrincha. O vencedor assumirá a concessão por 35 anos e não pode herdar a dívida.

A Greenleaf tem contrato até abril deste ano e não quis falar sobre a dívida. Apesar do perrengue, continua tocando os serviços. No entanto, recentemente, a firma viveu problema semelhante num outro estádio da Copa de 2014. Em novembro do ano passado, a empresa ameaçou paralisar o serviço na Arena da Amazônia. Motivo: uma dívida de R$ 999.657,99.

Na lista de serviços realizados no Mané Garrincha em 2017 estão, por exemplo, a instalação da grama de inverno realizada no meio do ano e a utilização de luz artificial. Para o mês de novembro, havia previsão das reformas de fim de ano : descompactação e nivelamento do gramado.

Apesar do tratamento luxuoso dado ao campo de jogo do estádio mais caro da Copa de 2014 (R$ 1,7 bilhão), a arena não recebe uma partida oficial de futebol desde 6 de maio do ano passado, quando o Brasiliense conquistou o Campeonato Candango em cima do Ceilândia. Lá se vão oito meses sem bola rolando.

O estádio é cotado para ser uma das sedes da Copa América 2019.

_________________
Imagem
Imagem


Voltar ao topo
 Perfil  
 

Exibir mensagens anteriores:  Ordenar por  
Criar novo tópico Responder  [ 35 mensagens ]  Ir para página Anterior  1, 2, 3

Todos os horários são GMT - 3 horas [ DST ]


Quem está online

Usuários navegando neste fórum: Bing [Bot] e 8 visitantes


Enviar mensagens: Proibido
Responder mensagens: Proibido
Editar mensagens: Proibido
Excluir mensagens: Proibido

Procurar por:
Ir para: