Fanfics CH

Postem aqui suas histórias!

Discuta aqui tudo relacionado aos trabalhos de Chespirito, como Chaves, Chapolin, Chaves em Desenho e Programa Chespirito. Discuta aqui também o trabalho de outros atores, como as séries do Kiko.
Avatar do usuário
Zeca Pagodinho CH
Membro
Membro
Mensagens: 4818
Registrado em: 09 Out 2014, 16:18
Programa CH: Chaves
Curtiu: 380 vezes
Curtiram: 403 vezes

Re: Fanfics CH

Mensagem por Zeca Pagodinho CH » 04 Abr 2019, 00:10

.
Editado pela última vez por Zeca Pagodinho CH em 28 Jun 2019, 21:38, em um total de 1 vez.
Esses usuários curtiram o post de Zeca Pagodinho CH (total: 1):
IgorBorgesCH

Avatar do usuário
Chimois
Banido
Banido
Mensagens: 46
Registrado em: 11 Abr 2019, 18:15
Programa CH: Chespirito
Time de Futebol: Corinthians
Curtiu: 0
Curtiram: 0

Re: Fanfics CH

Mensagem por Chimois » 16 Abr 2019, 19:44

Não ia ter
Editado pela última vez por Chimois em 18 Abr 2019, 10:10, em um total de 1 vez.

Avatar do usuário
Homem de Marlboro
Usuário do Mês
Usuário do Mês
Mensagens: 4041
Registrado em: 29 Abr 2018, 00:32
Programa CH: Chapolin
Time de Futebol: Flamengo
Localização: Ele ainda está neste país!
Curtiu: 137 vezes
Curtiram: 461 vezes

Re: Fanfics CH

Mensagem por Homem de Marlboro » 16 Abr 2019, 20:19

Ia ter o puteiro da Dona Clotilde também? :rolleyes:
Chespiritodub, sempre com esquetes inéditas e dubladas! Inscrevam-se!

https://www.youtube.com/channel/UCiDWs6 ... 0qYoRtbyKg

Instagram: @chespiritodub

Avatar do usuário
Bernkastel
Membro
Membro
Mensagens: 21158
Registrado em: 07 Mai 2010, 19:59
Programa CH: La Chicharra
Localização: The Twilight Zone
Curtiu: 460 vezes
Curtiram: 2961 vezes

Re: Fanfics CH

Mensagem por Bernkastel » 18 Abr 2019, 09:56

a corretora imobiliaria do seu barriga
Antonio Felipe escreveu:Ô, meu, você não tem nada pra fazer, não?

Raimundo Nonato Canavieira
Membro
Membro
Mensagens: 1427
Registrado em: 27 Mar 2016, 10:49
Programa CH: Chaves
Time de Futebol: Corithans
Curtiu: 71 vezes
Curtiram: 33 vezes

Re: Fanfics CH

Mensagem por Raimundo Nonato Canavieira » 18 Abr 2019, 11:02

Ia ter Celina transando com o Chapolin (1979)? Disco, você é muito engraçado, você não quer fazer stand- up! Você iria lucrar muito! Eu vou ligar para o Cazalbé! Saudade, quando você era troll, você é um ppuco estranho, mas um bom e futuro humorista! Além de ser bon em desenhos! Faça humor, lucra mais do que arte!
Esses usuários curtiram o post de Raimundo Nonato Canavieira (total: 1):
Zeca Pagodinho CH

Avatar do usuário
Zeca Pagodinho CH
Membro
Membro
Mensagens: 4818
Registrado em: 09 Out 2014, 16:18
Programa CH: Chaves
Curtiu: 380 vezes
Curtiram: 403 vezes

Re: Fanfics CH

Mensagem por Zeca Pagodinho CH » 18 Abr 2019, 17:54

.

Avatar do usuário
Lucas Oliveira da Silva
Membro
Membro
Mensagens: 73
Registrado em: 28 Ago 2018, 17:15
Programa CH: Chapolin
Time de Futebol: São Paulo
Curtiu: 1 vez
Curtiram: 1 vez

Re: Fanfics CH

Mensagem por Lucas Oliveira da Silva » 04 Set 2019, 14:05

Ano: 1977
TÍTULO MAGA: A Bola
TÍTULO ORIGINAL: La pelota explotando
Tradução: "A bola explodindo"
Elenco: Roberto Gomez Bolaños - CHAVES / CHESPIRITO
Florinda Meza - DONA FLORINDA
Maria Antonieta de las Neves - CHIQUINHA / MARIA ANTONIETA
Rúben Aguirre - PROFESSOR GIRAFALES
Edgar Vivar - SENHOR BARRIGA
Ramon Valdes - SEU MADRUGA
Carlos Villagran - KIKO
Na vila, Quico brinca de bola em frente a casa de Seu Madruga. Então Chaves aparece no primeiro pátio pulando com uma vassoura. Ele cai no chão e em seguida, se levanta enfurecido. Ele pega do bolso da calça um prego e estoura a bola.
- Vai ver só. Vou contar para minha mãe. Mamãe.
Dona Florinda sai de casa e lhe pergunta:
- O que aconteceu, tesouro?
- Chaves estourou minha bola. Disse Quico a Dona Florinda.
- Tinha que ser o Chaves. Não lhe bato pois sou uma mulher que não bate em uma criança que não é da minha família.
- Então a senhora bateu muito no Quico, né? (RISOS)
Dona Florinda sem entender, lhe pergunta:
- Porque?
- Porque as bochechas inchadas são à prova. (RISOS) Disse Chaves a Dona Florinda.
Quico balança o vestido de Dona Florinda, lhe chamando a atenção. E lhe disse:
- Ele disse que eu tenho bochechas inchadas.
- Não preste atenção. Aliás, tesouro. Você é igual ao seu pai. Disse Dona Florinda.
- Como assim, mamãe? Pergunta Quico.
Quando ouve isso, Chaves disse a Dona Florinda:
- Agora entendo porque o Quico é tão feio. (RISOS)
Ao ouvir isso, Quico se enfurece, se aproxima de Chaves e o golpea. Chaves ia golpear Quico, mas desiste porque Dona Florinda estava presente.
Ele sai da presença dos dois, ameaçando Quico:
- Quando a velha enrugada não estiver aqui, vou lhe quebrar o que você chama de cara. (RISOS)
Dona Florinda o olha furiosa. Então Chaves sai da vila em direção à rua, correndo. (RISOS)
Quico pegando do chão a bola que estourou, mostra a Dona Florinda, lhe dizendo:
- Agora não vou poder brincar de futebol. Apesar de eu ter tantos brinquedos, o que mais gostava era jogar bola. Qualquer brinquedo que eu trouxer será alvos de Chaves. Também não sei se meu cofrinho tem dinheiro suficiente para comprar uma bola nova.
- O dinheiro que o Professor Girafales nos deixou é para pagar o aluguel para o Senhor Barriga. Se o Professor Girafales vier ainda hoje, peço a ele o dinheiro. Disse Dona Florinda.
Professor Girafales chega na vila, mas Dona Florinda não percebe. Quico o percebe e lhe salda:
- Oi papi, digo, professor. (RISOS)
- Tá. Tá. Tá. Tá. Professor Girafales dá um sermão em Quico. Um aluno não deve desrespeitar um professor. Quico fica cabisbaixo. Então Dona Florinda explica que aconteceu mais cedo.
Na casa de Seu Madruga, Chiquinha está sentada perto a mesa enquanto Seu Madruga está sentado no sofá. Eles conversam: - Papai, se você não falasse para mim que sou parecida com minha mãe, eu não saberia. Disse Chiquinha.
- Mas isso Chiquinha é porque não encontrei a foto dela. Disse Seu Madruga. Por causa disso, Chiquinha questiona:
- Se eu sou parecida com minha mãe, ela é parecida com a mãe dela, assim como minha bisavó. Então minha bisavó é parecida com a mãe dela, assim como minha mãe é parecida comigo.
- O que? (RISOS) Disse Seu Madruga. Seu Madruga diz para Chiquinha brincar no pátio. Passado algum tempo, Professor Girafales e Dona Florinda estão numa loja de brinquedos. Dona Florinda lhe pergunta:
- Será que Quico entendeu que eu disse a ele?
- Se formos pensar pela sua burrice (RISOS) Disse Professor Girafales, pensando: Dona Florinda - "se o Seu Barriga vier, dê o dinheiro a ele." mas se o Chaves vier, dê um soco nele." Quico - "está bem, mamãe".
Professor Gerafales questiona o preço da bola:
- Como agora esta bola está custando 30 cruzados se antes custava 10 cruzados?
Professor Girafales chama o dono da loja:
- Senhor, quero reclamar sobre este preço.
Então Chespirito, o dono da loja vai até o Professor Girafales com Maria, sua amiga. E ele lhe disse:
- Da última vez que vim a esta loja , a bola maior custava 10 cruzados e a bola menor custava 40 cruzados. O que motivou esta diferença dos preços? Disse o Professor Girafales a Chespirito.
- Faço os preços conforme a estatura do cliente. (RISOS) Disse Chespirito ao Professor Girafales, observando-o dos pés à cabeça. Na vila, Chaves bate na porta de Dona Florinda. Quico com o dinheiro na mão, abre a porta pensando ser o Senhor Barriga. Chaves golpea Quico. Quico cai no chão. Chaves vai para a rua. Quico está novamente em casa, quando o Senhor Barriga vindo do segundo pátio, bate à porta. Quico abre a porta e golpea o Senhor Barriga, pensando ser Chaves. Professor Girafales e Dona Florinda chegam na vila e vêem o Senhor Barriga no chão. Eles vão até ele e o Professor Girafales lhe pergunta:
- Quem lhe bateu, Senhor Barriga?
- Foi o Quico. Disse o Senhor Barriga quando se levanta.
- É que Senhor Barriga... Dona Florinda esclarece o que aconteceu.
- Papi, digo, professor. (RISOS) Disse Quico, indo até o Professor Girafales.
- Trouxe a minha bola?
- Aqui está. Disse o Professor Girafales quando entrega a bola ao Quico.
Editado pela última vez por Lucas Oliveira da Silva em 29 Set 2019, 07:16, em um total de 5 vezes.
"O Senhor é o meu pastor; de nada terei falta."

Avatar do usuário
Cattelo
Membro
Membro
Mensagens: 8000
Registrado em: 30 Jul 2014, 22:54
Programa CH: Chapolin
Time de Futebol: Boludos do Campinho
Localização: Terra do Nunca
Curtiu: 0
Curtiram: 611 vezes

Re: Fanfics CH

Mensagem por Cattelo » 04 Set 2019, 21:16

Queria saber o que houve com o Disco pra ele apagar vários posts aqui e no Textos dos Usuários.

Avatar do usuário
Lucas Oliveira da Silva
Membro
Membro
Mensagens: 73
Registrado em: 28 Ago 2018, 17:15
Programa CH: Chapolin
Time de Futebol: São Paulo
Curtiu: 1 vez
Curtiram: 1 vez

Re: Fanfics CH

Mensagem por Lucas Oliveira da Silva » 28 Set 2019, 20:12

Ninguém leu minha fanfic?
"O Senhor é o meu pastor; de nada terei falta."

Avatar do usuário
Medeiros CH
Membro
Membro
Mensagens: 707
Registrado em: 23 Jan 2019, 14:58
Programa CH: Chespirito
Time de Futebol: Flamengo
Curtiu: 124 vezes
Curtiram: 54 vezes

Re: Fanfics CH

Mensagem por Medeiros CH » 28 Set 2019, 20:23

Lucas Oliveira da Silva escreveu:Ninguém leu minha fanfic?
Eu li, Senhor.
Imagem

Avatar do usuário
Anderson silveira
Membro
Membro
Mensagens: 1522
Registrado em: 14 Jan 2013, 20:32
Programa CH: Chaves
Time de Futebol: internacional
Curtiu: 46 vezes
Curtiram: 73 vezes

Re: Fanfics CH

Mensagem por Anderson silveira » 28 Set 2019, 22:23

Achei bem boa. Porem achei bem mal caratismo a Dona Florinda mandar o Quico bater no Chaves.
-----------------------------------
Acho que o Roberto Fernandez deveria fazer um concurso pra selecionar roteiros ineditos criados por fãs nem que seja pra animação. Tem muita fanfict boa aqui no topico, eu escrevi 2 a tempos atras,mas não sei se alguem leu -_-
Imagem

Avatar do usuário
Lucas Oliveira da Silva
Membro
Membro
Mensagens: 73
Registrado em: 28 Ago 2018, 17:15
Programa CH: Chapolin
Time de Futebol: São Paulo
Curtiu: 1 vez
Curtiram: 1 vez

Re: Fanfics CH

Mensagem por Lucas Oliveira da Silva » 01 Out 2019, 21:38

Anderson silveira escreveu:Achei bem boa. Porem achei bem mal caratismo a Dona Florinda mandar o Quico bater no Chaves.
-----------------------------------
Acho que o Roberto Fernandez deveria fazer um concurso pra selecionar roteiros ineditos criados por fãs nem que seja pra animação. Tem muita fanfict boa aqui no topico, eu escrevi 2 a tempos atras,mas não sei se alguem leu -_-
Obrigado, Anderson! Suas dicas caíram como uma luva.
"O Senhor é o meu pastor; de nada terei falta."

Avatar do usuário
Cattelo
Membro
Membro
Mensagens: 8000
Registrado em: 30 Jul 2014, 22:54
Programa CH: Chapolin
Time de Futebol: Boludos do Campinho
Localização: Terra do Nunca
Curtiu: 0
Curtiram: 611 vezes

Re: Fanfics CH

Mensagem por Cattelo » 18 Out 2019, 01:58

Mais uma vez resgatando (e refazendo) uma história antiga minha, agora do Polegar.

MUITO AJUDA QUEM POUCO ATRAPALHA
PERSONAGENS:

Rubén Aguirre, como o construtor principal.
Carlos Villagrán, como o mensageiro.
Ramón Valdéz, como o sabotador da construção.
Roberto Gómez Bolanõs como o Chapolin Colorado.
Florinda Meza como a rainha.

POSSÍVEL ANO PARA O EPISÓDIO: 1978.
BLOCO 1
Rubén está na construção, cimentando tijolos em uma mureta. Cansado, passa um lenço no rosto enxugando o suor. Em dado momento, por distração, passa a colher de pedreiro com um punhado de cimento no lugar. (RISOS) Está bravo consigo mesmo, tentando se limpar, quando aparece um mensageiro.

MENSAGEIRO (tocando corneta, o que o pega desprevenido e o faz cair no amontoado de cimento no chão) - Trago aqui um excelentíssimo recado para o excelentíssimo construtor principal da excelentíssima torre de... (RISOS)

RUBÉN (levantando-se) - Tá, tá, tá... Um mensageiro, hein? O que tem?

MENSAGEIRO - Ah, muita sede! Imagine que vim subindo as escadarias às pressas e... (RISOS)

RUBÉN - Digo, que recado me traz?

MENSAGEIRO - Oh, mas que cabeça a minha!... (tira da manga um tubinho de papel).

RUBÉN - E?

MENSAGEIRO - O senhor não vai pegar?

RUBÉN - Como? Então quer que eu leia?

MENSAGEIRO - Mas, ora! Pela educação que eu recebi, é falta de respeito ler a correspondência alheia! (RISOS)

RUBÉN - Muito bem... Esse é o seu primeiro trabalho como mensageiro, não?

MENSAGEIRO - Como adivinhou? (RISOS)

RUBÉN - Pois ouça, faz parte da sua obrigação ler as mensagens também. Apenas entregar é cumprir meio serviço!

MENSAGEIRO - Queira me desculpar! Nesse caso... (desenrola o papel).

RUBÉN - Então como é?

MENSAGEIRO - Sim, estou lendo! (RISOS)

RUBÉN - Mas é em voz alta, louco, para que eu possa saber do que se trata! Afinal, o interessado sou eu!

MENSAGEIRO - Mil perdões! Agora sim: (cof, cof) "Manda Pancho dizer á vossa excelência, o construtor principal, que não poderá comparecer ao trabalho hoje, por motivos de força maior".

RUBÉN - Força maior?

MENSAGEIRO - Exato. Segundo ele, hoje é a decisão dos jogos interestaduais! (RISOS) Mas avisa que amanhã vem contar o placar, e se oferece para fazer hora extra, como forma de compensar a falta.

RUBÉN - Mas era só o que faltava!

MENSAGEIRO - Ao contrário, ainda tem mais um trechinho: "Também manda Gonzalo dizer à vossa excelência que faltará ao trabalho. Se encontra acamado, em estado grave".

RUBÉN - Mas como, isso? Ainda ontem estava aqui, forte como um touro!

MENSAGEIRO - Sim, mas ele explica que acabou esquecendo o aniversário de casamento... (RISOS)

RUBÉN - Não é possível!

MENSAGEIRO - Pois sim, é! E ainda digo mais, Martinez é outro que não virá. Ele diz que... Ouça, excelentíssimo, não há mesmo água por aqui? Eu estou realmente com muita sede! (RISOS)

RUBÉN - Veja, bem ali há uma moringa.

O mensageiro vai até a moringa, enquanto Rubén pega o papel e continua a ler.

RUBÉN - Mas é absolutamente incrível! Cada um com uma desculpa, todos os funcionários se ausentaram hoje! Estou com esta obra atrasada, e sem nenhum ajudante.

MENSAGEIRO - Se o excelentíssimo preferir, eu tenho aqui uma luneta. Posso ficar sondando o horizonte e avisar se algum trabalhador aparecer!

RUBÉN - De maneira nenhuma! Quem sou eu para atrapalhar o seu serviço? Devem haver muitas outras mensagens para entregar...

MENSAGEIRO - Mas quem disse que atrapalha? Sabe, eu ganho o equivalente ao tempo gasto com cada cliente! (RISOS) E depois, fora essa, só há mais uma carta a ser entregue.

RUBÉN - Bom, neste caso... (volta ao trabalho)

MENSAGEIRO (observando com a luneta ao contrário) - Olhe, olhe, estou vendo uma poeirinha lá longe!

RUBÉN (entusiasmado) - Será Pancho? Gonzalo?

MENSAGEIRO - Não, são duas lavadeiras indo em direção ao rio... (RISOS)

RUBÉN - E por isso me interrompe?

MENSAGEIRO - Foi um lapso, excelentíssimo!

RUBÉN - Pois sim, um lapso! (nota a falha e desvira a luneta)

MENSAGEIRO - É que é mais fácil olhar pela lente maior... (RISOS)

RUBÉN - Assim a imagem fica distante.

MENSAGEIRO (fazendo o teste) - Por isso quando deixava de olhar as pessoas se aproximavam de repente. Sempre me perguntei como conseguiam correr tão rápido! (RISOS)

RUBÉN - Até onde alcança?

MENSAGEIRO - Depende de quanto me estique. (RISOS)

RUBÉN - Pergunto a luneta.

MENSAGEIRO - Oh, claro. (levanta o objeto) Responde pra ele, vai! (RISOS)

RUBÉN - Quero saber quantos metros ela consegue atingir!

MENSAGEIRO - Ah... Duzentos.

RUBÉN - Duzentos?

MENSAGEIRO - Cem.

RUBÉN - Duzentos ou cem?

MENSAGEIRO - Cem. É que comprei naquelas queimas de estoque, "tudo pela metade". (RISOS)

RUBÉN - E quanto custou?

MENSAGEIRO - Vinte pratas. Mas agora vou ganhar quarenta, e posso comprar uma de duzentos.

RUBÉN - Vai gastar todo seu salário nisso, homem?

MENSAGEIRO - Não, só metade.

RUBÉN - Mas com metade só poderá comprar outra de cem!

MENSAGEIRO - Exato.

RUBÉN - O que não fará diferença nenhuma!

MENSAGEIRO - Não se eu colocar uma na frente da outra! (RISOS)

O mensageiro volta a sondar com a luneta, e depois de alguns instantes puxa o construtor pelo ombro, agitado.

MENSAGEIRO - Agora sim, uma poeirinha!

RUBÉN - Martinez, talvez?

MENSAGEIRO - Não, apenas um cavaleiro desconhecido que ali vai dobrando... (RISOS)

RUBÉN - Escute bem, rapaz, pois só vou falar uma vez: ao menos que seja algum empregado, não quero ouvir você anunciando mais ninguém, estamos entendidos?

MENSAGEIRO - Pois não, excelentíssimo! Digo, pois sim, excelentíssimo! (RISOS) (confunde-se e começa a olhar pela corneta) Puxa, já escureceu... (RISOS)

Rubén percebe o engano e lhe toca no ombro, mostrando a luneta.

MENSAGEIRO - Ah, o senhor também tem uma? (RISOS) (percebe o erro e o desfaz, envergonhado)

Rubén retoma o trabalho e um bom tempo se passa. O mensageiro parece ver algo muito interessante, e se rói de vontade de contar, mas fica se segurando... Até que alguns figurões entram na construção.

RUBÉN (erguendo-se para saudá-los) - A comitiva da Rainha! A que devo a honra?

Os figurões abrem espaço, deixando passar a rainha que estava oculta atrás deles.

FIGURÃO - Pois viemos trazendo a própria, que deseja falar com vossa senhoria!

Rubén arregala os olhos.

RAINHA - Mas que ideia foi essa de me obrigar a subir essas escadarias infernais? Será que eu não tenho autoridade o bastante para você descer e falar comigo lá embaixo?

RUBÉN - Mas, mas... Eu não fazia ideia!

RAINHA - Não? E os sinais que cansamos de fazer, avisando?

Rubén olha para o mensageiro.

MENSAGEIRO - Vossa excelência disse que, fora os empregados, ninguém mais deveria ser avisado. (RISOS)

RAINHA - Muito bonito... (está nervosa, mas faz uma pausa para se recompor) Bom, de qualquer modo, já deve ter recebido o aviso que eu lhe enviei.

RUBÉN - Confesso que não sei do que vossa majestade está falando.

MENSAGEIRO - Mas eu sim! Era a carta que faltava ser entregue. Que coisa, também era para o excelentíssimo! (RISOS) (cof, cof): "Manda dizer a autoridade máxima deste reino, nossa querida rainha, que a construção da torre deve ser adiantada para, até o final da tarde, já estar pronta! Virá jantar com ela um rei vizinho, e é de bom tom que as obras não estejam incompletas, o que desfavorece a paisagem."

RAINHA - Que me diz disso?

RUBÉN - Que o mensageiro seja demitido imediatamente! (RISOS)

MENSAGEIRO - Eu por quê?

RUBÉN - Por não ter cumprido com o dever de entregar a correspondência!

MENSAGEIRO - Me perdoe, excelentíssimo. É que sou recém-chegado do reino vizinho e ainda estou com a cabeça cheia da mudança.

RAINHA - Disse que vem do reino vizinho?

MENSAGEIRO - Sim. Inclusive fui eu quem falou, e muito bem, de vossa majestade para o rei de lá.

RAINHA (corando um pouco) - O mensageiro fica! (RISOS) Espero que fiquemos entendidos. E se esta torre não estiver finalizada até o pôr do sol... (passa um dedo na garganta, simbolizando guilhotina)

A rainha vira as costas e vai embora, seguida de todos os figurões. Rubén se escora em uma parede, tonto.

MENSAGEIRO - Bom, creio que meu trabalho por aqui já está terminado, certo? (RISOS)

Rubén o segura pela gola e faz menção de dar um cascudo. Porém, para o braço no meio do caminho, entristecido.

RUBÉN - Meu Deus! Estou obrigado a concluir tudo sozinho, em tão pouco tempo, e arriscando minha vida se não conseguir!

MENSAGEIRO - Acalme-se, excelentíssimo, não se lamenta por pouca coisa. (RISOS)

RUBÉN - Oh... E agora, quem poderá me defender?

Escuta-se um "Eu!" ao longe, e o mensageiro volta para a luneta.

MENSAGEIRO - Estou vendo uma poeirinha bem longe! Está chegando perto... Mais perto... Mais perto... Mais perto... O excelentíssimo Chapolin Colorado!

Chapolin aparece, se arrastando, exausto.

CHAPOLIN - Não contavam com minha as... Ah... Que sede! Há um pouquinho de água por aqui? (RISOS)

Avatar do usuário
Zeca Pagodinho CH
Membro
Membro
Mensagens: 4818
Registrado em: 09 Out 2014, 16:18
Programa CH: Chaves
Curtiu: 380 vezes
Curtiram: 403 vezes

Re: Fanfics CH

Mensagem por Zeca Pagodinho CH » 06 Mar 2020, 19:07

Olá, gente! Eu voltei com muita tristeza no coração e ao mesmo tempo felicidade, pois esses meses todos fui mantido em cativeiro no sítio do Machadão. Eu estava na minha casa assistindo "Pum: Emissão Impossível" (2002) com comentários do diretor no meu computador quando derrepente, o Nelson pegou um cigarro de madeira e bateu na minha cabeça, me desnorteando. Nisso ele me amarrou, roubou as fitas estragadas de CH e ainda levou um cacho de bananas. Eu me acordei num lugar estranho, cheio de posters de filmes e séries na paredes que o Nelson tinha dublado. Olhei para o lado e vi o Machadinho com um chapéu preto, fumando e arremessado uma moeda para o alto. Ele tirou o cigarro da boca, soltou fumaça na minha cara, me deu um tapa e gritou:

- CADÊ A FITA, SEU BOBALHÃO!

E eu perguntei:

- Qual fita?

- A FITA DO EPISÓDIO "A DESPEDIDA DE SOLTEIRO DO JAIMINHO" DE 1980!!!

- Mas eu nem sabia que esse episódio existia...

Daí ele me deu outro tapa e gritou:

- FALA A VERDADE, SEU FILHO DE UMA MÃE MÁ! SUA MÃE NÃO SABE LAVAR PRATO, POR ISSO VOCÊ NASCEU BURRO, SEU FILHO DE UMA BALCONISTA!!!

E eu chorando com a cara vermelha parecendo um episódio de 1977, respondi:

- Mas eu não sabia desse episódio, sério!!! Os únicos que vi foi a esquete do balde de carne moída e a do silicone do Senhor Barriga, juro!!!! Olhe, se você me soltar agora, eu te dou uma moto serra que tem lá na loja Havan, mas por favor! Me deixe ir!!!

Como o Nelson botou um cinto de castidade no Machadinho, ele aceitou. E cortou minhas cordas, daí peguei uma metralhadora que estava no meu lado e atirei nele, daí pisei nele, depois peguei uma marreta e destrocei ele, daí peguei um revólver e dei descarreguei todo nele, daí peguei um lança chamas que tinha na sala e incendiei ele, daí fui pro lado de fora, peguei um trator e passei por cima da casa, derrubando entulhos e atropelando ele, daí peguei e taquei fogo na casa com ele debaixo dos entulhos, daí peguei a motosserra que eu disse e derrubei uma árvore em cima da casa e derrubei as duas casas vizinhas e o apartamento em cima dela e depois peguei um caminhão de álcool, outro de explosivos e outro com mais madeiras e depois taquei fogo de novo e explodi tudo.

O Nelson tinha fugido, mas quando ele viu toda aquela fumaça, voltou. Daí quando nos encontramo, cada um pegou uma espada e nós começamos o combate. A minha espada acabou arremessada com o impacto, assim acertando o pé do Tatá Guarnieri que gritou: "uoooooooooooooooooooooooooooooooou".

Aproveitei a distração do velho machado e de uma pezada na cara dele, arremessado contra uma árvore onde estava a fita do episódio da despedida de solteiro do Jaiminho. Roubei todas as fitas de novo e espero que dá próxima vez dê pra falar desse episódio.
Esses usuários curtiram o post de Zeca Pagodinho CH (total: 1):
gusta dos biscoitos

Responder