Hipóteses sobre a saída e volta de Ramón Valdés (79 / 81)

Discuta aqui tudo relacionado aos trabalhos de Chespirito, como Chaves, Chapolin, Chaves em Desenho e Programa Chespirito. Discuta aqui também o trabalho de outros atores, como as séries do Kiko.
Avatar do usuário
Chun Clain
Membro
Membro
Mensagens: 1478
Registrado em: 07 Nov 2010, 15:38
Programa CH: Chaves
Localização: Brasília-DF
Curtiu: 917 vezes
Curtiram: 96 vezes

Re: Hipóteses sobre a saída e volta de Ramón Valdés (79 / 81

Mensagem por Chun Clain » 19 Set 2018, 19:57

RenatoCS escreveu:Entrevista a Ramón Valdés a su regreso al elenco de Chespirito en 1981 por la revista TV y novelas

https://anotandoando.blogspot.com/2018/ ... -1981.html

Las revelaciones en esa entrevista rompen todos los esquemas: Ramón afirma que en 1979 salió porque le hicieron una gran oferta y no por discusiones ni problemas, mucho menos por seguir a Carlos Villagrán, de quien por cierto se expresa en muy malos términos.
Caramba. Que Tenso! :blink:

Mas aí mesmo dá pra notar todo o orgulho do Chespirito. E como tava de bem do Ramon, chega admitiu que o Madruga era um personagem base. Ai ai...


É aquela coisa né... Uns aumentam de lá, outros de cá, mudam de versão de acordo com o humor do dia... A verdadeira história mesmo só Deus sabe.

Helder CH escreveu:E sobre o Carlos dizer que estavam tentando diminuir a participação do Quico, creio que seja por conta dos remakes. Tipo, as falas dele em um episódio original eram passadas para a Chiquinha que estava ausente. Se for isso, era muita prepotência da parte do Carlos, afinal Roberto precisava encaixar a Maria de algum jeito.
Eu cheguei a pensar nisso por um tempo. E depois de ler que os problemas começaram em 1976, é uma teoria que faz sentido.

Avatar do usuário
Andre Cabral
Membro
Membro
Mensagens: 1985
Registrado em: 04 Mai 2017, 23:34
Programa CH: Chapolin
Time de Futebol: Flamengo
Localização: Rio de Janeiro
Curtiu: 250 vezes
Curtiram: 224 vezes

Re: Hipóteses sobre a saída e volta de Ramón Valdés (79 / 81

Mensagem por Andre Cabral » 19 Set 2018, 22:02

Chun Clain escreveu:
RenatoCS escreveu:Entrevista a Ramón Valdés a su regreso al elenco de Chespirito en 1981 por la revista TV y novelas

https://anotandoando.blogspot.com/2018/ ... -1981.html

Las revelaciones en esa entrevista rompen todos los esquemas: Ramón afirma que en 1979 salió porque le hicieron una gran oferta y no por discusiones ni problemas, mucho menos por seguir a Carlos Villagrán, de quien por cierto se expresa en muy malos términos.
Caramba. Que Tenso! :blink:

Mas aí mesmo dá pra notar todo o orgulho do Chespirito. E como tava de bem do Ramon, chega admitiu que o Madruga era um personagem base. Ai ai...


É aquela coisa né... Uns aumentam de lá, outros de cá, mudam de versão de acordo com o humor do dia... A verdadeira história mesmo só Deus sabe.

Helder CH escreveu:E sobre o Carlos dizer que estavam tentando diminuir a participação do Quico, creio que seja por conta dos remakes. Tipo, as falas dele em um episódio original eram passadas para a Chiquinha que estava ausente. Se for isso, era muita prepotência da parte do Carlos, afinal Roberto precisava encaixar a Maria de algum jeito.
Eu cheguei a pensar nisso por um tempo. E depois de ler que os problemas começaram em 1976, é uma teoria que faz sentido.
Aqui mesmo disseram que ele não ficou muito contente com a volta da Marioneta, pois o Quico perderia espaço em Chaves e o estopim deve ter sido o início do relacionamento entre a Senhora de Qualquer Um e o Chespa.
ImagemSalve et vale

Avatar do usuário
Angelica Maria
Membro
Membro
Mensagens: 928
Registrado em: 10 Nov 2011, 10:50
Programa CH: Chaves
Time de Futebol: Flamengo
Localização: Rio de Janeiro
Curtiu: 202 vezes
Curtiram: 41 vezes

Re: Hipóteses sobre a saída e volta de Ramón Valdés (79 / 81

Mensagem por Angelica Maria » 27 Set 2018, 16:38

Voltou em 81 e ficou pouquíssimo tempo :cry: Acredito que saiu por constatar que as coisas já não eram como antes (hipótese C).

Em relação à saída em 79, o mais provável é a hipótese B.
"Meu pai e eu contemplamos a estrelinha do espaço iluminando as coooooisas..."

[youtube][/youtube]

Avatar do usuário
Jimmytwain91
Membro
Membro
Mensagens: 768
Registrado em: 15 Jul 2015, 23:02
Programa CH: Chapolin
Curtiu: 32 vezes
Curtiram: 34 vezes

Re: Hipóteses sobre a saída e volta de Ramón Valdés (79 / 81

Mensagem por Jimmytwain91 » 29 Set 2018, 12:24

B em 1979 e C em 1981..

Uma pena isso ter acontecido, ele era um dos melhores atores do elenco...

Avatar do usuário
Cláudio
Membro
Membro
Mensagens: 1771
Registrado em: 19 Out 2009, 13:18
Programa CH: Chaves
Time de Futebol: Atlético - MG
Localização: Minas Gerais
Curtiu: 87 vezes
Curtiram: 113 vezes

Re: Hipóteses sobre a saída e volta de Ramón Valdés (79 / 81

Mensagem por Cláudio » 29 Set 2018, 19:08

Eu creio que em 1979 ele saiu por problemas financeiros, já em 1981 por desentendimentos com a Florinda e também pelo convite do Carlos para trabalhar na Venezuela (talvez um melhor salário).
Engenheiro Pudim escreveu:Em 1979, o Carlos realmente fez um programa humorístico próprio, que foi cancelado em um mês de tão ruim que era. E o Chespirito disse que ele começou a difamar todos os seus colegas de elenco. E o Roberto também disse que disseram a ele que o espetáculo do Ramón era bem ruim.
Essa suposta série do Carlos em 1979 no México é totalmente uma incógnita, não sabemos nada sobre ela, apenas que durou muito pouco.

Avatar do usuário
JoãoB
Membro
Membro
Mensagens: 1088
Registrado em: 12 Jul 2009, 20:30
Programa CH: Chaves
Time de Futebol: Botafogo
Curtiu: 53 vezes
Curtiram: 176 vezes

Re: Hipóteses sobre a saída e volta de Ramón Valdés (79 / 81

Mensagem por JoãoB » 20 Out 2018, 07:06

O que a Maria disse na entrevista para o Fórum Chaves:
Em 1981, Ramón Valdés voltou a trabalhar com Chespirito. Como foi esse período e por que Ramón voltou a sair pouco tempo depois?
A verdade é que Ramón se desesperava facilmente. Então, ele não gostou como estávamos trabalhando. Não gostou da nova direção, digamos, do programa. Então, disse a Chespirito que estava indo. E se foi. Assim era ele. A ele não lhe importavam muito as coisas. Veja, enquanto as coisas estavam bem, ele ficava. Senão, dizia adeus e ia. Isso foi o que passou. Voltou, não se sentiu contente então nos disse adeus e seguiu. E seguiu trabalhando como Seu Madruga, é claro, em turnês, com o Circo do Seu Madruga, e ele passava muito bem sozinho. Gostou de estar sozinho.
Acho que os desentendimentos com a Florinda devem ter acontecido pra valer em 1981.

Na saída de 1979 o Ramón até viu problemas no grupo, mas acho que ele não chegou a brigar com alguém daquela vez e saiu mais pelas questões financeiras (precisava de dinheiro para quitar a casa, recebeu o convite do circo, enfim).
Cláudio escreveu: Essa suposta série do Carlos em 1979 no México é totalmente uma incógnita, não sabemos nada sobre ela, apenas que durou muito pouco.

Seria interessante se, numa futura entrevista com o Carlos, alguém perguntasse a ele sobre essa série.

Avatar do usuário
Cláudio
Membro
Membro
Mensagens: 1771
Registrado em: 19 Out 2009, 13:18
Programa CH: Chaves
Time de Futebol: Atlético - MG
Localização: Minas Gerais
Curtiu: 87 vezes
Curtiram: 113 vezes

Re: Hipóteses sobre a saída e volta de Ramón Valdés (79 / 81

Mensagem por Cláudio » 27 Out 2018, 22:07

Nesse vídeo Chespirito fala um pouco sobre o comportamento de Ramón e Carlos Villgrán:
Aliás, essa entrevista foi postada em 2011, porém eu nunca tinha visto. Bem interessante, mas teve algumas coisas que não consegui entender o espanhol.

Avatar do usuário
JoãoB
Membro
Membro
Mensagens: 1088
Registrado em: 12 Jul 2009, 20:30
Programa CH: Chaves
Time de Futebol: Botafogo
Curtiu: 53 vezes
Curtiram: 176 vezes

Re: Hipóteses sobre a saída e volta de Ramón Valdés (79 / 81

Mensagem por JoãoB » 03 Nov 2018, 21:51

Encontrei agora, por acaso, um jornal sobre uma turnê do elenco em 1980. Ruim é que o jornal aparece cortado na imagem, não dá pra ver a reportagem completa.

Mas, pelo que deu pra ver e pelo que eu entendi, o Chespirito disse que o Ramón e o Carlos até tentaram se unir, mas depois discutiram e se separaram. Parece que os dois tentaram fazer juntos um programa no México nessa época, mas nenhuma emissora de lá quis o programa.

Aqui o link: https://losandes.com.ar/uploads/2014/11/28/826388.jpg
Esses usuários curtiram o post de JoãoB (total: 1):
Cláudio

Avatar do usuário
Cláudio
Membro
Membro
Mensagens: 1771
Registrado em: 19 Out 2009, 13:18
Programa CH: Chaves
Time de Futebol: Atlético - MG
Localização: Minas Gerais
Curtiu: 87 vezes
Curtiram: 113 vezes

Re: Hipóteses sobre a saída e volta de Ramón Valdés (79 / 81

Mensagem por Cláudio » 03 Nov 2018, 22:38

Pode ser por isso que Ramón fez aquelas críticas a Villagrán em 1981.
Parece que fizeram (ou tentaram) uma primeira versão de "El niño de papel", seria essa série que Chespirito cita nessa entrevista? (http://lachicharrabrasil.blogspot.com/2 ... n.html?m=0)

Avatar do usuário
JoãoB
Membro
Membro
Mensagens: 1088
Registrado em: 12 Jul 2009, 20:30
Programa CH: Chaves
Time de Futebol: Botafogo
Curtiu: 53 vezes
Curtiram: 176 vezes

Hipóteses sobre a saída e volta de Ramón Valdés (79 / 81)

Mensagem por JoãoB » 18 Mai 2020, 00:52

Na semana passada a página Chespirotadas teve acesso a uma entrevista do Ramón para a revista Vea, do Chile, em novembro de 1980. Nela o Ramón fala mais sobre a sua primeira saída e também critica o Villagrán.

Repórter: “Qual foi a razão da sua saída do grupo?”
Ramón: “Eu queria minha independência, jovem. Mas também foi porque Chespirito mudou um pouco. Já apaixonado pela Florinda, lhe deixou as rédeas soltas, então a mulher que lhe soltam as rédeas, acaba correndo. Eu saí a tempo, agora sei que ela é a diretora, a editora, a que chega em tal horário, enfim, é a patroa. E isso, você sabe, não funciona.”
Repórter: “O Quico saiu pelo mesmo motivo?”
Ramón: “Quico teve a desgraça, rapaz, de ter romance com a Florinda. Depois, quando brigaram, ela andou com Enrique Segoviano, o diretor. E aí começaram os problemas para o Quico. Segoviano o fazia repetir as cenas uma ou outra vez. E se eram baldes d’água, melhor nem falar! Agora, quando a Florinda se meteu com o diretor autêntico, com Chespirito, já não era vida para Quico, ainda por cima ELE PROCURAVA PROBLEMAS DE GRAÇA PORQUE SE SENTIA A ESTRELA DO PROGRAMA E QUERIA MAIS PORCENTAGENS E TUDO ISSO.”
Repórter: “Foi aí quando Chespirito decidiu patentear seus personagens?”
Ramón: “Sim, e nisso ele tinha razão. Ele era o autor dos personagens. Ao Carlos Villagrán, ele deu o Quico, lhe escreveu o diálogo, lhe disse o que deveria fazer, o vestiu com o traje de marinheiro. A única graça do Quico era inflar as bochechas. AGORA QUANDO O QUICO CRESCEU COMEÇOU COM IDIOTICES, COM CAPRICHINHOS, QUERIA GANHAR MAIS. Quando Chespirito patenteou os personagens, se Villagrán queria trabalhar como Quico, devia pagar direitos autorais. E isso é tudo.”
Repórter: “E ‘don Ramón’ também ficou patenteado?”
Ramón: “Não, porque me chamo Ramón. Esse foi o erro de Chespirito e a minha sorte. Se ele tivesse colocado ‘don Pepe’, eu estaria perdido. Eu sou Ramón Valdés e inclusive me visto igual como saía no Chaves.”
Repórter: “Foi difícil a decisão de se retirar do grupo de Gómez Bolaños”?
Ramón: “Olha, campeão, eu nunca tive medo da vida. Se minhas entradas econômicas tivessem se acabado por deixar de ser ator, eu teria preferido isso a viver uma vida assim. A continuar atuando num ambiente tão mudado. Além do mais eu me conheço, poderia perder a paciência e a coisa ficar feia.”
Repórter: “A etapa do seu Madruga é a mais importante?”
Ramón: “Sim, este personagem me deu a fama. Fama que é tão difícil ter neste ambiente. Você pode estar mil anos nisso e ficar na escuridão.”
Repórter: “O que significa ter um público infantil?”
Ramón: “Olha, eu sempre fui muito carinhoso. Por mim, teria 450 filhos. Aos sete filhos que tenho, eu os banhava, passava talco, ajudava a criá-los. Eu gosto de crianças. Para eles não se pode mentir.”
Repórter: “É emocionante trabalhar com eles?”
Ramón: “Bom, rapaz, alguns se põem a chorar quando me veem. E aí tem que ser forte par anão chorar também. É uma experiência... que qualquer ator queria ter.”
Repórter: “Quais são as projeções artísticas que o senhor tem agora?”
Ramón: “Nada além do programa com meu irmão e minhas apresentações pessoais.”
Repórter: “Mas pelo fato de ser ‘seu Madruga’, já chegou a receber ofertas de trabalho?”
Ramón: “Sim, tenho trabalho para o momento. Agora mesmo fiz um filme muito bom com Tony Aguilar e está para estrear outra que fiz com a Índia María. Ficaram muito bons esses filmes. Além do mais, essas viagens a esses países tão bonitos, caramba.(...)”

Créditos a página Chespirotadas. Obrigado ao Jônatas Holanda por ter encontrado e disponibilizado essa rara entrevista!

Muita coisa que o Ramón disse nessa entrevista bate com a primeira entrevista dele, em 1979.

Eu acho que o Chespirito pode ter se enganado quando disse que o Ramón e o Carlos se uniram depois da primeira saída. Pode ser que ele tenha acreditado nos boatos da época de que o Ramón saiu para trabalhar com o Carlos, quando na verdade não foi bem isso. O Carlos tentou fazer um programa no México nessa época mas, aparentemente, sem o Ramón.
Esses usuários curtiram o post de JoãoB (total: 1):
Cláudio

Avatar do usuário
RenatoCS
Membro
Membro
Mensagens: 2942
Registrado em: 24 Mai 2011, 00:56
Programa CH: Chapolin
Time de Futebol: El Nacional
Localização: Cuenca - Ecuador
Curtiu: 4 vezes
Curtiram: 101 vezes

Hipóteses sobre a saída e volta de Ramón Valdés (79 / 81)

Mensagem por RenatoCS » 18 Mai 2020, 01:51

Las primeras respuestas de esa entrevista prácticamente confirman..... TODAS las teorías que se han planteado :wacko: :wacko:
Imagem
Imagem

Avatar do usuário
SirBrandes
Membro
Membro
Mensagens: 372
Registrado em: 05 Out 2015, 18:49
Programa CH: Chespirito
Time de Futebol: Vasco
Localização: Brasília
Curtiu: 85 vezes
Curtiram: 46 vezes

Hipóteses sobre a saída e volta de Ramón Valdés (79 / 81)

Mensagem por SirBrandes » 18 Mai 2020, 09:11

JoãoB escreveu:
18 Mai 2020, 00:52
Na semana passada a página Chespirotadas teve acesso a uma entrevista do Ramón para a revista Vea, do Chile, em novembro de 1980. Nela o Ramón fala mais sobre a sua primeira saída e também critica o Villagrán.

Repórter: “Qual foi a razão da sua saída do grupo?”
Ramón: “Eu queria minha independência, jovem. Mas também foi porque Chespirito mudou um pouco. Já apaixonado pela Florinda, lhe deixou as rédeas soltas, então a mulher que lhe soltam as rédeas, acaba correndo. Eu saí a tempo, agora sei que ela é a diretora, a editora, a que chega em tal horário, enfim, é a patroa. E isso, você sabe, não funciona.”
Repórter: “O Quico saiu pelo mesmo motivo?”
Ramón: “Quico teve a desgraça, rapaz, de ter romance com a Florinda. Depois, quando brigaram, ela andou com Enrique Segoviano, o diretor. E aí começaram os problemas para o Quico. Segoviano o fazia repetir as cenas uma ou outra vez. E se eram baldes d’água, melhor nem falar! Agora, quando a Florinda se meteu com o diretor autêntico, com Chespirito, já não era vida para Quico, ainda por cima ELE PROCURAVA PROBLEMAS DE GRAÇA PORQUE SE SENTIA A ESTRELA DO PROGRAMA E QUERIA MAIS PORCENTAGENS E TUDO ISSO.”
Repórter: “Foi aí quando Chespirito decidiu patentear seus personagens?”
Ramón: “Sim, e nisso ele tinha razão. Ele era o autor dos personagens. Ao Carlos Villagrán, ele deu o Quico, lhe escreveu o diálogo, lhe disse o que deveria fazer, o vestiu com o traje de marinheiro. A única graça do Quico era inflar as bochechas. AGORA QUANDO O QUICO CRESCEU COMEÇOU COM IDIOTICES, COM CAPRICHINHOS, QUERIA GANHAR MAIS. Quando Chespirito patenteou os personagens, se Villagrán queria trabalhar como Quico, devia pagar direitos autorais. E isso é tudo.”
Repórter: “E ‘don Ramón’ também ficou patenteado?”
Ramón: “Não, porque me chamo Ramón. Esse foi o erro de Chespirito e a minha sorte. Se ele tivesse colocado ‘don Pepe’, eu estaria perdido. Eu sou Ramón Valdés e inclusive me visto igual como saía no Chaves.”
Repórter: “Foi difícil a decisão de se retirar do grupo de Gómez Bolaños”?
Ramón: “Olha, campeão, eu nunca tive medo da vida. Se minhas entradas econômicas tivessem se acabado por deixar de ser ator, eu teria preferido isso a viver uma vida assim. A continuar atuando num ambiente tão mudado. Além do mais eu me conheço, poderia perder a paciência e a coisa ficar feia.”
Repórter: “A etapa do seu Madruga é a mais importante?”
Ramón: “Sim, este personagem me deu a fama. Fama que é tão difícil ter neste ambiente. Você pode estar mil anos nisso e ficar na escuridão.”
Repórter: “O que significa ter um público infantil?”
Ramón: “Olha, eu sempre fui muito carinhoso. Por mim, teria 450 filhos. Aos sete filhos que tenho, eu os banhava, passava talco, ajudava a criá-los. Eu gosto de crianças. Para eles não se pode mentir.”
Repórter: “É emocionante trabalhar com eles?”
Ramón: “Bom, rapaz, alguns se põem a chorar quando me veem. E aí tem que ser forte par anão chorar também. É uma experiência... que qualquer ator queria ter.”
Repórter: “Quais são as projeções artísticas que o senhor tem agora?”
Ramón: “Nada além do programa com meu irmão e minhas apresentações pessoais.”
Repórter: “Mas pelo fato de ser ‘seu Madruga’, já chegou a receber ofertas de trabalho?”
Ramón: “Sim, tenho trabalho para o momento. Agora mesmo fiz um filme muito bom com Tony Aguilar e está para estrear outra que fiz com a Índia María. Ficaram muito bons esses filmes. Além do mais, essas viagens a esses países tão bonitos, caramba.(...)”

Créditos a página Chespirotadas. Obrigado ao Jônatas Holanda por ter encontrado e disponibilizado essa rara entrevista!

Muita coisa que o Ramón disse nessa entrevista bate com a primeira entrevista dele, em 1979.

Eu acho que o Chespirito pode ter se enganado quando disse que o Ramón e o Carlos se uniram depois da primeira saída. Pode ser que ele tenha acreditado nos boatos da época de que o Ramón saiu para trabalhar com o Carlos, quando na verdade não foi bem isso. O Carlos tentou fazer um programa no México nessa época mas, aparentemente, sem o Ramón.
Achei interessante a parte que menciona o Segoviano, supostamente mandando repetir as cenas em que o personagem de Carlos se dá mal. Que, levando em conta às intimidades com a velha briguenta nessa época, nada impede de ter um dedo dela aí. Sempre achei que a Florinda se tornou muito "poderosa" no programa, antes mesmo de 79. O que o Ramón mencionou foi nada menos que uma escalada de status de socialite: primeiro pega o ator, depois o diretor de câmeras, depois o diretor geral, e pronto, cria-se a rainha. Florinda deve ter servido de inspiração pra Luísa Sonza. Florinda era a flautista mágica, pq não é possível ela ter encantado de tal forma cada um com quem relacionou, a ponto de concordarem em fazer coisas mesquinhas com membros do elenco. Fato é que ela é o pivô da saída de todos os "desertores" da era clássica, em 79 como passiva e em 81 como ativa (e bota "ativa" nisso)

Agora que a névoa sobre o assunto está bem menor, é lamentável ver uma das séries mais promissoras de todas padecer da maioria das desgraças possíveis que precedem a queda... briga de egos, mulher ambiciosa, homem fofoqueiro/arrogante, possivelmente drogas, etc...
Imagem
"Lähtisitkö silloin kanssani järvelle?" - Maijanen, Pave

Avatar do usuário
Cláudio
Membro
Membro
Mensagens: 1771
Registrado em: 19 Out 2009, 13:18
Programa CH: Chaves
Time de Futebol: Atlético - MG
Localização: Minas Gerais
Curtiu: 87 vezes
Curtiram: 113 vezes

Hipóteses sobre a saída e volta de Ramón Valdés (79 / 81)

Mensagem por Cláudio » 18 Mai 2020, 13:29

O Enrique Segoviano era muito ciumento e possessivo, queria casar com a Florinda e que ela deixasse de ser atriz. Não suportou ver ela com Bolaños e largou a direção das séries.

Avatar do usuário
JF CHmaníaco
Membro
Membro
Mensagens: 13291
Registrado em: 29 Dez 2015, 14:02
Programa CH: Chapolin
Time de Futebol: Santos
Localização: Dourados-MS
Curtiu: 1147 vezes
Curtiram: 1097 vezes

Hipóteses sobre a saída e volta de Ramón Valdés (79 / 81)

Mensagem por JF CHmaníaco » 18 Mai 2020, 13:36

JoãoB escreveu:
18 Mai 2020, 00:52
E se eram baldes d’água, melhor nem falar!
Villagrán deve ter cuspido fogo depois do "De gota em gota, minha mãe fica louca" :vamp:

Enfim, gostei muito da entrevista, parabéns ao Chespirotadas!! :D
JF CHmaníaco
Usuário do Fórum Chaves desde 29 de Dezembro de 2015
Campeão do De Que Episódio é Essa Foto? - Edição 2016
Usuário do Mês de Outubro/2016, Janeiro/2018, Maio/2019 e Janeiro/2020

Churi Churin Fun Flais escreveu:
17 Set 2020, 13:08
Não agora é sério, tem muita viadagem aqui no fórum são viadagens fora do normal, fora dó nível aceitável de viadagem, precisamos de mais representatividade heterossexual aqui e é isso.
piadaitaliano/

Avatar do usuário
Hyuri Augusto
Membro
Membro
Mensagens: 10135
Registrado em: 05 Mar 2012, 19:39
Programa CH: Chaves
Time de Futebol: Santos
Localização: TARDIS
Curtiu: 163 vezes
Curtiram: 564 vezes

Hipóteses sobre a saída e volta de Ramón Valdés (79 / 81)

Mensagem por Hyuri Augusto » 18 Mai 2020, 14:06

E não é que no fim tinha dedo da mulher em tudo? Ao meu ver, certo foi o Ramón em sair a tempo, aliás, vai saber o que não rolou nos bastidores das séries. Isso é só tipo a ponta do Iceberg.
Hyuri Augusto:
Membro do Fórum Chaves desde o dia 05 de Março de 2012 (8 anos)
Moderador Global do Fórum Chaves
(Novembro de 2016 - Novembro de 2017)

Organizador da edição de 2016/Início de 2017 do jogo "De que Episódio é essa foto?"
3ª Entrevistador do projeto "Entrevista da Semana"
Idealizador da 2ª Versão do Concurso de Piadas
Usuário do Mês de Fevereiro e Maio de 2016
Idealizador de o "O Céu é o Limite - Fórum Chaves 1ª Edição
Fandubber

Responder