Fórum Portal Vídeos Guia de Episódios Sobre



Todos os horários são GMT - 3 horas [ DST ]


Portal Chespirito



Fórum trancado Este tópico está trancado. Você não pode responder ou editar mensagens.  [ 256 mensagens ]  Ir para página Anterior  1 ... 14, 15, 16, 17, 18  Próximo
  Exibir página para impressão

Re: CINEMA
Autor Mensagem
MensagemEnviado: 08 Nov 2013, 19:34 
Offline
Avatar do usuário
Membro

Registrado em: 30 Abr 2010, 17:00
Mensagens: 17642
Localização: Rio de Janeiro - RJ
Curtiu: 1142 vezes
Foi curtido: 600 vezes
Programa CH: Chapolin
Fiquei semana passada e essa semana marcando com um amigo meu pra ir assistir e esqueci completamente. Vou ter que baixar mesmo. :P

_________________
Trakt.tv | Last.fm

Moderador do TV de Segunda Mão (Novembro de 2010 / Novembro de 2013).
Moderador do Da Discussão Nasce a Luz! (Maio de 2014 / Novembro de 2014).
Moderador Global desde Novembro de 2014.
No Meio CH desde 2010.


Voltar ao topo
 Perfil  
 

Re: CINEMA
MensagemEnviado: 10 Nov 2013, 17:15 
Offline
Avatar do usuário
Membro

Registrado em: 01 Fev 2009, 20:39
Mensagens: 73136
Localização: Rio de Janeiro (RJ)
Curtiu: 4469 vezes
Foi curtido: 1109 vezes
Programa CH: Chaves
Time de Futebol: Flamengo

Comercial de TV com cenas inéditas de "O Hobbit : A Desolação de Smaug".

_________________
Imagem
Imagem


Voltar ao topo
 Perfil  
 

Re: CINEMA
MensagemEnviado: 15 Nov 2013, 00:17 
Offline
Avatar do usuário
Membro

Registrado em: 30 Abr 2010, 17:00
Mensagens: 17642
Localização: Rio de Janeiro - RJ
Curtiu: 1142 vezes
Foi curtido: 600 vezes
Programa CH: Chapolin
Gravidade tem o melhor 3D que eu já vi, é simplesmente incrível. Parecia MESMO que eu tava no espaço junto com a Sandra Bullock viajando e me desesperando junto com ela. hahaha Que aliás, tava ótima, pra variar. Inclusive os efeitos especiais eram tão bons que eu até nem me importava mais com a história. Um dos filmes mais legais que eu vi esse ano. :D

_________________
Trakt.tv | Last.fm

Moderador do TV de Segunda Mão (Novembro de 2010 / Novembro de 2013).
Moderador do Da Discussão Nasce a Luz! (Maio de 2014 / Novembro de 2014).
Moderador Global desde Novembro de 2014.
No Meio CH desde 2010.


Voltar ao topo
 Perfil  
 

Re: CINEMA
MensagemEnviado: 03 Dez 2013, 07:10 
Offline
Avatar do usuário
Membro

Registrado em: 01 Fev 2009, 20:39
Mensagens: 73136
Localização: Rio de Janeiro (RJ)
Curtiu: 4469 vezes
Foi curtido: 1109 vezes
Programa CH: Chaves
Time de Futebol: Flamengo
Imagem
Faltam 10 dias para a estreia de "O Hobbit : a desolação de Smaug" :

Imagem

Imagem

_________________
Imagem
Imagem


Voltar ao topo
 Perfil  
 

Re: CINEMA
MensagemEnviado: 04 Dez 2013, 21:14 
Offline
Avatar do usuário
Membro

Registrado em: 04 Dez 2011, 23:00
Mensagens: 28131
Curtiu: 2581 vezes
Foi curtido: 1666 vezes
Programa CH: Chaves
Time de Futebol: Palmeiras
Mas já? E outro filme sobre esse moleque?

Divulgado o trailer de filme sobre Justin Bieber
Imagem
23 de novembro de 2013

Imagem

Já foi divulgado o trailer (abaixo) de um novo filme sobre Justin Bieber. Intitulado “Believe”, o documentário estreará nos Estados Unidos no dia 25 de dezembro e abordará a fase mais polêmica do astro pop, como os acontecimentos recentes durante sua passagem por Brasil e Argentina.

Com apenas 19 anos de idade, Justin Bieber ganhará o segundo longa sobre sua vida. Entre cenas inéditas dos bastidores de shows e gravações, e detalhes sobre a vida pessoal, “Believe” trará depoimentos daqueles que fizeram e fazem parte do barulho que o garoto fez ao longo de sua carreira.

Entre as participações, destaque para o rapper Usher - mentor de Justin – e o empresário Scooter Braun. A direção do longa ficou sob responsabilidade de Jon M. Chu, mesmo diretor do primeiro documentário de Justin Bieber, “Never Say Never”, lançado em 2011.

PORTAL SUCESSO


Voltar ao topo
 Perfil  
 

Re: CINEMA
MensagemEnviado: 07 Dez 2013, 15:32 
Offline
Avatar do usuário
Membro

Registrado em: 13 Dez 2011, 22:12
Mensagens: 6220
Curtiu: 479 vezes
Foi curtido: 320 vezes
Programa CH: Chaves
A verdade sobre o curta "Ilha das Flores":


_________________
Ex-moderador do Bar do Chespirito


Voltar ao topo
 Perfil  
 

Re: CINEMA
MensagemEnviado: 09 Dez 2013, 22:17 
Offline
Avatar do usuário
Membro

Registrado em: 01 Fev 2009, 20:39
Mensagens: 73136
Localização: Rio de Janeiro (RJ)
Curtiu: 4469 vezes
Foi curtido: 1109 vezes
Programa CH: Chaves
Time de Futebol: Flamengo
http://robertosadovski.blogosfera.uol.com.br/2013/12/09/a-desolacao-de-smaug-acelera-a-trama-e-coloca-um-dragao-no-novo-hobbit/

O trabalho de Peter Jackson com o universo criado por J. R. R. Tolkien não é fácil.

Se ele enxuga a coisa, os fãs mais ardorosos enchem o saco porque a ponta da flecha de algum personagem não corresponde ao design do livro; se ele esvazia as referência e joga até a pia da cozinha nos filmes, a reclamação é que Peter Jackson é prolixo, é exagerado, é, por fim, um chato.

O Hobbit : A Desolação de Smaug, consegue o feito de equilibrar os dois mundos.

Trabalhando em cima do livro que J. R. R. Tolkien que antecedeu a saga O Senhor dos Anéis, Peter Jackson esticou a trama em uma trilogia colocando muito material adicional, escrevendo passagens inéditas e dando aos fãs o máximo por sua grana. Ao mesmo tempo, os problemas de narrativa que ameaçaram emperrar o filme anterior, Uma Jornada Inesperada, parecem ausentes. Em 161 minutos de aventura (oito a menos que seu antecessor), este Hobbit é mais satisfatório e mais redondinho, mesmo que demore um tanto para engatar a segunda. E “um tanto”, em um capítulo de O Senhor dos Anéis, nunca é coisa rápida.

Com um prólogo que mostra Gandalf (Ian McKeller) e Thorin (Richard Armitage) antes de eles convocarem Bilbo (Martin Freeman) em sua jornada para libertar a Montanha Solitária (e o reino dos anões), o filme dá o tom da urgência da missão: não é apenas a libertação de um reino, conta Gandalf, mas eliminar um mal que ameaça contaminar toda a Terra Média.

Daí cortamos o “presente”, com Bilbo e os anões fugindo de orcs assassinos e decidindo qual o pior dos males à sua frente.

Todo o primeiro ato de A Desolação de Smaug mostra o grupo caminhando um monte pra lá, com panorâmicas majestosas das paisagens mezzo digitais da Terra Média, e caminhando de novo para cá, com mais panorâmicas e mais música triunfal.

Ao fugir do reino dos elfos da floresta, porém, o grupo parece reencontrar seu foco, e o filme acompanha.

Alguns rostos familiares (especificamente Legolas, defendido de novo pelo ator Orlando Bloom) juntam-se a outros que só existem no cinema (a elfa Tauriel, defendida com graça e beleza por Evangeline Lilly) e este segundo Hobbit encontra seu caminho. Quando o faz, não solta mais !

Claro que tudo pode ser colocado na conta de Smaug, o gigantesco dragão assassino que expulsou os anões da Montanha Solitária e transformou a outrora próspera Cidade no Lago, que faz fronteira com o reino chamado Erebor, em um lugar miserável. Com a voz de barítono de Benedict Cumberbatch, Smaug não é uma fera irracional, e sim um personagem rico, que traz em sua ganância, e em sua vontade de perpetuar a miséria na Terra Média, o contraponto perfeito para Bilbo.

Encarregado de roubar a pedra que determina quem é o rei de Erebor para Thorin, Bilbo tenta convencer Smaug de suas boas intenções e termina reacendendo o desejo destrutivo de uma criatura espetacular. E, convenhamos, todo filme fica mais bacana quando tem um dragão em jogo !

O filme também sugere que forças sombrias estão colocando suas engrenagens em movimento, o que é a parte da jornada particular de Gandalf para descobrir quem é o misterioso Necromante que está juntando as forças malignas da Terra Média na fortaleza de Dol Guldur. Embora pareça gordura, o sub plot é essencial para amarrar o filme não só com a terceira parte, que sai ano que vem, mas também com a trilogia O Senhor dos Anéis do começo do século. Com a narrativa melhor alinhavada, A Desolacão de Smaug prova que um filme longo não precisa ser um filme lento (pecado cometido por Uma Jornada Inesperada), e a opção em usar a narrativa e a longa caminhada do grupo para apresentar novos personagens se mostra a mais acertada. Assim, outros habitantes da Terra Média como o transmorfo Beorn (Mikael Persbrandt), capaz de se transformar em um imenso urso negro, o arqueiro Bard (Luke Evans), herdeiro de Girion e inimigo natural de Smaug (você vai entender quando ver o filme), e Stephen Fry, sensacional como o Mestre da Cidade no Lago, ganham espaço sem parecer impostos.

Uma coisa, enfim, precisa ficar clara. O Hobbit : A Desolação de Smaug não é exatamente um filme, e sim um episódio. Ao contrário de O Senhor dos Anéis : As Duas Torres, um “filme do meio” que tinha um centro narrativo com começo, meio, fim e consequências – a batalha de Helm's Deep que reafirmava a posição de Aragorn como rei da Terra Média –, a nova aventura comandada por Peter Jackson é muito esperta em deixar todas as peças em movimento mas não tem preocupação em fechar nenhuma trama. Se isso pode ser frustrante para quem espera entrar no cinema e sair com uma experiência completa, por outro lado é o modus operandi do cinemão pop, em que cada filme (de cada “universo”) está conectado a outro.

Como Harry Potter, ou Jogos Vorazes e com os próximos Star Wars. O final de A Desolação de Smaug é espetacular, talvez o melhor de toda a saga de Tolkien no cinema. Esperar mais um ano será agonizante para quem gosta de fantasia e aventura. Mas é a natureza da fera. Assim como o grandioso Smaug, é um desafio que vale a pena encarar.

_________________
Imagem
Imagem


Voltar ao topo
 Perfil  
 

Re: CINEMA
MensagemEnviado: 10 Dez 2013, 21:29 
Online
Avatar do usuário
Moderador

Registrado em: 02 Fev 2009, 13:40
Mensagens: 49254
Localização: Indaial/SC
Curtiu: 252 vezes
Foi curtido: 822 vezes
Programa CH: Chaves
Time de Futebol: Palmeiras
Imagem

G1

A atriz norte-americana Eleanor Parker, que ficou famosa por seu papel como a baronesa de “A Noviça Rebelde”, morreu nesta segunda-feira (9) aos 91 anos.

Eleanor faleceu devido a complicações derivadas de uma pneumonia no hospital Palm Springs, na Califórnia, nos Estados Unidos. “Morreu pacificamente, cercada por seus filhos em um centro médico perto de sua casa”, afirmou Richard Gale, amigo da família.

Parker foi indicada três vezes ao Oscar de Melhor Atriz por “À Margem da Vida” (1950), “Chaga de Fogo” (1951) e “Melodia interrompida” (1955). Grande parte da trajetória da atriz, no entanto, foi feita na televisão. Ela foi indicada ao Emmy por um episódio da série “The Eleventh Hour” (1962) e obteve uma indicação ao Globo de Ouro por “Bracken’s World” (1969).

_________________
Meus títulos e conquistas no FCH:

Moderador Global do FCH (2012 à 2014 / desde 2016)
Moderador do Meu Negócio é Futebol (2010 à 2012 / 2015 à 2016)
Eleito o 1º vencedor do Usuário do Mês - Março 2010
Campeão do Bolão da Copa do FCH 2010
Campeão do 13º Concurso de Piadas 2011
Bicampeão do Bolão do FCH - Brasileirão (2011 e 2012)
Campeão do Bolão do FCH - Liga dos Campeões (2011/2012)
Campeão de A Casa dos Chavesmaníacos 10 (2012)
Campeão do Foot Beting (2014)
Tetracampeão da Chapoliga (2014, 2015, 2016 e 2017)
Campeão de O Sobrevivente - Liga dos Campeões (2016/2017)


Voltar ao topo
 Perfil  
 

Re: CINEMA
MensagemEnviado: 12 Dez 2013, 17:06 
Offline
Avatar do usuário
Membro

Registrado em: 01 Fev 2009, 20:39
Mensagens: 73136
Localização: Rio de Janeiro (RJ)
Curtiu: 4469 vezes
Foi curtido: 1109 vezes
Programa CH: Chaves
Time de Futebol: Flamengo
http://rioshow.oglobo.globo.com/cinema/eventos/criticas-profissionais/o-hobbit-a-desolacao-de-smaug-9472.aspx

É possível identificar um pecado comum a muitos dos personagens da obra do católico J.R.R. Tolkien, o mais famoso autor de histórias de fantasia do século XX. Trata-se da ganância. Em “O senhor dos anéis”, trilogia publicada por Tolkien na década de 1950 e que deu origem a três filmes do diretor Peter Jackson já nos anos 2000, era o desejo por poder e riquezas que motivava aqueles seres estranhos. “Meu precioso”, dizia o vilão Gollum quando chegava perto do anel pelo qual todos lutavam e que garantiria a seu portador um poder descomunal. Sério, alguém consegue imaginar um sinal maior de ganância do que ver um sujeito apontando para um anel dourado e dizendo “meu precioso”?

A lógica é a mesma na história de “O hobbit”, livro de Tolkien que precedeu “O senhor dos anéis”, mas que está sendo adaptado para o cinema apenas agora, também numa trilogia dirigida por Jackson — o primeiro filme, “Uma jornada inesperada”, foi lançado há um ano; o segundo, “A desolação de Smaug”, chega ao circuito brasileiro na sexta, dia 13.12; enquanto o terceiro, “Lá e de volta outra vez”, estreia só em dezembro do ano que vem. Em “O hobbit”, destaca-se o tempo todo como foi a opulência de um rei antigo da raça dos anões que provocou sua desgraça. Ainda no primeiro filme, o espectador fica sabendo que o acúmulo exagerado de ouro pelo tal rei atraiu a atenção do dragão Smaug, que expulsou todos os anões da montanha em que moravam para que ele possa viver solitário numa versão gigante do cofre do Tio Patinhas. A trama de “O hobbit” acompanha justamente a missão do hobbit Bilbo (Martin Freeman), do mago Gandalf (Ian McKellen), do anão Thorin (Richard Armitage) e de seus amigos para libertar a montanha — e suas riquezas, é claro — do domínio do dragão.

Mas a ganância, no caso da adaptação para o cinema de “O hobbit”, não é exclusiva dos personagens. De olho nos lucros da bilheteria, os acontecimentos de um único romance foram desmembrados para preencher três longos filmes em 3D, sem que houvesse trama para justificar o esforço. É como se Jackson, ele próprio, olhasse para a obra de Tolkien, pensasse no sucesso que a trilogia “O senhor dos anéis” lhe proporcionou e murmurasse: “Meu precioso”.

Portanto, é tudo muito bonito e impressionante em “A desolação de Smaug”, mas há uma deficiência narrativa difícil de se compensar apenas com as dúzias de cenas de perseguição e batalhas. Sendo justo, o filme é bem melhor do que “Uma jornada inesperada”: na primeira parte desta nova produção de Jackson, são inseridos alguns mistérios que se encaixam perfeitamente com o que já se viu em “O senhor dos anéis” e também elementos mais complexos sobre disputas sociopolíticas. Por exemplo, a raça dos elfos é retratada como elitistas que não abaixam por nada aquelas suas orelhas pontudas, deixando para os anões barbudos e rudes o papel do proletariado.

Mas o que isso importa quando é necessário dar um jeito para encher 160 minutos de filme? Para cada cinco minutos de bons diálogos de “A desolação de Smaug”, há seis de recursos tecnológicos que podem até impressionar o público, mas que só servem para esvaziar as alegorias pretendidas pelo texto de Tolkien.

_________________
Imagem
Imagem


Voltar ao topo
 Perfil  
 

Re: CINEMA
MensagemEnviado: 13 Dez 2013, 02:52 
Offline
Avatar do usuário
Membro

Registrado em: 01 Fev 2009, 20:39
Mensagens: 73136
Localização: Rio de Janeiro (RJ)
Curtiu: 4469 vezes
Foi curtido: 1109 vezes
Programa CH: Chaves
Time de Futebol: Flamengo
http://www1.folha.uol.com.br/fsp/ilustrada/143368-o-hobbit-a-desolacao-de-smaug-sofre-a-maldicao-de-filho-do-meio.shtml

Depois de decepcionar com o primeiro capítulo da trilogia "O Hobbit", uma espécie de prólogo de luxo de "O Senhor dos Anéis", o diretor Peter Jackson injeta ação (e novos personagens) no segundo capítulo, "O Hobbit : A Desolação de Smaug".

O filme é melhor e mais divertido que o primeiro, mas sofre com a síndrome de filho do meio : quer se rebelar, mas não tem coragem para tanto.

Peter Jackson, que é um cineasta esperto, usa seus melhores truques lapidados em anos trabalhando em longas de terror para construir sequências arrebatadoras já no início, como a da comitiva de Bilbo (Martin Freeman) e 13 anões enfrentando as aranhas gigantes da Floresta das Trevas.

Outro acerto é na troca do tom cômico de "Uma Jornada Inesperada" pela adrenalina neste segundo capítulo.

A fuga da comitiva do reino do elfo Thranduil (Lee Pace) em barris, por exemplo, equilibra os malabarismos élficos de um Legolas (Orlando Bloom) cheio de si e quase antipático e de Tauriel (Evangeline Lilly) com o jeito desengonçado dos anões.

A química que transformou "O Senhor dos Anéis" funciona pela primeira vez na nova trilogia.

No entanto, o grande momento da produção é a aparição do imponente dragão Smaug.

Dragões falantes geralmente são um mau sinal no cinema ("Eragon" que o diga), mas a voz do inglês Benedict Cumberbatch ("Star Trek") e os efeitos especiais da Weta transformam a criatura em um obstáculo (finalmente) mortal para o grupo.

Infelizmente, o longa precisaria de muito mais para esconder que é uma trilogia inchada, repleta de momentos repetitivos.

_________________
Imagem
Imagem


Voltar ao topo
 Perfil  
 

Re: CINEMA
MensagemEnviado: 14 Dez 2013, 21:29 
Online
Avatar do usuário
Moderador

Registrado em: 02 Fev 2009, 13:40
Mensagens: 49254
Localização: Indaial/SC
Curtiu: 252 vezes
Foi curtido: 822 vezes
Programa CH: Chaves
Time de Futebol: Palmeiras
Imagem

MailOnline

O irmão mais novo de Paul Walker foi uma solução encontrada pelos produtores de Velozes e Furiosos 7 para dar continuidade às gravações do filme, que já estavam bem adiantadas quando o ator morreu em um acidente de carro no final de novembro. Cody foi escolhido pela semelhância com o ator, que morreu após um acidente de carro, no final de novembro.

“Os produtores tiveram uma série de reuniões logo após a morte de Paul e eles perceberam que precisavam de alguém que se parecia com ele para terminar o filme. Foi quando eles lembraram de Cody, irmão quase idêntico de Paul”, afirmou uma fonte ao site.

Cody ainda não respondeu ao convite feito pelos produtores do filme. A fonte acredita que o irmão de Paul Walker possa aceitar o convite: “Se ele fizer, será para homenagear o irmão”.

_________________
Meus títulos e conquistas no FCH:

Moderador Global do FCH (2012 à 2014 / desde 2016)
Moderador do Meu Negócio é Futebol (2010 à 2012 / 2015 à 2016)
Eleito o 1º vencedor do Usuário do Mês - Março 2010
Campeão do Bolão da Copa do FCH 2010
Campeão do 13º Concurso de Piadas 2011
Bicampeão do Bolão do FCH - Brasileirão (2011 e 2012)
Campeão do Bolão do FCH - Liga dos Campeões (2011/2012)
Campeão de A Casa dos Chavesmaníacos 10 (2012)
Campeão do Foot Beting (2014)
Tetracampeão da Chapoliga (2014, 2015, 2016 e 2017)
Campeão de O Sobrevivente - Liga dos Campeões (2016/2017)


Voltar ao topo
 Perfil  
 

Re: CINEMA
MensagemEnviado: 15 Dez 2013, 05:22 
Offline
Avatar do usuário
Membro

Registrado em: 07 Fev 2009, 03:10
Mensagens: 12580
Localização: Rio de Janeiro - RJ
Curtiu: 133 vezes
Foi curtido: 355 vezes
Programa CH: Chaves
Time de Futebol: Botafogo
Gostei de O Hobbit. Sei que todo mundo só vê o lado comercial da coisa, afinal as franquias se Jackson são das mais populares do planeta. Mas gosto da maneira em que as coisas foram conduzidas nos dois primeiros.

E o 3D é ótimo.

_________________
Imagem


Voltar ao topo
 Perfil  
 

Re: CINEMA
MensagemEnviado: 15 Dez 2013, 14:58 
Offline
Avatar do usuário
Membro

Registrado em: 30 Abr 2010, 17:00
Mensagens: 17642
Localização: Rio de Janeiro - RJ
Curtiu: 1142 vezes
Foi curtido: 600 vezes
Programa CH: Chapolin
Vi o primeiro ontem, achei meio chatinho, só ficou legal mesmo pro final. Mas mesmo assim verei o segundo pra continuar acompanhando a história.

_________________
Trakt.tv | Last.fm

Moderador do TV de Segunda Mão (Novembro de 2010 / Novembro de 2013).
Moderador do Da Discussão Nasce a Luz! (Maio de 2014 / Novembro de 2014).
Moderador Global desde Novembro de 2014.
No Meio CH desde 2010.


Voltar ao topo
 Perfil  
 

Re: CINEMA
MensagemEnviado: 17 Dez 2013, 08:57 
Offline
Avatar do usuário
Membro

Registrado em: 01 Fev 2009, 20:39
Mensagens: 73136
Localização: Rio de Janeiro (RJ)
Curtiu: 4469 vezes
Foi curtido: 1109 vezes
Programa CH: Chaves
Time de Futebol: Flamengo
Vi "O Hobbit : A Desolação de Smaug" ontem, ótimo filme.

O Smaug demora para aparecer, mas quando aparece, se destaca demais, personagem extremamente inteligente e mau. Muito bem dublado pelo Benedict Cumberbatch.

Também gostei do ator que interpreta o Bard, o Luke Evans, tá muito bem no filme e a história do personagem (incluindo o que se fala sobre seu antepassado), é feita de forma muito bem realizada pelo Peter Jackson.

Várias cenas impressionam visualmente, a das aranhas na floresta, a cena dos barris (com luta contra os orcs), a cena em Erebor da luta contra o Smaug.

_________________
Imagem
Imagem


Voltar ao topo
 Perfil  
 

Re: CINEMA
MensagemEnviado: 18 Dez 2013, 13:48 
Offline
Membro

Registrado em: 11 Fev 2013, 12:55
Mensagens: 5205
Curtiu: 1015 vezes
Foi curtido: 474 vezes
Programa CH: Chapolin
Fábio escreveu:
Gostei de O Hobbit. Sei que todo mundo só vê o lado comercial da coisa, afinal as franquias se Jackson são das mais populares do planeta. Mas gosto da maneira em que as coisas foram conduzidas nos dois primeiros.

E o 3D é ótimo.

E pensar que foi o mesmo Jackson que anos atrás produziu a maior trasheira de todos os tempos, chamada ''Fome Animal''.

_________________
We're walking down the
Street of chance
Where the chance is always
Slim or none
And the intentions unjust

Baby there's nothing to see
I've already been
Down the street of chance


Voltar ao topo
 Perfil  
 

Exibir mensagens anteriores:  Ordenar por  
Fórum trancado Este tópico está trancado. Você não pode responder ou editar mensagens.  [ 256 mensagens ]  Ir para página Anterior  1 ... 14, 15, 16, 17, 18  Próximo

Todos os horários são GMT - 3 horas [ DST ]


Quem está online

Usuários navegando neste fórum: Nenhum usuário registrado e 1 visitante


Enviar mensagens: Proibido
Responder mensagens: Proibido
Editar mensagens: Proibido
Excluir mensagens: Proibido

Procurar por:
Ir para: