Trocar para a skin padrão
Tópicos fechados criados originalmente no Bar do Chespirito.
Tópico trancado

Re: PT

23 Ago 2018, 21:34

Foi pro Dias.

Re: PT

26 Ago 2018, 20:23

TSE nega pedido para que TVs veiculem campanha política do PT
O TSE (Tribunal Superior Eleitoral) negou de forma liminar 1 pedido do PT para que as emissoras passem a incluir em seus telejornais notícias sobre a agenda de campanha da coligação “O Povo Feliz de Novo”, dos partidos PT, PCdoB e Pros. A decisão foi tomada nesta 6ª feira (24.ago.2018) pelo ministro Sérgio Silveira Banhos.
https://www.poder360.com.br/eleicoes/ts ... ica-do-pt/

Re: PT

26 Ago 2018, 22:08

PT é acusado de fazer propaganda irregular na internet
Contratação de influenciadores digitais para elogiar petistas vira polêmica nas redes sociais
https://oglobo.globo.com/brasil/pt-acus ... t-23013104

Re: PT

26 Ago 2018, 22:47

Chapolin Gremista escreveu:Pós-mod?

Pós moderno. A turminha do lacre que suja a imagem da esquerda.

Re: PT

27 Ago 2018, 18:38

https://oglobo.globo.com/brasil/esquema-de-propaganda-ilegal-da-internet-oferecia-1500-mensais-por-elogios-petistas-23015440

Influenciadores digitais que replicaram conteúdos elogiosos a candidatos do PT nas redes sociais receberam oferta de pelo menos R$ 1.500 por mês para participar de ações na internet.

Isabella Bomtempo, dona de um e-mail com o domínio da aceleradora VBuilders, diz que trabalha para uma agência e gostaria de promover "ações de militância política para a esquerda".

Segundo fonte ouvida pelo GLOBO, Isabella Bomtempo trabalha para a agência Follow, de propriedade do deputado federal e candidato do PT ao Senado por Minas Gerais, Miguel Corrêa.

Oficialmente, quem admitiu ter prestado serviços ao PT para "monitorar redes sociais" e "indicar influencers" foram, respectivamente, as agências BeConnect e Lajoy.

No e-mail enviado por Isabella, há alguns exemplos de pautas que seriam exploradas para os contratados postarem conteúdos na internet: "Fale sobre como o governo golpista atual está tirando verbas da educação e congelando os investimentos por 20 anos; Fale sobre a candidatura do Lula de maneira descontraída; Fale sobre como as mulheres são pouco representadas na política; Fale como a direita não apoia e não sustenta abertamente os LGBT's e por aí vai..."

Na mesma proposta, ela oferece um valor ao influenciador :

"Temos de verba R$ 1.500,00 por mês para a entrega de 1 conteúdo por dia publicado na sua rede social mais relevante, pode ser 1 tweet, 1 story, você escolhe...".

O GLOBO não conseguiu contato com Isabella Bomtempo.

Desde que o caso foi denunciado por uma das participantes do grupo, que se recusou a fazer propaganda para o governador do Piauí, Wellington Dias, o PT não se pronunciou.

Re: PT

28 Ago 2018, 21:14

Haddad indicou delatores como testemunha de defesa em ação sobre caixa 2
Nomes devem ser substituídos.
https://www.poder360.com.br/justica/had ... e-caixa-2/

Re: PT

29 Ago 2018, 10:29

O GLOBO

Documentos obtidos pelo GLOBO revelam que pelo menos 14 candidatos do PT e do PR tiveram conteúdos de campanha disseminados a partir de aplicativo desenvolvido pela agência Follow, do deputado e candidato ao Senado por Minas Gerais, Miguel Corrêa (PT).

A empresa criou duas ferramentas — Follow e Brasil Feliz de Novo — que possibilitam a usuários cadastrados no aplicativo compartilhar, em troca de dinheiro, as notícias elogiosas de candidatos produzidas pela agência.

Os registros internos da agência mostram que esse sistema irregular de campanha foi utilizado para propagar materiais de 14 candidatos a diferentes cargos nestas eleições, incluindo o nome do PT à Presidência, o ex-presidente Lula, preso em Curitiba desde abril.

De postulantes ao Senado, como o petista Lindbergh Farias (RJ), a candidatos aos governos estaduais, como os petistas Fernando Pimentel, em Minas; Wellington Dias, no Piauí; Luiz Marinho, em São Paulo; Márcia Tiburi, no Rio de Janeiro; e Décio Lima, em Santa Catarina.

Também foram impulsionados candidatos a vagas na Câmara, como Tiririca (PR-SP), Gleisi Hoffmann (PT-PR), Kátia Sastre (PR-SP), Andréia Gonçalves (PR-SP) e Luciana Costa (PR-SP).

O artigo 24 da resolução publicada pelo TSE sobre a campanha de 2018 diz: “É vedada a veiculação de qualquer tipo de propaganda eleitoral paga na internet, excetuado o impulsionamento de conteúdos, desde que identificado de forma inequívoca como tal e contratado exclusivamente por partidos políticos, coligações e candidatos e seus representantes”.

A partir dos documentos da agência que citam os nomes dos candidatos, O GLOBO localizou no Twitter notícias produzidas e propagadas a partir do aplicativo.

O esquema de pagamento a influenciadores digitais para fazer elogios ao PT veio à tona no domingo. Os donos das empresas que assumiram trabalhar com os chamados “influencers” e com “monitoramento de redes” também são ligados ao deputado Miguel Corrêa. Os aplicativos funcionam da seguinte forma: há uma cartela de notícias em que o “ativista digital” pode capturar o endereço e compartilhar em suas redes. Quanto mais notícias os recrutados compartilham, mais pontos eles ganham — e, por tabela, mais dinheiro. O aplicativo também sugere o cumprimento de “missões”, como postar comentários pessoais favoráveis aos candidatos.

O conjunto de empresas ligadas a Miguel Corrêa fica em uma das áreas mais nobres de Belo Horizonte. Com uma equipe de recém-formados da área de Comunicação e jornalistas freelances, a estrutura começou a funcionar em meados deste ano e, segundo fontes ouvidas pelo GLOBO, as contratações se intensificaram no período pré-eleitoral. São 10 jornalistas produzindo conteúdo para 14 candidatos.

O grupo era formado por quatro equipes, uma de monitoramento, uma de produção de conteúdo, uma de captação de ativistas e uma para contatar influenciadores digitais dispostos a falar bem dos candidatos em troca de dinheiro. Em relação aos candidatos do PR, porém, essa última etapa não chegou a ocorrer. Por meio de nota, o partido admite ter contratado uma das empresas de Miguel, a Fórmula, mas nega que o objeto do contrato seja a eleição.

O aplicativo permite driblar os mecanismos de bloqueio das redes sociais, pois não se tratam de robôs ou perfis falsos, mas de pessoas que compartilham e tentam viralizar conteúdo de apoio a determinados candidatos.

Em um vídeo de 37 minutos que circula nas redes sociais, funcionários da Follow explicam a usuários dos aplicativos como ganhar dinheiro ao compartilhar notícias favoráveis a candidatos petistas.

—Vamos ter provavelmente três níveis de ativistas: o que vai receber R$ 125 por semana, que no total dá R$ 500 por mês. Nós vamos ter o ativista que recebe R$ 175 por semana, que é R$ 50 a mais por semana. E nós vamos ter o ativista de R$ 225 por semana, quer dizer, ele vai receber no total R$ 1 mil por mês se permanecer nesse top 10, vamos chamar assim —diz Breno Nolasco, que foi assessor de Miguel Corrêa.

Uma funcionária da Follow, sentada ao lado de Nolasco, enfatiza a oportunidade de faturar com o negócio. Quando perguntada sobre a forma de pagamento, ela responde: —Todo mundo vai ser pago. No vídeo, Nolasco fala sobre as campanhas de Lidbergh Farias e Márcia Tiburi:

— Da Márcia e do Lindbergh, a partir de amanhã, vão ter de duas ou três notícias todos os dias. Tá, galera?

“Vamos ter três níveis de ativistas: o que vai receber R$ 125 por semana, que dá R$ 500 por mês; o que recebe R$ 175 por semana, e o ativista de R$ 225 por semana, que vai receber R$ 1 mil por mês”.

Re: PT

29 Ago 2018, 10:45

Dias escreveu:Pós moderno. A turminha do lacre que suja a imagem da esquerda.


A Esquerda inteira suja a imagem da Esquerda. :vamp:

Re: PT

29 Ago 2018, 11:36

Até o Tiririca no meio?

Re: PT

29 Ago 2018, 11:44

Fola escreveu:
Dias escreveu:Pós moderno. A turminha do lacre que suja a imagem da esquerda.


A Esquerda inteira suja a imagem da Esquerda. :vamp:

Desgraçadamente sim, com a ereção eterna que eles tem pelo Lula. Não há campo moderado na esquerda.

Re: PT

29 Ago 2018, 21:34

Claro que há. Não existe uma esquerda só.

Re: PT

29 Ago 2018, 22:20

https://www.oantagonista.com/brasil/mp-pede-quebra-de-sigilo-dos-envolvidos-no-escandalo-dos-cybermortadelas/

O Ministério Público Eleitoral pediu a quebra de sigilo dos envolvidos na criação de uma rede de ativistas digitais, pagos pelo PT para fazer campanha na internet.

O requerimento partiu do procurador regional eleitoral auxiliar Bruno Nominato, que arrolou seis empresas envolvidas no esquema.

Re: PT

30 Ago 2018, 00:47

Victor235 escreveu:Claro que há. Não existe uma esquerda só.

Mas são muito difíceis de achar.

E claro que não há só uma esquerda, nunca disse que havia.

Re: PT

30 Ago 2018, 19:27

Não há campo moderado na direita.

Re: PT

30 Ago 2018, 21:37

Dias escreveu:
Victor235 escreveu:Claro que há. Não existe uma esquerda só.

Mas são muito difíceis de achar.

E claro que não há só uma esquerda, nunca disse que havia.
Claro que falou. Você alegou que toda a esquerda tem "ereção eterna" por Lula, mas não é ser admirador de Lula a característica que define e abrange este campo do espectro político.
Tópico trancado
AnteriorPróximo