Trocar para a skin padrão
Tópicos fechados criados originalmente no Bar do Chespirito.
Tópico trancado

Re: POLÍTICA

15 Nov 2015, 05:11



Lamentável !

Re: POLÍTICA

15 Nov 2015, 10:05

Que escroto esse João Rodrigues.

Re: POLÍTICA

15 Nov 2015, 11:41

E a filha do Garotinho ?

Sem comentários ! Congresso Nacional é um circo !

Re: POLÍTICA

15 Nov 2015, 14:56

Chega até ser cômico comparar os políticos do congresso com os comediantes interpretando eles. Não dá pra saber quem nos faz rir mais.
João Plenário da 'Praça é nossa' é mais honesto que muitos que estão lá no CN... :[
Imagem

Re: POLÍTICA

17 Nov 2015, 20:50

http://www1.folha.uol.com.br/poder/2015/11/1707599-netinho-de-paula-tem-mandato-de-vereador-cassado.shtml

Imagem

Em votação unânime, o Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo cassou, nesta terça-feira (17), o mandato do vereador Netinho de Paula (PDT) por infidelidade partidária. A Câmara tem até 10 dias para empossar o suplente. O presidente do PCdoB da capital e ex-deputado estadual, Jamil Murad, assume o mandato.

A ação que pediu a cassação do mandato foi proposta pelo PCdoB, partido pelo qual ele foi eleito em 2012 e do qual se desfiliou em abril deste ano. A defesa de Netinho argumentou no processo que a desfiliação ocorreu porque o vereador sofreu discriminação política e boicote.

O relator do processo, juiz André Lemos Jorge, no entanto, não acatou a tese e considerou não ter havido fato concreto para a desfiliação. "Restou comprovada a posição de destaque de Netinho na agremiação, com participação em todas as propagandas partidárias (...). O PCdoB arcou, inclusive, com mais de 50% das suas despesas de campanha", afirmou.

O presidente estadual do PCdoB, deputado Orlando Silva, disse que não houve justificativa política e jurídica que explicasse a saída de Netinho do partido. "Netinho sempre foi uma liderança privilegiada no PCdoB", disse.

Netinho começou a carreira como músico da banda Negritude Júnior e também apresentou programas televisivos. Durante 16 anos em que esteve no grupo, defendeu o combate ao racismo e o apoio às pessoas que vivem nas periferias, o que credenciou para a carreira política. Em 2010, candidatou-se ao Senado. Recebeu mais de 7,7 milhões de votos, mas não se elegeu. A assessoria de Netinho informou que até o final do dia se manifestará por meio de nota oficial.


:tchau:

Re: POLÍTICA

22 Nov 2015, 20:17

Em qual partido ele está agora?

Foi burrice ter mudado, era notável que o PCdoB dava grande destaque a ele, sem contar que vira e mexe pegam alguém baseado nesta lei da infidelidade partidária.

Porém tem vereador da minha cidade que disputou as últimas cinco eleições cada uma num partido diferente e nada aconteceu, vai entender.

Re: POLÍTICA

22 Nov 2015, 22:47

E.R escreveu:Sem comentários ! Congresso Nacional é um circo !


Não só o Congresso Nacional, como todo o Brasil.

Imagem

Re: POLÍTICA

24 Nov 2015, 23:58

Vitória de Macri na Argentina mostra força da alternância, diz FHC
Fernando Rodrigues 23/11/2015 19:36

Ex-presidente criticou “populismo” dos Kirchners

Em menção indireta, tucano ataca gestão fiscal petista

Já o PT lamenta derrota de Scioli nas redes sociais


Imagem
Fernando Henrique Cardoso em sua foto de perfil no Facebook

Tucanos comemoraram nas redes sociais a derrota do candidato de Cristina Kirchner nas eleições do último domingo (22.nov.2015). Para a oposição brasileira, a derrota de um governo aliado a Dilma Rousseff pavimenta o caminho para mudanças no Brasil em 2018.

No seu perfil no Facebook, o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso disse que a vitória do oposicionista Mauricio Macri mostra “a força das ideias democráticas e a importância da alternância no poder” –numa menção indireta ao Brasil.

O tucano não poupou críticas à ex-presidente Cristina Kirchner. “O populismo dos Kirchners não foi empecilho para o povo argentino abraçar as mudanças que se impunham, mesmo após tanto tempo de o mesmo grupo estar no poder”, escreveu o ex-presidente.

Sem citar diretamente o Brasil e nem Dilma, FHC alfinetou a gestão fiscal do governo petista. “O manejo irresponsável do Orçamento e da dívida pública é simplesmente isso: irresponsabilidade. Assim como seu manejo correto é apenas senso de dever e não direitismo”.

Mais cedo, o presidente nacional do PSDB e senador por Minas Gerais, Aécio Neves, postou uma curta homenagem a Macri na mesma rede social. “Telefonei há pouco para o presidente eleito da Argentina, Mauricio Macri, para cumprimentá-lo pela bela vitória nas eleições de ontem e desejar-lhe sorte na empreitada”.

Militantes do PT usaram as redes sociais para lamentar a derrota de Daniel Scioli, o candidato kirchnerista. Alguns petistas chegaram a substituir as fotos de seus perfis no Facebook por uma imagem de um rosto mesclado à bandeira argentina, derramando lágrimas.
BLOG DO FERNANDO RODRIGUES / UOL

Re: POLÍTICA

25 Nov 2015, 01:09

Não vai ser fácil a passagem do Macri pela presidência. A maioria do congresso argentino é kirchnerista.

Re: POLÍTICA

26 Nov 2015, 19:13

Lista dos senadores traidores da pátria que votaram pela soltura de Delcídio Amaral da prisão:

Ângela Portela (PT-RR)
Donizeti Nogueira (PT-TO)
Fernando Collor (PTB-AL)
Gleisi Hoffmann (PT-PR)
Humberto Costa (PT-PE)
João Alberto Souza (PMDB-MA)
Jorge Viana (PT-AC)
José Pimental (PT-CE)
Lindbergh Farias (PT-RJ)
Paulo Rocha (PT-PA)
Regina Souza (PT-PI)
Roberto Rocha (PSB-MA)
Telmário Mota (PDT-RR)

Abstenção:
Edson Lobão (PMDB-MA)

Obs.: PT, PSB e PDT fazem parte do Foro de São Paulo

Imagem

Re: POLÍTICA

27 Nov 2015, 00:00

A única coisa de bom do Collor é a música do jingle, do resto, PQP!

Re: POLÍTICA

27 Nov 2015, 08:26

FHC agora fica falando da importância da alternância de partidos no poder, mas quando era presidente deu um jeito e criar a emenda da reeleição pra poder continuar no cargo.

Político é tudo igual, mesmo.

Re: POLÍTICA

30 Nov 2015, 12:55

http://noticias.terra.com.br/brasil/politica/deputado-jardel-e-afastado-por-suspeita-de-corrupcao-no-rs,8ed203fa97db3c8f1841b98ad45ba305c2ke644v.html

Imagem

Ídolo nno Grêmio, o ex-jogador e atual deputado estadual Jardel foi afastado de seu cargo legislativo sob suspeita de corrupção. O ex-atleta foi eleito pelo Rio Grande do Sul e é membro do PSD (Partido Social Democrático).

Durante mais de dois meses, a operação batizada de “Gol Contra”, comandada pelo Ministério Público, investigou Jardel e apurou indícios de crimes como concussão, peculato, falsidade documental, lavagem de dinheiro e organização criminosa.

Além disso, o ex-jogador também é investigado por um possível financiamento ao tráfico de drogas. Para isso, como aporte financeiro, seria utilizado dinheiro público desviado do parlamento.

Em virtude dos indícios coletados pelo MP na Operação, Jardel teve o afastamento de suas funções parlamentares decretado por 180 dias. A medida foi adotada como alternativa a um pedido de prisão preventiva, já que um parlamentar só pode ser preso por crime inafiançável, como prevê a Constituição.

Além de Jardel, outras oito pessoas também foram investigadas e ainda podem ser presas. A operação “Gol Contra” teve como base principal gravações telefônicas de Jardel. Em abril, o ex-jogador causou polêmica ao demitir todo seu gabinete e se afastar da Assembleia.

Nesta segunda-feira, buscas estão sendo realizadas no gabinete, na casa do ex-atacante e em endereços de outros membros da assembleia. As investigações chegam até em funcionários fantasmas, que receberiam salário do parlamento mesmo sem trabalhar.

Segundo o apurado com a investigação, Jardel lucraria entre R$30 mil e R$50 mil mensais através da exigência de percentuais dos salários dos funcionários de seu gabinete e da bancada do PSD, além da fraude diária de viagens e valores de indenização veicular.

Jardel atuou no Grêmio entre 1995 e 1996, marcando 67 gols em 73 jogos e ajudando o time a conquistar o Campeonato Brasileiro e Libertadores nesses anos. Ele também foi ídolo de Porto e Sporting no futebol europeu.

Re: POLÍTICA

30 Nov 2015, 15:10

A maioria dos senadores que votaram a favor da soltura de Delcídio eram do PT , Collor também , e acha que Brizola era uma boa pessoa , se engana , no governo dele a violência aumentou e muito e faltava policiamento nas ruas e as mortes aumentava , vai tarde Leonel.

Re: POLÍTICA

30 Nov 2015, 20:34

Que vergonha essa aí do Jardel. E pensar que teve 40 mil votos.
Tópico trancado
AnteriorPróximo