Fórum Portal Vídeos Guia de Episódios Sobre



Todos os horários são GMT - 3 horas


Portal Chespirito Chico Rei



Fórum trancado Este tópico está trancado. Você não pode responder ou editar mensagens.  [ 94 mensagens ]  Ir para página Anterior  1 ... 3, 4, 5, 6, 7
  Exibir página para impressão

Re: Morre o candidato a presidente Eduardo Campos • Ele estava a bordo do avião que caiu em Santos/SP
Autor Mensagem
MensagemEnviado: 12 Set 2014, 09:44 
Offline
Avatar do usuário
Membro

Registrado em: 03 Dez 2011, 11:45
Mensagens: 4709
Localização: RJ
Curtiu: 288 vezes
Foi curtido: 305 vezes
Programa CH: Chapolin
Time de Futebol: Botafogo
Fantasias: Outros
NOTÍCIAS
EUA estão envolvidos no acidente que matou Eduardo Campos, diz jornalista

De acordo com o jornalista investigativo norte-americano Wayne Madsen, especialista em inteligência e assuntos internacionais, os Estados Unidos, por meio da CIA, estariam envolvidos na queda do avião que matou Eduardo Campos no dia 13 de agosto.

A denúncia de Madsen foi feita na sua coluna “All Factors Point to CIA Aerially Assassinating Brazilian Presidential Candidate” (“Todos os Fatores indicam que a CIA assassinou por via aérea candidato brasileiro à Presidência”, sem tradução para o português), publicada no jornal online Strategic Culture Foundation. No texto, que lembra uma teoria da conspiração, o jornalista afirma que uma derrota de Dilma Rousseff representaria uma vitória para os planos de Barack Obama de eliminar “presidentes progressistas” da América Latina.

Imagem

Segundo Madsen, os EUA têm um longo histórico de participações em mortes de políticos que ameaçam o “Império Americano”, o que tornaria a queda do Cessna ainda mais suspeita. Veja agora os motivos levantados pelo jornalista para desconfiar da participação da CIA no acidente:

1. Avião Cessna 560XLS

De acordo com a coluna, os aviões modelo Cessna 560XLS apresentam um “histórico de voo perfeitamente seguro”, tornando mais estranha a queda da aeronave de Eduardo Campos.

O texto ainda discute que diversas incertezas estão sendo levantadas sobre o proprietário do avião, que teria sido comprado por meio de empresas-fantasma. Além disso, Madsen questiona o fato de o gravador de voz da cabine do piloto não ter funcionado – a conversa registrada pelo aparelho e divulgada pela mídia pertencia a um voo anterior.

O jornalista afirma que “observadores brasileiros” acreditam que o Cessna de Eduardo Campos era um “avião fantasma” e que a nebulosidade em torno do proprietário da aeronave seria uma das táticas utilizadas pela CIA para encobrir suas atividades.

2. Equipe de investigação

Madsen levanta suspeitas sobre a equipe norte-americana enviada ao Brasil para investigar a queda da aeronave. Segundo ele, a National Transportation Safety Board já havia dado motivos para desconfiança durante a investigação de dois outros acidentes (TWA 800 e American Airlines 587), quando obteve “excelência em acobertar ações criminosas”.

3. Marina Silva é um fantoche de George Soros

Nas palavras de Madsen, Marina Silva é um “fantoche” de George Soros, um magnata húngaro-americano que está na 27ª posição entre os mais ricos do mundo da revista Forbes e que teria feito doações milionárias para reeleger Obama. O jornalista ainda ressalta que Marina Silva é membro da Igreja Assembleia de Deus, pró-Israel e muito mais favorável aos EUA do que Dilma Rousseff.

Imagem

A atual presidente, na visão de Madsen, representa uma ameaça aos EUA, que estariam ainda mais desconfiados depois que Edward Swoden revelou que a Agência Nacional de Segurança (NSA) estava espionando as atividades de Dilma. Além disso, o governo americano estaria muito irritado com a criação do banco do BRICS.

Com a substituição de Eduardo Campos por Marina Silva, todos sabem o que aconteceu: as pesquisas passaram a se mostrar mais favoráveis à candidata do PSB do que à do PT. Apesar de Dilma aparecer à frente de Marina no primeiro turno, a situação se inverte nosegundo.

4. Marina Silva como “Terceira Via”

Conforme Madsen alega, a apresentação de Marina Silva como uma terceira opção entre a polarização PT e PSDB teria, na verdade, origem em uma corrente internacional conhecida por “Terceira Via”, à qual pertenceram vários políticos financiados justamente por George Soros. Para o jornalista, a intenção dessa corrente seria infiltrar seus representantes e assumir o controle de partidos ligados à classe trabalhadora. Entre os políticos mais famosos da Terceira Via, estariam Bill Clinton, Tony Blair e Fernando Henrique Cardoso.

Imagem

O próprio Eduardo Campos faria parte dessa corrente; entretanto, segundo Madsen, a Terceira Via não veria nenhum problema em tirá-lo de seu caminho para poder colocar no poder Marina Silva, que seria mais popular do que Campos e atenderia mais aos interesses de Israel e dos EUA.

Fonte: http://www.megacurioso.com.br/politica/ ... alista.htm

_________________
Imagem


Voltar ao topo
 Perfil  
 

Re: Morre o candidato a presidente Eduardo Campos • Ele estava a bordo do avião que caiu em Santos/SP
MensagemEnviado: 12 Set 2014, 16:00 
Offline
Avatar do usuário
Membro

Registrado em: 27 Jun 2011, 21:24
Mensagens: 2508
Curtiu: 150 vezes
Foi curtido: 68 vezes
Programa CH: Chapolin
Time de Futebol: Grêmio/Cricíuma.
Fantasias: Outros
Sério isso? Próxima piada please.
O pior de tudo é que não consigo acreditar nessa história dos EUA estarem por trás da morte do falecido Eduardo Campos. Podem me chamar de ingênua e tal mas não consigo acreditar nisso não.


Voltar ao topo
 Perfil  
 

Re: Morre o candidato a presidente Eduardo Campos • Ele estava a bordo do avião que caiu em Santos/SP
MensagemEnviado: 16 Jan 2015, 15:53 
Offline
Avatar do usuário
Membro

Registrado em: 06 Ago 2012, 09:25
Mensagens: 11475
Localização: Campos do Jordão - SP
Curtiu: 40 vezes
Foi curtido: 130 vezes
Programa CH: Chaves
Time de Futebol: Santos FC
Fantasias: Não utilizo
http://g1.globo.com/sp/santos-regiao/morte-de-eduardo-campos/noticia/2015/01/aeronautica-aponta-falhas-de-piloto-em-acidente-de-campos-diz-jornal.html

Imagem

Investigação da Aeronáutica sobre o acidente que matou o então candidato à Presidência Eduardo Campos em agosto de 2014 aponta para uma sequência de erros cometidos pelo piloto, segundo reportagem do jornal "O Estado de S.Paulo" publicada nesta sexta-feira (16).

De acordo com a reportagem, o principal fator que interferiu na tragédia foi uma falha do piloto, Marcos Martins, que se confundiu durante o procedimento de arremetida. Outros fatores que contribuíram foram falhas no treinamento dos pilotos para operar o modelo do avião e também uma falta de coordenação da cabine, já que o comandante e o copiloto não estavam se entendendo.

O G1 confirmou que a investigação apontou estes fatores. Além disso, segundo o G1 apurou, a investigação diz que o piloto, ao perceber que estava caindo, tentou recuperar altitude e impedir a queda. E também apontou que o jato caiu em baixa velocidade.

Na análise do "nariz" do Cessna, o ângulo de colisão do avião com o chão levou os investigadores a concluir que os pilotos estavam buscando evitar o choque contra o chão e elevar a altitude. Entre outros fatores que corroboram a tese, estão fotos e vídeos da colisão do avião contra o telhado de uma casa e um prédio antes de bater contra o chão. O conjunto de provas levou a apuração a entender que o Cessna não estava “caindo como um meteoro”.

Segundo o G1 apurou, a investigação concluiu que o avião, que pode atingir até 800 km/h, caiu em baixa velocidade: cerca de 230 km/h. A maior possibilidade é que ele tenha entrado em situação de estol (perda de sustentação) devido à desorientação espacial do comandante Martins.


Martins sobrevoou a pista de Santos (litoral de São Paulo) em alta altitude e ainda com o trem de pouso recolhido, sem condições para pouso. Decidiu arremeter e tentar novamente o pouso, acompanhando a pista visualmente, quando se perdeu.

Verificações detalhadas das partes da aeronave, que foram totalmente queimadas no acidente, mostram ainda que o trem de pouso e os flaps estavam recolhidos no momento da queda.

5 meses de investigações

O acidente, ocorrido em Santos enquanto Campos viajava em jato particular para compromissos de campanha, completou cinco meses nesta semana. Além do político, morreram o piloto, o copiloto e quatro assessores.
De acordo com o "Estadão", as investigações da Aeronáutica serão divulgadas a partir de fevereiro e vão apresentar uma sequência de falhas do piloto, Marcos Martins, desde a falta de treinamento até o uso de um "atalho" para acelerar o procedimento de descida.

Segundo o jornal, optar pelo "atalho" significa que o piloto não usou a rota determinada pelos manuais para o pouso na Base de Santos, não fez a manobra exigida para aquela pista e tentou pousar direto.

Ainda de acordo com o jornal, a escolha por usar o "atalho" fez o piloto arremeter bruscamente na hora da aterrisagem e, então, passou operar os aparelhos em desacordo com as recomendações do fabricante do avião. O resultado, afirma a reportagem, é que o piloto começou a sofrer o que é tecnicamente descrito como "desorientação espacial" – quando ele não sabe se e está voando para cima, para baixo, em posição normal, de lado ou de ponta cabeça.

Ainda segundo a reportagem, não foi encontrada falha técnica no avião. As duas turbinas foram avaliadas e não apresentavam problema.

A família de Campos disse, em nota, ser "estranho" a divulgação dos dados da investigação da Aeronáutica, que ainda está em andamento, e os laudos ainda não são conclusivos (veja a íntegra abaixo).

Falhas no treinamento

Investigadores da Aeronáutica confirmaram ao G1 que o piloto não estava treinado para conduzir aquele modelo de aeronave, o Cessna 560 XL, e não tinha participado de práticas no simulador. Tanto Cunha quanto Martins só estavam habilitados a operar no Brasil o Cessna Citation 560, uma versão anterior do avião e que possui diferenças técnicas e operacionais em relação ao modelo que voavam.

O G1 apurou ainda que o pouco entrosamento do copiloto Geraldo da Cunha com o avião e o desentendimento entre ele e o comandante sobre os procedimentos que deveriam ser realizados a bordo também contribuíram para que o avião caísse tão rapidamente, já que o copiloto não tentou ajudar o colega e impedir a queda.

A Aeronáutica, no entanto, não pôde utilizar a caixa-preta de voz para as conclusões finais. Isso porque, segundo o jornal, a caixa-preta não estava ligada e não registrou conversas no voo.

As investigações registram ainda que o piloto e o copiloto não tinham bom relacionamento. Barbosa chegou a pedir para não trabalhar mais com o piloto Marcos Martins.

Condições do tempo e da pista

O "Estadão" afirma também que além das falhas humanas, contribuíram para o acidente as condições da pista e do tempo no dia da tragédia. Chovia bastante e a pista da Base de Santos é considerada difícil mesmo em boas condições.

Veja a íntegra da nota da família de Campos sobre as conclusões:

"NOTA

Com referência a matéria publicada no Jornal O Estado de São Paulo, nesta sexta-feira, 16/01/2015, sobre as causas do acidente aéreo que vitimou Eduardo Campos, estando habilitado nos autos como familiar da vítima e advogado, tenho a registrar o seguinte:

1- É estranho que se tenha acesso às investigações da Aeronáutica e se divulgue conclusões antes da divulgação pelo órgão competente.

2- Os laudos da Aeronáutica e do Cenipa (Centro de Prevenção de Acidentes Aéreos) tratam de possibilidades quanto a causa de acidentes e não são conclusivos, conforme é a técnica de tais laudos, primando eles por recomendações quanto a procedimentos de prevenção de acidentes aéreos. O Cenipa não está fazendo todas as perícias do caso e não pode ter uma visão global do acidente.

3- Na data de ontem, 15/01/2015, tive uma audiência com o Procurador da República Thiago Nobre, na cidade de Santos, que prometeu a conclusão, possivelmente, do inquérito policial e civil para fevereiro/2015, pois ainda aguarda a conclusão de perícias e estas poderão ainda não ser definitivas sobre o caso, podendo ter provas complementares. Ele é o Procurador responsável pelo caso, tendo na Polícia Federal o Delegado Rubens Maleiner como a autoridade policial responsável pelo inquérito policial, que ainda não o concluiu.

4- Após a divulgação oficial das conclusões das investigações da Aeronáutica, bem como a conclusão dos inquéritos civil e criminal em curso, iremos nos pronunciar sobre as causas do acidente. Até lá, é prematura a conclusão noticiada, até porque está pendente de conclusão relevantes perícias.

Antônio Campos
Advogado
OAB/PE 12.310
"

_________________
ANDRÉ-LUIZ
Usuário do Fórum Chaves desde 06 de agosto de 2012.
Moderador do sub-fórum "O Meu Negócio é Futebol" desde 11 de Maio de 2013 até 03 de Novembro de 2014.
Campeão do 14° Torneio GUF - Série B [2014].
Moderador Global do FCH desde 04 de Novembro de 2014 até 04 de Maio de 2015.


Ainda não sei dizer, o que me completa
Ainda não sei por que, eu te amo a beça
Mas de uma coisa eu sei
O que me faz falta é o seu amor

Ainda não decidiu se você vai ou fica
Eu só sei te incluir de vez da minha vida
De uma coisa eu sei
O que me faz falta é o seu amor


Imagem


Voltar ao topo
 Perfil  
 

Re: Morre o candidato a presidente Eduardo Campos • Ele estava a bordo do avião que caiu em Santos/SP
MensagemEnviado: 16 Ago 2015, 23:49 
Offline
Avatar do usuário
Membro

Registrado em: 04 Dez 2011, 22:00
Mensagens: 22778
Curtiu: 1860 vezes
Foi curtido: 1208 vezes
Programa CH: Chaves
Time de Futebol: Palmeiras
Fantasias: Não utilizo
Câmara de SP aprova título póstumo de cidadão paulistano para Campos
12/08/2015 18h27 - Atualizado em 12/08/2015 18h27

Homenagem póstuma foi aprovada nesta quarta-feira (12).
Político morreu em queda de avião em 13 de agosto de 2014.

Do G1 São Paulo

A Câmara Municipal de São Paulo aprovou nesta quarta-feira (12) o projeto de decreto legislativo que concede o título de cidadão paulistano póstumo em homenagem à memória de Eduardo Campos, candidato do PSB à presidência da República morto na queda de avião em 13 de agosto de 2014.

O projeto foi apresentado pelo vereador Eliseu Gabriel (PSB) antes da morte do candidato, em junho de 2014. Gabriel lembra que na época Campos ficou feliz com a homenagem proposta e perguntou se merecia a honraria. O vereador decidiu manter a homenagem mesmo após a morte de Campos. "Ele é uma pessoa que tem de ser lembrada, um grande líder, com uma grande visão de mundo", afirmou. O vereador planeja uma cerimônia que reúna a família, amigos e lideranças póliticas para entrega do diploma em data ainda não determinada.

Campos, de 49 anos, morreu na manhã de 13 de agosto após a queda do jato particular em que viajava em um bairro residencial em Santos, no litoral paulista. Chovia no momento do acidente. A Aeronáutica informou em nota que o avião decolou do aeroporto Santos Dumont, no Rio de Janeiro, com destino ao aeroporto de Guarujá (SP). A bordo da aeronave, estavam sete pessoas, das quais cinco passageiros (Campos e quatro assessores da campanha) e dois tripulantes.

- Eduardo Campos, candidado à Presidência
- Alexandre Severo e Silva, fotógrafo
- Carlos Augusto Leal Filho (Percol), assessor
- Pedro Valadares Neto, assessor e ex-deputado federal
- Marcelo de Oliveira Lyra, cinegrafista- Geraldo Magela Barbosa da Cunha, piloto
- Marcos Martins, piloto

Também nesta quarta, a Câmara dos Deputados, em Brasília, realizou uma sessão solene em homenagem a Campos (PSB). A cerimônia contou com a presença da viúva, Renata Campos, dos cinco filhos do casal, e da mãe de Campos, Ana Arraes, ministra do Tribunal de Contas da União (TCU), além de parlamentares e autoridades, como o governador do Distrito Federal, Rodrigo Rollemberg (PSB), o governador de Pernambuco, Paulo Câmara, e o prefeito do Recife, Geraldo Julio.

A sessão solene na Câmara é uma da série de homenagens aos mortos ao longo da semana, que também foram lembrados em missas. Na segunda-feira (10), quando Campos teria completado 50 anos de vida, foi feito um ato suprapartidário, no Recife, que reuniu diversas lideranças políticas, como o senador Aécio Neves (MG), o governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, e o ministro da Defesa, Jaques Wagner. Na terça-feira (11), a Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe) fez uma sessão solene em homenagem ao ex-governador do estado.
G1 SÃO PAULO

_________________
Imagem


Voltar ao topo
 Perfil  
 

Exibir mensagens anteriores:  Ordenar por  
Fórum trancado Este tópico está trancado. Você não pode responder ou editar mensagens.  [ 94 mensagens ]  Ir para página Anterior  1 ... 3, 4, 5, 6, 7

Todos os horários são GMT - 3 horas


Quem está online

Usuários navegando neste fórum: Nenhum usuário registrado e 1 visitante


Enviar mensagens: Proibido
Responder mensagens: Proibido
Editar mensagens: Proibido
Excluir mensagens: Proibido

Procurar por:
Ir para: