Fórum Portal Vídeos Guia de Episódios

Professor Girafales recupera-se de pneumonia, diz sua filha

Foto: Arquivo pessoal

Foto: Arquivo pessoal

O ator mexicano Rubén Aguirre, que interpretou o Professor Girafales no seriado “Chaves”, está se recuperando em casa após sofrer de um princípio de pneumonia. Após várias informações desencontradas publicadas na mídia latina, sua filha Veronica esclareceu como está Rubén, durante entrevista para o programa Ventaneando, da TV Azteca:

O que aconteceu com Rubén?
No dia 14 de maio o levamos ao hospital porque teve um princípio de pneumonia. Já passou a crise, mas sim esteve um pouco delicado. Agora já passou, estamos seguindo as orientações médicas. Ele está se recuperando.

A ANDA está cobrindo os gastos?
Nessa ocasião a ANDA mudou muito sua atitude. Já mudaram a delegada da Seção 3 de Guadalajara. Não pagaram toda a conta, a família pagou parte. Existe a promessa de que vão pagar durante a semana. Todavia, há um ano não se firmou um convênio com o hospital de Puerto Vallarta.

Quanto tempo ele ficou no hospital?
Ele esteve internado por onze dias, três deles em terapia semi-intensiva no hospital.

Ele tem problemas de diabetes, certo?
Sim, ele tem diabetes há vários anos, mas está bem controlada. Nas últimas vezes que foi ao hospital, não foi por causa da diabetes.

Sua mãe teria dito que Rubén estava sem conseguir se mover. É verdade?
Meu pai por sua estatura, por seu peso, por sua condição, se movimenta muito pouco, caminha pouco. Minha mãe diz que ele não se move, mas é no sentido de que não faz exercícios. Mas ele se move, sim.

E como está a questão com a ANDA?
Nesse momento não há um convênio com a ANDA e o Hospital de Puerto Vallarta. Em qualquer momento vai acontecer o que aconteceu ano passado, que foi muito pesado para a família.

Rubén está agora em casa?
Ele está em casa com mamãe, com enfermeiro 24 horas ao dia. Está muito bem atendido. Ele está se recuperando da pneumonia. Sua diabetes, repito, está controlada. A pneumonia, se se agrava, teria que voltar ao hospital. Mas no momento ele está estável.

Ele está comendo? Como está no geral?
Tem dias em que não quer comer, mas em geral come sim. Fala, conversa com os irmãos, as pessoas que ligam. Ele está de bom ânimo em geral.

Discuta esse assunto com outros fãs no tópico no Fórum Chaves!

Texto: Antonio Felipe

Rubén Aguirre, o Professor Girafales, está em estado delicado de saúde

ruben-hospital-2Rubén Aguirre, que interpretou o Professor Girafales no seriado “Chaves”, encontra-se em estado delicado de saúde por complicações da diabetes.

O veterano ator mexicano, prestes a completar 82 anos, foi internado em um hospital na cidade de Puerto Vallarta há alguns dias. Em entrevista a uma rádio, sua esposa Consuelo afirmou ele estava sem se mover:

“De um dia ao outro se foram as forças e agora está sem se mover, não pode nem dar a volta na cama e fala pouco. A diabetes o deixou assim”, disse.

O Fórum Chaves falou com um dos filhos do ator, Rubén Aguirre Jr., que disse que o pai já saiu do hospital e está em casa, mas sua saúde é delicada.

“Até onde sei, não há mais o que fazer além de lhe dar assistência e ajudá-lo a se mover, além de cuidar de seus medicamentos”, contou Aguirre Jr.

O filho do ator acrescentou ainda que Rubén “consegue se mover, mas lhe falta força nas pernas, essas ele quase não move por falta de força”.

Há vários anos, Rubén Aguirre enfrenta problemas de saúde. Em 2007, ele sofreu um acidente de automóvel com sua esposa Consuelo. Ela teve parte de uma das pernas amputadas. Em 2014, o Professor Girafales foi hospitalizado após sofrer uma desidratação.

Já no ano passado, próximo ao seu aniversário, o ator teve de ser internado por conta de pedras na vesícula. À época, em razão de uma dívida em aberto da ANDA (Associação Nacional de Atores), ele não pôde completar o tratamento, motivo pelo qual iniciou uma campanha contra a entidade para regularizasse a situação com o hospital de Puerto Vallarta.

Discuta esse assunto com outros fãs no tópico no Fórum Chaves!

Texto: Antonio Felipe

Escola do RJ nega que terá Chaves no Carnaval de 2017

A notícia de que uma escola de samba faria uma homenagem ao Chaves no Carnaval do Rio de Janeiro em 2017 agitou as redes sociais durante a segunda-feira. No entanto, enquanto a agremiação negou que a série seja tema de seu enredo, a Televisa disse que o assunto está em discussão.

Em entrevista ao site Carnavalesco, Zezo, o presidente da Santa Cruz, rechaçou a possibilidade do Chaves estar na Marquês de Sapucaí, divulgada hoje pelo jornalista Flávio Ricco, do UOL.

“Sinceramente não sei quem procurou a família e a Televisa. Eu não fui e ninguém em meu nome também. Para existir um enredo patrocinado deve-se sentar para conversar pois tem de permitir que a escola consiga colocar um bom carnaval na avenida. Tem de ser bom para os dois lados, obviamente. Essa proposta sequer passou por mim. Estamos analisando algumas possibilidades. Não há necessidade de pressa. Tenho de definir o meu samba dentro de 90 dias”, afirmou.

Enquanto isso, a diretora da Televisa Consumer & Products, Maca Rotter, afirmou em seu Twitter que há interesse no desfile, mas não para 2017.

“Saiu uma nota sobre Chaves no carnaval do Rio em 2017. Há interesse, mas pouco tempo e não participará este ano. Chaves e Chapolin com uma escola de samba é maravilhoso, mas precisa tempo. Escutamos e trabalhamos em possibilidades para 2018. Nada seguro”, disse Maca.

A Acadêmicos de Santa Cruz, com sede no bairro de mesmo nome, na Zona Oeste do Rio de Janeiro, disputará em 2017 a Série A e será a última escola a desfilar na sexta-feira de carnaval.

Discuta esse assunto com outros fãs no tópico no Fórum Chaves!

Texto: Antonio Felipe

Escola do RJ quer homenagear Chaves no Carnaval de 2017

Chaves e Chapolin no desfile da Viradouro, em 2010

Chaves e Chapolin no desfile da Viradouro, em 2010

Uma escola de samba do Rio de Janeiro quer levar o seriado “Chaves” para a Marquês de Sapucaí em 2017. De acordo com o jornalista Flávio Ricco, do UOL, a Acadêmicos de Santa Cruz está empenhada em contar a história da série no carnaval do próximo ano.

Segundo o colunista, a rede mexicana Televisa e familiares dos integrantes do seriado estão sendo procurados.

Se a ideia der certo, esta será a primeira vez que o personagem de Roberto Gómez Bolaños estará na avenida como tema principal de uma escola. As séries de Chespirito já foram citadas duas vezes, em 2010, pela Viradouro, e em 2013 pela Portela.

Discuta esse assunto com outros fãs no tópico no Fórum Chaves!

Texto: Antonio Felipe

TBS retira Chaves da programação

tbsDepois de quase dois anos de exibição, o canal TBS vai retirar Chaves da programação.

De acordo com a grade já publicada no site do canal, a última exibição da série será na segunda-feira (23/05).

Chaves começou no TBS em julho de 2014 e não apresentou muitas novidades: todos os episódios já tinham sido exibidos no Cartoon Network entre 2010 e 2012.

A partir de terça-feira (24/05), o SBT será a única emissora brasileira a transmitir a série regularmente.

As informações podem sofrer alterações sem prévio aviso.

Discuta esse assunto com outros fãs no tópico no Fórum Chaves!

Texto: Billy Drescher

Edgar Vivar apresentará evento com a Paty do Chaves em São Paulo

edgar-desafioO ator Edgar Vivar, que recentemente se apresentou em 20 cidades brasileiras com o show do Senhor Barriga, estará mais uma vez no país no próximo sábado, 14 de maio. Ele será o condutor do evento com a participação de Ana de la Macorra, a Paty.

Hoje psicóloga e escritora, Ana virá pela primeira vez ao Brasil para um encontro com fãs de Chaves, no Hotel Meliá Paulista, em São Paulo. Ela falará sobre os bastidores das séries, contará curiosidades de seus tempos no elenco de Chespirito e ainda participará de uma sessão de fotos.

Além de São Paulo, a Paty estará ainda em Curitiba, onde participa do evento Shinobi Spirit, no domingo, dia 15 de maio.

Todas as informações sobre ingressos e pontos de venda estão disponíveis aqui.

Texto: Antonio Felipe

Maria Antonieta de las Nieves inicia sua turnê de despedida no México

Foto: Excelsior

Foto: Excelsior

A comediante Maria Antonieta de las Nieves deu início à etapa mexicana de sua turnê de despedida da Chiquinha, personagem que vem interpretando há mais de 40 anos, desde que entrou para o elenco de Chespirito, no seriado “Chaves”.

A atriz se apresentou diante de centenas de pessoas no último dia 2 de maio, no Palácio de los Deportes, na Cidade do México, comemorando o Dia das Crianças naquele país. Durante o show, ela agradeceu ao público por seu carinho e apoio em mais de quatro décadas.

“Este é o começo de uma nova era para a Chiquinha”, disse a artista, que em diversas ocasiões não conseguiu conter as lágrimas pela emoção e tristeza de dizer adeus aos seus fãs.

“Há trinta e tantos anos que não trabalho na Cidade do México. Esperei muito tempo e nesse tempo visitei todo o México, América Central e do Sul, Estados Unidos, e por fim estou em minha pátria e com o melhor público do mundo”, acrescentou.

Há alguns dias, Maria declarou à imprensa que, depois de 45 anos, tomou a decisão de se despedir da Chiquinha para dedicar-se ao marido, Gabriel Fernández, que sofre de problemas auditividos e recebe tratamento médico há alguns anos.

“Já que estamos aqui, quero que agradeçamos ao meu empresário, produtor, à pessoa que trabalhou em todas as apresentações comigo. E se agorinha não está comigo é porque tem um problema no ouvido que lhe provoca enjoos”, afirmou.

Nos próximos meses, de las Nieves fará uma longa turnê pelo interior do México, para depois fazer escalas nas Américas Central e do Sul, além dos Estados Unidos.

“Iremos a todos os lugares belos que conheci, mas só haverá uma apresentação. Assim que quero me despedir de minha gente bonita”, disse.

Sem poder evitar a emoção, a atriz comentou que não imaginava que seria tão emocionante a despedida na Cidade do México.

“Vou lhes deixar todo o meu coração e quero que sigam nos vendo na televisão”, expressou emocionada. “A Chiquinha nunca morrerá, enquanto existam pessoas que nos aplaudam, completou.

Discuta esse assunto com outros fãs no tópico no Fórum Chaves!

Texto: Excelsior, traduzido por Antonio Felipe

Florinda Meza participa de homenagem a Chespirito no Panamá

florinda-panamaA atriz Florinda Meza, viúva do escritor Roberto Gómez Bolaños, criador do Chaves e Chapolin, está no Panamá, onde participa de atividades pelo Dia do Desenhista, comemorado este sábado, 7 de maio.

No país, ela inaugurou a mostra de caricaturas chamada “Homenagem a Roberto Gómez Bolaños”, uma exposição internacional que foi apresentada em quatro países, composta por caricaturas feitas por Chespirito, além de outras recriadas por artistas nacionais e estrangeiros, alusivas aos personagens do comediante.

Em entrevista, Florinda disse estar emocionada por sua visita ao Panamá. Também disse que segue de luto pela perda de seu marido. Ela lembrou que Bolaños foi desenhista de um jornal mexicano em 1952.

“Roberto também foi desenhista durante um bom tempo em um jornal muito importante do México. Mas teve que deixar o cargo porque não podia com tudo, fazia publicidade, jingles, desenhos com storyboard, desenhava todo o comercial, e também fazia programas para rádio. Além disso, tinha que fazer programas para televisão. Então, não era possível seguir com o compromisso no jornal. Era um grande pintor, pintava a óleo, aquarela, com giz, caneta, também fazia desenhos em preto e branco, em tinta, como uma espécie de caligrafia”, disse.

No país, a atriz afirmou que segue trabalhando para levar a obra “La Reina Madre” à Broadway. A comédia musical conta a história de Hannah, mãe de Charles Chaplin.

“Agora o melhor produtor da Broadway, Ken Davenport, quer fazer a peça e devo buscar patrocinadores porque custa muito investir nesse circuito teatral”, disse.

Além de “La Reina Madre”, Florinda pensa em lançar outras obras de Bolaños.

“Mas somente as que ele me deixou, porque a maioria da produção literária foi herdada por seu filho, Roberto Gómez Fernández”.

Na conversa com os jornalistas, Florinda disse ainda que o papel mais complicado de fazer foi o de Dona Florinda, já que aos 23 anos tinha que atuar como uma mulher de 40, viúva e mãe solteira.

“Em 1972 começou o Chaves e fazer uma mulher madura foi difícil, por interpretar uma dona de casa. É mais fácil fazer uma menina ou uma anciã quando é muito jovem”, expressou.

A atriz admitiu que gostaria de se dedicar a vários projetos artísticos, mas não conseguiu por não superar ainda o luto por seu marido, falecido em 28 de novembro de 2014.

“Lembro de Chespirito todos os dias e sonho com ele a cada noite. Sinto muita falta dele, trato de ocupar minha mente em outra coisa, mas não posso, se foi a minha alma e não encontro sentido em muitas coisas”, confessou.

Discuta esse assunto com outros fãs no tópico no Fórum Chaves!

Texto: Antonio Felipe, com agências do Panamá

Florinda Meza diz que Ramón Valdés, o Seu Madruga, tinha problemas com o álcool

Reprodução/Univision

Reprodução/Univision

Em entrevista à rede hispânica Univision, dos Estados Unidos, a atriz Florinda Meza disse que Ramón Valdés, o Seu Madruga, teve problemas com álcool. A declaração se soma àquelas dadas ao Programa do Gugu, em março, quando a intérprete da Dona Florinda afirmou que Ramón usava drogas.

Florinda, contudo, não falou de outras drogas durante a entrevista ao jornalista Gustavo Infante, do programa El Gordo y la Flaca. Ela se referiu apenas à bebida.

“O que mais danificou… Nesse caso, seu fígado, ou as duas coisas o prejudicaram. Você sabe que o álcool em excesso cria cirrose e problemas hepáticos. Ele tinha problemas com o fígado, o pâncreas”, disse a atriz.

Meza salientou que os supostos problemas de Ramón com a bebida nunca dificultaram as gravações das séries “Chaves” e “Chapolin”.

“Ramón queria tanto a Roberto, o respeitava tanto, que nunca, nunca falhou com o programa. Soube controlar até algo muito difícil como álcool, porque veja que é difícil controlar o álcool. Nunca paramos porque Ramón chegou em mau estado ou porque faltou à gravação”, afirmou.

A família de Ramón Valdés, no entanto, havia negado que o intérprete do Seu Madruga tivesse problemas com a bebida. Em entrevista ao Ventaneando, da TV Azteca, seu filho Esteban afirmou que o ator não sofria de alcoolismo.

“Ele não tinha nenhum problema de alcoolismo crônico como menciona essa senhora [Florinda]. Sim, ele bebia. Mas não era diário”, contou.

Confira a entrevista de Florinda Meza:

Discuta esse assunto com outros fãs no tópico no Fórum Chaves.

Texto: Antonio Felipe

Roberto Gómez Fernández pede respeito à memória de Ramón Valdés

Roberto Gómez Fernández (foto: divulgação)

Roberto Gómez Fernández (foto: divulgação)

O produtor Roberto Gómez Fernández pediu respeito à memória de Ramón Valdés, assim como para toda a sua família, e desejou que o ator seja lembrado com amor pelo legado que deixou.

O filho de Chespirito não pretende entrar na polêmica após as recentes declarações que fez Florinda Meza ao Programa do Gugu, afirmando que o Seu Madruga teve problemas com drogas.

Fernández pediu para se respeitar a memória do ator, que por anos trabalhou com Roberto Gómez Bolaños no seriado “Chaves”.

“Essa situação não é algo que eu desejo opinar, mas quero que Ramón, assim como toda a sua família, sejam lembrados com todo o carinho do mundo”, disse o produtor, após acrescentar que Ramón foi um dos comediantes preferidos de seu pai.

“Meu pai adorava trabalhar com ele e creio que há que lembrá-lo com amor. É o que deve ficar por respeito à sua família, disse Fernández, que teve a oportunidade de conviver com o comediante, falecido em 1988.

Ele afirmou que lembra de Valdés como uma pessoa graciosa, alegre, dentro e fora do set. Além disso, “que eu saiba, nunca teve problemas com drogas”.

Discuta esse assunto com outros fãs no tópico no Fórum Chaves!

Texto: Notimex, traduzido por Antonio Felipe